História Two Sides (Camren) 4° Temporada Final - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camilacabello, Camren, Fanficcamren, Fifthharmony, Laurenjauregui
Exibições 975
Palavras 1.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


nosso príncipe na mídia

Capítulo 2 - Nicolas hair and pool


Fanfic / Fanfiction Two Sides (Camren) 4° Temporada Final - Capítulo 2 - Nicolas hair and pool

No dia seguinte, sentada na beira da minha cama, com os cotovelos apoiados nas pernas e nas mãos a maldita carta. Eu li e reli várias vezes. Chorar? Bom, algumas. Quando eu parava muito pensando naquilo.

- A Dinah está lá em baixo te esperando. - Olhei rápido para a porta do quarto e Camila me olhava, analisando oque eu estava fazendo. - Porque não para um pouco de ler isso? Já disse que vamos resolver. Você fica mal todas as vezes que ler.

- Eu JÁ estou mal. - Me levantei e calcei meus chinelos.

Sai do quarto e ela me acompanhou, mas nas escadas segurou meu braço e me puxou.

- Cuidado com a ignorância.

- Não é ignorância amor, eu realmente não sei quando eu vou ficar bem.

Ela soltou meu braço de leve e descemos juntas até chegar na sala. Dinah estava sentada no sofá, com um short bege, blusa amarela, saltos, óculos e um boné, vendo uma revista que logo fechou quando nos viu.

- Some demais Jane. - Sorri sem mostrar os dentes. Ela odiava quando chamava pelo sobrenome.

- Não me chama assim macho alfa. - Ficou em pé, ajeitando a bolsa no ombro.

- Oi tia Dinah. - Nicolas apareceu, com um sorriso doce e tímido ao mesmo tempo.

- Gente... cadê aquele tamanho de garoto que vinha correndo e gritando me chamando de titia? - Dinah colocou as duas mãos na cintura.

- Eu era um pouco mais menorzinho não é tia? - Ele riu e me abaixei ficando na sua altura, mexendo nas mechas longas do seu cabelo.

- Camila, leva ele pra cortar o cabelo. Está muito grande! - Falei alto para ela escutar do outro cômodo da casa.

- Vamos agora. - Sua voz estava um pouco distante e foi se aproximando quando ela veio chegando na sala. Aproveitei para lhe olhar por inteira, estava tão linda com um short de seda vermelho, uma regata branca apertada no corpo, chinelos preto com uma bandeirinha do Brasil e cabelos soltos.

- Agora? - Nicolas perguntou parecendo surpreso e ela fez um " Uhum " balançando a cabeça positivamente. - Mas mãe, a senhora disse que agora eu podia ir para a piscina. - Falou chateado.

- Obedeça a sua mãe. - Falei baixo só pra ele e dei um tapinha de leve na sua bunda. Me levantei, ficando de pé novamente.

- Voltamos logo. - Camila me deu um selinho e pegou na mão dele, saindo de casa.

- Vim logo assim que soube do que você achou. - Dinah sentou e fiz o mesmo ao seu lado. - Como isso?

- Não sei se foi por sorte, só sei que achei. Tão horrível... a dor que eu senti. Meus sentimentos foram magoados por causa de uma folha que tinha escrito... - Suspirei para controlar o choro. - Você não tem noção, até porque eu nunca tive. - Minha voz já estava falhando.

- Eu também vou ajudar a achar esse seu irmão, amiga. - Me abraçou de lado e deixei as lágrimas descerem em meu rosto.

- Vai demorar pra eu reatar toda aquela consideração que eu tinha por Mike. - Limpei minhas lágrimas e respirei fundo, voltando a falar com a voz normal.

- E como vai agir com ele daqui adiante?

- Normal. Quer dizer... Fingir.

Conversamos mais um pouco sobre isso e logo depois fomos mudando de assunto, eo tempo da tarde passando. Até que Camila entrou pela casa.

- Esqueceu o filho de vocês no cabeleleiro? - Dinah perguntou e Camila riu.

- Já está na piscina. - Deu de ombros.

- Vocês não tem medo dele se afogar? - Dinah cerrou os olhos.

- Não diz isso!

Me levantei rápido e fui lá para a área principal. Me aproximei mais da enorme piscina e lá estava Nicolas, com uma bermuda de pano leve xadrez azul com branco, óculos de sol, deitado sob uma bóia, segurando uma bola e seus cabelos cortado dos lados, deixado apenas grande em cima e amarrado com um elástico atrás para prender. [/foto na mídia do capítulo]

- Penteado de samurai, tendência hein querido. - Dinah falou para ele e depois falou para mim, em cochicho. - Quem ensinou essa pose de rico à ele foi a Camila?

- Claramente. - sorri largo. - Vou entrar na piscina.

Tirei a camisa e fiquei só com um short afogado e roxo, e um top cinza. Pulei dentro d'gua e nadei até o Nicolas. Subi pra superfície e joguei água nele.

- Ei assim não vale mãe! - Sentou-se e levou sua mão pra água, jogando em mim e rindo.

Olhei para Dinah e Camila estava dando em seus braços a Nicole, a bebêzinha parecia uma princesa a cada dia que se passava.

Camila tinha em seu corpo um par de biquíni azul escuro, pulou na piscina e nadou até de juntar a nós.

- Cuidado filho. - Tirou os óculos do Nicolas e colocou em cima de uma cadeira de praia que estava próxima a beira da piscina.

- Óculos afunda? - Levantei uma sobrancelha.

- Boa pergunta.

Ela mal falou e comecei a jogar água no Nicolas, ele ria alto e gritava falando " mamãe me ajuda " " me deixe jogar água em você " " socorro ".

- Me ensine a nadar e ganharei de você nessa guerra. - Ele falou e encheu as duas mãos com água, jogando em mim. Em seguida riu quando fingi que me senti ofendida.

- Eu vou te ensinar meu príncipe. - Camila andou e ficou de costas pra mim e de frente pra ele. Sua bunda encostada em meu pau, me fez não sair do lugar e empurrei meu quadril mais pra frente, pressionando de leve.

- Porque não pegou as bóias que encaixam nos braços?

- Estão ali em cima. - Saiu da minha frente e foi até a beirada, alcançou a cadeira e puxou, pegando as pequenas duas bóias verdes. Cheguei perto.

- Você me deixou dura sabia? - Apertei sua bunda em baixo d'água e ela se virou pra mim.

- Acha que não senti? - Deu um sorriso sacana e semi cerrei os olhos. - Depois resolvo isso.

Saiu de perto e colocou as bóias encaixadas nos dois braços do Nicolas, em seguida desceu ele pra água, deixando ele boiando.

- E agora? - Fui me aproximando dele e fiz cara de mal.

- Minha vingança! - Ele gritou e começou a jogar água em mim várias vezes, rápido.

Ficamos nós dois, ambas brincando de guerra de água e dando gritos e risadas. Camila e Dinah observava, achando graça nas " duas " crianças.


Notas Finais


fofos sim vdd


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...