História Um amigo , um amor. - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jimin, Jin
Exibições 40
Palavras 1.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Esporte, Fluffy, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi!! Espero que gostem do capítulo!! ^^

Capítulo 13 - Príncipe


Fanfic / Fanfiction Um amigo , um amor. - Capítulo 13 - Príncipe

Elisa Pov On

Fico olhando a movimentação da rua enquanto o ônibus anda, para me distrair, tentando esquecer do meu pé que dói bastante.

"Como você caiu?" -Jin pergunta e dirigo minha atenção a ele.

"Tropeçei em uma pedra e me desequilíbrei." -Falo.

"Omo... Coitadinha da Elisa." -Ele fala me envolvendo com um de seus braços, me fazendo apoiar minha cabeça no seu ombro.

Não me icomodo com sua ação, me sinto a vontade ao lado dele, para mim, não é mais um estranho, parece até que já o conheço a bastante tempo.

O ônibus chega na nossa parada e descemos. Meu pé dói quando piso no chão, então ando devagar para não sentir muita dor. Jin me acompanha na mesma velocidade, com uma feição preocupada enquanto observa calado minha tentativa de andar.

Paro por um instante, para descansar, e percebo que Jin continua me olhando da mesma forma.

"O que foi Jin?" -pergunto voltando minha atenção a ele.

Ele me olha, mas não responde, apenas se aproxima de mim, vira de costas e se agacha na minha frente.

"Suba!" -Ele fala.

"Omo... Anyo, não precisa! Eu consigo chegar em casa sozinha..." -Falo surpresa com sua ação.

"Eu insisto, suba Elisa! Eu estou vendo o quanto você está sofrendo tentando andar com o pé machucado." -Ele fala com um tom gentil.

Elisa Pov Of

Jin Pov On

Apoio um joelho no chão e apoio o cotovelo no outro, mantendo uma postura que facilite a Elisa subir nas minhas costas.

"Vamos Elisa... Eu quero te ajudar!" -Insisto.

Ela hesita por um tempo, mas parece que pensa melhor, e sinto ela coloca suas mão em volto do meu pescoço para se segurar, então sinto seu corpo se aproximar, ficando com todo seu peso sobre o meu, levo minhas mãos as suas pernas e a seguro para que não caia.

"Está pronta?" -Pergunto prestes a levantar.

"Ne!" - Ela responde e posso sentir sua doce voz bem próximo do meu ouvido, me fazendo arrepiar.

Volto a me concentrar e me levanto, começando a andar o resto do trajeto que faltava, mas que não era pouco.

Caminho sem dificuldade alguma pela calçada, já que a Elisa não é muito pesada.

"Quando você estiver cansado, me avisa que eu desço, ne?!" -Dirigo a atenção a ela, que está com a cabeça apoiada no meio ombro, enquanto me olha.

"Não vai ser preciso, não acho você muito pesada, consigo levá-la assim até sua casa." -Respondo ainda a olhando seu rosto, ela esboça um sorriso e logo volto minha atenção para frente.

"Jin?" -Ela chama minha atenção, dando um leve assopro no meu ouvido, onde se encontra próxima.

"Omo, não faça isso..." -Começo.- "Faz eu me arrepiar!" -Falo com um sorriso esboçado no rosto.

Ela abre um sorriso da minha resposta em segundos, e sem perder tempo dá outro assopro leve.

"Omo..." -A fito tentando ficar com uma aparência séria, que logo é disfeita quando não aguento e deixo escapar um sorriso da sua ação.

"Jin...!" -Ela chama minha atenção novamente e a olho.

"Ne?" -Retruco.

"Obrigada!" -Ela fala e esboçando um sorriso.

"De nada Elisa!" -Respondo retribuindo seu sorriso.

"Sabe... Você é diferente da primeira vez que o vi!" -Ela começa.

"Como assim?" -Pergunto sem entender direito sua opinião.

"Da primeira vez que nos vimos! Quando você esbarrou em mim, fazendo eu cair no chão." -Ela fala tentando me fazer lembrar.

"Ne, eu me lembro... Mas, a culpa foi sua!" -Respondo olhando para frente.

"Omo, isso não é verdade!" -Ela fala indignada com minha resposta.

"É sim!" -Insisto somente para a irritar.

A olho e logo esboço um sorriso, quando vejo que ela faz uma expressão infantil,irritada.

"Miane, eu estava brincando! A culpa é de nós dois." -Falo tentando mudar sua expressão e consigo. "Por que sou diferente do que você pensava?" -Continuo com a conversa.

