História U Smile I Smile - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Personagens Matthew Espinosa, Nash Grier
Visualizações 23
Palavras 2.688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu atrasei pra variar,maasss o Cap ta pronto então é isso

Capítulo 12 - Capítulo 12


Eu acordei sufocada pelo matt que tava deitado me cima de mim empurrei ele pro lado e me sentei,todos estavam largados no chão,ainda estava de sapato então tirei e desci da cama tentando não pisar em ninguém,consegui chegar no banheiro e fechei a porta,com toda certeza nós já perdemos a escola então não precisa de pressa tirei aquela roupa apertada e olhei meu rosto no espelho

__meu Deus-disse assim que vi meu reflexo, eu tava um lixo, escovei os dentes, entrei debaixo do chuveiro e deixei a água me molhar por completo,demorei um pouco porque lavei meu cabelo, quando terminei me enrolei na toalha e coloquei outra no cabelo abri a porta do banheiro e fui pro closet coloquei uma lingerie,um short e moletom penteei os cabelos e passei perfume, coloquei um chinelo e olhei pra caixa,respirei fundo e sai matt tava sentado na cama com uma cara de sono e olhando confuso pro pessoal eu ri e ele me encarou

__você fica fofo com essa cara-disse tentando chegar na porta sem pisar em ninguém mas falhei e pisei na mão do sammy

__Aiiii-ele disse mas só virou pro lado e dormiu,matt riu e levantou e saímos do quarto

__vamos tomar café? -perguntou e eu assenti

__mas vai tomar um banho-disse empurrando ele pro quarto dele,entrei e me joguei na cama enquanto ele ia pro banheiro peguei meu celular do bolso e mandei mensagem pro meu pai

             *Bom dia pai*

*Bom dia filha,eu ia ficar até amanhã, mas tive que antecipar minha viagem vou hoje a tarde*

          *que? Porque?

*Não quero deixar sua mãe sozinha*

        *o que ela tem?*

*nada, mas não é bom ela ficar sozinha*

*pai,fala sério o que minha mãe tem?*

*ela não tem nada filha,não se preocupa*

__Lyly vamos-disse matt

__vamos-disse guardando o celular

__o que aconteceu?-perguntou

__meu pai-disse

__o que aconteceu?-perguntou saindo do quarto

__ele disse que vai ter que ir hoje a tarde-disse

__por que?-perguntou descendo a escada

__por causa da minha mãe-disse

__e o que ela tem?-perguntou

__segundo ele,ela não tem nada,mas é ruim ela ficar sozinha-disse

__estranho-disse ele abrindo a porta

__viu,não é só eu que acho estranho-disse

__mas o que você vai fazer?-perguntou enquanto fechava a porta

__tava pensando em ir pra casa-disse e ele se virou rápido pra mim

__mas nem faz tanto tempo que você chegou-disse ele

__mas tô preocupada com minha mãe-disse

__mas a gente ja ta tão apegado a você-disse ele triste

__eu também tô a vocês,vocês me ajudaram muito,muito mesmo-disse

__você não devia ir-disse ele depois de nós andarmos um tempo

__mas e minha mãe?-perguntei

__se seu pai não falou nada,não deve ser nada sério-disse ele

__eu vou pensar-disse e continuamos andando até a lanchonete quando chegamos as primeiras pessoas que vimos foi jenny e o namorado dela,eu não gosto dela

__bom dia,vocês não deviam ta na escola?-perguntou

__bom dia-disse indo até o balcão sem dar muita confiança pra pergunta dela

__não é como se você não tivesse que fazer a mesma coisa-disse matt e eu ri um pouco alto demais,fingi que tava rindo da moça do balcão

__pois é,mas fomos pra festa ontem e aproveitamos um pouquinho demais,mais uma vez conseguimos tombar o primeiro dia de aula depois das férias com uma festa-disse ela sorrindo com aqueles dentes perfeitos,juntamente com o namorado gato dela

