História Último laço - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, V
Tags Jikook, Vhope, Vmin, Yoonseok
Visualizações 9
Palavras 2.389
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá gente.
Mais um capítulo postado depois de um tempo e creio que mais organizado que os outros.

Eu andei revisando minha história e venho achando o contexto dela um pouco sem nexo em alguns pontos. Por esse motivo eu vou revisar mais profundamente e mudar algumas coisas, e vou demorar para postar o próximo :")

Espero que deem amor a essa fanfic até o final ♡ Boa leitura ♡

Capítulo 11 - Congelar o tempo


 

Mais uma manhã ao lado do seu professor chato estava começando a ser suportável. Jimin até tentava ver um lado bom no mais velho, mas mesmo com um certo esforço, não conseguia. Ele parecia estar pegando em seu pé mais do que nunca, sempre facilitando e dando os créditos á Hoseok que se sentia cada vez mais alegre enquanto Jimin o encarava irritado. Jimin pensava na possibilidade do seu amigo estar tendo algum caso com Yoongi já que o clima entre eles recentemente andava diferente. E ele não poderia negar para si. Todos haviam percebido e Hoseok estava jogando baixo.

 

 Assim que finalmente terminou de examinar e atualizar o     prontoário do paciente, saiu do leito do mesmo indo até a recepção organizar os prontoários assim como Yoongi havia lhe pedido. Jimin queria Hoseok ali para ajudá-lo com aquilo, e nem sequer havia o visto direito pela manhã.

 

Quando deu o horário do intervalo para o almoço, Jimin decidiu ir procurar pelo seu Hyung para comerem juntos. Andou pelos corredores e abriu algumas das salas em que usavam para descansar achando que o mais velho estaria dormindo por ali.

 

- Droga, Hoseok. – Um pouco irritado, fechou a penúltima porta com força por não o encontrar ali.

 

Aquela última sala que estava prestes a abrir era sua última tentativa e assim iria almoçar sozinho. A porta foi aberta com força, assim como todas as outras em que passara, mas a surpresa que teve o deixou congelando deixando que a maçaneta escapasse de sua mão direita. Jimin a segurou atrapalhado recebendo os olhares surpresos de Hoseok e Yoongi enquanto inutilmente tentavam se arrumar para parecer que nada havia acontecido ali. Jimin não pôde segurar a vontade de rir e soltou uma baixa risada encostando a porta.

 

- Espera! Jimin! – Nervoso, Hoseok abriu a porta rapidamente deixando Yoongi no quarto um tanto confuso.

 

- Me desculpe ter atrapalhado seu momento com o anão albino, mas eu realmente achava que não iria esquecer de almoçar com seu lindo amigo. – Jimin não conseguia não ser sarcástico naquele momento. O que ele mais queria era fazer com que Hoseok se sentisse mais envergonhado. E estava conseguindo.

 

- Desculpa, mas não teve como resistir. Ele me enrrolou a semana inteira pra hoje chegar nos finalmente. – Disse enquanto colocava seu jaleco.

 

- Nossa, o anão não só tem cara de chato como também é difícil de pegar. – Hoseok logo corou com o comentário do mais novo e resolveu não respondê-lo para assim mudarem de assunto. Os dois deram a volta em algumas mesas e finalmente conseguiram pegar seus almoços, sentando na mesma mesa de sempre. – E a sua nova casa? Ainda não me convidou pra apostarmos uma combate no vídeo game. Eu estou louco pra usar ele! – Dizia com dificuldade por sua boca estar cheia. Jimin estava com fome. Havia saído de casa sem se alimentar e mesmo sabendo que seria falta de educação falar daquele modo, não deu muita importância naquele momento.

 

- Se quiser me ajudar com as caixas de mudança, pode ser que jogue hoje á noite.

 

- Você joga tão sujo Hoseok... – O mesmo o mandou uma piscadela e sorriu. – Aceito.

