História Um Amor Diferente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Palavrões, Romance, Vingança
Exibições 2
Palavras 754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


OI
KKLLLLKLLLKLKKJJJKJKKJKJ

Capítulo 1 - Um Amor Diferente, 1


Yay, primeiro capítulo da fanfic :') ALELUIA, enfim, boa leitura e.e

Me perdoem pelos erros de português, por partes sem nexo e por qualquer erro de português, desculpem também pelo capítulo ser tao pequeno :')

---------------------------

Armin me puxou pela cintura e caímos em sua cama

Armin: Sabia que te amo?
Jullye: Sabia, se você não me amasse, você não me namoraria *eu dei uma leve risada*
Armin: Palhaça. 5 segundos pra correr
Jullye: Que
Armin: 2 ..
Jullye: CALMA CARALHO 

Eu sai correndo o mais rápido que pude, ele veio atrás de mim, corri pela sala, cozinha, até que entrei no banheiro e fechei a porta bem na cara dele, e girei a chave 

Jullye: Ufa *Dei um suspiro de cansaço e ao mesmo tempo de alívio*
Armin: ABRE ESSA PORRA AI CARALHO 
Jullye: PRA VOCÊ ME PEGAR E FAZER COSQUINHAS? NUNCA!!!
Armin: Então eu derrubo
Jullye: É a sua casa mesmo, pode derrubar *eu segurei o riso*
Armin: Vaaaaiii por favor, abreee 

Eu abri a porta bem devagar, e vi ele com um leve sorriso no seu rosto, ele estava sem camisa, só de bermuda, ele tava sentado no chão e com as costas encostadas na parede

Jullye: Olá terráqueo, eu venho em paz *disse enquanto eu saía do banheiro*
Armin: Eu sei disso 

Ele se levantou e me deu um beijo bem carinhoso e fomos em direção a sala

Jullye: Sua mãe tá demorando não acha?
Armin: Deve ter passado na casa de alguma amiga dela, eu acho
Jullye: Liga pra ela
Armin: Só falta achar meu celular 

P.O.V Armin

Nós começamos a procurar meu celular, Jullye estava procurando na sala e eu fui para meu quarto ver se estava lá. Achei ele debaixo da mesa do meu computador

Armin: ACHEI, TA AQUI NO MEU QUARTO
Jullye: Liga pra ela agora
Armin: Ok

Procurei "Rainha Suprema" na lista de contatos e achei, apertei em ligar e começou a chamar

*CELULAR ON*

Armin: Senhorita Amélia Rodrigues onde a senhorita está?
Amélia (Mãe): Senhor Armin Gamer Supremo, eu estou aqui no mercado, você vai querer alguma coisa?
Armin: Hm, to pensando em fazer uma maratona de jogos com a Jullye, então traz 1 refrigerante de 2 litros, uns biscoitos e uns salgadinhos
Amélia (Mãe): Meu Deus do céu, até hoje me pergunto como você não virou um obeso 
Armin: Macumbas secretas mãe, macumbas secretas …
Amélia (Mãe): Depois me ensina tá? (Ela deu uma risada)
Armin: Tchau mãe 
Amélia (Mãe): Tchau meu amor, já já eu chego, beijo 

*CELULAR OFF*

Jullye: Ta tudo bem com ela?
Armin: Sim, ela ainda esta no mercado
Jullye: Hm, ok. Vamos fazer o que?
Armin: Vamos dar uma volta, que tal?
Jullye: Pode ser ..

P.O.V Jullye

Eu e Armin fomos para uma praça que tinha ali perto, nós sentamos em um banco em frente à um lago, Armin me olhava com um olhar carinhoso, mais carinhoso do que o normal, ele colocou seu braço ao redor do meu ombro e me puxou para mais perto dele.

Armin: Você é incrível *Ele disse com brilho nos olhos*
Jullye: Para com isso, bobo *Fiquei toda sem graça. Dei uma risada e olhei pra baixo*
Armin: É sério *Ele continuou à me admirar*
Jullye: Para de ficar me secando
Armin: Parei *Ele riu e voltou a olhar pra frente*

Armin recebeu uma mensagem, era a mãe dele pedindo pra ele ir pra casa, pois queria ajuda para arrumar as compras. Eu e Armin fomos andando até sua casa, chegando lá começamos tirar as coisas da sacola e guardar no armário e na geladeira. Ate que meu celular tocou, era a ligação da minha mãe, eu não poderia deixar de atender.

Jullye: Desculpe dona Amélia, vou atender e já volto

*CELULAR ON*

Pietra (Mãe): Filha?
Jullye: Oi mãe
Pietra (Mãe): Tenho uma notícia boa e uma ruim 
Jullye: Fala logo a ruim
Pietra (Mãe): A ruim é que eu vou viajar amanhã para Nova York 
Jullye: E a boa?
Pietra (Mãe): A boa é que sua prima está voltando de Portugal 
Jullye: O que? *Eu estava desesperada interiormente*
Pietra (Mãe): Não é uma ótima notícia querida? *Ela disse com entusiasmo*
Jullye: C-Claro  *Eu estava me segurando para não desabar em lágrimas*
Pietra (Mãe): Está tudo bem querida?
Jullye: S-Sim mãe, não poderia estar melhor … *Disse com uma voz um pouco trêmula*
Pietra (Mãe): Querida, tenho que desligar, vou arrumar minhas malas para amanhã 
Jullye: Tudo bem mãe, tchau e boa viagem 
Pietra (Mãe): Tchau querida, se cuide

*CELULAR OFF*


Notas Finais


------------------------------

Fortes emoções ja no primeiro capítulo -q

Obrigado por lerem :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...