História Um amor diferente.. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Visualizações 109
Palavras 1.151
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite 💙

Capítulo 2 - Ele vai dormir aqui?


Fanfic / Fanfiction Um amor diferente.. - Capítulo 2 - Ele vai dormir aqui?

P: como vc n sabe? _diz rindo_

B: me mudei hj para cá _diz olhando para a casa_ 

P: eu percebi. Nunca te vi com a família Roberta _diz meio sem graça_

B: é.. na vdd sou uma tatto..  _diz sem graça_ 

P: tatto? Esse Sobrenome é famíliar _diz olhando para a mesma_ 

B: é.. na vdd nem sei quem são.. n os conheci _diz com uma lágrima saltando para fora de seus olhos_ 

P: ei n fica _diz se aproximando da mesma e secando a lágrima_ 

B: queria poder ter conhecido eles.. já sofri tanto _diz com mais algumas lágrimas_ 

P: n fica assim _diz acariciando seu rosto_ 

B: como n ficar? _diz olhando no fundo dos seus olhos_ 

P: n pensa nisso _diz pondo uma mecha de seu cabelo para trás da sua orelha_ 

B: ok não vou _digo secando as últimas lágrimas_ vamos procurar essa tal sala de jogos _digo puxando o mesmo pela mão_ 

P: vamos _digo seguindo a mesma_

Andamos até um mordomo 

B: colicença _digo olhando para o mordomo_

M: sim madame _diz me olhando_ 

B: onde fica a sala de jogos? _digo com educação_ 

M: ham.. siga a direita e depôs vire a esquerda madame _diz apontando_ 

B: muitíssimo abrigado _digo puxando o Pedro_ 

P: ei calma _digo fazendo a mesma ir d vagar_ 

B: opa desculpa me empolguei.. faz tempo q n faço amigos _digo com um pouco de insegurança_ 

P: como assim? _diz curioso_ 

B: besteira minha.. Olha chegamos _diz mudando d assunto_

P: nossa q top aqui.. vamos jogar minecraft? _diz se sentando em uma cadeira a frente do computador_ 

B: como se joga? _digo me aproximando da tela_ 

P: assim o _explica como funciona_ entendeu? _diz me olhando_

B: a sim _digo simpática_ 

P: blz senta aí bora jogar juntos _diz arrumando para mim_ 

B: sério? _digo me sentando na cadeira_ 

P: claro pq n? _diz olhando para mjm_ 

B: sla kkk _digo mexendo no computador_ 

Jogamos por um tempo até o mordomo vir até mim 

M: madame _diz pondo a mão em minha cadeira_

B: Sim _digo educadamente_ 

M: o jantar está servido _diz me olhando_ 

B: a claro obg _digo fechando o jogo_ 

M: colicença _diz se retirando_ 

B: ham vamos? _digo me levantando_ 

P: sim _diz desligando o computador_ 

Fomos até a mesa de jantar q era enorme tinha várias comidas.. estava sentando na ponta meu "pai" ao seu lado esquerdo minha "mãe" e ao direito João ao lado dele tava a Elizabete e do lado dela várias cadeiras vazias.. Pedro se sentou ao lado dela.. Eu me sentei ao lado d minha "mãe" 

S: mostrou a sala de jogos a ele? _diz me olhando_ 

B: sim senhora _digo arrumando o paninho estendido em minhas coxas demonstrando educação_ 

M: podem se servir se sintam em casa _diz se servindo_ 

Esperei minha "mãe" me dar o sinal no qual eu poderia me servir.. logo ela deu.. me servi com cuidado afinal n queria arruinar aquele jantar tão chique.. quando olhei meus talheres havia vários! N sabia por qual começar.. então resolvo pedir ajuda a minha "mãe"

B: "mae" como q usa os talheres _digo cochichando_ 

S: de dentro para fora _diz cochichando_ 

B: ok _digo fazendo o q ela falou_ 

Comemos e conversamos bastante.. logo termino 

B: colicença _digo me retirando da mesa_ 

P: licença _diz se retirando também_ 

Saio dali e vou para o meu quarto.. Pedro havia me seguido.. me jogo na cama e fico mexendo no cel q minha "mãe" havia me dado 

