História Two Moons - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekyeol, Chanbaek, Chansoo, Hunhan, Kaisoo, Sebaek, Sulay, Taoris, Xiuchen, Xiuhan
Exibições 310
Palavras 2.473
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ecchi, Lemon, Mistério, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heeeeeey pessoinhas do meu coração <3
Como estão? tomará que bem ><
ENTÃO... Eu gostaria de me desculpar pela demora de postar essa capitulo, mas eu tenho
uma justificativa XD
Esse será o penúltimo capitulo da 1ª fase da fanfic e eu queria ficar mais um tempo com ela ;-; Mas cheguei para posta-lo <3
A Primeira fase teve como objetivo principal, o Chanyeol conhecer o Baek e se apaixonar por ele e vencer o odio que sentia por vampiros, baseado no amor que estava sentindo por Baekhyun
Eu não vou falar mais nada, confiram essa reta final.
AMO VOCÊS <<<<<<33333333
AAAAAAAAAH NÃO ESQUEÇAM DE COMENTAR PLEASE, É MUITO IMPORTANTE PARA MIM <3

Capítulo 20 - I love you... Aways


Fanfic / Fanfiction Two Moons - Capítulo 20 - I love you... Aways

 

 

 

Park Chanyeol

      Estava sentado em um tronco de árvore observando os outros terminarem de desmontar o acampamento. A imagem do caçador passou rapidamente em minha cabeça, trazendo-me um mal pressentimento.

       " Tomará que esteja bem Chen, nós ja estamos chegando "

       Olhei para o céu que estava a deixar cair gotículas finas de chuva, que começavam a molhar o chão ainda coberto de neve. Ouvi os gritos de Luhan e Baekhyun que agora pulavam sobre Kyungsoo o deixando estressado.

- Rapido, coloquem isso sobre a mochila de vocês para não ficarem totalmente molhados! 

       Meu primo saiu distribuindo vários sacos, grandes o bastante para cobrir as bagagens.

- Acho que devíamos deixar as mochilas aqui...- falou Yifan colocando a mochila dentro do saco e os pondo em cima da cabeça para se proteger da chuva- O que acha Junmyeon?

- Acho uma ótima ideia! Assim que salvamos o Dae, nós voltamos e buscamos nossas coisas.

     Kris montou com a ajuda de Tao uma nova tenda para colocar as mochilas. Enquanto Suho corria atrás de Luhan e Baekhyun que brincavam feito duas crianças na chuva.

- Vocês dois ja podem parar! vão acabar pegando um resfriado

- Eu sou um vampiro, não pego resfriado - falou Baekhyun dando de ombros, logo em seguida abrindo a boca e colocando a Língua para fora.

     Não podia negar que estava morrendo de medo em algo dar errado e eu não ter mais tempo com o Baekhyun, nós acabamos de começar a namorar e ja estávamos prestes a entrar em uma guerra, com altos riscos de acabarmos mortos. O olhar do menor encontrou o meu e com um sorriso enorme nos labios, ele correu até mim se jogando em meus braços.

- Baek!- o afastei calmamente do meu abraço e alisei seu rosto carinhosamente - Se tudo isso der errado eu quero que saiba...

      O Pequeno não permitiu que eu continuasse a falar, colocando sua mão sobre minha boca e a cobrindo.

- Não se desperça de mim como se fosse morrer, porque você não vai! - ele olhou firmemente em meus olhos - Ouviu?!

- Eu te amo Baekhyun! - disse sorrindo para o menor antes de meus labios encontrarem os seus.

       Ele põe a mão em meu pescoço, se esticando todo para chegar ainda mais perto do meu rosto. A chuva caia grossamente agora molhando ainda mais nossos labios. Desço os beijos até o seu pescoço fazendo-o gemer baixinho.

      Sua mão desliza sob minha camisa, até o botão da minha calça, o segurando, antes de desabotoa-lo.

- VOCÊS DOIS! - Tao gritou interrompendo o nosso beijo - NÃO DA PARA TRANSAR DEPOIS ?!

       Baekhyun o olhou furioso, abriu a boca pensando em dizer algo para o amigo, mas apenas deu de costas e selou nossos labios.

