História Two Sides - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bangtan Boys(bts), Kpop, Lemon, Romance, Taekook, The Killer Bunny, Vkook
Visualizações 39
Palavras 1.077
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


oiii gente, eu sei que minha fic não é lá essas coisas e também que meu publico e bem pequeno (é tipo o tamanho da minha dignidade:') , mas mesmo assim obg por tudo!!!

Capítulo 7 - E se eu o jogasse, será que eu me arrependeria?


Fanfic / Fanfiction Two Sides - Capítulo 7 - E se eu o jogasse, será que eu me arrependeria?

~Povs Jungkook~

 

Depois que sai de casa com meu carro fico vagando pelas ruas de Seul até que eu encontro uma rua estreita e então logo decido estacionar meu carro em uma pequena praça que tinha um lago, que ficava perto da rua, quando eu adentrei na mesma aparentemente não tinha ninguém ainda, então eu decido encostar no muro já com minha mascara em mãos a coloco rapidamente antes que apareça alguém. Depois de algum tempo vejo que um garoto passa por mim meio rápido, naquele momento já havia encontrado minha nova vítima, então comecei a segui-lo, o mesmo logo notou isso e começou a andar um pouco mais rápido, pelas suas vestimentas eu diria que é um estudante, e que pelo visto estava atrasado para alguma coisa obviamente, bem mas deixei essas informações e continuei seguindo ele até que o mesmo entrou em uma rua sem saída por acidente eu acredito.

~Povs Taehyung~

Quando vi que estava sendo seguido comecei a acelerar meus passos e passei a observá-lo pelo reflexo do celular no qual fingia olhar a hora freneticamente, isso fez com que eu me distraísse e acabei entrando em uma rua sem saída naquele momento eu só torcia para que ele não me machucasse.

~Povs Jungkook~

Quando o mesmo se deparou com uma parede no fim da rua, ele deu um passo para trás, mas não virando para mim ainda, ele então colocou seu capuz e simplesmente se virou vindo para minha direção tentando passar por mim sem ser notado, coisa que de fato não aconteceu.

-Aonde pensa que vai? ^(eu disse com um sorriso no rosto, e com uma das mãos segurando em seu braço e a outra tirando meu capuz e revelando minha máscara )^

-P-por favor eu não t-tenho dinheiro ^(eu disse já preocupado mas ainda sem me encarar)^

-Você não me reconhece? ^(falei logo tirando minha faca do bolso e indo com ela até o pescoço do mesmo, que por instinto logo levantou  a cabeça fazendo com que seu capuz caísse revelando um belo rosto masculino)^

-P-por favor deixe-me ir pr-prometo que não conto para a polícia^(ele disse com os olhos já marejados, provavelmente porque não sairia vivo daquela situação)^

-Uhh deixa eu pensar...não! ^(eu disse logo o empurrando contra a parede mais próxima)^

-A-aigo!  ^(o mais novo soltou um gemido baixo devido ao impacto, aquilo estava me citando mais que o comum, era como se aquela vitima fosse especial )^

-P-por favor ^(ele dizia já com uma lágrima nos olhos)^

~Povs Taehyung~

A única coisa que eu pensava era que eu iria morrer, e também eu estava curioso para saber quem estava atrás daquela máscara, isso me intrigava muito mais do que o normal, eu não sei, mas eu estava sentindo algo que nunca havia sentido e-eu não sei descrever.

-P-por favor ^(eu já dizia praticamente chorando)^

-O bunny vai brincar com você agora ^(ele dizia com um sorriso ainda em rosto)^

Ele então pegou a faca e a passou lentamente pela minha bochecha logo a cortando, um corte fino, mas que doía e muito

-A-aish p-por favor não ^(eu implorava para o mesmo, mas que de início pareceu nem se importar)^

Mas quando ele começou a passar a faca novamente pela minha outra bochecha, simplesmente parou como se não quisesse mais fazer aquilo, então eu já pensei que iria morrer, sem enrolação da parte do mesmo.

 

~Povs Jungkook~

E-eu hesitei, em todos esses anos como o “The Killer Bunny” eu nunca hesitei em matar alguém!

Eu não sei o que está acontecendo, mas eu simplesmente travei e como se meu corpo quisesse uma coisa e minha mente quisesse outra, aish eu não sei o que eu faço!

 

-A-aigo! ^(eu digo logo sacando minha arma e apontando para a cabeça do menor, ele simplesmente abaixou a cabeça, como se já soubesse o que estaria por vir)^

Eu então puxo o gatilho, mas não consigo atirar nele é como se eu não pudesse... –o garoto que até então estava com a cabeça abaixada logo a levantou e em um movimento rápido vai com a sua mão em direção ao meu rosto logo tirando minha mascara, assim revelando meu rosto.

 

~Povs Tehyung~

Eu não sei o que deu em mim, quando ele tinha apontado a arma pra minha cabeça, eu já esperava o pior e isso só aumentou quando ele puxou o gatilho, e eu então simplesmente levantei minha mão e ela foi de encontro ao seu rosto, mais especificamente em sua máscara, revelando um belo rosto e assim que eu á tirei, fazendo com que viesse com que seu corpo para perto do meu devido a estirada dada por mim para arrancar aquela máscara, nossos rostos ficaram muito próximos, e aquilo fazia com que eu me arrepiasse inteiro nunca havia sentido aquela sensação, e eu não intendia porque ela era tão boa, depois disso eu não me lembro de mais nada...

~Povs Jungkook~

Quando ele tirou minha máscara foi como se ele tivesse tirado um pedaço de mim, nunca em nenhuma circunstância isso poderia ter acontecido, eu então rapidamente tirei um pano que estava umedecido com Clorofórmio (remédio pra dormir) fazendo com que ele apagasse na mesma hora. Depois eu retirei minha máscara de suas mãos e tentei coloca-la novamente, o que foi inútil já que a fita que a prendia em meu rosto havia se rompido, naquele momento eu me sentia mal, mas também intrigado pela coragem daquele garoto, não sabia o porquê, mas era como se aquele ele fosse diferente das outras vítimas, e isso de algum modo era bom, mas ruim ao mesmo tempo...

Depois disso eu o coloquei em minhas costas e segui pra fora daquela rua, afinal eu não podia deixá-lo ali, porque eu corria grandes chances de quando ele acordasse ir até a polícia me denunciar, e isso poderia fazer com que a polícia me achasse, assim acabando com o meu legado.

Bem quando estávamos indo em direção ao carro eu começo a observar seu rosto, e me sinto um pouco estranho, senti um frio na barriga, e aquilo não era normal, pelo menos não para mim, balancei minha cabeça em forma de negação para tentar parar de encará-lo, e quando estávamos chegando perto do carro eu simplesmente dou meia volta e vou em direção ao lago, parando em frente ao mesmo intercalando meu olhar entre ele e o garoto em minhas costas ainda inconsciente...

 

[E se eu o jogasse, será que eu me arrependeria?]


Notas Finais


espero que tenham gostado bjs pepininhos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...