História Um Amor de Infância - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yuma Mukami
Tags Descobertas, Drama, Duplicadas, Lembranças, Sakamaki Reiji, Sakamaki Shuu, Vampiros
Visualizações 160
Palavras 2.791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lírica, Magia, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


• Todas as imagens que aparecerão nos capítulos seguintes, não são da minha autoria! Eu apenas modifico algumas das imagens; os créditos vão para os devidos autores das imagens.

• Plágio é crime! Não copie as coisas dos amiguinhos :3

• Capítulo quase todos os dias.


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 7 - Sakurai Ppomo


Fanfic / Fanfiction Um Amor de Infância - Capítulo 7 - Sakurai Ppomo

 

      P.O.V Nayeon- On

 

 Eu não sei por quanto tempo eu fiquei pensando na chuva aquela noite, só sei que isso prejudicou a minha saúde.

Reiji:- Como eu esperava, você está com febre.- Ele disse tirando o termômetro da minha boca.

Nayeon:- É muito ruim?

Reiji:- Não é tão forte assim.

Nayeon:- Eu acho que eu não posso ir receber a nova noiva.

Reiji:- De maneira alguma, eu irei dar um tônico para você melhorar.

Nayeon:- Obrigado, Reiji-San.

Reiji:- Enquanto isso se arrume.- Ele saiu do meu quarto levando uma bandeja de chá.

Nayeon:- Daqui algumas horas a nova noiva irá chegar, eu não quero parecer mal para ela. Eu vou me trocar...

 Eu fui para o meu guarda-roupa e peguei uma roupa bonita, depois segui para o banheiro.

 

      P.O.V Nayeon- Off

      P.O.V Ppomo- On

 

 Logo quando eu desembarquei no Japão, chegou um carro para me levar até à mansão.

Motorista:- Bom dia, Senhorita Ppomo.

Ppomo:- Bom dia!

Motorista:- Dei-me sua mala, irei leva-la até o carro.

Ppomo:- Não precisa, eu mesma posso colocar minha mala no carro.

Motorista:- De maneira alguma, eu estou aqui para ajudar. Pode acomodar-se dentro do carro, eu vou guardar todas as suas malas.

Ppomo:- Está bem então.

 Eu entrei dentro do carro e fiquei esperando, depois o motorista entrou e assim nós partirmos para à mansão Sakamaki.

 Não parecia tão longe assim do aeroporto, nós chegamos até que rápido. Porém, está mansão era um pouco distanciada da cidade, em um local bem isolado.

Ppomo:- É aqui mesmo, Senhor?

Motorista:- Exatamente.

Ppomo:- Parece um pouco... Macabra.- Eu disse abrindo à porta do carro e saindo, rapidamente o motorista trouxe as minhas malas até à porta de entrada.- Arigato!

Motorista:- Eu lhe deixo aqui.- Ele entrou novamente no carro e foi embora.

Ppomo:- Bem, então é aqui né...?

 Eu peguei todas as minhas malas e fui até à porta, antes de apertar a campainha, eu olhei para os lados procurando por alguém. Depois eu apertei a campainha.

???:- Já vai!- Uma menina loira abriu à porta para mim.

Ppomo:- ~ Ohayou! ~

???:- Ohayou!

Ppomo:- Prazer, meu nome é Ppomo Sakurai!- Nós duas demos um aperto de mão.

???:- O meu é Son Na Yeon.

Ppomo:- Son Na Yeon?

Nayeon:- Nayeon. Bem, entre!

Ppomo:- Obrigado.

 Quando eu entrei, vi que a mansão era enorme e bem mobiliada; um lugar agradável.

Ppomo:- Só você que mora aqui?

Nayeon:- Não, há os seis irmãos Sakamakis.

Ppomo:- E aonde está eles?

Nayeon:- Provavelmente dormindo.

Ppomo:- O quê? Por que eles estão dormindo uma hora dessa?

Nayeon:- Porque... Porque eles são vampiros.

Ppomo:- Vampiros?

Nayeon:- Sim.

Ppomo:- Então vampiros existem mesmo? Que legal.

Nayeon:- Você acha isso legal mesmo?- Ela me olhou confusa.

Ppomo:- Bem, é um pouco sobrenatural isso, mas é legal.

Nayeon:- *Suspiro* ... Pelo jeito nós vamos nos dar bem.

Ppomo:- Com certeza. Agora me mostre meu quarto, por favor. Eu quero dormir, a viagem da França pra cá foi muito cansativa.

