História Two siblings and one small problem. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Killer, Namjin, Taekook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 21
Palavras 1.420
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aaaah eu já desisti de tentar fazer uma capa descente, então vai isso mesmo e pronto!!!

Não vai rolar yoonkook por que a pessoinha aqui não é a favor do incesto, nada contra, só é estranho. Mas, eu acho que vai ser lesgal.

Eu ainda não terminei a fic, mas eu resolvi meter o foda-se pra tudo e postar logo, antes que eu morra de ansiedade então... Ta ai, primeiro capítulo. Espero que gostemʘ‿ʘ

Capítulo 1 - The Begin


Fanfic / Fanfiction Two siblings and one small problem. - Capítulo 1 - The Begin

3 meses atras14 de Setembro de 2017.

Quarta feira, 03:32 PM.

— Jungkook!!! O que você esta fazendo??!! — Min YoonGi que, já notanto o comportamento estranho de seu irmão a dias, resolveu segui-lo nessa noite fria de setembro. E, acabou por se deparar com algo que não esperava nem em um milhão de anos encontrar.

— D-desculpa.... E-eu eu precisava... Eles... Eles... Eles... Mereciam.... Eu os vinguei suga, só mais ela... E eu terminarei o trabalho.... Me deixa fazer isso... Me deixa. — O mais novo se assustou com a presença do branquinho. O próprio garoto estava apenas de boxer com um tipo de arma branca. Sua pele banhada a sangue já seco da garota semi-nua sentada, chorando em posição fetal ao lado esquerdo no quarto. Ela não ousava dizer uma única palavra sequer

— Não jungkook, eles não mereciam. O-o que é isso?? Por que fez isso com a yerin?? Jungkook vc.... O que você fez?! — O branquinho exigia uma explicação, por mais que fosse, obvio o suficiente, ele queria ouvir as palavras de que, jungkook era um assassino. Saindo da boca de seu irmão mais novo.

— Eu... Eles mataram nossos pais yoongi!!! Eles mereciam sim, morrer!!! Todas as pessoas que eu vim... Que eu vim matando..... Elas estavam envolvidas no assassinato de nossos pais.... — Finalmente jeon largou aquele canivete que segurava e se sentou na cama, também avermelhada pelo sangue da loira no canto do quarto.

O mais velho já não estava entendendo mais nada, para ele seus pais tinham falecido em um acidente causado por falhas nos freios. Era isso, e ponto. Mas ouvir um outro motivo de seu irmão, sentiu como se seu mundo desabasse ali mesmo. — Que??!! Jeon eles morreram em um acidente. O céus vc esta louco, Kook eles morreram, não tem mais volta. E foi um Aci-den-te. — Ele não era idiota, sabia que estava acontecendo algo com seu irmão e precisava fazer-lo contar tudo o que estava lhe acontecendo.

— NAO, YOONGI!!! ACREDITA EM MIM, PELO MENOS UMA VEZ. ELES FORAM ASSASSINADOS!!! AQUELES FREIOS ESTAVAM INTACTOS!!! MATARAM NOSSOS PAIS!!! MATARAM ELES..... — O mais novo que, por alguns minutos ficou calado, começou a gritar. Deixando toda sua mágoa ali, naquelas palavras que, assim que faladas, foi capaz de assustar o mais velho presente naquele local.

— Tudo bem.... — O mais velho parecia desnorteado, já que passava as mãos em seus cabelos cinzas, a procura de amparo. — Quer me explicar como sabe que.... Que... Que não foi um acidente. — Ele tinha dificuldades em falar sobre esse assunto.

— Eu descobri a três meses atrás... — Ele começou a falar enquanto andava pelo quarto a procura de suas roupas. Já finalmente vestido adequadamente o garoto resolveu explicar tudo para seu irmão mais velho, que se mantinha vidrado olhando para a moça ensanguentada chorando no canto.

— Eu estava conversando com um amigo da faculdade.....

Começou a contar o que se lembrava daquele dia:

18 de junho de 2017.

terça feira, 14:30.

— Jeon, você esta bem?? — Ele me perguntou já sabendo a resposta. — Olha, eu sei que você esta bem abatido com o que aconteceu mas, tu não pode viver assim cara... Esta afastando as pessoas. — Continuou. Colocando sua mao sobre meu ombro, algo que, fiz questão de na mesma hora, tira-la dali.

— Me desculpa... Eu só... Só não consigo aceitar. Eles cuidaram de mim minha vida inteira... E... e agora eu não me imagino sem eles... Por que?? Por que aquele carro, bateu?? Por que aqueles freios não funcionaram?? Por que?? — Nesse momento as lagrimas já escorriam por meu rosto e eu não era e ainda não sou capaz de segura-las....