 

- Ah e o Jungkook? Como está se comunicando com ele depois dele ter ido pra casa?

 

- Tenho falado com ele por telefone e nos finais de semana ele vem na minha casa sem os pais dele e nem aquele médico idiota ficarem saberendo.

 

 Jungkook, em todos os finais de semana inventava uma nova desculpa para os pais. E como havia voltado para a escola por estar um pouco melhor, sempre dizia para os dois que iria para a casa de um de seus amigos fazer qualquer tipo de trabalho escolar ou simplesmente os diziam que iria a uma festa para aproveitar seus últimos dias na terra. Era um trocadilho pesado até para si mesmo, mas para ele era a pura verdade. E passar esses dias com Jimin os tornavam cada vez mais especiais e inesquecíveis. Seu médico, JaeHyun, não largava do seu pé querendo acompanhá-lo onde quer que fosse, e Jungkook já havia conversado sobre isso com ele e com seus pais. JaeHyun não sabia sobre os dois ainda, e deixar com que ele soubesse iria ser horrível para a carreira de seu Hyung.

 

 E Jimin simplesmente adorava suas idas a sua casa. A programação que sempre tinha o cuidado de criar para se divertirem, estava dando certo e Jungkook se sentia ótimo ao seu lado, querendo sempre estar ali, sentindo Jimin de todos os modos possíveis.

 

- Se quiser pode levar ele amanhã até minha casa já que hoje vai descobrir o caminho. – Hoseok limpou o canto de seus lábios ao terminar seu suco e o deixou sobre a mesa de mármore juntamente ao seu prato vazio.

 

- Obrigado Hoseok, mas amanhã não vai dar. Marcamos de ir ao parque. Mas com certeza, semana que vem. – Jimin levantou-se para jogar sua garrafa vazia de suco com Hoseok e logo avistou Yoongi vindo na direção dos dois. – Droga.

 

- Já terminaram o lanchinho? – Perguntou assim que chegou em uma distância favorável para os dois o escutá-lo.

 

- Sim, estava uma delícia Dr. Min. – Jimin respondeu com um sorriso sarcástico nos lábios, o que fez Yoongi lembrar do acontecido de mais cedo, suspirando logo em seguida.

 

- Já que está satisfeito, vá logo terminar de atualizar os prontoários dos meus pacientes e organizá-los por emergência. Você irá entrar comigo na primeira cirurgia.

 

- Sério? – Jimin perguntou incrédulo o olhando.

 

- Sim, antes que eu mude de ideia.

 

- Obrigado! – Jimin saiu dali feliz e energético para terminar seu trabalho o mais rápido para auxiliar na cirurgia o mais rápido possível, enquanto Hoseok permaneceu ali com seu Yoongi.

 

- Me desculpe por ter deixado você no quarto do nada.

 

- Sabia que estão precisando de cirurgiões gerais na emergência?

 

- Sim?... – Confuso, Hoseok entendeu o recado ao perceber que ele ainda estava chateado por aquilo e assentiu seguindo para a ala de trauma do hospital.

 

 Yoongi não queria simplesmente deixar com que Hoseok o fizesse de idiota. Ele estava amargamente irritado pelo que o mesmo foi capaz de fazer consigo em um momento tão raro que ele conseguia ser tão domado e totalmente diferente da forma irritante que costumava ser com todos. E ele não deixaria Hoseok tomar as rédeas da situação.

 

                                                ~~~~

 

 Jimin e Hoseok tiveram sorte por terem conseguido acalmar o hospital antes das 19hrs. Se tivessem saído mais tarde do hospital, Jimin não teria tempo de passar em sua casa e muito menos de ir ao cinema com Jungkook. Realmente aquele hospital estava uma bagunça.

 

Assim que chegaram na residência de Hoseok, foram separando algumas das caixas empilhadas da mudança e retirando os objetos os colocando em seu devido lugar. Enquanto Jimin colocava alguns quadros na estante da sala e organizava com alguns enfeites, Hoseok descartava coisas que ele não iria mais precisar.

