História Two Souls - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Ação, Bigbang, Daesung, Gdragon, Novela, Romance, Seungri, Taeyang, Top
Exibições 24
Palavras 1.648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um cap.
Espero que gostem .. Boa Leitura 😘😘😘😘

Capítulo 18 - Raiva


Fanfic / Fanfiction Two Souls - Capítulo 18 - Raiva

Acordei algumas horas depois, duvidando do havia acontecido naquele quarto, virei e vi ele ali dormindo, tão sereno, tão lindo, parecia um bebe.

Tirei seus braços que me envolviam em um abraço e fui a passos silenciosos para o banheiro para um banho, já era noite então tomei um banho quente.

-É lindo de ver.
Disse Ji Yong que estava parado na porta do banheiro.

-Droga Ji Yong. Quase me mata do coração. A quanto tempo esta ai?

-Tempo suficiente.
Disse sorrindo com malicia.

Depois do banho fui a cozinha preparar algo para comermos, estava faminta. Lembrei de que não havia me alimentado direito, o que explicava uma certa fraqueza em mim.

Senti me observar, e suas mãos apertaram minha cintura junto com um leve beijo no ombro direito.

-Eu estava falando sério quando disse que queria que você fosse minha  noona. Eu gosto de você.
Disse fazendo carinho com o queixo no mesmo lugar onde havia depositado um leve beijo.

Não sabia se aquele era momento certo pra me envolver com alguém, ainda  mas quando esse alguém tem a missão de te matar. Mas, sim eu gosto dele, gosto muuuuuito dele e ficar com ele seria um sonho, mas havia tanta coisa acontecendo.

A Bethanye foi sequestrada, Ji Yong e eu transamos, depois descubro que ele está incubido de me matar e depois eu transei com ele de novo

Aish. Que confusão.

-Ji Yong, não sei se agora é o melhor momento pra isso.
Disse me afastando dele.

Mas ele me pegou pelo braço me voltando pra ele, passou a mão pelo meu rosto, me observou. Parecia analisar cada detalhe de mim.

-O que eu tenho que fazer, pra você entender, que eu não vou te fazer mal algum?

Disse olhando nos meus olhos. Estava surpresa com a açao dele, fiquei quase que sem palavras.

Eu deveria? Poderia? Eu queria?

Sim, eu queria ele, queria ele só pra mim. Então me permiti.

Soltei meu braço de sua mão, passando um pelo pescoço, e entrelacando minhas mãos por seus cabelos vermelhos o puxando para um beijo.

-Sim. Agora sou sua.

Disse a ele que abraçou minha cintura. A campainha tocou e logo imaginei que fosse os meninos.

Estavam todos ali vestidos de preto.

-Por que diabos estão vestidos de preto?

Perguntei olhando eles as cabeca aos pes.

-Temos umas coisinhas pra contar a você.
Disse Top.

-Ai meu deus.
Pus a mão no peito.

-Calma, não é nada pra se preocupar noona.

Mandei-os entrar e esperar no sofá, Ji Yong já estava la mesmo então só disse para que se juntasse a eles.

Enquanto riam e conversavam , eu subi para trocar de roupa e notei que meu guarda roupa emitia uma luz vermelha, me dirigi para a porta e ao abrir, meu colar estava brilhando. Ao pegar nele, senti meu corpo ser levado a outro lugar.

Uma sala, havia uma garota, de cabelos pretos, estava com as mãos amarradas em uma cadeira. E havia um homem também. Ele conversava com garota e não parecia ser uma conversa nada amigavel, por que o mesmo parecia torturar a garota.

Mas por que estou vendo isso? Quem é essa garota?

-Miih? Acorda. Miih?!

Abri os olhos e vi Ji Yong, Top, Seungri e Daesung me olhando com cara de preocupados

-O que houve?
Perguntei desnorteada.

-Você demorou e eu chamei, não respondeu eu subi e vi você desacordada no chão com isso na mão.

Disse me mostrando o colar.
Nunca soube ao certo como esse colar apareceu na minha vida. So sei que ele sempre esteve comigo, parei de usa-lo com frequencia desde o dia em que ele brilhou na frente da Bethanye e ela desmaiou, foi um susto e tanto, eramos tão criancas, tentei me livra do colar, assim como a Beh, mas ele sempre acabava voltando pra nois, entao decidimos que ficariamos com ele mas que não o usariamos mais. o meu era vermelho e o da Beh, azul.

-Meu colar.
Seungri olhou para a pedra do colar desconfiado.

-Como conseguiu esse colar noona?

-Eu sempre tive ele, tentei me livrar, mas não deu certo. Por que?

-Acho que já vi esse colar em algum lugar. Não lembro aonde, mas esse colar não é estranho.

Ji Yong me ajudou a levantar, perguntando se eu estava bem, e eu fiz com a cabeca que sim. Voltamos para a sala, Top tinha algo pra me contar.

-Estavamos de olho na Rebeca hoje, e ela nos deu uma pista de onde a Bethanye pode estar...

Batidas fortes na porta.

Mas o que...
Todos olhamos para a porta.

-Você já lutou alguma vez na vida Miih?
Perguntou Seungri.

-Só uma vez. Por que?
Perguntei nervosa.

-Por que você vai precisar...
A porta foi arrancada da entrada, homens invadiram o apartamento e avancaram em cima dos meninos.
Ji Yong me pegou pelo braço e subiu as escadas, no corredor, já tinha alguem a nossa espera.

