História Two thousand sixteen - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Lu Han, Sehun
Tags Baekhyun, Comedia, Crossover, Escolar, Exo, Hanhun, Homossexualidade, Hunhan, Lemon, Luhan, Sebaek, Sehun, Yaoi
Exibições 109
Palavras 1.448
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!
Sei lá da onde eu arranjei esse nome, mas ele veio do nada, e eu vou dar um nome para os leitores das minhas fics.
E o nome é...
Byunscoitinhos
Tarammmm.
Não é aquela coisa, mas é um nome.
E a TTS vai ter renovar o nome sim!
O futuro nome dela será Matemática, detenção e Xiao Luhan.
Aahhh, eu irei fazer especial de 30 favs. Em breve eu falo sobre...
Aproveitem o capítulo!

Capítulo 3 - Eu não sou seu tio, Seo Woo!


Fanfic / Fanfiction Two thousand sixteen - Capítulo 3 - Eu não sou seu tio, Seo Woo!

Sábado, quatorze de outubro.

Oito da manhã.

"Acorda,Sehun."

"Ah não mãe."

"Mãe o meu c... Não é sua mãe."

Como a filósofa Mônica diria: ata.

Quem mais seria além da minha mãe?

Claro que Byun Baekhyun.

*

Flashback on:

Ouço meu celular apitar, e vejo que era uma mensagem no KakaoTalk.

"Oh, amanhã eu vou te pegar na sua casa para irmos juntos para a escola. Passo na sua casa às oito da manhã."

"Baekhyun?"

"Não não, o Relâmpago Marquinhos."

"Onde arrumou meu número?"

"Tenho meus contatos."

"Por quê está agindo assim?"

"Simplesmente para causar uma boa impressão ao Lu."

"Ata. E desde quando você se importa com isso?"

"Desde sempre."

"Valeu então.Boa madrugada."

"Igualmente."

Ok.

Isso foi estranho.

Não sei se ele gosta de mim ou do Luhan.

Luhan provavelmente, porque Oh Sehun e Byun Baekhyun não iria dar certo.

Como eu sempre digo:

O universo não conspira ao meu favor.

Flashback off.

*

Baekhyun pov's.

"Qual é o seu nome, pequeno?" Eu pergunto ao irmão de Sehun.

"Seo...E qual é o seu?"

"Pode me chamar de Baek."

"Você é namorado do Hun?"

"Digamos que..."

"BAEKHYUN estou pronto!" Ouço a porta gritar da escada. "Seo, o que está fazendo?"

"Conversando com seu namorado, o Baek, ué." O menor responde.

"Não Seo Woo, nós somos... amigos." Sehun fala.

Ata.

Nós não somos amigos nem aqui nem no Brasil.

"Seo... Eu e o Hun estamos atrasados. Depois a gente se vê, tudo bem?" Eu pego Woo no colo.

"Ok, tio Baek."

Olha aqui, eu não sou seu tio não.

"Ei solta meu irmão." Oh se intromete.

"Olha lá o Sehun. Ele está com ciúmes." Nós dois rimos juntos.

"Baekhyun, vamos logo. Leva o Woo até a cozinha."

*

"O que foi isso? Você falou que era meu namorado? Baekhyun você andou fumando?"

"Porta, dá um tempo. Seu irmão é pequeno e deduziu isso."

"Ele te chamou de tio Baek!"

"Caralho, Sehun! Qual o problema? Só queria falar com seu irmãozinho."

"Tio......Baek." Ele diz pausadamente.

Esse garoto quer morrer jovem.

"Para, seu pedaço de merda. Eu pedi para ele me chamar apenas de Baek. E eu sei que você ouviu isso."

"Como?"

"Quando eu fui explicar para o Seo que somos inimigos e que precisamos fingir para uma pessoa que somos amiguinhos,você apareceu."

"O quê!? Você quer estragar a infância do meu irmão?"

"Estou tentando melhorar a infância dele. Até porque ele nasceu 'Oh'. Quem nasce 'Oh', tende a ficar 'Oh' para o resto da vida."

"Está chamando minha família de bosta?"

"Não fale isso. Apenas você é uma falha no sistema familiar. Seus descendentes tendem a nascer assim também."

"Você não disse isso."

"Leve como um elogio. Ou você queria ser mais um mortal?"