 

- Tem certeza que não vai querer isso jimin? – Ele perguntara, pela terceira vez insistindo que Jimin ficasse com um colar que era importante para si.

 

- Hyung, era da sua família! Não pode simplesmente me dar.

 

- Eu posso. Você é minha família Jiminnie. Só não te chamo pra dormir aqui porque eu não iria aguentar ouvir você e o Jungkook nos finais de semana se divertindo.

 

- Assim como eu não iria querer ouvir você e o Yoongi. – Jimin sorriu e pegou o colar das mãos de Hoseok.

 

- Ei, não conta pra ninguém!

 

- Eu não preciso. Você sabe que as fofocas voam naquele hospital. Rumores então, nem se fala.

 

- Realmente...

 

- Então... – Jimin levantou-se e limpou sua calça por estar sentado no chão, e deixou a caixa de Hoseok sobre o sofá. – Tenho que ir agora ou o cinema não vai dar certo.

 

- Nossa, se preocupa tanto.

 

- É que eu prometi pra ele que eu iria fazer com que ele se divertisse bastante.

 

 Ao Hoseok levá-lo até a porta, pegou suas chaves e destravou o carro indo até o mesmo. Assim que entrou e fechou a porta do carro, Jimin o cutucou chamando sua atenção e assim que ele o olhara, viu Yoongi do lado de sua casa. Provavelmente a sua procura, usando um cachecol vermelho em volta do pescoço por conta do frio, o que o deixou fofo.

 

- É melhor eu ir sozinho Hyung. – Disse Jimin sentindo o clima pesado entre os dois ali. Ele estendeu sua mão esquerda ao mais velho e Hoseok ficou sem entender o que ele queria. – Me dá as chaves e sai do carro.

 

- Mas o carro é meu sabia. – Disse surpreso com a audácia de seu dongsaeng.

 

- Me dá logo e vai ver o que o Yoongi quer! Não vai querer deixar ele plantado aí que nem você fez hoje de manhã vai? – Hesitante, Hoseok o entregou as chaves e saiu do carro. – Boa sorte. Amanhã venho te buscar. – Disse assumindo o volante e dando partida assim que Hoseok saíra do carro.

 

 Jimin não estava acreditando que Min Yoongi veio atrás de Jung Hoseok. As coisas entre eles deveriam estar bem tensas pelo visto.

 

- Vamos entrar, está frio aqui fora. – Yoongi assentiu e eles andaram até a porta. Hoseok a abriu e deu espaço para que ele entrasse, e logo depois, a fechou esperando pelo que ele falaria consigo naquele momento. – O que veio fazer aqui?

 

- Eu precisava esclarecer algumas coisas com você.

 

- Se ainda está chateado pelo que aconteceu, me desculp-...

 

- Eu queria saber se quer mesmo levar isso adiante. – Hoseok o encarou perplexo. Nunca imaginaria que Yoongi perguntaria aquilo.

 

 Hoseok se perguntava se Yoongi se referia ao que eles quase estavam prestes a fazer a mais cedo, ou para algo mais profundo. Se fosse a segunda opção, seu coração ainda não estaria em condições para aquilo. Hoseok queria mesmo era se divertir, mas estava sentindo que aquilo lhe traria um problema dos grandes.

 

- Por que essa cara? – Yoongi perguntou o fitando.

 

- N-Não é nada, é que... – Hoseok estava prestes a fazer um discurso onde explicaria suas intensões reais, mas Yoongi o interrompeu.

 

- Eu não estou te pedindo em namoro idiota. Eu percebi que desde  começo que o que quer é apenas passar uma noite comigo e nada mais. E eu também quero, se não, não teria perdido meu tempo vindo aqui. – Yoongi retirou seu cachecol do pescoço ao se sentir aquecido no interior da casa de Hoseok e em seguida o encarou novamente. – O que me diz, Hoseok?

