História Uchihas & Uzumakis - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Narusasu
Visualizações 53
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu juro que quando comecei a fanfic, eu não achava que teria tanta gente acompanhando. E fico feliz que tenha.
Espero que não se decepcionem.
Em breve vou editar esse capítulo, ele ainda não está pronto.
(Não tão breve)

Capítulo 33 - Dois anos depois


Fanfic / Fanfiction Uchihas & Uzumakis - Capítulo 33 - Dois anos depois

Natsuhiboshi já tinha seus dois aninhos de idade e era sempre muito bem mimado pelos pais e tios.

Kakeru tinha seus catorze anos e aprendera rapidamente várias maneiras de provocar o pai moreno, o pequeno tinha sido oficialmente adotado pelo casal depois de vários pedidos da parte de Gaara, não demorou para ele se adaptar naquele lugar. Até hoje, nenhum dois mais velhos pensa em casamento.

Hinata finalmente contou para seu pai sobre sua sexualidade e o mesmo a expulsou de casa criando somente Hanabi, irmã mais nova da perolada que ficou muito preocupada com a mais velha. No início, a Hyuga sofreu muito e até rompeu seu namoro com a Uchiha, porém, logo as coisas ficaram melhores e as duas começaram a viver nos Estados Unidos, e, durante as férias de seus novos empregos, as duas iam visitar a mãe biológica de Shizuku e a falecida mãe de Hinata.

Naruko começava a fazer teatro com seu sonho de ser atriz e aos seus vinte anos de idade, ficou grávida de um pequeno rapaz chamado Tanaka, loiro de olhos negros. Isso não influenciou na carreira, na verdade ela estava muito bem e atualmente recebeu papéis importantes em novelas tendo cursado só com um ano de teatro. Satoshi cuida com amor de seu lindo filho e é o empresário da noiva. Pretendem marcar o casamento em breve.

E bem...

Nosso casal principal...

Digamos que há algo bom rolando.

Os dois estão com seus empregos dos sonhos, tendo noites de amor quentes e marcantes, se amando com vontade e descaradamente. Madara não havia dado sinal desde aquela época. Sasuke não se importava mais se teria filhos ou não, já perdera a esperança mesmo.

Naruto ainda tinha esperanças porém eles não tocavam no assunto.

Mas voltando a realidade...

- Uchiha! - gritou seu nome o fazendo voltar a vida. Encarou Shikamaru e sorriu sem graça.

- Gomen... O que estava dizendo?

- A papelada do novo caso. Hidan quer que você verifique. - colocou os arquivos na mesa do moreno e o mesmo suspirou. - Além do mais, estão perguntando por que o Uzumaki não aparece. 

- Menma? Ele faltou de novo? - foi sua vez de suspirar enquanto fechava os olhos. - Ele é um idiota.

O Uchiha nem tinha percebido que o homem mais velho ali observava atentamente a foto no porta retrato em sua mesa.

- Vocês dois são íntimos? - perguntou curioso. Era um tanto engraçado o Uchiha reclamar tanto daquele moreno sendo que o mesmo tinha uma foto dele em sua mesa, porém loiro.

- Hm? - olhou o Nara como se aquela fosse a pergunta mais estranha do mundo.

- Você tem uma foto dele. - comentou apontando para o portaretrato fazendo o menor corar.

- E-esse é o N-Naruto... É irmão de Menma... Ele é me n-namorado, Senpai... - disse envergonhado, pois ninguém em seu trabalho sabia de sua sexualidade.

- Entendi. - prendeu o riso ao ver a coloração vermelha e no rosto do Uchiha. - Eu deveria ter adivinhado. Meu cunhado já me falou várias vezes sobre Menma, ele já tinha citado que o mesmo tinha irmão. Desculpe por isso.

- Cunhado? - perguntou curioso.

- Gaara. Sabaku no Gaara. Namorado do Menma. Conhece? Cara, eles tem um filho muito divertido. - riu ao se lembrar.

- Então você é o noivo da Temari? - o mais velho assentiu. - Que mundo pequeno...

- Depois vou tirar satisfação com o Gaara do por que aquele imbecil faltou. Bem, faça bom proveito dessa papelada. - virou de costas e acenou, saindo da sala.

Sasuke suspirou aliviado por saber que seu Senpai não via problema naquilo. Seria péssimo seu parceiro de trabalho o olhar estranho por conta da sexualidade. Um tempo atrás ele finalmente parou de se importar se as pessoas o chamavam de gay, viado ou o caralho a quatro, ele era sim e gostava. Foda-se o resto.

