História Um amor do passado - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Exibições 38
Palavras 1.273
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Doce beijo !


Algumas semanas depois : 

Fazia um mês que Luíza e Jabá estavam juntos , a garota estava feliz , apesar de não ser apaixonada por ele o mesmo a fazia feliz . Era uma tarde chuvosa de sábado e a morena estava deitada em seu sofá assistindo um filme de terror junto de Manuela , enquanto a amiga ria do filme Luíza não conseguia entender aonde estava a graça em um filme onde só tinha sangue e violência . A campainha do apartamento tocou fazendo a garota dar um grande pulo do sofá . "Droga " bufou .

- Quem será nessa chuva ? - perguntou Manuela irritada.
- Não sei , o Jabá não é , ele disse que ia trabalhar - falou .
- Deixa que eu abro - exclamou a garota .

A garota levantou irritadamente e foi até a porta abrir , quando deu de cara com Lucas todo ensopado ergueu uma sobrancelha , o que esse louco estava fazendo aqui ?

- Lucas ? O que você tá fazendo aqui ? 
- A Luíza tá aí ? Eu queria falar com ela - falou tremendo de frio .
- Tá , ela tá ali no sofá , entra .

Manuela deu passagem pro garoto que rapidamente entrou em casa , Luíza deu um sobressalto do sofá e encarou Lucas .

- Lu , eu queria falar com você .
- Lucas, você é maluco , vim aqui nessa chuva , olha pra você , todo molhado , pode até ficar doente - esbravejou Luíza .
- Eu sei , mas eu to tentando falar com você há semanas e nada , não tive escolha .

E era verdade , depois daquele dia Luíza ignorou todas as ligações e mensagens do garoto .

- Pois é , eu não tive tempo de retornar suas ligações - mentiu .
- Sei , a gente pode conversar ? - perguntou .
- É...claro - a morena falou olhando pra Manuela que entendeu o recado e se retirou .

O silêncio tomou conta do local ,podia se ouvir apenas o barulho dos dentes de Lucas que batiam freneticamente devido ao frio .

- Bom , eu vou pegar uma toalha pra você , roupa não tem como , a não ser que você queira um vestido meu emprestado - riu a garota .
- Haha engraçadinha , eu aceito a toalha .

Luíza se retirou da sala e foi até seu quarto , pegou em seu guarda roupa uma toalha limpa e levou até o garoto .

- Toma - a garota jogou a toalha .
- Obrigada - falou secando rapidamente seus cabelos .
- É , então , o que você queria falar comigo ? - perguntou .
- Pedir desculpas , aquele dia eu fui um idiota , a vítima foi você , e eu fui um bruto .
- É , foi mesmo , mas relaxa , já tô acostumada - falou .
- Fiquei sabendo que a Juliana te pediu desculpas .
- Pois é , eu pretendo encerrar esse assunto .
- Entendi , ela me disse uma coisa também , você e o Jabá ?...
- Sim , estamos juntos , há um mês - disse Luíza .
- E você gosta dele ? - perguntou o rapaz .
- O Jabá é um cara legal Lucas ...
- Não foi isso que eu perguntei , você gosta dele ? - perguntou se aproximando .
- Gosto , eu gosto dele sim - respondeu sincera .
- Você ama o Jabá ? - perguntou .

Novamente o silêncio tomou conta do local , Luíza desviou o olhar do de Lucas tentando fugir do assunto, mas o garoto se aproximou mais ainda dela , pegou seu rosto entre as mãos , o toque gelado dele fez com que sua pele se arrepiasse.

- Me responde Lu , você ama o Jabá ? - perguntou novamente .
- Lucas eu ...
- Ama ou não ? - perguntou sério .
- Não - falou num sussurro .
- Eu não ouvi - falou .
- Não Lucas , eu não amo o Jabá , ele é um cara legal , me faz feliz , me anima , eu gosto de tá com ele , de ficar com ele , mas não , eu não amo ele , satisfeito - falou Luíza exaltada .
- E quem você ama ? - perguntou o garoto .

Como assim ? Luíza não estava entendendo onde o amigo queria chegar , ele aparece na sua casa do nada , faz um monte de perguntas estranhas , age estranho e tudo parece normal pra ele , mas pra ela não , ela prometeu pra si mesma que não ia mais sofrer por ele , não ia mesmo .

- Lucas , vai embora , por favor - a garota falou abrindo a porta .
- Luíza eu ...
- Vai Lucas - falou .
- Não , eu não vou , eu só saio daqui quando você me responder - falou .
- Lucas o que você quer ? Porque você veio aqui me fazer essas perguntas ? Foi pra me humilhar , me fazer sofrer , você não tá com a Juliana , vocês não vão casar , vai lá ser feliz e me deixa tentar ser feliz também - falou com lágrimas nos olhos .
- Me desculpa Lu , eu não quero te fazer sofrer , mas eu to confuso , sei lá , eu amo a Juliana ou amava , você é minha amiga e ...
- E o que Lucas ? Você quer que eu diga que eu te amo , que eu sou completamente apaixonada por você , que toda vez que eu te vejo meu coração dispara e que nunca , nunca vou amar alguém como eu te amo .

Luíza cuspiu aquelas palavras como se fosse as últimas do mundo , Lucas ficou estático , sem saber o que dizer , já a morena chorava copiosamente , ela não queria ficar vulnerável , não na frente dele , mas não pode evitar , aquilo foi maior que ela . 

- Eu não devia ter falado isso , eu tô com o Jabá , ele não merece isso - disse aflita .
- Mas não é ele que você ama - Lucas disse próximo .
- Lucas não começa ...

O rapaz não deixou a garota terminar a frase e tascou um beijao na morena , de início ela contestou mas depois se entregou ao beijo que tanto sonhou , Luíza tinha os lábios macios e um gosto doce na boca que se misturava com o salgado das lágrimas dela . O rapaz pediu passagem com a língua que logo foi cedida por ela , era um beijo calmo , lento , tudo que ele queria era que aquele momento único parasse e se repetisse mais vezes , num ato de lucidez Luíza empurrou Lucas e ficou incrédula .

- Luíza eu ...
- Lucas vai embora - pediu a garota .
- Lu , por favor .
- Vai embora Lucas , vai , por favor .

Lucas se retirou do apartamento da garota , a chuva ainda estava forte lá fora , mas a tempestade era em Luíza , a garota ainda tentava processar o que acabara de acontecer naquela sala , havia sido beijava pelo melhor amigo , errado , aquilo era errado , Luíza se jogou no sofá e voltou a chorar , tudo o que ela queria era sumir .

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...