__nós também-disse matt dando de ombros e vindo até mim

__um café-pedi pra moça

__o mesmo-disse ele e eu sorri

__Vocês tão namorando?-perguntou jenny com uma cara não tão feliz

__por que?-perguntei

__por nada,só pensei que...ah sei lá-disse ela sorrindo com vergonha

__não,somos amigos-disse matt e eu revirei os olhos e esperei meu café que não demorou pedi umas rosquinhas também e fomos pra mesa

__ela ficou com ciúmes-disse

__ficou nada,ela ta la com aquele namorado bonitão dela-disse ele

__ele nem é tão bonito-disse mentindo em partes,porque ele era bem bonito,mas o Matt é mais bonito que ele

__ah não mente lyly-disse matt rindo

__é sério-disse rindo também,começamos a comer,não demoramos e ficamos conversando um pouco

__vamos-disse matt

__vamos-disse

__somos os únicos que não estão de ressaca-disse ele

__isso é ótimo-disse 

__mas isso não quer dizer que eu vá cuidar deles-disse matt

__eu muito menos,eu tenho coisas pra fazer-disse

__você prefere fazer essas coisas sozinha?-perguntou, mas eu nem sei se eu quero fazer isso, imagina sozinha

__eu nem sei-disse respirando fundo

__se precisar eu tô aqui-disse ele e eu assenti andamos mais um pouco e chegamos abri a porta e Johnson tava todo enrolado no lençol sentado no sofá com um copo de chá na mão assistindo desenho junto com gilinsky, ri deles e fui pra cozinha e lox tava sentada com a cabeça apoiada no balcão,e leslie em pé, com um vestido longo que no caso é meu

__espero que não se importe e se importa vai se foder-disse ela tomando um chá

__bom dia também-disse

__péssimo-resmungou lox

__nossa que mau humor-disse rindo e elas mandaram o dedo do meio

__eu vou pintar meu cabelo mais tarde-disse leslie

__vou com você-disse

__vai pintar o cabelo?-perguntou lox levantando a cabeça

__não,vou só acompanhar-disse

__o nash já acordou?-perguntei

__por que eu saberia?-perguntou leslie

__quer mesmo que eu diga?-perguntei

__vai se foder-disse ela

__vou acordar ele, ele tem muitas coisas pra fazer-disse

__tipo o que?-perguntou ela

__agora você quer saber?-perguntei rindo

__eu te odeio Emily-disse ela e eu sai da cozinha rindo,subi a escada e entrei no meu quarto

__BOM DIAAA-gritei

__AH NÃO,EU QUERO DORMI-gritou Cameron

__VAMOS VAMOS-disse

__AAAAA EU TE ODEIO-gritou taylor

__ODEIA NADA-disse,eles levantaram, já que eram os únicos que ainda estavam no quarto,e saíram

__nash você não-disse quando ele levantou

__aaaaah não, nem vem-disse ele tentando sair, mas eu impedi a passagem

__vamos conversar-disse e ele bufou sentando na cama

__pode começar-disse

__mas eu não sei-disse ele

__como não sabe?-perguntei

__eu só quis-disse ele e me encarou

__quis o que?-perguntei

__deixa de ser lerda lyly,estamos falando do que? É do beijo,não é ?-perguntou

__ah sim,isso continua-disse

__eu quis beijar ela,eu não sei porque,mas foi como sempre foi,como sempre era quando a gente tava junto,e parecia que não tinha mudado nada,só melhorado no caso-disse ele soltando uma risadinha e se jogando na cama e olhando pro teto

