História Um Amor de Promessas(Imagine-Suga(BTS)). - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jungkook, Personagens Originais, Suga
Visualizações 101
Palavras 1.516
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora. Boa leitura e não me matem.

Capítulo 6 - Revelações - Primeira Promessa


- E-euu estou com tanto medo, meu corpo doí, o-o lugar onde aquele homem bateu está queimando no meu corpo – Você começa a tremer... Suga que estava atrás da porta arregala os olhos assustado com o que você disse.

Ele pensa: O que... o que ela acabou de falar?

- Isso já passou meu amor, não precisa se preocupar, eu sei que foi horrível o que você passou não consigo nem imaginar, mas está tudo bem... – Você a abraça fortemente enquanto cai lágrimas dos seus olhos.

Enquanto isso Suga ainda está atrás da porta com um olhar muito triste e tentando entender o que estava acontecendo... ele se vira para entrar.

- Suga? Eh coloque os cobertores aqui – Ele vai colocar e nessa hora seu pai aparece com o remédio e a água.

- Beba filha...

Você engole.

- Ela vai ficar bem? – Suga pergunta.

- Sim, vai ficar tudo bem... ela já tomou o remédio, ela só precisa descansar...

Você começa a se acalmar e fecha os olhos lentamente até que dormiu.

- Alguém pode me explicar o que está acontecendo? – Suga olha para o seu pai e a mãe dele.

- Yoongi... você deve ter ouvido tudo.

-Nós devíamos ter te contado antes... vamos lá para baixo, eu vou te explicar... – Seu pai ordena.

- Okay... – Antes de sair ele te olha dormindo e sai do seu quarto.

Chegando na sala de estar todos se sentam, seu pai, Sana, Sungjoo e Suga.

- Pronto agora podem me explicar o que está acontecendo? Por que a S/N ficou daquele jeito, ela parecia estar sentindo tanta dor...

- Ela tem um grande trauma de infância, pois causa de algo que envolve isso eu tive que trazê-la para Seul sem dar explicações... – Seu pai começa a explicar.

- Como assim? Eu não estou entendendo...

- Calma filho, você vai entender... – Sungjoo tenta acalmar Suga.

- Não se assuste com o que vai escutar... – Foi a vez de Sana acalmá-lo.

- Eu não sou o verdadeiro pai dela... – Suga se assusta – eu sou o melhor amigo do pai de verdade dela, o mesmo acabou morrendo antes dela nascer – Suga fica calado com a história – a mãe dela muito tempo depois acabou se casando novamente e o padrasto dela a odiava por achar que ela atrapalhava a vida dos dois e por sempre receber mais atenção, por isso sempre a tratava mal, ela sofreu muito, a S/N não gostava dele também... à mãe dela ficou doente e acabou falecendo, com isso a S/N ficou sozinha com aquele desgraçado. Ele não queria cuidar dela, a S/N sentia muita falta da mãe, então chorava todos os dias, o que aquele homem detestava e... – Ele hesita e o Suga permanece paralisado – batia fortemente nela, isso acabou trazendo um grande trauma para ela, sempre que ela vê algum tipo de violência é como se ela voltasse para o passado e passasse por tudo aquilo novamente...

- En-então foi por isso que ela... – Suga diz enquanto recordava: “E-euu estou com tanto medo, meu corpo doí, o-o lugar onde aquele homem bateu está queimando no meu corpo’’

- S/N... o que aconteceu com aquele infeliz, como ele teve coragem para levantar a mão para uma pessoa que nem a S/N – Ele fala com uma voz de raiva.

- Eu não sabia o que estava acontecendo, um dia eu encontrei a S/N sozinha na rua, ela estava totalmente destruída psicologicamente, a levei para casa e ela não falava quase nada, ela só conseguia desenhar e me contar o que tinha acontecido, eu consegui colocar o desgraçado na cadeia, só que pouco tempo depois eu descobri que ele havia saído da cadeia.

- O QUE? Como assim aquele psicopata foi solto... deviam ter jogado a chave da cela no oceano.

- Eu também acho, eu deduzi que ele poderia querer ir atrás dela para se vingar, então tratei de tirá-la do país o quanto antes...

Suga fica calado e com a cabeça abaixada, de repente ele se vira.

- Licença, vou ver como ela está...  – Ele sobe a vai até o seu quarto.

- Ele vai ficar bem...? – Sana pergunta aos outros.

- O Yoongi não é fraco, foi bom ele ter escutado isso, ele parece ser um cara frio mas gosta de ajudar as pessoas, principalmente de quem ele gosta... – Todos se olham quando Sungjoo fala isso.

