História Um alguém com depressão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Automotilação, Suícidio
Visualizações 27
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


GENT ESSA É MINHA PRIMEIRA FFIC SOZINHA

Então tipo Não pensem que vai ser uma fanfic maravilhosa ★

ESPERO QUE GOSTEM♥

Capítulo 1 - PRIMEIRO CORTE


Olá sou Gabryella e vou contar a minha história ,



Se voce gosta de lindas historias que sempre terminam com finais felizes aconselho a procurar outra coisa para ler ,por que isso não é uma linda história de romance ou uma comédia de dar gargalhadas 

Mas sim uma história de tragédia,suicídio e automutilação 



Tudo começou no início de 2016 quando começaram as aulas ao entrar na escola fui encontrar com minhas amigas as únicas verdadeiras que eu tinha (repararam na palavra *tinha*) Rayanne e Letícia eu era muito feliz com as duas era muito louco com elas também sempre me dei bem com elas até o último dia de minha vida...


(Bom antes de toda a história se desmanchar aqui, eu queria avisar aos leitores que depressão e automutilação existe sim e essas pessoas que sofrem com isso precisam de ajuda e já !antes que seja tarde)


...Bom logo que nós nos vimos sai correndo para o banheiro olhando para elas as mesma entenderam e me seguiram chegando lá nos abraçamos pois estavamos com saudades umas das outras contamos oque fizemos nas férias 


(GABY)-bom na verdade fiquei por aqui mesmo sai só para posar na casa de Léo nos finais de semana-falo ainda agitada e rindo de leve


(DAYA)-eu fui para gramado karay mano eu nunca fui pra la é muito bonito! -falou também agitada


(LETI)-eu tive que ir as aulas de inglês todas as quartas-feiras e terças-feiras mas o resto foi legal também fiquei por aqui


O sinal para entrarmos para as salas bateu, damos outro abraço para deixar bem claro que esse seria outro ano que iriamos ficar todas juntas 


Vamos para a sala de aula e por mais difícil que seja tinham 4 lugares vagos no fundo ainda e foi la onde sentamos eu e Letícia nas pontas e Rayanne no meio deixando um lugar vago ao meu lado


Já tinha se passado 30 minutos de aula quando vejo alguém bater na porta da sala, a professora vai ver quem é ,

Vejo o vice-diretor e LÉO na porta concerteza ele tinha chegado atrasado 


(Professora)-Olá oque desejam? -fala meio que já sabendo sobre oque se tratava


(Diretor)-esse menino chegou atrasado, ele poderia entrar?-diretor fala sério e com uma cara de emburrado


(Professora)-sim ,ele pode entrar-


O diretor sai e ela fecha a porta ,Léo senta do meu lado por que é o único lugar vago ainda


(Professora)-se apresse, copie rápido ,sem conversa-ela fala e continua a passar a atividade no quadro


(Léo)-oi Baby-ele susurra com cuidado para a professora não ouvir 


(GABY)-olá Daady-também susurro e dou uma risada maliciosa


Admito hoje que aquele foi sim o *MEU* primeiro *ERRO* para a desgraça começar, o erro que iniciou tudo para minha vida ser arruinada o erro que me fez chorar todas as noitas o primeiro motivo para fazer eu me machucar o primeiro motivo pra se cometer o suicídio


Vou explicar melhor para vocês a dois meses antes do inicio das aulas Leonardo "Léo" me pediu em namoro

Disse que me amava que nunca iria me abondonar e nem me trair (só que ele mentiu)...


Todos os finais de semana dessas férias posei na casa dele e algo que eu não devia ter feito aconteceu 


Mais um motivo para hoje eu ser quem eu sou mais um para chorar toda a noite mais um para alguém cometer suicídio


(LÉO)-você ta bem Baby?-ele pergunta preocupado ao ver que fico séria 


(GABY)-hã...sim...foi...só um desvaneio-respondo 


Mas eu realmente não sabia oque aquilo tinha cido não eu não era bipolar e não eu ainda Não estava me machucando


Será? Será que foi um sinal? Para parar de ser boba e terminar com ele? Será? 