__e você falou com ela depois?-perguntei

__não, depois ficamos sem saber o que falar,eu nem sabia porque tinha feito aquilo-disse ele

__você ainda gosta dela-disse me jogando do lado dele

__não-disse ele balançando a cabeça

__gosta sim nash-disse

__não é como antes lyly-disse ele

__claro que não,porque agora vocês podem ficar juntos-disse

__ela não quer-disse ele

__Claro que quer seu cabeção-disse

__mas eu não sei se eu quero-disse ele me olhando

__por que não?-perguntei o abraçando

__e se for como antes?-perguntou

__quem vai impedir vocês agora?-perguntei e ele ficou calado e me abraçou

__o que eu faço lyly?-perguntou

__isso vai sair muito clichê,e eu odeio isso,mas faz o que seu coração tiver vontade-disse e ele riu

__ta bom ta bom-disse ele levantando

__você já olhou a caixa? eu tô muito curioso-disse ele

__ainda não-disse

__vamos olhar-disse ele indo pro closet

__espera nash-disse indo atrás dele

__olha logo lyly-disse pegando a caixa e levando pra cima da cama

__mas nash-disse me jogando com a cara no colchão

__se você não abrir, eu abro,eu só quero saber o que tem aqui-disse ele começando a puxar as fitas

__TA TA ESPERA-Disse levantando e ele parou, respirei fundo

__chama o matt-disse

__por que?-perguntou

__e a leslie-disse

__por que?-perguntou

__chama logo-disse

__por que?-perguntou

__eles também estão curiosos-disse

__ta bom-disse ele abrindo a porta

__posso chamar só o matt?-perguntou

__Não-disse e ele bufou fechando a porta sai correndo e tranquei ela

Ok ok respira emily,você consegue,vai ser bom,você amava as coisas do jaden,pensa assim,pensa assim

__lyly-disse nash tentando abrir a porta

__ta tudo bem?-perguntou leslie

__Lyly abre-disse matt

__gente eu quero fazer isso sozinha-disse e escutei eles suspirarem

__vamos está aqui-disse nash

Terminei de puxar a fita e abri a caixa o perfume do jaden invadiu o quarto e meu Deus como eu tava com saudade desse cheiro,tinha um papel dobrado e eu peguei

 " Querida Emily,

A minha dor nesse momento é imensa,eu perdi meu filho,meu jaden,eu não sei como ainda estou conseguindo esta aqui,conseguindo está viva, mas estou buscando forças em todos e em tudo que faço,eu sinto sua falta tanto quanto a de jaden você também foi e ainda é uma filha pra mim,vocês eram um casal tão especial,eu amava ver como você o fazia feliz,tenho certeza que onde ele estiver ele ta cuidando de você como ele sempre gostou de fazer,eu te peço força,não deixa de ser a menina maravilhosa que você é,se cuida,vive a sua vida como você sempre quis,jaden não esta mais aqui,você é jovem e por mais que você não esqueça dele, não deve ficar presa no que vocês viveram,isso vai te machucar muito mais, ele também não ia querer isso,ele te amava tanto,mais tanto e por isso que eu te peço que continue,que siga sua vida,tenha novos amores,novas amizades,novos momentos,eu também te amo como ele amava querida,e eu te entendo, eu sinto sua dor,sinto a mesma vontade de voltar no tempo,a mesma vontade de impedir que jaden saia de casa naquele dia,de pedir pra que ele deixasse pra outro dia,ou que ele saísse antes do escurecer, mas tudo tem um propósito,e quero você tenha um novo propósito e quero te ver de novo quando possível,quero te ver bem,te ver sorrindo,quero te ver como a menina,a mulher, a pessoa incrivel que jaden via,ele tava certo,ao dizer assim que chegou em casa depois do primeiro encontro de vocês com essas mesmas palavras:"mãe eu achei o único e verdadeiro amor da minha vida", você foi o único amor da vida dele emily,e ele foi o grande amor da sua,mas ele não será o único, você tem uma vida inteira pela frente,não faz tanto tempo,e vai demorar pra você aceitar,mas você precisa disso então siga sem o jaden,você merece o mundo, beijos.