Nayeon:- Você é Francesa ou Japonesa?

Ppomo:- Japonesa, mas eu fui morar um tempo na França.

Nayeon:- Lá na França deve ser tão bonito, eu sempre quis ir para a França. Mais bem, vamos que eu vou mostrar seu quarto.

Ppomo:- Merci beaucoup!

Nayeon:- Hehehehe. De rien!

Ppomo:- Ohhh... Muito bom!

 Depois da nossa conversar, nós duas subimos para os quartos, Nayeon me ajudou a levar as minhas malas para o quarto.

Nayeon:- Aqui será seu quarto a partir de agora.

Ppomo:- É lindo. Arigato!

Nayeon:- Não me agradeça. Não foi que eu quem escolheu o quarto.

Ppomo:- Eu estou tão curiosa para conhecer esses vampiros.

Nayeon:- Você vai conhecer, quando eles acordarem para ir à escola.

Ppomo:- E que horas começa à escola deles?

Nayeon:- Nossa, nós também temos que ir para escola. Provavelmente ela irá começar umas seis horas da tarde.

Ppomo:- Tão tarde? Será que eu vou estar disposta para ir à escola?

Nayeon:- Então você deve ir dormir agora, assim você terá disposição na hora de ir para à escola.- Ela disse indo para minha cama.

Ppomo:- O que você vai fazer?

Nayeon:- Arrumar a sua cama, para você deitar.

Ppomo:- Não precisa, eu mesmo posso arrumar a minha cama.

Nayeon:- Tá bom então. Qualquer coisa você pode ir me procurar no meu quarto.

Ppomo:- Bye bye, Nayeon!

Nayeon:- Tchau!- Ela saiu do meu quarto.

Ppomo:- Ahh... Depois eu arrumo minha mala, agora eu vou dormir.

 Eu peguei a minha camisola na minha mala, eu vesti a mesma e depois fui dormir.

 

      P.O.V Ppomo- Off

      P.O.V Nayeon- On

 

 Eu estava tão fraca, pelo jeito, já havia passado o efeito daquele tônico que o Reiji me deu mais cedo.

Nayeon:- Ugh... Cof, cof, cof...- Eu deitei na minha cama e me encobri com a coberta.

 Tudo estava girando na minha cabeça, eu fechei meus olhos na tentativa de dormir, assim eu fiquei. Foi quando eu senti o colchão na minha frente da cama afundar, rapidamente eu abri meus olhos e dei de cara com o Shuu.

Nayeon:- S-Shuu-San, por que você não está dormindo? Eu pensei que...- Ele me interrompeu colocando o dedo na minha boca.

Shuu:- Shhh... Eu estou com sede, portando me dê seu sangue.

Nayeon:- Shuu-San, eu estou gripada, acho que não é bom você me sugar neste estado.

Shuu:- Os seres humanos são tão fracos, no entanto, eu não me importo com a sua saúde.- Ele avançou para cima de mim, em seguida, ele atacou meu pescoço sem eu a menos conseguir impedir.- *Morde*...

Nayeon:- S-Shuu-San... P-Pare... Eu não vou conseguir aguentar...

Shuu:- Nfufufufu. Você acha que eu me importo com você? Para mim, você é apenas uma bolsa de sangue.

Nayeon:- Shuu-San... Cof, cof...

 Quando Shuu ouviu o tom da minha tosse, ele levou sua própria mão até a minha testa.

Shuu:- Um pouco mais quente do que o normal...

Nayeon:- U-Ugh... Shuu-San, minha garganta está doendo... Minha cabeça também está...- De repente tudo começou a escurecer.

Shuu:- Nayeon? Nayeon, você está me ouvindo!

Nayeon:- ...

Shuu:- Nayeon!

 Tudo escureceu, mais o peso do Shuu encima de mim ainda dava para sentir, depois eu comecei a perder meus sentidos.

 

      P.O.V Nayeon- Off

      P.O.V Shuu- On

 

 Como essa garota pode ser tão problemática? Ela é ser humana tão fraco e frágil, eu poderia facilmente deixa-la morrer com isso agora mesmo, mais isso seria mais um problema nas minhas costas.

Shuu:- Tão quente, vou buscar algo para diminuir está febre.

 Eu tive que me levantar da cama para buscar um pano úmido. Quando eu tinha o pano úmido em mãos, eu coloquei sobre a testa dela.