O sinal para o intervalo bate e eu e minhas amigas fomos para a lanchonete sentamos na mesa ao lado onde Léo estava e por incrível que pareça ele me viu e veio sentar com a gente 


Matheos também estava sentado com a gente e correm boatos pela escola que ele gosta de mim e tenho quase certeza que ele foi sentar com a gente por ciúmes


...


Hã? Esperem tem alguém batendo na minha porta...


Era a minha mãe ela disse para eu descer 


Esqueci de explicar outra coisa para vocês eu ainda não me matei mas hoje fiz mais um *CORTE* sendo que eu quase não consigo escrever pois meus olhos cheio de lágrimas não deixam e meu braço cheio de sangue


...


*uma quebra de tempo bem grande*


Já estava voltando para casa sozinha de novo como sempre , nunca percebi mas eu sempre aindei sozinha já destruida por dentro


Estou caminhando ligeiramente quando...

Quando olho para o lado começo a caminhar mais devagar e sinto uma lágrima a cair sobre meu rosto, aquela única lágrima parecia rasgar minha pele parecia a primeira lagrima de muitas que iria correr sobre minha face


Adivinhe só oque eu vi ?

Lembra do que eu falei? Que Léo tinha me prometido que nunca me iria me trair (ELE MENTIU)


( *gente essa história é verdadeira mas os nomes dos personagens não,só pra avisar* )



Vi ele de beijos e amaços com a...nossa como é difícil...com a ...a ...minha...prima...


Sinto meu rosto já encharcado com minhas lágrimas 


Vou correndo para o outro lado da rua não me importo com os carros que passam 



(Serumaninho)-sai dai menina-fala o desconhecido irritado


(Outro serumanino)-sai da frente você quer morrer??!!!-fala irritado 


Não dei impartancia para os motoristas 


Só queria ir até Léo e me certificar se tudo aquilo era verdade 


Quando chego lá encosto a mão no ombro dele e chorando desesperadamente 


(GABY)-L-Léo?-ele se virá coloca a mão na boca-como...você...pode??-falo em meio a prantos soluçando


(LÉO)-eu posso explicar BABY deixa o DAADY explicar-ele fala assustado


(GABY)-vocês sempre podem explicar mas acabam mentindo, sempre!! SEMPRE!!-digo já irritada e magoada


Estou irritada e ao mesmo tempo triste, magoada por ele nem ter tentado contar a verdade dizer que eu não dei o amor que ele queria por ele tentar mentir para mim eu juro que aquilo ainda não tinha sido nem um pouco pra minha vida virar essa ruina 

Volto correndo para casa e quando chego na mesmo não encontro ninguém nela largo a mochila em qualquer canto da casa e vou correndo para a cozinha mas acabo caindo no chão e chorando desesperadamente


Me levanto e vou até a pia colocando as duas mãos em cima dela


(GABY)-ele não pode fazer isso-susurro com raiva-NÃO PODE COMIGO NÃO-falo ainda irritada


eu abro a gaveta dos talheres e não encontro oque procuro vou correndo até minha mochila e pego um apontador da mesma


(GABY)-ELE NÃO VAI FAZER MINHA ALMA DOER -falo irritada e já não sabendo oque fazia-EU SEI COMO CURAR MINHA DOR



Essa foi a pior coisa que eu fiz 


(ATENÇÃO se você é influenciado por qualquer coisa que lê ouvi o vê pare aqui)


Tiro a lâmina do apontador e com a mesma encosto no meu braço e com força passo a lâmina sobre o mesmo 


Pior decisão da minha vida foi me machucar daquele jeito porque depois eu não comseguiria mais parar



Bom meu primeiro corte foi hoje e aqui estou eu escrevendo para deichar bem clara minha desgraça mas eu não vou parar de escrever aqui eu vou continuar


 eu mal consigo escrever meu olhos estão a lacrimejar nesse momento


Quebra de tempo 


Já está na hora de ir pra escola ontem a noite acabei dormindo no meu quarto ainda estou com o braço sujo de sangue e meu rosto está inchado de tanto chorar 


Vou para o banho fico uns quinze minutos de baixo da água 


Começo a dar tapas fortes no meu rosto de raiva de mim mesma por ter me machucado


Continua...





Notas Finais


Eai? Gostaram?

Espero que sim

Bjs de YAYA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...