— Kook... Você pode vingar a morte deles... — Ele fala como se soubesse de algo, se entendesse a minha dor. — Meus pais morreram eu tinha 3 anos de idade e eu faria qualquer coisa... Para te-los de volta. Eu sei que foi homicídio e sei exatamente quem fez isso, porem eu sou fraco, não consigo e nunca vou conseguir fazer nada... — Ele abaixou sua cabeça enquanto eu, olhava atentamente seus olhos percebendo que os mesmos já estavam marejados. — Mas você... Eu sei que em você tem a coragem que falta em mim... — Ele completou.

— Jack eu... Eles morreram em um acidente, você quer que eu os vingue como?? Olha, eu realmente sinto muito pela sua perda e tals mas... Eu não estou entendendo, aonde você quer chegar com isso.... — Com as costas de minhas mãos já havia enxugado as lágrimas que, finalmente cessaram um pouco.

— É isso Kook. Eles não morreram em um acidente como disseram, foram assassinados. Os freios estavam em perfeito estado, e eles morreram por que o seu pai, teve uma overdose e desmaiou no volante.

— Como você pode dizer uma coisa dessas?? Como... Como voce pode saber disso?? Eu já não sofri o suficiente?? O que você quer?? — Estava incrédulo com suas palavras, não conseguia acreditar. Eu.. Eu estava exatamente como você esta agora yoongi, em choque.

— Meu tio. Ele trabalha na policia como legista. Ele é encarregado de fazer o óbito de cada vitima, sobre o porque ela morreu e blá blá blá.... Não sei muito bem. Nunca me preocupei o bastante para pesquisar mais sobre tal coisa. — Ele tentava me acalmar, enquanto também, tentava se explicar. — Mas.... Como eu sou curioso, um dia como outro qualquer, resolvi entrar na sala dele. Comecei a vasculhar, mexer em gavetas, armários, pastas e etc... Não encontrei nada de interessante. Até que, olhei atentamente para um dos papéis acima da mesa de centro do local, e nele estava escrito, os seguintes nomes: Choi SunHee, e Choi JunHyun. São seus pais. Isso sim, me interessou mais do que qualquer coisa naquela sala. Peguei aquilo e levei a pasta para meu quarto. Passei a noite inteira estudando sobre a mesma, vários dias colhendo informações, tentando saber tudo o que eu conseguia. E eu realmente, descobri coisas jungkook. Pra você ter ideia, eu fiquei sabendo de subornos jeon. Contra seus pais, contra os policiais e até mesmo, contra o próprio legista, no caso meu tio. — Ele parou de falar, estava pensativo. — Eu fui atrás. Voltei para o local em que seus pais morreram, e vasculhei cada canto. Procurei as pessoas que ficaram responsáveis pelo carro que "acidentalmente" se chocou contra aquele poste e jeon, os freios estavam intactos. Não tinham falhas alguma. Assim como todos envolvido naquela tragédia, os responsáveis pelo carro também foram subornados!!!! — Ele tinha esperança, eu sentia isso conforme aquelas palavras saiam de sua boca. — E você não vai acreditar, no que eu descobri.... — Ele se levanta chegando perto de mim, envolvendo suas mals em meus ombros. — Olha, se você quer saber mais sobre isso.... Quer saber quem, matou seus pais. Vai na minha casa, hoje as 18 horas em ponto. Eu vou estar te esperando. Eu vou te ajudar, prometo.— No momento que eu ia responder, ouço uma buzina e em seguida o nome de Jackson ser mencionado. Era o tio dele, sempre ia busca-lo na saída da faculdade... Ou ainda vai... Eu não sei.

— De qualquer forma, Jackson sabia de algo. Algo que eu precisava saber. Algo que a gente.... Precisava saber. Então eu fui, e naquele dia, a minha vida mudou completamente. Meu único objetivo antes daquilo era terminar a faculdade, arrumar um emprego, uma namorada, ter uma familia, filhos.... Mas depois daquilo yoongi, meu único objetivo era matar pessoas como ela.

— Essa garota esta ensanguentada e não morta por um motivo. Ela merece ser torturada!!! Sentir toda a agonia e desespero do mundo, ela merece sentir o que eu senti.... Ela merece sentir dor, e nada mais que isso.

— Jungkook você nã.... — YoonGi finalmente se pronunciou. Ele ficou abismado ao ouvir aquilo e ainda não entendia qual era o final da historia, porem, ele precisava acalmar o mais novo que só via vingança a sua frente.

— Cala a boca!!! Cala essa boca, yoongi. Você não queria ouvir?? Não queria uma explicação?? Então agora você vai sentar ai, calar a boca e me escutar. Por que eu ainda não terminei. — Jungkook gritou, fazendo yoongi sentar-se novamente na cama, agora a espera de ouvir o restante da história.

— Era 17:30 quando eu sai de casa. Estava totalmente apreensivo, não sabia o que me esperava. Eu tinha medo, não queria acreditar no que Jackson disse. Queria acreditar que as pessoas nunca fariam algo assim, nunca matariam pessoas boas... Mas eu estava enganado.


Notas Finais


Joguei a bomba e sai correndo≧☉_☉≦≧☉_☉≦


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...