História Um Amor Diferente - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Palavrões, Romance, Vingança
Exibições 4
Palavras 1.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu ja tinha feito dois capitulos, n aguentei :vvvv
Fiquem com a história

Capítulo 2 - Ex-Namorada


 

Boa leitura dessa poha :'D

 

 

Está tudo bem? - Armin disse vindo em minha direção com um olhar preocupado.

  • Sim, só estou um pouco trêmula - Disse me sentando no sofá.

• Tome um pouco de água - Ele me deu um copo com água e se sentou ao meu lado.

• Armin, eu preciso sair .. - Disse pensativa.

• Mas, o que? Agora? - Ele disse com uma expressão de quem não estivesse entendendo nada.

• Vou encontrar uma velha amiga - Disse me levantando, pegando minha mochila e saindo.

 

Eu precisava encontrar uma amiga, como eu disse ao Armin, uma velha amiga, eu estava andando em direção a sua casa, atravessei a rua, segui em frente, virei a esquerda e cheguei, era uma casa bonita, bem cuidada e cheia de flores, bati na porta da casa dela e logo ela me apareceu para me receber. Entrei e ela me ofereceu biscoitinhos e uma pequena xícara de café, nos sentamos e começamos a conversar.

 

• Dona Anastácia, preciso de alguns conselhos - Disse com um tom de voz como se eu estivesse preocupada.

• Não minha querida, não me chame de Dona, ainda continuo sendo sua velha amiga meu amor - Ela disse dando uma leve risada e tomando um pouco do seu café.

• Enfim meu amor, diga me o que houve.

•Bom, Don.. Anastácia, a ex - namorada do meu namorado está voltando para me visitar, e no caso, ela é minha prima, porém ele terminou com ela por mim, e desde o dia que ele disse Isso ela me olha de modo estranho e percebo que ela tenta nos separar, mas atualmente ela mora em Portugal, porém vem nos visitar, ela chega de viagem amanhã - Contei a ela enquanto via ela comer um de seus biscoitos.

•  Querida, seja apenas você mesma, se ela tentar separar vocês, deixe ela "tentar", se o amor de vocês realmente valer a pena ela não vai conseguir separar vocês, se vocês tiverem uma recaída, tudo bem, todo casal é assim, porém se ele te ama de verdade ele vai saber que você é a pessoa ideal para ele, e não ela - Ela falou enquanto mexia em uma pequena margarida que tinha em cima da mesa.

• Obrigada Anastácia - Disse me levantando para que a gente se despedisse.

• Volte sempre que precisar, e lembre que as portas da minha casa sempre está aberta para ti - Ela disse enquanto andamos até a porta.

• Tchau Anastácia - Disse saindo de sua casa e dando um sinal de tchau para ela.

• Tchau querida, não esqueça que estou aqui se precisar.

 

Voltei para a casa do Armin, e expliquei tudo o que tinha falado com a minha mãe e disse sobre minha prima

 

• Então você pode ficar aqui enquanto sua mãe está em Nova York - Ele disse entusiasmado.

• Por mim eu ficava, só falta a autorização da chefona daqui - Disse apontando para a Pietra, a mãe do Armin.

 

Armin foi em direção da sua mãe com aquele olhar de "por favor deixa"

 

• Oi mãezona do meu coração que amo tanto - Ele disse se aproximado dela e jogando charme.

• Ela pode ficar, vai ser um prazer ter a namorada do meu filho durante esse tempo aqui, vai ser bom para nós nos conhecermos, não é mesmo Jullye?

• Claro Dona Pietra - Disse voltando a mexer no meu celular.

 

××××××××× QUEBRA DE TEMPO ×××××××××

 

Acordei pela manhã e vi Armin ainda dormindo, eu estava deitada sobre seu peito ele estava com um de seus braços ao redor de mim e o outro estava embaixo da sua cabeça. Me levantei cuidadosamente na intenção de não acorda lo, me levantei, molhei meu rosto, escovei os dentes e prendi o cabelo, desci as escadas e comecei a preparar o café, aliás, eu tinha que fazer algo ali para ajudar, fiz o café da manhã e fiz minha refeição, como estava em cima da mesa, decidi cobrir com uma toalha de mesa ou algum pano para não dar moscas. Me sentei no sofá e comecei a ver uns desenhos, como por exemplo Hora de Aventura, O Incrível Mundo de Gumball e entre outros. Vi a mãe de Armin se acordar e olhou para a mesa surpresa com o café da manhã que preparei.

