História Um amor de vida dupla - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabrina, Tikki, Wayzz
Tags Adrinette, Ladynoir
Visualizações 59
Palavras 1.221
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores, voltei! Espero que gostem da nova temporada! Bora para o capítulo!

Capítulo 18 - 2 temporada- Paris



~Londres~
~3 anos depois~


Depois da morte dos meus pais tive que vir para Londres viver com a minha tia Lauren.
Sem dúvida que o que me custou mais foi despedir-me dos meus amigos, principalmente do Adrien. Durante estes 3 anos, sempre que comprava uma revista aparecia o Adrien. Soube que ele conseguiu ser modelo.
 Quando cá cheguei à minha tia recebeu-me muito bem. A minha tia Lauren era irmã da minha mãe e, infelizmente, não foi ao seu funeral porque não conseguiu. A minha tia tinha o cabelo preto azulado, como o da minha mãe, mas mais longo, até ao meio das costas, era elegante, tinha uma pele mais clara do que a da minha mãe e os olhos castanhos. Trabalhava como estilista numa empresa muito famosa mundialmente pois, como eu, a minha tia sempre teve o sonho de se tornar estilista.
A escola em Londres era fantástica. Conheci imensas pessoas maravilhosas e com grandes expectativas para a vida. 
Com 16 anos comecei a trabalhar num café ao lado do prédio da minha tia. Eu disse-lhe que queria começar a juntar dinheiro para que, quando tivesse 18 anos pudesse abrir um estúdio de design. Ela disse que mesmo assim me iria ajudar com o que eu precisasse.


~9h da manhã~


Acordei e fiz a minha higiene. Vesti um vestido vermelho vivo, calcei uns sapatos de salto alto pretos, um colar com uma cruz preta, uns brincos em forma de rosa vermelhos e soltei o cabelo, com uma bandolete preta. Hoje era o meu dia de anos. Finalmente iria fazer 18 anos e voltaria para Paris dentro de alguns dias. Desci as escadas até à cozinha.
Lauren- Parabéns minha querida!
Eu- Obrigada tia!
Lauren- Aqui está o teu presente! Espero que consigas realizar os teus sonhos daqui para a frente!
Abri o envelope e vi 5 maços de notas de 100€. Abri a boca surpreendida e perguntei:
Eu- Tia, quanto dinheiro está neste envelope?
Lauren- Cerca de 30,000€. Mas é para conseguires realizar os teus sonhos.
Eu- Eu... eu não posso aceitar.
Lauren- Tu vais aceitar, é como eu te posso ajudar. E se precisares de mais alguma coisa não hesites em dizer! Oh, os teus pais iam ficar tão orgulhosos na mulher em que te tornaste!
Eu- ...
Uma lágrima escorreu pelo meu rosto.
Lauren- Desculpa querida, eu sei que ainda é difícil falares sobre eles.
Eu- Está tudo bem. 
O dia passou num instante e, no final da noite, eu tinha 30,000€ que a minha tia me deu e 30,000€ que eu tinha ganho com o meu trabalho de empregada durante estes 2 anos. Eu paguei o meu bilhete de avião e telefonei a um amigo meu.


~Ligação ON~
Eu- Já comprei o meu bilhete para daqui a dois dias. E tu?
xx- Também eu. Parabéns doida!
Eu- Obrigada. Estou ansiosa para ir para Paris, e começar a minha vida outra vez.
xx- Ainda bem. Bem depois vemo-nos no aeroporto. Beijinhos princesa.
Eu- Beijos.
~Ligação OFF~


Este dia matou-me. Vesti o pijama e fui dormir.


~2 dias depois~


A minha tia pagou-me o voo e levou-me no carro dela até ao aeroporto.
Lauren- Bom, é aqui a despedida querida. Boa sorte querida.
Eu- Obrigada tia.
Saímos do carro e demos um abraço apertado. Ela deu me ainda 1,000€ para o que eu precisasse nestes próximos dias. Eu peguei nas minhas malas e entrei no aeroporto com o meu voo já a ser anunciado:
"ATENÇÃO PASSAGEIROS DO VOO 147 PARA PARIS: PARTIREMOS DAQUI A 30 MINUTOS. DIRIJAM-SE PARA AS CABINES DE ENTRADA DO AVIÃO. OBRIGADA"
Não tive tempo de ligar ao meu amigo e tive que ir logo para avião. Infelizmente não ficamos juntos no avião e, durante as 2:30h de voo, eu estive a dormir.