Shuu:- Provavelmente isso irá tirar a febre dela. Enquanto isso eu irei descansar.

 Eu puxei uma poltrona para o lado da cama dela, então eu me sentei e dormi.

 

      P.O.V Shuu- Off

      P.O.V Ppomo- On

 

                       -Quebra de tempo-

 

 Eu havia colocado meu celular para despertar, mas eu não acordei por causa do meu celular, e sim por causa. Havia algo em minhas pernas, que estava lambendo-as e dando leves mordidas.

Ppomo:- Ugh... Mais o que é isso!- Eu rapidamente chutei aquilo e depois levantei a coberta para olha o que era.

???:- Nfufufufu. Parece que Bitch-Chan acordou.

Ppomo:- Quem é você? E por que você está no meio das minhas pernas?!

Laito:- Eu sou Laito Sakamaki.

Ppomo:- Você é um vampiro... Não é?

Laito:- Como Bitch-Chan descobriu?

Ppomo:- Uma garota que mora aqui me falou.

Laito:- Você está com medo?- Ele disse passando a mão na minha perna.

Ppomo:- N-Não... Para com isso!- Eu empurrei a mão dele.

Laito:- Nfufufufu. Quer que eu faça você sentir medo?

Ppomo:- Não, eu apenas quero que você saia daqui!

Laito:- Bitch-Chan está mostrando seu lado agressivo... Vamos, continue. Eu quero ver onde isso irá dar.- Ele sussurrou no meu ouvido, depois ele lambeu o meu pescoço.

Ppomo:- Sai daqui, Laito!

Laito:- Pare de hesitar, Bitch-Chan. Se você continuar assim, eu fazer você desmaiar, depois eu vou fazer o que quiser com o seu corpo.

Ppomo:- Nunca, você nunca irá fazer isto!

Laito:- Você irá ver quem vai fuder quem aqui, Bitch-Chan!

Ppomo:- NÃO!

 Eu estava resistindo ao máximo, lutando para que ele saísse de cima de mim e me deixasse em paz. Para minha sorte, à porta se abriu e moreno entrou no quarto, observando a cena atentamente.

???:- Era de se esperar vindo de você, Laito.

Laito:- Reiji-San, você sempre estraga a diversão alheia.

Reiji:- Eu não estou nem um pouco interessado no que vocês dois estavam fazendo, agora volte para o meu quarto e se apronte para à escola.

Laito:- Não pense que nossa brincadeira acabou, Bitch-Chan. Depois da escola, você irá se ver comigo.

Ppomo:- Uh!

 Laito saiu de cima da minha cama e foi embora, me deixando com aquele moreno de óculos.

Reiji:- E você? O que está esperando? Vá se arrumar para escola!- Ele disse colocando um uniforme sobre a minha cama e saindo do quarto.

Ppomo:- *Suspiro* ... Claro...

 Eu me levantei da cama e peguei meu novo uniforme escolar. Então eu vesti o mesmo.

 

      P.O.V Ppomo- Off

      P.O.V Nayeon- On

 

 Quando eu acordei, eu estava com um pano úmido na minha cabeça. Eu tirei o pano da minha cabeça e me surpreendi quando vi o Shuu sentando em uma cadeira; obviamente ele estava dormindo.

Nayeon:- S-Shuu-San... Mais o que...

 Eu tentei tocar no rosto dele para acorda-lo, mais à porta se abriu, me fazendo dar um pulo e recuar.

Reiji:- Mais o que...

Shuu:- Hum?- Shuu abriu os olhos e olhou para o Reiji, depois ele me encarou.

Nayeon:- Reiji-San...

Reiji:- O que você está fazendo ai deitada, vá se trocar.

Shuu:- Ela não vai para à escola hoje.

Reiji:- Eh...?

Shuu:- Se você não se importa com à saúde dela, eu me preocupo.- Ele disse ainda me olhando.

Nayeon:- Reiji-San, eu estou...- O mesmo me interrompeu.

Reiji:- Hehehehe. E você vai ficar aqui cuidando dela? Duvido que ela irá se recuperar em suas mãos.

 Shuu se levantou daquela poltrona e metralhou Reiji com os olhos, Reiji fez o mesmo; por um minuto, eu havia pensando que os dois iriam brigar.

Shuu:- ...- Ele não disse nada mesmo, apenas passou pelo o Reiji e saiu do quarto, da forma mais ignorante possível.

Nayeon:- Shuu...-San...

Reiji:- Hum... Venha aqui. Eu vou ver como está sua febre.