Sua sogra,Anne"

Ler tudo que Anne disse me deixou em lágrimas,eu o amava tanto eu queria tanto ter ele aqui,ele ia amar ver como a mãe dele se importa,fechei os olhos e respirei fundo deixei a carta em cima da cama e voltei minha atenção para caixa,estava lá os livros preferidos dele,os cd's,os moletons,seu perfume preferido,tava tudo ali,jaden tava ali,ou pelo menos seus pequenos detalhes,tudo aquilo que fazia parte de quem ele era

Eu só sabia chorar,chorar e chorar por que dói tanto? Por que o jaden? Por que? Continuei olhando a caixa lá tinha nossas fotos,nossos momentos,tinha um pedaço de tudo que vivemos,apenas pedaços,Mas eu queria jaden ali, ele devia está ao meu lado, ele devia ta aqui eu quero ele aqui,não ia aguentar mexer naquelas coisas,aquilo tava me matando,eu não aguento,não aguento...peguei a caixa e levei pro closet junto com a carta da Anne,eu me joguei na minha cama e chorei,solucei mas nada disso vai me trazer o jaden,nada vai trazer ele pra mim

__emily?-chamou nash e eu levantei e abri a porta

__nash eu não aguento,eu não aguento se ele não pode ta comigo,porque eu não morro logo?eu não tenho mais nada nash,meu mundo acabou,minha vida acabou,e a culpa é minha,por que dói tanto?por que?essa dor vai me matar nash,a culpa é minha,a culpa disso é minha,eu causei a morte dele nash,se não fosse por mim ele estaria em casa agora com a família,a culpa é minha-eu disse e não aguentei sentei no chão e abaixei a cabeça chorando,tudo aquilo é culpa minha,jaden morreu por minha culpa,eu não aguento,não aguento uma vida sem ele

__lyly a culpa não é sua,não diz isso,pelo amor de Deus,você tem a mim,você tem sua família você é tão especial,nada disso é sua culpa,você não merece isso,calma vai passar-disse ele e eu o encarei

__Eu não aguento-disse me levantando e desci a escada correndo

__EMILY ONDE VOCÊ VAI? EMILY-gritou nash, mas eu ja tinha saído da casa eu corri dali,eu não aguento,minha vida acabou,eu não existo sem jaden,eu sinto como se eu tivesse matado jaden,tudo é culpa minha,eu andava,mas eu não tinha destino nenhum,apenas queria fugir da minha vida,queria morrer,queria nunca ter nascido,jaden estaria vivo e feliz,tudo que eu menos queria era perder ele assim,eu me perdi,jaden me tirou dos meus piores momentos,ele me tornou uma pessoa melhor,quando eu só causava decepção pros meus pais,quando todo dia eu brigava com minha meia irmã,ele me mostrou um mundo mais fácil,me mostrou como tudo se resolvia sem precisar descontar nas festas,e na minha irmã,hoje ela não mora mais com meu pai,eu sentia ciúmes e sempre tinha brigas horríveis com ela e isso fez ela ir morar com a mãe dela,eu fui tão egoísta, jaden me ajudou com isso,nós fizemos as pazes por conta dele,ele me tornou uma pessoa tão melhor,eu não queria voltar a ser a pessoa que eu era,mas ele não tava ali pra me ajudar

                      ...

Quando me dei conta do quanto eu andei eu tava na praia eu não conseguia parar de chorar,sentei na areia e respirei fundo,eu precisava de ar, precisava pensar, eu precisava me encontrar e encontrar um jeito de aceitar e conviver com a saudade de jaden sem deixar que afete tanto a minha vida me deitei na areia e olhei pra cima,eu tentava, mas não conseguia segurar as lágrimas apenas fechei os olhos e deixei o tempo passar,o sol tava quente e batendo na minha cara o que me encomodava então levantei tirei a areia do corpo e enxugei as lágrimas fiz um coque frouxo e voltei a andar,procurei meu celular, mas não achei ele no bolso,deixei em casa,olhava ao redor e tudo que eu via era as pessoas me olhando com dó devido a cara inchada,todos notavam que eu tinha chorado parei ao lado de uma garota loira,com olhos verdes,e com algumas poucas sardas