- Ele está certo! Temos todo o tempo do mundo para transarmos... - falou sorrindo em meio ao beijo - Vamos?

        Mesmo ainda estando preocupado sobre o risco que estávamos correndo, eu assenti, lhe dando um beijo na testa. Peguei sua mão e o puxei em direção aos outros.

- Vamos? - perguntei me aproximando do circulo que fizeram.

- Não sem um plano! - Suho indagou fitando-me

- Já temos um plano - disse sorrindo - Chegamos lá, pedimos educadamente para eles nos devolverem o Chen, mas caso eles não queiram, o pegamos a força

- Nossa Chanyeol, que plano fantastico! - Sehun sorriu ironicamente

-  Tem outro? - falei lhe dando um soco no braço

         Todos ficaram em silencio pensando em um plano, enquanto a chuva caia grossamente sobre todos.

- Acho que sou obrigado a concordar com o Orelhudo... - falou Kai, apoiando-se sobre mim - Não temos muito o que pensar, eles estão nos esperando! Qualquer plano vai ser facilmente descoberto por eles.

 - Eles estão certos! - falou Kyungsoo encarando-nos

- Está concordando comigo? - Jongin olhou provocativo para o menor, que o fitou agressivamente.

- Então, vamos? - todos assentiram e em silêncio caminhamos pela floresta.

         A cada passo que dávamos estávamos mais perto da cachoeirinha, e eu ficava cada vez mais nervoso, com medo.

 

                               [ ... ]

 

        Andamos por horas, estávamos cansados, talvez andar na chuva seja mais cansativo do que andar no sol. Raios e trovões assustavam a Baekhyun, que segurava com força em meu braço.

- Calma! Não há porque ter medo...- falei segurando sua mão ainda mais forte

- Tem certeza? Porque estamos no meio de árvores e até onde sei elas atraem raios! - falou em tom sarcástico

       Sorri de lado, ele estava certo do que falava sobre os raios e as árvores, mas na situação que estamos, a chuva é o menor dos nossos problemas.

      Estávamos quase desabando no chão ensopado de lama. Luhan acabou deslizando e quase caiu, mas Sehun, que estava atrás do namorado, o segurou em seus braços, oferecendo logo em seguida para levar o menor em suas costas.

Luhan subiu se segurando firmemente no mais novo.

        Não sabíamos mais por onde andávamos. A grande massa de névoa formada pela chuva nos impossibilitava de sequer nos orientar sobre o caminho.

- Não devíamos parar e esperar essa chuva passar? - perguntou Jongin, enxugando o rosto em sua camisa branca completamente transparente por causa da chuva.

- Mas o prazo dos caçadores acabam hoje! - falou Suho espremendo os olhos para tentar achar algo, porém em vão, pois não lembrava nem um pouco da vista que tinha ao redor da cachoeira

- Eu sei, mas... - Sehun tocou o ombro do amigo, que se virou para olhá-lo, entendo o que o outro queria dizer com o olhar.

- Chanyeol... - Olhei para o mais novo que fez sinal com a cabeça apontando para meu primo, assenti e olhei para Baekhyun.

- Vai la! - ele se soltou da minha mão e correu para os braços de Kyungsoo,  que apesar da pose de durão estava tão assustado quanto o pequeno.

         Sorri ao ver o olhudo tentando se soltar do abraço do meu pequeno. Olhei para Suho e vi sua expressão de preocupação, me aproximei do mais velho em silencio, colocando uma das mãos em seu ombro.

- Vamos con... - Antes que eu conseguisse completar a frase, ouvimos um grito desesperado vindo de algum lugar perto de onde estávamos.

     Nem ao menos paramos para nos olhar, corremos todos na direção de onde o som tinha vindo. Passamos por muitas árvores até escutarmos o barulho ainda mais forte de água caindo. Era a tal cachoeira, só podia ser ela.

        Corremos um pouco mais, até avistarmos cerca de 20 caçadores equipados com tudo que era arma. No meio deles estava o caçador que me atacou.

- Park Chanyeol, nos encontramos novamente! - Ele apertou um dos botões do gravador, fazendo com que tocasse o som do grito que ouvimos.