"Tchau." Sehun fala e pega seu celular.

"Sehun! Precisamos treinar para fazer bonito na frente do Lu!'

"Você gosta dele, né?" Sehun fala e continua olhando o aparelho.

"Puta que pariu. Você só fala merda."

"Então por quê quer causar uma boa impressão, sendo que já é o fodão?"

"Eu vou fazer agricultura." 

"E o que eu tenho a ver com isso?"

"Eu vou fazer agricultura para saber qual é a época certa para eu plantar A MINHA MÃO NA SUA CARA. E AGORA É O MOMENTO CERTO."

"Foda-se."

Garoto Sehun, só não te mato por quê meus pais podem sofrer graves consequências. 

"Olha aqui, seu garoto imprestável, eu não queria falar isso... mas, se eu falhar em tentar ser seu amigo, eu vou ter que fazer trabalho voluntário em um asilo."

"O que tem em cuidar de velhinhos?"

"Acontece que eu quero uma chance."

"Chance de quê?"

"Quero ser seu amigo."

"Hahahahahaha me mata. Conta outra, Byun."

"Estou falando sério."

"Quer dizer que todas as idas à diretoria era para ser meu amigo?"

"Talvez."

"Hoje treinamos para ver se conseguimos uma amizade 'Oh Byun', ok?"

"Tudo bem."

*

Sehun pov's

Sério.

Estou tremendo.

Por dentro.

O crush notou.

Porra o crush notou!

Sehun, respira, deve ser mais uma brincadeira do Byun.

Deve.

Eu já disse que estou tremendo?

Nós dois saímos do carro e entramos na escola.

"Oi meninos!" Uma voz fina diz.

"Oi Luuu!" Baekhyun fala empolgado.

"E aí?" Tento me enturmar.

Como esses dois viados conseguem estar nesse estado em pleno sábado de manhã na escola?

"Vem cá, Hunnie."

Ata.

Quem esse Luhan pensa que é para me chamar de Hunnie?

"Ele não é muito bom quando o quesito é socialização." Baek solta.

"Hehehe deu para ver."

Nossa, eu quero esganar esse Xiao.

"Vamos para a sala?" Eu pergunto.

*

"Então Sehun, vamos nos conhecer um pouco." Luhan pega uma cadeira e se senta de frente para mim.

"Ahn, claro." Sim, eu não sei ser falso.

"Bom, eu sou o Luhan, tenho dezessete anos e sou chinês. Sou super hétero."

"H-hétero?" Eu pergunto, segurando a risada.

"Qual o problema?"

"Nenhum. É que você parece gay."

"E você parece uma porta e nem por isso eu te questionei. E não é porque meus pais são gays que eu também tenho que ser." Ele se levanta e põe a mão na cintura.

Ok, ele tem dois pais.

Não é sobrenatural, até porque eu quero ter uma família também, e ser gay não impossibilita isso.

Esse Luhan parece o Baek.

Seria ele meu novo crush?

"Mudando de assunto, eu sou Oh Sehun, tenho dezessete anos também, sou coreano, faço aniversário em abril e... sou gay."

"Oh Sehun... Sai como um ge... esquece."

Esse viado ia falar que 'Oh' sai como um gemido?

Que pau no cu.

E eu achando que poderia crushar ele.

Aigoo.

"Garotos, vamos gravar um vídeo para o meu canal?" Baek pergunta, fazendo eu sair dos meus devaneios.

Desde quando ele tem canal? Se tivesse eu saberia.

"Quando você criou um canal? Eu pergunto.

"Ontem. Se chama Byun Divoso Baekhyun."

"Adorei o nome!!" Depois o gay sou eu, não é mesmo, Luhan?

"Ok, eu sei que  não é minha obrigação ficar pensando em nome, mas sei lá, coloca um nome mais genérico. Tipo, Byun Talk Show."

"Muito blergh." Baekhyun se curva e coloca a mão no pescoço.

"É verdade. Baekkie, pense em uma coisa do tipo, onde as pessoas acessem o seu canal e encontrem o pote de ouro no fim do arco-íris." Luhan fala com os olhos brilhantes.

"Nossa, Lu, você é a melhor pessoa do mundo!" Baek dá pulinhos de alegria.

Digamos que eu estou suspeitando da sexualidade do Luhan.