 Reiji colocou a mão no meu pescoço e depois na minha testa, e a mão gelada dele me acalmava um pouco.

Nayeon:- Como eu estou, Reiji-San?- Eu disse no momento em que ele tirou a mão de mim.

Reiji:- Bem quente. Eu vou ter que resolver isso rapidamente, antes que você pegue uma pneumonia.

Nayeon:- O que eu devo fazer agora, Reiji-San.

Reiji:- Eu vou ficar aqui para cuidar de você.

Nayeon:- Reiji-San, arigato gozaimasu.

Reiji:- Me agradeça depois. Agora eu vou preparar um banho morno para você, vá retirando suas roupas.

Nayeon:- Agora?

Reiji:- Você não está achando que eu estou interessado neste seu corpo, não é mesmo?

Nayeon:- Não, é só um pouco... vergonhoso.

Reiji:- Comece a tirar suas roupas e pare de frescura.- Ele foi até o banheiro, eu pude ouvir o barulho da torneira sendo aberta.

Nayeon:- *Suspiro*... Será que Shuu-San está irritado comigo?

 

      P.O.V Nayeon- Off

      P.O.V Shuu- On

 

 Eu me arrumei para à escola e fui para a limusine, todos estavam por lá, inclusive a nova noiva.

Ayato:- Grrr... Quando nós vamos sair? Porra, cadê a merda do Reiji e Chichinashi.

???:- Chichinashi? Você diz sobre a Nayeon?

Ayato:- ... E você também, Chi-chi-na-shi.

Ppomo:- Meu nome é Ppomo Sakurai, meu querido. Me respeite!

Ayato:- E você pensa que eu ligo para isso?

Laito:- *Abraça ela* Vejo que, minha Bitch-Chan e Ayato-Kun estão se entendendo.

Ppomo:- Minha?! Como é que é?

Kanato:- Teddy, Ppomo-Chan está sendo indiferente com a gente. Ela não sabe que pode morrer a qualquer.

Ppomo:- É impressão minha, ou ele está com um ursinho de pelúcia?- Ele murmurou.

Kanato:- O QUE VOCÊ TEM CONTRA O TEDDY?!

Ppomo:- N-Nada... Desculpa por ferir seus sentimentos...

Laito:- Hehehehe. Bitch-Chan, você é tão engraçada.

Ayato:- Puff... A garota nem mal chegou aqui, e o Laito já está apaixonado.

Laito:- O que você disse, Ayato-Kun? Está com ciúmes?

Ayato:- Eu com ciúmes de vocês dois?! Ah, tá.

Laito:- Não esconda, você está morrendo de ciúmes por Bitch-Chan estar gostado mais de mim.

Ayato:- Hã?!

Laito:- Você sempre sentiu ciúmes por causa das noivas sempre gostarem de mim, deve ser porque você é um lixo.

Ppomo:- Laito-Kun, não diga uma coisa dessas... Tudo mundo já sabe...

Ayato:- VOCÊ ESTÁ PEDINDO PARA MORRER, GAROTA!

Laito:- NÃO SE PROXIME DELA!

Subaru:- *Suspiro* Quando o Reiji e a Nayeon iram chegar?- Ele perguntou para mim.

Shuu:- Eles não iram vir...

Subaru:- E o que estamos fazendo aqui esperando?

Shuu:- Uhh... Nós podemos ir então...

Ayato:- Eh...? Chichinashi e Reiji ainda não estão aqui?

Ppomo:- Nayeon não vai vir? Ah, não...

Laito:- Não se preocupe, Bitch-Chan. Eu estarei aqui para cuidar de você.

Ppomo:- Puff...

Shuu:- Eles não iram vir...

 

      P.O.V Shuu- Off

      P.O.V Nayeon- On

 

 Eu estava no banheiro me olhando no espelho, apenas de roupão, enquanto Reiji ainda preparava o banho para mim.

 Neste exato momento a limusine deve estar bem longe daqui, e eu ainda estou preocupada com o Shuu-San, se ele está chateado comigo de alguma maneira.

 Eu estava perdida nos meus pensamentos, quando sinto a mão gelado do Reiji tocar o meu pescoço, me fazendo assustar.

Reiji:- Ainda está com febre.

Nayeon:- Reiji-San, eu posso entrar na banheira agora?

Reiji:- Entre. Enquanto você toma um banho, eu vou preparar um tônico para você tomar.

Nayeon:- Claro, Reiji-San.