- Não era o Chen? - Suho parecia desorientado, não entendia o que estava acontecendo.

- Achou mesmo que era o seu namoradinho? - o caçador desviou o olhar para meu primo que cerrou os punhos de raiva

- ONDE ELE ESTÁ?! - Junmyeon gritou andando em direção do homem que sorria feito louco da reação do mais velho.

       Yixing e eu conseguimos contê-lo, antes que ele chegasse até o caçador e acabasse morto.

- Foi visitar um parente em Chengde* - ele passou a mão pela lamina da faca, cuidadosamente - Eu nunca o tive como refém

- Está mentindo! Eu vi você o capturando - Suho gritou, mas o caçador voltou a rir, deixando meu primo ainda mais apavorado.

- Achou mesmo que seu amor por ele era tão puro e verdadeiro? - ele olhou para Junmyeon com sarcasmo, aquilo tudo estava o divertindo - Você o ama, mas não do jeito que pensa.

    Todos olharam para Suho, que permanecia encarando o caçador

- Eu vi o que aconteceu, era real, eu tenho certeza!

- Não! Eu fiz tudo aquilo... - disse desviando o olhar de Suho para mim - Comecei a vigiar todos vocês, um por um, eu ia realmente sequestra-lo mas ouvi os pais deles mandando que ele arruma-se uma pequena mochila que eles iriam ir visitar a vó dele que estava prestes a partir desse mundo maldito.

- Está mentindo...- ele não prestou atenção nas palavras do meu primo e continuou a falar

- Esperei ele ficar destruído e coloquei um sonífero para animais, não demorou muito para ele adormecer como um cachorrinho... - ele sorriu, talvez ao lembrar do meu amigo indefeso - Extrai uma boa quantidade de sangue dele, ele se curou rapidamente, roubei o celular dele para que ele não o avisasse da viagem

- Não...- Junmyeon estava tentando negar tudo aquilo, mas o resto de nós estávamos acreditando no que o caçador falava

- Antes de amanhecer eles saíram de casa, o pai dele teve que o levar para carro de tão dopado que ele estava... - ele olhou para os outros e depois novamente para Suho - Baguncei o quarto dele e depois deixei cair o sangue pelo quarto, ele tentou te ligar, mas eu tive que em intervir todas as chamadas, se não ele iria acabar prejudicando meu plano.

- Por que fez isso? - perguntei soltando Suho e encarando o caçador a minha frente, que me encarou com raiva

- Porque eu queria que viesse atrás de mim, que me caçasse e que implorasse pela morte assim como a miserável da sua irmã...

          Aquelas palavras que saíram de sua boca, me acertaram como uma flecha acerta uma árvore, rápido e certeiro.

- NÃO OUSE FALAR DA MINHA IRMÃ! - gritei, rosnando alto fazendo meus amigos correrem até mim e me segurarem

      Os Vampiros não entendiam a atitude dos outros, então ficaram observando assustados, toda aquela cena.

- Eu falo como eu quiser daquela loba vadia!

      Suho sussurrou um "Fica calmo" enquanto Jongin se colocava em minha frente tentando me controlar

- Chanyeol, se controla!

- Ele ta falando da minha irmãzinha Jongin!

- Será que não se perguntou porque eu estou obcecado por você? Eu podia ter ido embora e te esquecido, mas eu voltei para te matar... - aquela realmente era uma pergunta que vivia em minha mente - Foi por causa dela, eu conheço sua irmã muito bem

- Não você não a conheceu...

- Conheceu? Acha que ela está realmente morta? - Ele parecia seguro sobre o que dizia e eu me questionava aonde ele queria chegar com aquela mentira - Sua irmãzinha matou um grupo inteiro de caçadores por pura sede de matar, meu irmão era um deles

- Está mentindo! Eu a achei morta, enforcada em uma árvore

- Aquilo foi apenas encenação, ela soube que estavamos a caçando e decidiu ficar ainda mais forte e como ela iria conseguir isso? - perguntou o caçador para mim, mas foi Sehun que respondeu

- Virando um híbrido, metade lobo e metade vampiro... - ele falou em sussurro, me deixando irritado

- Não ouse acreditar no que ele está dizendo! - gritei, fazendo Sehun se calar

- Ela pediu ajuda a um Vampiro chamado Exitium a transformar, ele é conhecido como o mais terrível dos mortos vivos, raptando crianças e as criando até completarem 18 anos, depois ele os transforma e some... - ele olhou para o grupo de vampiros ao lado e sorriu - Eles o conhecem muito bem

       Meu olhar procurou o de Baekhyun e quando o achei, vi sua expressão de medo espantada em seu rosto. Tirei os braços que me seguravam e o encarei.

