História Um amor e Um cachorro - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Algum Suicido!, Animais, Enigmas, Festas, Romance, Traumas
Exibições 11
Palavras 645
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Continuação do Capítulo 1 em!!!!

Capítulo 2 - Um Latido.... Ahuf!


Quando ela abriu a porta ele estava virado de costa e virou rapidamente e ela perguntou:

-Está usando o perfume que eu te comprei?

-Acertou!

-Black Space, acho um cheiro muito bom!

-Eu por sinal uso todos os dias!

-Eu sei que não vai acabar tão cedo pois comprei um até grande pra você!

-Eu agradeço por isso!

-Então De nada!

-Ok! Podemos ir?

-A sim! Podemos! - Ela fecha a porta e depois tranca - Pronto agora sim podemos!

Eles ficaram andando a caminho da festa mais não demorou muito para perceberem um choro atrás, e não era um choro humano, era uma cadelinha! Eles viraram e olharam para a cadelinha com uma bolinha na boca semi destruída, dava pena. Aya olhava com uma cara...... E Saiko só se agachou e ficou sereno. Ela logo disse:

-Ah.... Ela tem uma bolinha na boca....

-Está perdida?

-Não, parece que ela já era rua mesmo, olha o estado...

-E agora?

-Vamos para festa, não tem o que fazer....

-Não.... É certo você não acha?

-Não sei! Mais ela não esta tão ruim assim! - Aya vira as costa e da um passo para frente e vira para trás.

Tinha certo um brilho ofuscante no olhar daquele cão, mais não sabiam o que fazer, infelizmente teve que a deixar, mais sabiam que não era o fim, mesmo assim Aya se foi... Mas Saiko ficou e a olhou profundo... Viu que não podia a deixar sozinha então ficou lá mais um tempo e assim Aya retornou para falar para ele que levaria a cadelinha para a festa, mais deixara ela fora se não ia atrapalhar o caminho das pessoas. A cadelinha começou a pular de felicidade mas ela os segui sem precisar de coleira ou leva-la no colo. A Cadelinha esperta largou a bolinha na frente de Aya e assim ela decidiu jogar a bola semi destruída. Ela corria como jato eles acabavam se divertindo ao mesmo tempo, isso que era divertido! FINALMENTE chegaram na festa e deixaram a cadelinha no lado de fora. A cada minuto voltavam, só par ver como ela estava. Saiko bebeu 3 taças de vinho e Aya bebeu 1 e meia pois não gosta tanto de beber, ela não gosta de se atordoar nem gosta de coisas com álcool especificamente. Ela se despediu-se de todos e ele também e foram paro lado fora e Saiko levou o animal no colo que estava morrendo de cansaço. Quando chegaram na casa da Aya o Saiko disse para ficar com ela que amanhã de manhã ia comprar uma ração PREMIUM para ela. Aya aceitou e se despediu com um abraço que demorou uns 10 segundo ( e 10 segundos para um abraço é bastante!). Ela se despediu na porta quando ele já estava no outro lado da rua.

-Iai cadelinha, você está meio magrelinha você não acha? Que tal uma carde assada? Eu tenho dentro do forno, nem comi, pode ficar! - Ela andou rápido passou pelo corredor entrou na cozinha e abriu o fogão. Depois fes o mesmo trageto e deu a carne para a cadelinha - Está bom? Parece que sim! E olha que eu nem sei cozinhar direito na verdade!

O animal exausto fechava o olho de vagar e então Aya teve a odeia de fazer uma cama para ela. Pegou Uma almofada e quatro travesseiros e fez um quadrado e a chamou. Ela se ageitou e no fim dormiu:

-Nossa! Já dormiu? Foi rápido - Ela bocejou - Melhor eu ir também! Tirou a maquiagem e a roupa e pois o seu pijama favorito e botou o alarme para despertar a 10HRS da manhã. Ela deitou na cama mai a cadelinha pulou na cama também e lhe deu uma lambida na bochecha e volto parao canto dela:

-Ai ai! Rsrsrs! Boa noite! Durma e sonhe com Ossos kkkk! - disse ela baixinho


Notas Finais


Quer mais? Vou trazer 😂😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...