 

- É claro que eu quero ir adiante. – Hoseok sorriu ladino e se sentiu um tanto aliviado por não ser o que estava pensando.

 

 E após ter dado o veredito, aproximou-se de Yoongi tomando sua cintura para si enquanto se inclinava para o início de um intenso beijo, onde Yoongi o acompanhou, mordendo-lhe o lábio inferior em meio ao intenso ósculo que formaram. Hoseok o fez caminhar até o centro da sala, e sem aviso, o deitou em seu sofá retirando sua própria camisa para se preocupar na primeira peça que tiraria do outro abaixo de si.

 

- Não acha melhor subirmos para o quarto? – Yoongi perguntou enquanto Hoseok beijava seu pescoço e percorria suas mãos por todo seu corpo.

 

- O local realmente não importa agora Hyung. O que importa agora é que nós dois sintamos o prazer que tanto queremos.

 

                                            ~~~~~

 

Ao fechar a porta e deixar as chaves de Hoseok sobre o sofá da sala, pôde ver que as luzes da cozinha e de todo o corredor que levava ao seu quarto estavam acesas. Jungkook já havia chegado, mas o curioso para Jimin é que ele deveria estar esperando na sala para em seguida os dois saírem para o cinema como combinado. Assim que seguiu em direção ao seu quarto, notou que a porta do mesmo estava entreaberta. Curioso para ver o que Jungkook estava fazendo ali, apressou seus passos, e abriu a porta dando de cara com seu quarto a iluminação somente de velas tendo o chão quase coberto por pétalas de rosa que carregavam um cheiro suave e adocicado. Sua cama estava perfeitamente arrumada e naquele momento estava com lençóis avermelhados com algumas pétalas brancas por cima.

 

 Jimin não aguentou segurar o sorriso e logo foi a procura do Jeon, que se encontrava no banheiro, o esperando ansiosamente. E quando finalmente o Park o encontrou, sorriu e encostou-se na parede fitando o garoto totalmente despido dentro de sua banheira.

 

- Você me surpreende a cada dia que passa Jeon.

 

- Já que estava se esforçando para que eu me divertisse, resolvi devolver o favor. – Disse desencostando suas costas da banheira. – Depois irá me agradecer por fazer isso ficar melhor que ir assistir um filme. – Jungkook sorriu e e inclinou-se para pegar a garrafa de vinho e duas taças que timha deixado sobre a pia para os dois aproveitarem em meio ao banho. Jimin logo se alegrou ao ver sua bebida favorita com sua pessoa favorita, e logo se despiu para se juntar ao Jeon naquela banheira.

 

 Jungkook parecia mais bonito que o normal aquela noite. Talvez deveria ser pelo fato de que nunca teria o visto em uma banheira com esse rosto totalmente sexy a sua espera. A água estava em uma temperatura perfeita. Jimin pegou uma das taças de Jungkook e a deixou erguida para que o mais novo colocasse o vinho até a metade da taça. Com o primeiro gole, Jeon deixou a garrafa sobre o chão do banheiro e deixou que Jimin sentasse em seu colo, mesmo estando um pouco envergonhado pela situação. Em questão de segundos, após trocas de olhares, goles do vinho e sorrisos, os dois se encaravam e ameaçavam aproveitar de bom grado os lábios alheios do outro. O que não demorou muito a acontecer.

 

 Jungkook preparou tudo para que naquele momento, os dois tivessem a sensação de que o mundo parasse e que só existiria eles e mais nada. Queria marcar Jimin e o deixar com uma lembrança boa de si em seus pensamentos. Esse era seu único desejo e objetivo.

 

 Pois já não sabia mais quanto tempo iria poder ficar ao lado dele. O dia de amanhã era totalmente indefinido para ele. E congelar o tempo para os dois naquela noite, foi a melhor coisa que Jeon Jungkook havia planejado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...