História Um amor doente - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bangtan, Namjin, Sexo, Vmin, Yoonseok
Exibições 61
Palavras 1.517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


YOONSEOK É MINHA DÉCIMA QUINTA RELIGIÃO KRL
NAMJIN É MINHA DÉCIMA SEXTA RELIGIÃO POWRRA

Capítulo 15 - Bônus 2


Eu e Hoseok éramos uns dos poucos lúcidos daquela festa, sentados em um sofá rindo alto e falando bobagem. Eu não me entendo sério, até dias atrás eu estava sofrendo pelo Luiz e agora estou aos poucos me sentindo apaixonado pelo Hobi, ele é tão lindo, educado, encantador ele é perfeito e me trata bem sempre me respeitando e querendo ouvir oque tenho para falar, posso parecer meio essa pessoa sem muitos sentimentos mas eu sou apenas mal compreendido, Hobi é o único que me compreende.

 


-Tive uma idéia -Falei sorridente alevantando do sofá e puxando ele para alevantar também- No segundo piso tem uma sala que é meio que um "fliperama", e eu deixei ela trancada

-Ta oque vamos fazer 

-Levar todas as bebidas possíveis e ficar o máximo de bêbado que não ficamos até agora -Ele começa a rir e catar latas e garrafas

-Vem vamos levar tudo que contrar -Fala Hobi pegando uma sacola e colocando umas 15 garrafas dentro

-8 latinhas -Coloquei elas na sacola- Vamos?

-Vamos!


Subimos as escadas correndo e eu guiei ele até a porta 


-An... Daddy.. Nam ohhh


-Caralho desde quando o Jin virou um Baby boy do Namjoon ? -Hobi me perguntou enquanto eu abria a sala

-Ah meu filho, sipa desde que ele bebeu -Puxei ele pelo braço e logo tranquei a sala para ninguém entrar

-Nossa -Hobi fala de boca aberta olhando toda a sala


Tinha vários aparelhos eletrônicos, Xbox Play 4 computadores jogos de carros com carro de verdade, TVs grandes mesa de sinuca uma das paredes com um telão grande e um projetor, com várias almofadas e colchões na frente do telão


-Vamos sentar aqui -Puxei ele para as almofadas e praticamente nos deitamos- Me daaaaa

-Toma - Ele abriu a sacola e colocou tudo no chão- Vamos virar tudo 

-Mais é claro -Peguei uma lata de cerveja (sem nomes não sou paga para propaganda) logo abrindo e virando tudo


- Licença que eu sou vida loka também -Hobi pega uma garrafa de whisky abrindo também virando tudo de uma só vez- Isso é muito bom