 Reiji se virou e saiu do banheiro, então, eu me senti um pouco mais segura para tirar o meu roupão e entrar na banheira.

Nayeon:- ~ Ahh ~ Agua está tão boa... ... Atchim!... Snif...  Mais eu não...

 Eu fechei meus olhos e me afundei na agua. E, novamente eu fiquei perdida nos meus pensamentos.

 

      P.O.V Nayeon- Off

 

                               -Lembranças On-

 

 Os trigêmeos e Nayeon, estavam sentados no jardim brincando de verdade ou desafio, foi quando chegou à vez da Nayeon.

Ayato:- Agora é sua vez, Nayeon.

Laito:- Sim, e quem vai falar é o Kanato.

Kanato:- Verdade ou desafio, Nayeon?

Nayeon:- Mmm... Desafio.

Laito:- Desafio? Tem certeza?

Kanato:- Ela não pode mudar mais, Laito!

Ayato:- Sim, ela já escolheu.

Laito- Bem...

Nayeon:- Vamos! Eu quero meu desafio!

Laito:- Hey, Kanato-Kun!- Laito se aproximou do Kanato e sussurrou algo no ouvido dele.

Ayato:- Isso não vale, Laito!

Laito:- Só estou dando uma ideia para Kanato-Kun.

Ayato:- Mais...

Kanato:- Hey, deixe eu falar! Bem, eu desafio você... A dar um beijo no Reiji.

Nayeon:- O quê? Na bochecha né?

Kanato:- Não, na boca.

Nayeon:- NÃO!- Ela corou.

Laito:- Melhor o beijo, do que pagar o mico.

Nayeon:- Ele vai ficar bravo comigo se eu fizer isso.

Ayato:- Então, você terá que pagar o mico.

Nayeon:- N-Não... Sim... Não!

Laito:- Hehehehe. É sim, ou não.

Ayato:- Ela está com medo que o namorado dela fique com raiva.

Nayeon:- O quê?! M-Meu namorado.

Laito:- Ué? Shuu-San, você não está namorando com ele?

Nayeon:- Claro que não!

Kanato:- Então aceite o desafio.

Nayeon:- ... T-Tá, eu vou...

 A garota se levantou do chão e foi em direção ao moreno, com seu coração batendo muito rápido.

Nayeon:- Reiji-San.

Reiji:- Hum...? Nayeon, o que foi agora? Você não vê que eu estou ocupado?- Ele volta sua concentração para o seu livro.

Nayeon:- Reiji-San, olhe para mim!

Reiji:- ...

Nayeon:- Uhh...

 Nayeon armou um plano, ela primeiro se escondeu atrás da cadeira em que Reiji estava sentado.

Nayeon:- Reiji-San, olhe para cima.

Reiji:- Hum?

 Quando o moreno olhou para cima, a garota se baixou e pressionou seus lábios juntos aos dele.

Reiji:- Mmm!!!

 Enquanto os dois estavam ali, os trigêmeos estavam se escondendo atrás dos arbustos, vendo tudo o que estava acontecendo ali.

Ayato:- Ela conseguiu, que droga!

Laito:- Hehehehe. Ela é boa.

Kanato:- Podemos voltar a brincar agora?

Ayato:- Podemos, só quando ela voltar.

Laito:- Parece que vai demorar um pouco.

Ayato:- Eh? Sério? Puff... Que merda. Vamos fazer outra coisa por enquanto.- Eles saíram correndo para o jardim novamente.

 Nayeon estava tentando sair dali para brincar, mais Reiji estava segurando a nuca dela, foi quando ele se levantou e agarrou ela, aprofundando ainda mais o beijo deles.

Nayeon:- Nn... R-Reiji...-San... ... Solte-me...

Reiji:- Nhm...

Mordomo:- Senhor Reiji.

Reiji:- Nm...! O quê?- Ele separou o beijo rapidamente, um pouco corado.

Mordomo:- Senhora sua mãe está lhe chamando para seus exercícios diários.

Reiji:- Estarei indo imediatamente.

 O mordomo se distanciou dos dois, então, o garoto rapidamente solto Nayeon.

Reiji:- Nunca mais faça isso.- Ele pegou seu livro e saiu.

Nayeon:- E-Ele beija... a-até que bem...- Ela acariciou os próprios lábios.

 

                             -Lembranças Off-

 


Notas Finais


Escrito com carinho ~ ♥

Espero que tenham gostado, beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...