__me empresta seu celular eu esqueci o meu em casa-pedi e ela tirou do bolso me entregando

__obrigada-disse digitando o número do meu pai me afastei um pouco da menina e esperei ele atender

__emily finalmente onde você está? Nash me disse que você sumiu a horas,estou preocupado-disse ele assim que atendeu

__você já está no aeroporto?-perguntei ignorando o que ele disse

__não,estou na casa do Nash,dos meninos,eu cancelei minha viagem,não ia viajar com você sumida,eu seria um péssimo pai-disse ele

__desculpa te atrapalhar, eu que sou uma péssima filha,mas e minha mãe?ela estava precisando de ajuda não é ?-perguntei

__ela está bem,pode ficar mas esse fim de dia sozinha-disse ele

__pai o que ela tem?-perguntei com a voz mais uma vez embargada pelo choro

__ela está bem,emily-disse ele

__pai me diz,eu preciso saber,o que a minha mãe tem caramba,não me faz sofrer por etapas,me deixa sofrer tudo agora,me fala-pedi já chorando

__lyly sua mãe ta doente,por isso não deixamos você ficar lá,te deixar vim pra cá era a última coisa que ela queria,mas achamos que ver ela do jeito que ela tá seria ainda pior,seria mais uma dor,que sua mãe não queria e não quer te causar-disse ele

__pai,que doença minha mãe tem?-perguntei entre soluços e ele ficou em silêncio por um tempo,e escutar um soluço e o que ele disse em seguida me matou

__Lyly sua mãe tá com câncer,ela tem leucemia-disse ele, eu abri a boca por diversas vezes, mas não saia nada eu apenas desliguei e devolvi o celular pra menina

__obrigada-disse enquanto as lágrimas caiam

__você ta bem?-ela perguntou

__não-disse, mas me virei e sai andando eu não podia perder mais uma pessoa,mais uma pessoa importante pra mim,eu não vou aguentar,eu já não aguento agora.

Eu nem sabia pra onde tava indo, eu só tava em modo automático, eu tô com tanto medo,eu tô com tanta dor eu não posso deixar mais ninguém ir embora,eu não sei se tô sendo egoísta, eu só não aguento mais,eu parei respirei fundo,e dei meia volta e caminhei até a calçada e pedi um táxi, passei o endereço e seguimos,eu só pensava no quanto tô com medo,no quanto ta doendo,no quanto eu queria jaden,no quanto eu quero minha mãe bem,demorou uma eternidade, mas cheguei em casa paguei e desci,abri a porta e todos estavam na sala

__lyly-disse leslie e veio me abraçar, correspondi ao abraço

__eu sei que você sabia-sussurrei

__me desculpa,eu descobri sem querer,e me proibiram de contar-sussurrou ela

__tudo bem-disse e me virei pro meu pai,eu não consegui apenas dei as costas e subi correndo a escada

__EMILY-gritou ele,mas eu entrei no quarto e tranquei a porta me sentei no chão e chorei,eu não tenho mais forças pra lhe dar com nada,a caixa,me trouxe paz,apesar de toda dor eu senti paz,mas agora parece que depois da paz me trouxe transtorno,é bom,muito bom ter jaden mais perto,mas eu não tenho forças pra continuar,eu me sinto vazia, depois da tempestade vem a calmaria é o que costumam dizer,engraçado porque no meu caso a tempestade veio depois da calmaria,tudo pra mim é ao contrário,tudo pra mim dá errado,tudo que é importante pra mim ta indo embora

__eu sou um erro-sussurrei pra mim mesmo enquanto me deitava na cama.


Notas Finais


Finalmente sabemos o que tinha na bendita caixa,mas não era só isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...