História Two Worlds: Monsters And Men - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~thais

Postado
Categorias Cole Sprouse, Jack & Jack, Nate Maloley
Personagens Cole Sprouse, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Nate Maloley, Personagens Originais
Tags Colesprouse, Drama, Ellaflood, Jackgilinsky, Magcon, Mistério, Português, Romance, Sobrenatural
Exibições 2
Palavras 340
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oiioioioiii
já postei, e repostei (essa palavra existe?) esse capítulo um milhão de vezes, mas espero que gostem. sz sz

Capítulo 1 - Prologue.


Vampiros sao criaturas bem mais complexas do que as séries e filmes representam. Verdadeiramente, são criaturas sombrias, com almas escuras e vazias.

Um vampiro pode ser um monstro, pode ser uma pessoa normal, e pode até mesmo ser aquele atendente no supermercado.

Eles não vêm com dentes afiados, ou unhas pontudas. Muito menos com avisos em suas testas "sou um vampiro". Eles são criaturas silenciosas e repugnantes.

Vampiros desde que nascem, pertencem a um reino, a um tipo de "grupo".

Eles desenvolvem alucinações, sonhos, e uma série de sensações ao decorrer de sua infância e adolescência.

A sua vontade mais obscura e sombria é o sangue. Mas não é apenas isso.

Muitos deles nem sequer percebem que sentem uma atração tremenda por sangue, enquanto muitos deles não se proíbem de matar, sem motivo e antes mesmo de passarem pela transição.

Eles carregam sangue nas mãos e nas veias. Sangue é o oxigênio.

Os vampiros mais fortes, são os mais velhos e os que ingerem seu alimento direto da veia de humanos inofensivos e medrosos.

Os vampiros mais fracos não vivem por muito tempo, normalmente eles se alimentam de sangue animal, ou de bolsas de sangue roubadas de algum hospital. Porém, lembre-se: Quanto mais velho um vampiro for, mais forte ele deve ser.

Aos 18 anos, todos passam pela transição.

Uma cerimônia que consiste basicamente em uma simples e dolorosa mordida no pescoço. Um lago, e alguns minutos sem ar.

É uma cerimônia complicada, levando em conta que muitos não sobrevivem, e que os riscos são enormes.

Vampiros se organizam em classes...

A realeza. Os veruns.
Os que servem, os nobres. Os inmundos.

E o povo, que são as misturas, os camloneses. Os natus.

É tudo uma enorme disputa de mais tempo de vida e pureza no sangue.

Um simples envolvimento entre um humano e um vampiro acaba toda uma geração pura.

Todo vampiro verum precisa de um inmundo.

Os inmundos orientam e cuidam para que a realeza fique segura.

E assim tudo continua em perfeita organização.

Porém, nunca, nunca nenhum verum poderá se envolver com um inmundo, nem com um natu.

Nunca. Em hipótese alguma.


Isso é morte. Morte na certa.


Notas Finais


espero que tenham gostado :)
atualizarei bem em breve...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...