 

• Nossa, quem fez isso tudo? - Ela disse um pouco sonolenta e surpresa.

•  Eu dona Pietra - Disse focando minha atenção no desenho 

• Quero ver se está gostoso - Ela disse puxando a cadeira para ela se sentar

• Prove e se surpreenda - Disse dando uma leve risada como se eu me sentisse a vencedora do Master Chef

 

Dona Pietra estava tomando café quando Armin desceu as escadas e também se surpreendeu com a mesa de café da manhã, ele veio até mim, me deu um beijo de bom dia e tomou seu café 

 

• Ju, é hoje que a Melissa vem não é? - Ele disse enquanto comia um pão com geleia

• É.. é sim - Disse sem dar muita importância 

• A gente vai ter que buscar ela no aeroporto ou ela vai pegar um táxi para cá e vir sozinha?

• Eu não sei, vou ligar para ela para saber -

Disse enquanto pegava meu celular e digitava o número dela.

 

*CELULAR ON*

 

• Er, Oi Melissa, queria saber se você vai vir de táxi ou se quer que a gente vá te buscar?

• Eu vou de táxi mesmo, ah, e avisa ao Armin que to levando uns jogos para ele

• Ok, mas alguma coisa?

• Sim

• O que?

• O Armin é meu sua vadiazinha, ele só terminou comigo por sua causa, se você não tivesse aparecido na vida dele agora eu e ele estaríamos casados

• Já acabou com o Showzinho?

• Me aguarde, eu vou infernizar sua vida, sua puta miserável 

 

*CELULAR OFF*

 

Ela desligou na minha cara, era de se esperar essa reação dela, ela sempre é louca por atenção, tudo bem, ela não passa de uma vaca louca por atenção 

 

• E então, como que ficou? - Armin disse enquanto colocava o seu prato e o de sua mãe na pia.

• Ela vai vir de táxi e disse que está trazendo alguns jogos pra você - Eu disse enquanto me sentava no tapete felpudo que tinha na sala

• Espero que os jogos sejam bons - Ele disse vindo até mim e se sentando ao meu lado.

• É, espero que seja .. - Disse sem dar importância.

• Ju, você não quer que ela venha não é? 

• Você acha mesmo que vou querer ver alguém que já tentou separar a gente várias vezes? - Falei com um pouco de raiva.

• Vocês podem se tornar amigas - Ele disse em um tom sarcástico.

• Ha ha ha, engraçadinho - Virei meu rosto para o lado oposto que ele estava.

• Vem cá minha pequenina - Ele puxou meu rosto até ele e me deu um beijo.

• Que tal vocês me ajudarem a arrumar as coisas para quando nossa visita chegar? - Dona Pietra disse enquanto retirava a mesa do café da manhã.

• Claro 

 

Começamos a arrumar tudo, o quarto de hóspedes, passamos pano na casa, regamos as margaridas e as rosas, depois de arrumarmos tudo cada um tomou seu banho e sentamos todos na sala para esperar a Melissa, não demorou muito, uns vinte minutos depois a campainha tocou e dona Pietra foi abrir

 

• Seja bem vinda Melissa - Ela fez sinal para Melissa entrar - Armin, pegue as malas dela e leve para o quarto de hóspedes 

 

Fui na direção de Melissa para à cumprimentar, vi Armin subindo com as suas coisas.

 

• Oi Melissa - Dei um abraço nela tentando parecer a mais educada possível.

• O seu pior pesadelo chegou - ela disse sussurrando em meu ouvido

 

Obgd por lerem :'3


Notas Finais


Obrigada por lerem
E AGORA A POHA FICOU SERIA CARAIOOOOOO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...