        Baekhyun não estava com medo dele, estava com medo de mim.

- Por que acha que vou acreditar nessa historia? Todos sempre falaram que minha irmã era uma garota dócil, amorosa e não uma loba sociopata

- Ela sabia fingir muito bem, acha que ela não ouviu o Exitium te hipnotizar e incriminar seu tio? Ela assistiu o próprio enterro e ainda viu o seu tio ser exilado...- ele enfiou a mão no bolso e retirou um celular, mexeu em algo e o jogou para mim - Ai estão as provas de que eu estou falando a verdade

           Apanhei o celular do chão e comecei a olhar as fotos que tinha ali. Era a minha irmã, seu cabelo estava grande, mas ainda estava do mesmo jeito que eu lembrava, agora bem mais velha do que aquela época

- Onde tirou essas fotos? - guardei o celular em meu bolso e o fitei novamente

- Japão, sigo ela desde aquele dia, tentando achar um jeito de matá-la - ele olhou para os companheiros - Mas eu não preciso mais segui-la, ela vai vir até mim depois da sua morte

- Não tenho culpa pelo que minha irmã fez, nem um de nós tem

- Eu sei, mas você é um lobo e eu sou um caçador, é da nossa natureza - ele riu ironicamente, e todos os seus companheiros apontaram armas e outras coisas para meus amigos - e particularmente, gosto disso.

- CORRAM! - Gritei para todos.

        Vi os outros correndo para dentro da floresta, enquanto os caçadores atiravam e arremessavam flechas e outras armas contra nós. Antes que eu pudesse seguir meus amigos, senti uma faca perfurar meu corpo.

- CHANYEOL! - cai de joelhos no chão coberto d'agua, de frente para Baekhyun que agora estava parado assustado me olhando.

        O Veneno se espalhou rapidamente por meu organismo, fazendo-me desabar no chão. Vi os outros voltarem correndo para me acudir.

        Vi alguns se pondo em minha frente.

         Eu estava imóvel, sem conseguir falar ou respirar,

         Eu estava morrendo.

         Vi  Suho quase ser acertado por uma flecha, mas Yixing se colocou em sua frente o protegendo.

         Jongin puxou Kyungsoo para si impedindo que um pote de vidro de verbena o atingisse.

           Do outro lado Sehun e Luhan, junto a Kris e Tao, lutavam corpo a corpo com 8 caçadores.

           Xiumin estava sendo perseguido por dois caçadores, que o encurralaram em uma árvore, ele iria morrer. Mas Chen se colocou a sua frente, fazendo com que a verbena não fizesse efeito em si, ele acertou um dos homens deixando o outro para Minseok.

           Em minha frente estava Baekhyun, chorando desesperado, com as mãos cobertas de sangue. Ouvia sua voz fraca pedindo para eu aguentar, dizendo que iria me salvar. Mas eu não conseguia falar.

          Não conseguia me despedir.

          Atrás do pequeno surgiu o caçador que agarrou com força os cabelos de Baekhyun.

- Não se preocupe Chanyeol, você irá morrer junto do seu amor!

         Baekhyun não tentava nem ao mesmo lutar, parecia que realmente queria morrer.

- Chanyeol...- o menor sussurrou em meio ao choro

- Se dispersa dele

         O caçador soltou os cabelos de Baekhyun.

         Ele abaixou a cabeça e encostou os lábios em meu ouvido.

- Eu te amo... Para sempre

        Baekhyun me beijou ao mesmo tempo que meus olhos se fecharam, creio eu, que para sempre.


Notas Finais


Então meus babes é isso
Doeu muito fazer esse capitulo e quero saber o que vocês acharam
COMENTEM PORFA <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...