P: posso entrar _diz batentdno na porta_ 

B: claro _digo me ajeitando na cama_ 

P: colicença _diz entrando_

B: vc estuda _digo sentando na cama_ 

P: sim no colégio **** [imaginem o nome] _diz se sentando na cama_ 

B: nossa q legal.. segundo minha "mãe" Irei estudar lá _digo olhando para ele_ 

P: as aulas começam depois d amanhã _diz olhando para o quarto_

B: mais ja? _digo meio sem graça_ 

P: sim _diz olhando para a mesma_ 

B: hum.. qual sala vc tá? _digo curiosa_ 

P: eu tô na sala 2° A _diz olhando para mim_ 

B: fez niver esse ano?  _digo mais curiosa ainda_ 

P: sim e vc? _diz curioso_ 

B: 2° B ou A n sei ainda _digo mexendo na almofada_ 

P: se vc for ficar no B muda para o A aí a gente pode ser amigos _diz sorrindo_ 

B: seria legal _digo meio sem graça afinal n gosto de amigos_ 

P: parece q vc n gostou da ideia _diz meio chateado_

B: n é isso.. _digo tentando animalo_

P: vc n gostou d mim né? _diz me olhando_ 

B: claro q gostei.. só o problema é q eu n sou de me inturmar muiro menos de ter amigos _digo olhando para baixo_ 

P: pq?  _diz triste_ 

B: muitas amizades ms levaram para o caminho ruim _digo isso e uma lágrima escorre_ 

P: como assim? _diz sem entender nada_

B: meu primeiro amigo me fez fugir do orfanato.. meu segundo amigo me engravidou.. diante disso nunca mais fiz amizades _digo chorando_ 

P: ele assumiu? _diz me olhando_

B: n ele me entregou para a polícia! Ele roubava.. e nisso ele me culpou.. dei meu filho para o orfanato _digo entre lágrimas_

P: desculpa ter perguntando _diz meio sem graça_ 

B: tá tudo bem _diz secando as lágrimas_ 

P: acho Q já vou indo _diz se levantando_ 

B: não _digo sem pensar_ quer dizer dorme aqui.. no quarto de hóspedes pf _digo isso e ele me olha confuso_ 

P: ok.. mas pq? Vc disse q n gosta d ter amigos _diz me olhando_ 

B: posso tentar pelo menos _digo com um sorriso meio sem graça_ 

P: ok _diz se sentando novamente_  vou lá falar com minha mãe já volto _diz saindo pela porta_ 

B: ok _digo pegando um pijama (notas finais) do armário e indo para o banheiro.. entro no mesmo e me troco.. tiro a make e me sento na cama fico mexendo no cel 

Narrando Pedro 

Nossa essa bibi ela é linda! Desço as escadas e vou falar com minha mãe 

P: colicença _digo me aproximando da minha mãe_ 

E: oi filho _diz me olhando_ 

P: posso falar com vc mãe? _digo educadamente_ 

E: mas é claro _diz se afastando dali_ 

P: eu poderia por um acaso dormir aqui? A bibi é nova e tals queria ajudar ela _digo olhando para ela_ 

E: claro mais juízo em _diz me abraçando_

P: obg mãe _digo devolvendo o abraço_ 

E: se comporta _diz voltando para a roda de conversas deles_ 

Subo novamente as escadas e vou até o quarto da bibi.. chego lá me deparo com ela de pijama.. nossa ela é linda  

Narrando Bibi

Logo vejo Pedro na porta me observando 

B: n vai entrar _digo dando uma leve risada_ 

P: claro licença _diz entrando_ 

B: e aí? _diz empolgada_ 

P: ela deixou _nosso bibi me abraça bem forte_

B: ebaaa _digo abraçando o mesmo_

O pq eu fiz isso? Nem eu sei.. só fiz mesmo 

Ctt


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...