História A Irmã do Sonic. (Shadow). - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jurassic Park, Sonic The Hedgehog
Personagens Amy Rose, Blaze The Cat, Cosmo, Knuckles the Echidna, Personagens Originais, Shadow the Hedgehog, Silver the Hedgehog, Sonic The Hedgehog, Tails Doll
Tags Detetive, Shadow, Sherly, Sonic
Visualizações 8
Palavras 1.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente! Mais um capítulo para vocês espero que gostem e tenham uma boa leitura!

Capítulo 3 - Sherlly VS Shadow.


Fanfic / Fanfiction A Irmã do Sonic. (Shadow). - Capítulo 3 - Sherlly VS Shadow.

Continuando...

-O que está fazendo aqui Tails? Achei que você iria ficar na Itália? Pergunta eu estranhando isso, que loucura. Não me diga que o chefe te pediu pra ficar de olho em mim?. Eu realmente não aguento que uma pessoa me vigie, a Amy estava ao lado dele. Amy venha comigo por favor e Tails precisamos conversar, mais agora não, estou no meio de uma investigação. Quando Tails ia falar algo, num piscar de olhos, a levei para uma lanchonete.

-O que estamos fazendo aqui? Pergunta Amy se sentando em uma mesa. Eu não quero falar com o Sonic, não vou ficar me arrastando a ele.

-Não vim falar sobre isso Amy, você conhece a Rouge The Bat?.  Ela confirma balançando a cabeça. Pode me falar sobre ela? Sabe estou investigando sobre ela, um roubo de joias que ocorreu e nessas horas, Shadow deve estar me observando em algum lugar. Só não sei onde, enfim. Pode me falar sobre ela?.

-Você não vai anotar o que eu falar?. Diz Amy quando o garçom chegou, ele entrega os cardápios e eu peso uma cerveja, me mantem concentrada, em menos de segundos ele já entrega.

-Você acha que tenho cara de que leva caneta e um bloco de notas?. Dou um gole na cerveja e Amy tinha pedido água.

-Bem a Rouge é esperta e atirada, vive com seu marido Knuckles The Echidna, ela não tem tempo para gente, é uma traidora sabe. Escutava cada palavra da Amy, pensava e pensava.

-Onde morava os pompos ladrões?. Amy paga a conta e eu continuava a beber, ainda estava sóbria. 

-É este. Ela anota o endereço e o número da casa, me entrega e eu dou um sorriso.

-Obrigada Amy, aqui está o dinheiro que fiquei te devendo por ter pagado a conta. Amy pega e num piscar de olhos já cheguei ao endereço. Quando eu entrei na casa, estava vazia, não tinha nada, apenas o Shadow, como ele sabe que vim aqui?... Ah, é... Me vigiando, não aguento mais isso.

-Quanto você quer pra para de me seguir?. Shadow sorri, ele me pega no colo e me teletransporta pra algum lugar. A luz estava bem forte, quando eu olhei, vi que era um deserto.

-Lute comigo, se eu ganhar, continuarei te vigiando. Vi que Shadow estava armado, mais com pouca munição.

-Se eu ganhar, você vai parar de me seguir. Shadow confirma e já estamos prontos para lutar.

Shadow começa lançando pequenos raios, me desvio de todos eles, eu pulei bem alto e quando eu estava prestes a cair usei meu poder de terra para criar um terremoto e estalagmites apareceram, mais Shadow se teletransporta para meu lado, quando ele ia me dar um soco,  seguro o braço dele e acerto o seu abdome fazendo ele cair, do nada ele me manda uma rasteira e caio, mais depois me levanto, ele começa a me dar socos, mais eu me machuco muito pouco, estão minha raiva estava começando a subir.

-Vamos esquentar as coisas. Diz eu, minhas mãos começam a pegar fogo, eu lanço varias bolas de fogo, todas acertam Shadow, o que faz ele cair.

-Sorte a sua que estou com preguiça. Diz ele se achando. Mais agora, vou pega pesado.

-Ah! Então aquelas outras foram só brincadeiras. Agora minhas mãos estavam frias, estava com o poder ar agora. Com movimentos na mão(parecendo o avatar) fiz um pequeno furacão de corte, Shadow se desvia e lança mais raios em mim, também me desvio, com a velocidade da luz, num piscar de olhos estava na frente do Shadow e dei vários socos nele, quando minhas mãos estão geladas, é hora de usar o poder de gelo, quando ia usa-lo Shadow de desvia e da um golpe certeiro em minha barriga com o joelho, minha barriga está doendo muito, Shadow está sorrindo.

-Já está bom de apanhar?. Eu sorri e me levanto do chão.

-Porque? Já acabou Jéssica?. Shadow fica com raiva, ele do nada fica dourado, pedras estranhas voam nele, do nada ele sorri, ah, qual é? Ele sempre sorri.

-Vamos nos divertir. Ele corre até mim, atrás dele sai raios, então fiz o mesmo, corri até ele, só que atrás de mim a água, não sei como, porque estou no meio do deserto, e acho que é dos oásis que tem por aqui. Quando estamos prestes a se bater, eu freio e ativo meu poder de gelo para de misturar com a água e Shadow vira soverte, não completamente ele só ficou preso em um tipo de iceberg, a cor dele voltou ao normal.