Um barulho do lado de fora pode ser ouvido e ele se assustou, se levantando rapidamente da cadeira, porém quando sua porta foi aberta, o Uchiha se assustou com um ser loiro correndendo em sua direção para enfim o abraçar fortemente.

- Naruto! - gritou quando estava no chão com o loiro em cima de si. - Eu preciso de oxigênio!

- Gomene. - sorriu saindo de cima do namorado, o erguendo do chão.

- Não que eu não esteja feliz em te ver, mas... O que você está fazendo aqui? Pensei que você iria fotografar um casamento. - arqueou a sobrancelha.

- Acontece que o Sai me substituiu. Ele é muito legal, mas um tanto estranho também. - sorriu divertido. - Você precisa ver como vocês são parecidos, porém ele sorri mais. - brincou.

- Sai...? - perguntou desconfiado/enciumado. - Parece esquisito... Não acredito que alguém seja parecido comigo. Minha beleza Uchiha é única. - empinou o nariz.

- E o jeito convencido também. - riu fazendo o Uchiha se envergonhar mantendo o rosto bravo. - Mas enfim, estou aqui para a gente almoçar junto.

- Almoce com seu amigo assim que ele acabar. - se sentou em sua cadeira. - Estou ocupado.

- Você fica muito lindo com ciúmes... - comentou como um sussurro divertido perto do amado. - Se eu quisesse ele, não estaria aqui. - comentou o óbvio. - Vamos, deixa de ser bobo.

- Não estou sendo bobo. - ficou emburrado.

- Está sim. - sorriu de canto beijando aqueles maravilhosos lábios rosados.

O beijo se iniciou quente e suave, desarmando por completo o pobre Uchiha, mas esse voltou a realidade e empurrou de leve o loiro o fazendo se afastar, o moreno se ergueu e ficou a sua frente, segurando seus ombros.

- Eu estou trabalhando. Não podemos fazer esse tipo de coisa aqui.

- Claro que podemos. Só precisa ser discreto e rápido. - sussurrou e tomou aqueles lábios novamente com mais desejo e vontade.

Uma das mãos do Uchiha se apoiou na mesa enquanto a outra se agarrava a camisa do loiro com força. Suas línguas faziam uma batalha sexy e lenta, as mãos do loiro agarravam fortemente sua cintura. O moreno estava se deliciando tanto com aquele beijo que nem sequer prestou atenção nas mãos ousadas do namorado descerem por sua bunda, a apertando com vontade, logo as descendo para as coxas grossas cobertas pela calça social, as erguendo, fazendo com que ficassem em volta do corpo bronzeado, suas ereções roçando.

O loiro sentou o namorado na mesa, de costas para a porta, quando a necessidade de oxigênio se faz presente, os dois se separam, para que o Uzumaki possa enfim desabotoar a camisa social do menor, beijando, chupando e mordendo aquela pele pálida, marcando-a de várias maneiras. A diversão aumenta quando o moreno solta um gemido aliviado por ter seu membro finalmente descoberto, começou a sentir a boca quente do Uzumaki lhe rodeando. Aquilo era como estar no paraíso.

- Uchiha! - seu coração parou ao ouvir a voz de seu superior na porta. Não era possível que esqueceu de fechar!

- H-hai... - disse sem se virar.

- Quando terminar a papelada, já tenho outra que virá em seguida. Então é melhor agilizar. - fez uma pausa fazendo o Uchiha temer. - Você está bem?

O Uzumaki achando graça da situação, continuou o que fazia, porém mais rápido. Essa coisa de quase ser pego era extremamente excitante.

- H-HAI...! - disse o Uchiha, mais alto do que desejava. - Não se... ah... preocupe... Eu vou... - jogou levemente a cabeça para trás. - terminar ainda hoje.

- ... Ok... Bem, tenho mais o que fazer. Não demore. - fechou a porta e saiu.

Com os olhos fervendo de raiva, Sasuke começou a estocar rapidamente aquela boca quente e molhada, gemendo cada vez mais rápido. Se deixou deliciar quando chegou ao limite, fazendo o Uzumaki o engolir inteiro.

O loiro sorriu e limpou a boca, saindo de perto da parte íntima do namorado, se aposando de seus lábios, compartilhando o gosto.

- Quer me ajudar com isso? - perguntou o loiro, mordendo os lábios do outro.

- Depois do que me fez passar? - riu maldoso. - Muito engraçado. - saiu da mesa e organizou suas roupas. - Faça sozinho.

Após dizer isso, empurra o Uzumaki de sua sala e volta a sua tarefa.

Do lado de fora, o loiro sorria, não se incomodando tanto com a ardente ereção. Afinal, tinha válido a pena.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...