Um homem grande, que segurava uma bola de espinhos presa a uma corrente sorriu ao ver nois dois.

-Isso vai ser divertido.

Disse ele e correu na nossa direção, atirou a bola de espinhos na nossa direção, Ji Yong me empurrou para um lado e desviou para o outro e a bola de espinhos atingiu a parede fazendo um buraco.
O homem puxou a bola pela corrente fazendo movimentos circulares em cima da cabeça.

-Você está bem?
Perguntou Ji Yong .

Apenas assenti coma a cabeça, ao olhar o tal homem, notei que seus olhos estavam amarelos e seus caninos estavam amostra, exibia um sorriso malicioso cheio de maldade. Ele vinha agora na minha direção.

Vamos morrer.
Pensei.

Jogou a bola de espinhos na minha direção, meu corpo congelou, não conseguia me mexer. Fechei os olhos, apenas a espera do golpe mortal daquele  objeto mas não aconteceu, Ji Yong rapidamente me tirou de perto do perigo e me colocou no final do corredor próximo do meu quarto que não era assim tão distante do homem.

-Fica aqui.

Disse ele, virou na direcão do homem, podia jurar que o ouvir rosnar. Correu na direção do tal homem que lancou a bola de espinho na direção de Ji Yong.

-Ji Yong cuidado!
Não, não, não. Não pode ter sido acertado.

Olhei as paredes espirradas de sangue, e o homem que mostrava-se tão ameaçador estava imovel, sangue começou a jorrar do corte feito em sua garganta, e sua cabeca caiu do lugar e seu corpo logo em seguida.
Estava horrorizada, nunca havia visto algo do tipo, aquela imagem iria perpetuar em minha mente, Ji Yong estava parado de costa pra mim de cabeca baixa. Suas unhas estavam enormes e havia sangue pingando de seus dedos.

Ele o matou.

Estava em estado de choque, ainda era possivel ouvir grunidos e gemidos, coisas se quebrando vindo da sala, os meninos ainda estavam ocupados.

-Fique no quarto. Eu já volto.
Disse Ji Yong.

O vi descer as escada rapidamente, rapido ate demais para uma pessoa normal.

Corri para o quarto e tranquei a porta.

Meu coração batia rapido, minhas mãos tremiam e minha cabeca doia,  estava muito nervosa, fui ao banheiro jogar uma agua no rosto e tentar me recompor.
O barulho da sala cessou, alguns segundos depois, batidas na porta.

Noona você esta bem?

Corri pra porta e ao abrir meu coração parou. Um homem magrelo de aparencia desgostosa e cabelo desgrenhados estava parado na porta. Ele usava um terno amassado e tinha os cabelos verdes por cima dos olhos que transmitiam um olhar de terror.

Da onde ele saiu?

-Você é meio burrinha.

Agarrou meu pescoço o apertando com força, impedindo minha respiração, tentei me soltar mas o homem era mais forte que eu. Senti meus pes deixarem de ter contato com o chão. E a minha vista, apenas o verde cabelo e os olhos aterrorizantes do tal homem.

-Assim é mais divertido. Lento e doloroso.

Disse o ele enquanto sorria ao me ver morrer aos poucos.

E aos poucos minha visão foi escurecendo, senti minha vida se esvair de mim, aos poucos fui perdendo os sentidos, fui deixando de lutar pra soltar.

Maldito.

Ouvi uma voz a distancia chamar meu nome.

Miih. Miih?

Abri os olhos e senti alivio ao ver que era Ji Yong. Ele respirou aliviado.

-Ainda bem.

Olhei em volta e vi que não estava no meu quarto.

-O que houve?
Disse com dificuldade.

-Esta tudo bem noona. Você esta na minha casa. O seu apartamento ficou um pouco baguncado e sujo então, pedi a Seungri que trouxesse você pra ca.

Olhei seu rosto e vi alguns cortes.
-Você está bem?
Perguntei acariciando seu rosto.

-Sim, eu estou bem.

-Isso que ganha ao ser valentão.
Rimos juntos.

Deitou sua cabeca em meu peito, passei a mão em seus cabelos vermelhos.

-JinYong, quem eram aqueles homens.

-Ainda não temos certeza, mas podem ser da Alcatéia.

-Mas, vocês trabalham pra eles, por que...

-Nos não estamos mais com eles.

Supresa, essa foi minha reação. Então ele estava mesmo sendo verdadeiro.

-TaeYang e eu, recusamos nossa missão e Alfa, não gostou da idéia. E agora, ele vai nos cacar. Todos nos.
-Alfa?

-Sim. Ele é o lider da Alcateia. E agora, ele vai nos cacar. Todos nos.

Meus olhos encheram de água, não pude me conter, e choro foi mais forte. Estava com raiva. Raiva desses malditos que não sei por que diabos estavam atras de nos.
Raiva, por terem pegado minha amiga, e mais raiva ainda, por que queria mata-los, mas não fazia idéia de por onde comecar.
Mas de um coisa eu tenho certeza. Issk não vai ficar barato.

***********************************
Agua foi jogada no meu rosto para que eu acordasse.

Onde estou.

-Oi Princesinha.

Disse o rapaz do beco.

-Temos que conversar. Mas antes deixa eu me apresentar.
Meu nome é Alfa, e nós temos que acertar algumas coisinhas.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.. não esquecam de comentar pleeeeeeeeaaaaase.
😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...