-Uau Shadow... Parece que te derrotei. Do nada eu escuto bem atrás de mim.

-Acho que não. Eu me assusto do nada, lho pro iceberg e não vi nada, só gelo.

-Como você escapou? Você tava preso no gelo, como... Shadow começa a rir. Quer parar de rir, só sabe rir? Pode me explicar, como você escapou?.

-Conheça o meu Chaos Control. Quando ele falou isso, ele aparece do meu lado, eu dou um pulo pro outro lado e me surpreendo ao eu ver isso. Quer ir pra casa?.

-Não vou morar aqui no deserto do Saara, sabe gostei do calor e pretendo morrer aqui.

-Tá bom, tchau, Chaos Control!. Ele some na minha frente, me assusto muito e grito que nem louca:

-Shadow, é ironia seu desgraçado! Aparece e me tira daqui!. Do nada ele aparece do meu lado, dessa vez eu não me assusto.

-Vamos embora, sabe que deu empate né?. Ele segura a minha mão e do nada, me coração bate mais forte, sinto um arrepio em mim. Se ficar com o coração acelerado e sentindo arrepio vou ficar achando que você tá gostando de mim. Ele sorri, o que me fez balançar a cabeça e rindo ao mesmo tempo.

-Em seus sonhos de princesa meu amigo. Fala logo esse Chaos Control. Ele aperta a minha mão e faço a mesma coisa, só que eu aperto mais forte.

-Chaos Control!. Só basta ele piscar o olho e já estou na frente da casa do Sonic, e tenho uma visão que eu não entendi, Sonic e a Amy, estão se beijando na porta de casa, quando eu ia agradecer ao Shadow por me trazer em casa ele já tinha ido embora.

-Alguém pode me explicar o que é isso?!. Os dois logo se separam e ambos ficaram vermelhos e envergonhados pelo que fizeram.

-Irmã eu tenho uma boa noticia eu e a Amy estamos namorando!. Isso eu já tinha notando.

-Tinha que ser na frente de casa, não podiam se agarrar em outro lugar?! Poxa pessoas devem ter olhado essa cena e meu Deus... Não quero nem imaginar o que eles devem ter falado.

-Então não imagine hora essa! Você não vai acreditar, eu me declarei a Amy, não sabia o que sentia por ela, eu realmente a amo, só não sabia se era amor de verdade. Diz Sonic feliz.

Já era hora então! Bom eu vou ligar pro meu amigo, preciso falar com ele e... Ai!. Do nada, sinto uma dor no meu estomago muito forte, Sonic e Amy me ajudam a me levantar, não foi o Shadow, aquela dor já tinha passado, isso é outra coisa, mais o que?

Sonic e Amy, me levam para meu quarto e me deitam na cama, eles me deram alguns medicamentos e começo a melhorar um pouco, mais do nada a dor ficou mais intensa,

-Chama um médico!. Grito pro Sonic ouvir, do nada, Shadow aparece do meu lado.

-O que foi? Não me diga que isso foi eu?. Ele parece preocupado.

-Não foi outra coisa, mais não sei o que é...É!!. A dor aumentava mais a cada minuto, eu não sei o que Shadow fez, mais ele me deu algo para eu beber e do nada,a minha dor desapareceu.

-O que você me deu?. Ele do nada, me dá um selinho e some. Tá legal isso foi inesperado, Sonic chega com o médico, ele faz alguns exames e ele chega a um resultado:

-Você está bem, você sentia dores, isso é normal, provável que você sinta mais dores se isso acontecer, por favor, grite. Nossa! Isso deixe comigo, agorinha a pouco virei profissional! Pode deixar!. O médico sai e Sonic ficou do meu lado.

-Como se sente?. Que tipo de pergunta é essa? Você não ouviu o médico?

-Estou bem Sonic, você não ouviu o médico?. Eu realmente não sei o que aconteceu comigo, nunca senti essa dor no estomago antes, porque só agora? Tem alguma coisa de errado nessa história. Sonic, você pode por favor, fazer uma pesquisa sobre o roubo de hoje? Sabe é que eu estou investigando.

-Está bem, vou avisar ao Shadow sobre sua saúde e quem sabe, te tirar desse emprego até você melhorar ok? Eu ia falar algo mais Sonic me interrompe. Ótimo vou ligar pra ele!. Sonic corre pra pra algum lugar e me deixa sozinha.

-Droga!. Quando eu ia me levantar Shadow aparece do nada de novo.

-Nem se atreva a se levantar. Ele me coloca na cama e me prende na cama. 

-Me solta Shadow, tá me machucando. Ele me solta e se deita do meu lado.

-Sabe que te amo e quero que você se sinta bem. Tá legal, ele enlouqueceu? Ele? Gostar de mim? Só poso estar sonhando?

-Tá legal, você bebeu, da pra sentir o bafo daqui.

-Eu te amo, como nunca amei ninguém. Ele tava falando de um modo engraçado o que me fez rir.

-Eu te amo em segredo e sempre vou te amar... Quero que saiba que eu... Te amo pra toda vida... Quer se casar... Comigo?. Meu Deus! Ele tá louco? Tá doidão esse menino, do nada ele me beija intensamente, da pra sentir o gosto do álcool daqui. Do nada Sonic aparece:

-O que está acontecendo aqui?. Fudeu pra mim... E pra ele.

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Amanhã tem mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...