-Verdade -Peguei uma outra maior e era... Champanhe -Essa vamos tomar juntos -Tomei metade e ele tomou a outra, Essa noite vai ser beeem longa



~~~~quebra de tempo~~~~



Passou uma hora, eu acho, e toda a bebida tinha acabado eu e Hoseok estávamos loucos de tão bêbados

-Seokseok oque você faria se eu te beijasse? -Falei rindo e todo errado de tão bêbado

-Eu dava meu cuh pa você -Ele gargalhou alto

-Que delícia -Subi por cima dele que estava deitado no chão e o beijo- E aí vai dar agora?

-Mais é claro que não -Como assim filho duma puta

-Ai nem sei porque te beijei -Comecamos a rir meio que sem sentido pelo efeito do álcool

-Na verdade é você que vai dar -Sorri malicioso e sentei em seu colo- Mas vamos logo odeio esperar 

-Uhum hahaha -Estavamos rindo alto e meio tontos - Vem deixa eu tirar sua roupa


Tirei nossas roupas e comecei a rebolar no colo dele, Hobi me masturbava e eu rebolava mais. Depois de um tempo ele começa a me mecher rápido, não sentia dor nenhuma só prazer mesmo sem preparação não doía, o efeito das bebidas era como uma anestesia


-Ahh Hobi, isso é t-tao aaaah... Bom -Mais uns minutos e me desfasso na mão dele e ele dentro de mim

-Caralho que delícia -Deitamos abraçados e logo dormimos




•••••Yoongi of-Jin on•••••

Estava só eu e Namjoon sentados um em cada lado da grande piscina, todos a nosso redor estavam bêbados deitados no chão, de vez em quando eu e ele trocava algum olhar. Ainda estou testando entender o porquê dele ter me beijado, eu o amo tanto mas... Podia ter me falado se ele gostava de mim certo?

Percebi que ele estava me olhando e comecei a encarar ele também, ele se alevantou e veio andando até meu lado e sentou 

-Jin... Acho que devemos conversar - Nam falou me olhando fixo e eu retribui olhando fixo nele também, eu já sabia muito bem oque ele ia falar

-Essa conversa é sobre o nosso beijo né? -Ele assente

-E... Eu queria pedir desculpas por isso -Nam abaixa a cabeça e eu apenas alevantei a mesma com minha mão

-Não se desculpe 

-Eu não queria ter te beijado... -Dei um tapa na cara dele e sai correndo, chorando

Dentro da casa ainda tinha muitas pessoas então fui catar alguma coisa para beber. Depois de três latas de cerveja ainda não sentia efeito de álcool, eu sempre precisei de umas cinco latas para ficar bêbado. E agora estava eu sentado no último degrau da escada, escorado na parede com as troês latas no chão e chorando







-Jin por que me bateu e saiu correndo -Levei um susto, me alevantei com um pulo e morri de raiva por ele ver meu estado

-Me deixa -Subi dois degraus da escada e ele assegurou forte,  até demais- Namjoon solta você tá me machucando -Ele apertou mais ainda e me olhou brabo, entendi oque ele queria dizer e deci os dois degraus

-Kim Seokjin, não seja um mal menino e me explique o que está acontecendo -Eu achei estranho do jeito que ele falou mas não aguento mais

-É PORQUE EU TE AMO SEU IDIOTA -Gritei e Nam me beijou mas logo me afastei- Por que? Vai falar que não queria? Você vai brinca comigo de novo? 

-Você nem deixou eu terminar, falar que eu te amo, que eu preciso de você... -Ele se aproximou e dessa vez eu que beijei ele



Comecamos a nos beijar ali mesmo na festa, coloquei as mãos por baixo de sua camisa e tirei a mesma. Percebemos o lugar inapropriado e subimos para o quarto


-Joonie oque você vai fazer hum? -Me deitei na cama de uma forma sexy inclinando a bunda 

-Só farei se você aceitar ser meu baby boy essa noite -Ele vem até mim e me dá um tapa na bunda-  Não sei se você sabe mas eu sou sádico 

-Que ótimo Daddy, somos 2 então -Sorrio e ele logo tira a calça


Nam veio até mim e tirou toda minha roupa, ficamos os dois nus se beijando na cama mas ele alevanta e vai até sua mala, fiquei sem entender ate ele aparecer com um chicote, mordaça, algema, vibrador, venda e uma cinta...? 

Nem deu tempo de me pronunciar que ele já me puxou pelo braço com muita agressividade, colocou a mordaça e a venda me deitando de novo na cama. Prendeu minhas mãos na frente do meu corpo com as algemas e me virou 

-Ah Baby... Vai ser bem punido por ter me batido


Nam me deu um tapa MUITO forte na cara, depois na coxa esquerda e direita com o chicote, me virou e começou a acertar na minha bunda



-Ah Baby te bater é bom mas hoje estou sem paciência para tantas punições -Ele me virou de frente e acertou com o chicote na minha barriga - Vou é te arrombar seu gostoso da porra


Nesse momento eu estremeci, medo? Muito! Eu sou virgem no sentido passivo, sempre fui ativo nas minhas relações pelo motivo de ninguém saber da minha opção sexual. Uma vida de mentira namorando meninas para agradar meus pais, isso é tão horrível.


Tentei falar alguma coisa mas a mordaça me impedia, quando Nam foi entrar em mim eu consegui dar um pulinho para trás, fiquei deitado torno ali na cama, era difícil de se mecher estando todo amarrado

-Baby oque foi? -Namjoon perguntou tirando a mordaça mas deixando as algemas e a venda

-É q-que e-eu -Sentia que estava corado e não conseguia falar

-Oque foi meu anjo? Pode falar

-Estou com medo... -Abaixei a cabeça e ele colocou sua mão na minha bochecha fazendo carinho 

-Você é virgem? -Ele pergunta e eu aperto minhas mãos que estavam juntas a mão dele

-N-não mas n-nunca fui passivo 

-Fique calmo eu vou cuidar bem de você princesa, agora fique deitado 


Fiz oque ele mandou e me deitei, ele se posicionou com calma e passou um pouco de lubrificante, entrou com calma e eu soltei um grito agoniado, eu estava chorando mas não era possível ver pois estava vendado. Depois de um tempo eu comecei a rebolar para que ele se mechesse, ele se aproximou e sussurrou em meu ouvdo "posso ir com tudo? Se não aguentar eu paro", apenas assenti e ele saiu e entrou com muita força, eu gritei, ele começou e se mecher e tirou minha venda me deitando só com a algema, ele ia cada vez mais forte e mesmo que doesse era muito bom. Namjoon ia e vinha com força e agressividade, meus gritos sumiram se tornando gemidos altos e manhosos, nunca imaginei o quanto seria bom ter Namjoon como meu Daddy.

-Baby eu voou aaah -Nam gozou dentro de mim e logo depois saiu be abraçando e tirando as algemas

-Queria ter te tocado 

-Mas as coisas são do meu jeito, espero que entenda isso -Ele falou me abraçando mais forte- Estamos namorando a partir de hoje

-Como assim? Nem fez pedido -Ri brincando e ele me olhou sério-Mas isso não significa que eu disse não né, vamos contar para os meninos?

-Não... Espero que entenda mas prefiro não falar nada Ok? -Eua assinto e fexo os olhos para dormir- Boa noite Baby

-Boa noite Daddy


Notas Finais


A MINHA PREGUIÇA BATEU
NAS NOTA DO AUTOR PERMANECEU
OBRIGADO A QUEM LEU <3
BEIJOS
ABRAÇOS
E ATE O PRÓXIMO CAPÍTULO CHEIO DOS AMASOS
😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...