"Por que para mim, você pareceu um idiota" -Ela começa.

"Omo... eu não sou idiota!" -Falo.

"Eu sei, depois que te conheci, você se mostrou atencioso, alegre e muito gentil." -Ela fala me fitando. Enquanto escuto suas palavras atento.

"Eu também não tinha te achado muito simpática naquela hora.." -Falo.

"Omo... ainda bem que nos conhecemos melhor, ne?!" -Ela fala com um sorriso estampado em seu rosto.

"Ne..." -Respondo observando sua casa já próxima.

Ando sem pressa o restante do caminho, queria que esse momento com ela durasse mais.

"Omo, está começando a chover Jin!" -Ela fala cobrindo sua cabeça com a bolsa.

"Aigoo..." -Resmungo enquanto somos molhados pela chuva, que logo fica mais forte.

Apresso os passos e consigo chegar na porta da sua casa, antes que ficassemos encharcados.

Coloco a Elisa no chão, ela tira a chave da bolsa e abre a porta, tiro meus sapatos e entro junto dela.

"Pode ficar a vontade" -Ela fala com um tom gentil e caminha para um dos cômodos do apartamento.

Aceno com a cabeça em sinal de sim e ando até o sofá na sala, me sentado no mesmo.

"Pegue, para enxugar seus cabelos." -Fala me entregando uma pequena toalha.

"Obrigado!" -Falo pegando a toalha.

"A chuva parece que está mais forte, ne?!" -Ela fala se sentando e escuta o som alto das gotas de águas caírem sobre o teto.

"Ne..." -Respondo.

"Pode dormir aqui se quiser, já está tarde mesmo e está chovendo forte lá fora" -Fala com uma expressão gentil.- "Você quer um pouco d'água?" -Ela pergunta.

"Ne, por favor!" -Respondo.

Ela se levanta para ir a cozinha e dá alguns passos mancando.

"Ai..." -Ela exclama com uma expressão de dor, se desequilíbrando.

Me levanto rapidamente e a seguro pela cintura, para que não caia.

"Você está bem?" -Pergunto preocupado.

"Anyo... Meu tornozelo dói muito..." -Ela resmunga com um tom de choro e a sento no sofá, me sentando ao seu lado em seguida.

"Deixe-me ver?" -Ela acena com a cabeça em sinal de sim e pego seu pé machucado e coloco sobre minhas pernas.- "Omo, seu tornozelo está um pouco inchado." -Falo preocupado.

"Anyo..." -Ela fala assustada, ainda com uma expressão de choro, mas segura as lágrimas.

Pego minha mochila também no sofá e tiro um gel para lesões, que sempre trago comigo, pelo fato de carregar peso no trabalho,as vezes fico dolorido. Abro o mesmo e despejo um pouco de gel na minha mão e passo no seu tornozelo com delicadeza.

"O que é isso?" -Ela pergunta observando atenta meu ato.

"É um gel que vai fazer o inchaço e a dor diminuir, amanhã você estará bem melhor!" -Falo esboçando um sorriso.

"Omo, ainda bem!" -Fala batendo palmas de empolgação e esboça um sorriso.

Retribuo seu sorriso enquanto continuo espalhando o gel, por todo local inchado.

"Seria melhor cobrir com uma atadura..." -Falo voltando minha atenção para ela.

Ela olha para os lados, como se estivesse procurando algo.

"Eu acho que no meu quarto tem." -Fala apontando para a porta do seu quarto.

Me levanto caminho até o mesmo.

"Na gaveta do criado mudo." -Ela fala enquanto me afasto dela e me aproximando do quarto.

Chego no quarto e de cara o vejo, abro a gaveta e acho o que precisava.

"Pronto!" -Falo satisfeito com meu trabalho.

"Ficou bom!" -Ela fala olhando a atadura envolta do seu tornozelo como se o avaliace.

"Ne!" -Respondo.

"Você parece um príncipe!" -Ela fala esboçando um sorriso.

"Omo... Príncipe?" -Respondo surpreso com seu comentário.

"Ne... É super educado, gentil e bonito! Como um príncipe!" -Ela fala enquanto me olha fixamente sorrindo.

"Obrigado!" Falo feliz com o que escuto e esboço um sorriso.

Jin Pov Of


Notas Finais


Obrigada por serem!!
Até o próximo capítulo lindas(o) .
Beijo beijo beijo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...