História Um acontecimento que não foi programado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 2
Palavras 893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Lemon, Luta, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


PERSONAGENS DO DIAA > <

- Gyorre Timas ( Gyo )
- Junko Umuarama
- Jon... ALGUMA COISA ______ o ;
- companheiro 2
- companheiro 3

BOA LEITURA... 😊😘

Capítulo 1 - Capítulo -1 "quem é esse?"


Fanfic / Fanfiction Um acontecimento que não foi programado - Capítulo 1 - Capítulo -1 "quem é esse?"

Buzinas dos carros de Avalon, uma cidade grande do interior,  abafavam o barulho do trilhar dê um trem de carga quê ia chegando. Em quanto isso em uma rua distante perto de uma certa loja de flores ... 

 - Ahh... Ainda falta tanto para o fim de ano! - reclamavava Gyu parando o carro á poucas quadras de sua loja.

Á alguns metros dá li estava Junko e uns companheiros  preparando uma emboscada para mais um distraído!(que seria Gyo )

 - Paro, vasa do carro  ! - diz Junko Seguido de seus três parceiros. 

 -Calma, calma. O quê vocês querem? - Pergunta Gyo assustado. 

 -Passa á "grana", "fí" passa á "grana"!  - diz Jon, um dos companheiros de Junko impaciente! 

Jon não aguentando mais esperar, estava quase o agredindo quando Junko o impediu.

 - Nóis  tamo aqui pelo dinheiro, não pra dá porrada em ninguém não  olha esse cara... Não bate nem numa formiga  -Nesse momento Gyo faz cara feia e tenta se virar sendo impedido pelos outros dois companheiros de Junko. 

(Gyo era bem alto forte mas muito magro, e também suas roupas não o favoreciam. Ele estava com uma blusa bem larga, em um tom amarelo claro puxado para o branco e um macacão dins comprido  até os pés  meio desbotado, também bem largo e botas pretas. O quê o fez parecer bem ''fraco". ) 

Gyo observava Junko com indignação falando dele daquele modo apesar de ter o achado muito bonito, mas teve que voltar á si ao lembrar de o que estava acontecendo.  Nesse meio tempo Gyo pega um bastão de metal de dentro do carro que ainda estava de porta aberta e preciona contra os caras que o estavam encurralando para trás. Os dois caem sentados e Jon e Junko que estavam ao lado deles três o encaram.  (autora: com certeza pensando, 'como ele fez isso??" ). 

Gyo dá uma paulada em Jon que cai desacordado. Os outros dois que até então estavam sentados no asfalto se levantão em um pulo,  e caem de novo por outra pancada, mas desta vês desacordados por tamanha força. 

Gyo encarou Junko por alguns minutos e depoi deu um passo á frente lentamente em direção á ele.  O mesmo após uma arregalada de olhos pela repentina movimentação,  dá um passo para trás em receio,  e em seguida outros para frente erguendo um dos puios e indo em direção á Gyo em alta velocidade para acertalo mas sendo parado pelo mesmo ao segurar sua mão no ar, evitando levar o soco que estava para receber. 

                    ~Gyo on~

"Quem é ele? - Me perguntei -Quem é esse homem que me defende me afrontando, quando ná verdade só não queria me ver apanhar...? E agora levanta á mão para mim,  apesar de ser tão bonito está até meio deselegante dessa forma. Não sei por quê mas não consigo machuca-lo só consigo observa-lo e adimira-lo, quero saber, quem é este lindo ser, saber seu nome! "

                 ~Gyo off~

 - Quem é você? Pergunta Gyo. 

 - O que disse, - Diz Junko parando  de se debater. 

 -Qual seu nome? Perguntei - Retoma soltando o mais novo. 

 - Ju-Junko.

 - P-Por que me soltastes?  Por que não me bateres como fizestes aos outros? 

 - Por que gostei de você...  - Responde Gyo sussurrando em seu ouvido. Junko leva um susto e cai sentado. Gyo ri com á reação do mais novo que se levanta dizendo:

 - Não deveria brincar com jente como eles. São perigosos você é forte. Mas  pôde se ferir! 

 - por que não se inclui?  Você também é perigoso para mim. Não? - Retruca Gyo. -Junko ao perceber o que acabará de dizer  descruza os braços com o susto. 

 - então? Por que também não se inclui? -Insiste Gyo. 

 - É por quê... É por quê. Eu não tenho obrigação de contar á um magrela como você é! - diz o mais novo cruzando os braços novamente e fazendo bico. 

Gyo ri e começariam á falar mas Jon e os outros começam  á se mexer novamente.   ( autora :á pancada deve ter cido forte ficaram desacordados por todo esse tempo). Junko iria ao encontro deles mas Gyo o impediu segurando seu braço. Quando Junko ia se virar para chegar o braço Gyo o pegou no colo e o levando para longe. 

 - Me-me põe no chão. - reclama Junko. Gyo o solta depois de um tempo correndo e põe as mãos em seus ombros. 

 - Jun-chan...  -"Jun-chan? " pensa Junko. -... Me desculpe,  senti que se te deixa-se ir iria me arrepender...  -Diz Gyo abraçando-o

 Depois de um tempo abraçados Junko fala. - Se... Será que poderia me soltar...? 

 - Não! - Diz o mais velho apertando mais o abraço. Junko retribui o abraço e após alguns tempo pergunta.

 - Qual seu nome?

 - Eu não te disse...? reponde Gyo. 

 - Não. Me responda qual seu nome? insiste Jun. 

 - Gyo... Meu nome é Gyo! Gyorre Timas. .  .  

 - Ha, haa,  que nome lindo! - Diz Jun sorrindo. 

 - Você é muito fofo quando sorri Jun-chan.  -Diz Gyo o abraçando de novo e o beijando. Um beijo quente e lento,  como o pequeno ainda não tinha provado, ao separar-se de Jun pela falta de ar repara que o mais novo está completamente corado o deixando ainda mais fofo. 

 - P-por que fez isso...? - Pergunta Jun choroso. 

 


Notas Finais


Alguem pesebeu que Jun muda seu jeito de falar?? digam o que acharam... Críticas sempre são asseitas, sejam mas ou boas😜😜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...