Mas é só uma hipótese.

"Tudo bem, ideia legal, Luhan. Mas sobre o que vai ser o vídeo?" Eu pergunto.

"Desafios, talvez. Deixa eu ver uma coisa." Ele fala e pega sua mochila.

"Ei Baekkie, você ainda anda com aqueles trecos azedos?" Luhan questiona e gesticula ao mesmo tempo.

"Balas de gengibre?" Baek pergunta

"É, esses coiso que você tem para dor de garganta."

"Luhan, é melhor você treinar esse seu coreano."

"Que se foda. Então, a gente faz os desafios e quem não conseguir cumpri-los, chupa uma bala."

"Ótimo. Luhan, te amo." Baekhyun diz, jogando a mochila na mesa."

"Sou hétero." Ele se afasta e faz cara de nojo.

"Só precisamos de um..."

"De uma câmera. Baekhyun, desde quando você vem pensando nesse vídeo?" Eu pergunto. Byun às vezes é muito confuso.

"Desde agora."

"Mas agora, agora?" Luhan pergunta.

"Não. Tipo, agora há cinco minutos atrás. "

"Então não é agora."

"Não estou falando do agora, tipo agora mesmo, eu falei do agora anterior."

"Agora anterior existe?"

"O agora de cinco minutos atrás é agora."

Porra, essa conversa é mais escrota que a minha vida.

"Ou,ou. Chega vocês dois. O Baek não quis dizer o agora do presente." Eu tento explicar.

"Então existe o agora do passado?"

*

Depois de vinte minutos, VINTE, explicando as coisas para o Luhan, voltamos ao assunto da câmera.

"Não pode sair da escola, né?"

"Depende."

E lá estávamos nós três na sala da diretora Hye Ji.

"Queremos pegar uma câmera na minha casa." Byun se pronuncia.

"O que irão fazer?" 

"Vídeos sobre desafios."

O Baekhyun só pode ser burro.

O que ele tem na cabeça? 

"Nem pensar." A diretoria diz como uma flecha.

"Tá, tchau." Baekhyun fala e se direciona à porta.

"Ahn, desculpa o incômodo, senhora Hye Ji. Obrigada." Eu tento ser o mais educado possível.

"Tudo bem, Sehun."

Saio da diretoria e encontro Baek e Hannie no sentados no banquinho. 

"BAEKHYUN! Você comeu cocô no almoço!?"

"Não entendi."

"Se você não tivesse falado que o vídeo era sobre desafios, talvez ela teria deixado a gente sair e pegar a bendita câmera!" Eu falo e me sento junto com eles.

"Gente, desculpa aí, mas acabei de lembrar que eu trouxe meu celular." Luhan diz todo encolhido.

"Não dá para gravar com celular. A imagem fica ruim."

"XIAO LUHAN, EU VOU TE MATAR! DEPOIS A TIA HYE JI CONTA PARA A MINHA MÃE E EU FICO DE CASTIGO! AISH, NÃO RECLAME DEPOIS QUE NÃO TEM COMPANHIA PARA IR NO SHOPPING." 

Mas para que isso?

"Por quê ele está bravo, Luhan?"

"Porque meu celular é o sete plus."

Oh merda.

"Baekhyun, vamos gravar, então?" Eu insisto.

"Mas é claro!"

Se ele não tem bipolaridade, então eu não sei o verdadeiro significado desse adjetivo.

*

"Oi meninas e meninos! Bem vindos ao primeiro vídeo no canal!! Hoje o vídeo vai ser sobre desafios." Baekhyun dá uma pausa e continua. "E quem não cumpri-los vai chupar um pa... bala de gengibre." "Esses aqui são Luhan e Sehun, e eles não são namorados."

"Sou hétero." Luhan fala.

*

Digamos que o vídeo ficou bom.

Eu editei ele com um aplicativo que o Hannie tinha e o resultado ficou ótimo.

Hoje aprendemos que não devemos deixar cair no esquecimento o Baekhyun trocando a palavra 'bala de gengibre' por 'pau'.

E que não se deve chamar o Luhan de gay.


Notas Finais


Se eu trocar o Baek pelo Sehun, foi porque eu n revisei direito.
E eu uso muito o ATA da Mônica.
Amo vocês, meus Byunscoitinhos.
(Asmei esse nome rs)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...