Enquanto isso no seu quarto:

Suga entra no seu quarto e te olha dormir, vê que você está descoberta e coloca um cobertor em cima de você.

- Você é tão forte... mesmo depois de você ter sofrido tanto, ainda consegue sorrir, de onde você tira tanta força assim sua pirralha – Ele começa a chorar – eu prometo que vou te proteger daqui em diante e não vou deixar mais ninguém te machucar assim, eu Min Yoongi juro pela minha honra e por tudo o que é mais sagrado para mim que eu vou proteger o seu sorriso – Pega na sua mão e se senta em uma cadeira do lado de sua cama ao ver que você está tendo um pesadelo.

- Está tudo bem, tudo bem... eu estou aqui com você – Você começa a se acalmar...

Suga acaba dormindo, e ao amanhecer:

- Será que a S/N está bem? Vou ver como ela está... – Ao entrar no quarto Sana vê vocês de mãos dadas dormindo – wow, que fofinhos, preciso tirar uma foto – Ela vai o quarto dela e pega uma câmera e tira a foto.

 - Ahh – Ela coloca a mão na boca abafando o grito – que lindos, viraram meu otp supremo – Sorri e sai do quarto.

Pouco tempo depois você se acorda e se depara com alguém segurando sua mão.

O-O QUE? O que que o Suga está fazendo aqui? Ahh que vergonha ele me viu naquele estado ontem... pensando bem, o Suga é bem bonito dormindo assim, sorri... você se aproxima o seu rosto do dele e ele se mexe, você se afasta e ele se acorda.

- Que... – Ele olha para as mãos de vocês e solta a sua rapidamente enquanto cora e se levanta rapidamente.

- Ehhh nã-não pense besteira, eu só vim aqui por que fui obrigado... – Você dá um sorriso de lado e percebe o quanto ele ficou preocupado com você... você se levanta.

- Não faça isso – Ele  coloca a mão no seu ombro te impedindo de se levantar... seus olhos se cruzam e vocês se olham intensamente.

- Ehhh, não vá hoje para a escola você precisa descansar...

- Mas eu me sinto melhor, preciso ir hoje... não posso perder aula.

- Eu peço para o professor justificar a sua falta... – Você olha para ele assustada.

- O que deu em você para ficar bonzinho assim de repente?

- Por que você está reclamando? Só não quero que piore, minha mãe vai ficar brava comigo caso você passe mal novamente, como eu disse não quero tomar conta de uma pirralha como você...

- Seu insensível...

- Faça o que quiser... – Ele sai do quarto e dá um sorriso enquanto vai em direção ao quarto dele.

Você sente seu coração.

- O que está acontecendo comigo? – Depois de um tempo você vai se arrumar e desce para o café da manhã.

- S/N você está melhor? – Seu pai lhe pergunta enquanto você se sentava em uma cadeira e Suga te olhava.

- Sim seu hyung...

- Que bom que está melhor... tem certeza de que quer ir hoje para a escola? – Você balança a cabeça confirmando - ... então tudo bem...

Você toma seu café da manhã enquanto Suga te olha, Sana está de olho em tudo e sorri discretamente.

Você termina e vai pegar suas coisas, se despede de seu pai e de Sana, que pedem para você se cuidar bem.

Você caminha do lado do Suga que por incrível que pareça, ele diminuiu seus passos para que ele ficasse ao seu lado... o que você achou estranho... você se distrai um pouco e Suga te puxa de repente.

- Cuidado... toma cuidado você quase se esbarrou com um homem.

- Oh desculpa.

- Está se sentindo bem...?

- Você não quer saber o que aconteceu comigo ontem?

- Não me interessa... se você quiser me contar tudo bem, senão tudo bem também, agora anda mais rápido senão eu vou chegar atrasado e você me atrapalha.

- Suga... – Você dá um sorriso e segue ele.

Vocês chegam na sala e o professor já havia chegado, por sorte vocês conseguem entrar e se sentar em seus lugares... você conversou com J-Hope durante a aula e o Suga observa vocês.

- Qual vai ser o nome do filho da S/N e seu? – Jungkook o provoca e sorri.

- O-oque... – Ele cora.

- Se continuar olhando assim para a S/N ela vai acabar te dando um filho – JK ri.

- Cala essa boca, nada haver...

- Você está estranho desde o dia em que essa garota entrou nessa escola... você gosta dela? Se for isso vai ser legal para você esquecer de tudo que aquela garota te fez Suga... – Suga faz um olhar triste.


Notas Finais


Dúvidas a mais nesse capítulo?
Só posso dizer que as respostas estão chegando.
Hehe amo vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...