~Paris~


Quando saí do avião fui falar com o meu amigo.
Eu- Olá.
xx- Oi.
Eu- Olha, eu tenho cá casa em Paris portanto eu vou lá ficar. Tu vais ficar em casa dos teus tios?
xx- Sim, não te preocupes flor. Vá, depois combinamos alguma coisa. 
Ele deu me um beijo na face e foi-se embora.
Chamei um táxi e fui para casa. Em Paris ainda era de manhã e estava um sol arrasador. Enquanto andava de táxi olhava para a paisagem e relembrava toda a minha infância. Finalmente cheguei à pastelaria. Retirei as minhas malas do táxi, paguei 50€ ao motorista e quando abri a porta de casa um clima de tristeza invadiu-me. Há 3 anos que já ninguém aqui vinha. Estava tudo cheio de pó e teias de aranha, e um cheiro a mofo com tristeza pairava no ar. A casa estava tão vazia. Pensei que podia arranjar alguém para viver comigo, para ficar no quarto dos meus pais, tipo a Alya. Verifiquei a água e a eletricidade. Não funcionavam. Decidi deixar as minhas coisas no andar de baixo, onde era a pastelaria, e ligar a uma empresa de limpeza. Chegaram em 5 minutos e eu disse para limparem o andar de cima e a pastelaria. Liguei para a central de eletricidade e de água para ligarem tudo e assim fizeram. Decidi ir ao shopping comer uma pizza, comprar roupa e ao mercado comprar comida. No final da tarde ligaram-me a dizer que já tinham acabado o serviço e eu fui direta para casa. Jantei uma taça de sopa que fiz e comi uma maçã. Liguei a uma companhia de mudanças e disse que precisava que fossem a minha casa no dia seguinte retirar mobília da pastelaria para a poder dar para a caridade e eles disseram que logo de manhã estariam prontos ao serviço, às 10h da manhã. Desliguei a chamada, as luzes e subi para o meu quarto. Estava tudo como eu tinha deixado. Vesti o meu pijama e deitei-me, acabando por adormecer.


~de manhã~


Acordei às 8:30h da manhã. Fiz a minha higiene, vesti o meu fato de treino e apertei o cabelo num rabo de cavalo. Tomei um pequeno almoço leve e fui dar a minha corrida matinal. Já haviam imensas pessoas acordadas e quando eu cheguei a casa eram 9:15 e tomei um duche rápido. Vesti uma blusa de alças branca com flores vermelhas, umas calças brancas, umas sapatilhas brancas, uns brincos pequenos vermelhos em forma de rosas e apanhei o cabelo num rabo de cavalo. Quando desci para a cozinha tocaram à campainha e eu desci até à pastelaria. Eram dois homens musculados e bronzeados.
XX- Olá, somos da companhia de mudança. 
Eu- Olá, eu sou a Marinette.
XX- Nós somos o Rúben e o Carlos. Então o que é que é para mudar Sra. Marinette?
Eu- Só Marinette por favor. Bom, eu quero que levem toda a mobília.
Rúben- Sim, não se preocupe, tratamos disso num instante.
Eu- Muito obrigada. Qualquer coisa eu estou lá em cima, é só bater à porta.
Subi para casa e fui arrumar as malas. Quando acabei já eram 11:45h. Ouvi umas batidas na porta e fui abrir.
Eu- Sim?
Rúben- Já acabámos. Precisa de mais alguma coisa?
Eu- Não. Quanto é?
Rúben- 100€.
Paguei, acompanhei-os até à saída, voltei a subir e fui fazer o almoço. Quando acabei de fazer o comer comi e no final decidi ir a um bar. Fui ao mais próximo, chamado Music Bar. Só não esperava reviver a minha juventude naquele exato momento.
 


Notas Finais


Olá amores! Espero que tenham gostado do novo capítulo.
Queria agradecer aos novos favoritos, ~paintcolor , ~Mari20000211112 , e à ~Kougami214 por favoritar a história e por a publicitar. Quero também agradecer especialmente à minha querida leitora ~CrazyKawaii6 por me apoiar ao máximo nesta história, e dedicar-lhe este novo capítulo.
Leitoras fantasmas, comentem e, se puderem, divulguem a história se gostarem dela, para esta fanfic poder crescer e me dar motivação para escrever. Beijos e até ao próximo capítulo!😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...