História Uchihas & Uzumakis - Capítulo 26


Escrita por: ~ e ~puppetAkasuna

Postado
Categorias Naruto
Tags Narusasu
Exibições 125
Palavras 992
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom, foi pedido um capítulo extra e eu, como uma boa pessoa, não pude deixar de conceder ao pedido.

Boa leitura
Espero que gostem

Capítulo 26 - Extra


Fanfic / Fanfiction Uchihas & Uzumakis - Capítulo 26 - Extra

Basicamente, todos ficamos muito contentes com a volta do moreno. Seus irmãos faziam piadas para não ter nenhum clima tenso, Menma fingia não se importar e meus pais ficaram bem felizes, o fazendo perguntas.

Havia várias chamadas perdidas de Madara no celular do Uchiha caçula. O mesmo havia colocado no silencioso de propósito para não ser incomodado.

Eu estava adorando tê-lo de volta.

O ajudei a colocar as malas em seu quarto, ele encarava tudo com um ar nostálgico. Sim, sabemos que foi apenas um mês, mas isso era o suficiente para uma imensa saudade bater.

Ele estava lindo, como sempre aliás.

Agora eu havia parado para observa-lo. Seus cabelos havia crescido um pouco, de modo sutil. Ainda mantinha o mesmo penteado de sempre, abaixo de seus olhos, haviam pequenas olheiras, alguns fios de barba queriam aparecer, lhe dando uma aparência mais velha e desleixada. Usava um agasalho azul bem escuro e um short jeans bege, nada especial.

Sem pensar, aproveitei que ele estava de costas para mim e o abracei por trás. Roçava meus lábios em sua bochecha, o vendo deitar a cabeça no meu ombro. Já logo passo uma de minhas mãos por dentro de seu agasalho.

- Ficou animadinho bem rápido né? - falou fechando os olhos e segurando minha mão, me fazendo desce-la até seu membro por cima da calça. Aperto um pouco, massageando o local com minha mão, o vejo morder o lábio inferior, e não deixo de sorrir, beijando seus lábios de forma delicada e demorada.

Para minha surpresa, ele desfez o beijo, se virando de frente para mim, agarrando minha blusa, beijando meus lábios de modo possessivo. Logo passei minhas mãos por sua cintura, as apertando sutilmente. Sasuke caminhava para trás a passos lentos, consequentemente, me levando junto. Acabamos por cair na cama, eu por cima.

Olho para ele e, por Kami, que visão maravilhosa. Ele estava literalmente jogado na cama, com os braços acima da cabeça, com uma cara de submisso da porra. Seus lábios estavam levemente inchados e rosados pela agressividade do beijo.

- Naru... Por favor. - falou baixo e manhoso, me controlava ao máximo para não fode-lo logo. - Quero você massageando meu pau, apertando minha bunda com vontade enquanto me fode, deixando marcas visíveis pelo meu corpo, quero que me faça seu... Pode fazer isso por mim?

Te juro que tive um sangramento nasal após ouvir isso. Parecia um sonho vê-lo pedir algo assim de modo tão natural, sem cú doce ou frescuras. Tem como ficar melhor?

- Mas é claro. - sorri safado, limpando o sangramento. - Tudo o que quiser.

Assim que retiramos nossas peças de roupa, Sasuke me surpreendeu, molhando seus dedos com saliva, ficando de quatro, posicionando um dedo de cada vez dentro de si, tudo na minha frente. Esse garoto vai acabar me matando de tanto tesão.

- Hey, não tem graça só você ficar com a diversão. - resmunguei com um falso desconsolo. Ele riu, continuando o que estava fazendo, demonstrando puro prazer. Eu já começava a sentir uma boba inveja.

Passei meus braços em torno de sua cintura, roçando meu pênis em sua bunda e mãos, pude sentir seu corpo mais magro, isso havia me deixado preocupado, mas achei melhor resolver depois, não desperdiçaria esse momento.

Tirei suas mãos dali, colocando meu rosto entre aquelas nádegas durinhas e lisas, as apertando de mão cheia, enquanto lambia sua entrada e a penetrando com a língua de vez em quando. O ouvia gemer baixo, arqueando as costas.

Gostava de fode-lo virado para mim, assim podia ver suas expressões de prazer e beija-lo a hora que quisesse. Mas com certeza, essa posição era mais fácil, além do mais, eu podia controlar seu corpo enquanto estocava.

Assim que terminei, posicionei meu pau em sua entrada, o olhando com carinho.

- Posso começar? - perguntei. Ele assentiu, se empinando para mim.

Fui colocando aos poucos, morrendo de vontade de ir direto, quando foi toda a cabeça, novamente o pequeno Uchiha me surpreendeu, jogando seu corpo contra o meu, entrando tudo de vez. Gemi alto e arrastado, acompanhado por ele, que encostou suas costas em meu peito. Sua pele já estava molhada pelo suor e gelada (como sempre, aliás). Passei novamente minhas mãos pela sua cintura, deitando seu corpo e o meu na cama com cuidado, numa posição agradável. Comecei a estoca-lo rapidamente, mas não forte. Eu falava coisas sem sentido, totalmente desconexas, por causa do imenso prazer, meu cérebro não funcionava (ele já não funciona, com Sasuke me provocando desse jeito, piorou). Seus gemidos eram altos, aumentando minha excitação, ele pedia por mais a cada instante.

Retirei meu pênis de dentro dele, o ouvindo resmungar, antes que ele me xingasse ou me batesse, o virei de frente, me colocando direto nele, com sua perna apoiada em meu ombro. Novamente gemia alto e arrastado, enquanto o gemido dele me pareceu mais um grito.

Fui estocando rápido e forte, socando seu interior com meu membro, o vendo balançar conforme as estocadas prosseguiam. A cama balançava, ritmada com nossos corpos.

Eu beijava, chupava, mordia partes expostas de seu corpo que conseguia alcançar, o marcando inteiramente.

Cheguei ao ápice segundos antes dele, sujando seu interior com meu líquido enquanto ele sujava meu corpo com o seu.

O vi respirar ofegante, com seu antebraço sobre os olhos, as marcas pelo seu corpo pareciam dizer "Propriedade de Naruto. Mexa se quiser morrer". Anos atrás eu achava impossível existir alguém tão perfeito. Agora me aparece ele, que a cada dia, surpreende minhas expectativas.

Beijava seu peito carinhosamente, o sentindo suspirar a cada toque, fui subindo os beijos até chegar a sua boca, dando um beijo quente, molhado e deliciosamente doce.

- Eu te amo. - sussurrou contra meus lábios, com um sorriso encantador.

- E eu amo você. - falei sorrindo da mesma forma, voltando a beija-lo.

Apreciamos o carinho um do outro antes de irmos tomar banho, terminando o serviço que começara na cama.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...