História Um amor coreanono - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bts
Exibições 5
Palavras 321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Cheguei com mais um capitulo, dessa vez eu não demorei para mandar, mas espero que vcs tenham gostado






BOA LEITURA........

Capítulo 4 - O hospital


Fanfic / Fanfiction Um amor coreanono - Capítulo 4 - O hospital

Residência de Luiza

P.O.V Luiza

 Quando contei a V o que havia acontecido, e ele tinha surtado, e como eu sei que V ama o kook eu queria falar para kook que o V era Gay. Mas primeiro pensei nas consequências, e me decidi que daria tudo certo, então liguei para kook:

- Alô, kook é a Lu, eu queria te falar uma coisa – Tentando falar sem me emocionar muito – Você está ocupado ou posso falar?

- Alô, a oi Lu, pode falar não estou ocupado não – Ele achando que era tipo uma notícia grave do jeito que eu comecei a falar.

- Tá, é que eu descobri que o V é GAY – Quando falei isso parecia que ele tinha parado de respirar a ligação caiu.

- Jungkook, você tá bem – Ele não respondeu – Me responde caralho – Ele não me respondeu, então percebi que aquilo era verdade.

 Depois que aconteceu tudo com o kook eu liguei para a casa dele e perguntei o que estava acontecendo, eles disseram que ele tinha passado mal e desmaiou. Então fui até o hospital e kook estava deitado, e com a agulha no braço. Quando eu vi aquela sena comecei a chorar, porque eu encostava nele e ele não acordava, quase desmaiei junto, mas antes consegui falar com o V.

P.O.V V

 Estava deitado em minha cama quando recebo mensagem de Luiza, quando li chorei pra caramba, tipo a notícia era muito importante agora. Ao saber da notícia do kook eu corri para o hospital onde kook estava, quando cheguei chorei mais ainda, de ver ele deitado de olhos fechados.

- Luiza minha vida tá acabada puts, o amor da minha vida tá quase morrendo – Falei com os meus olhos cheios de lagrimas.

- Calma eu tenho uma ideia – Falei qual? – Que tal você der um selinho nele? – Fiquei com uma cara de trouxa, mais por dentro estava muito feliz.

 

- Tá, eu vou tentar...


Notas Finais


E ai gostaram, quase chorei quando eu estava escrevendo, mais jajá vem mais novidades para vcs <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...