História Um amor entre irmaos (incesto) - Capítulo 64


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Incesto
Visualizações 83
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiiin
Ngm comentou no último capítulo
Fiquei triste ;-;
Nha
Acordei ansiosa pra ver KK
Mas fiquei feliz que ganhamos mais três favoritos heueh
Vou começar a arrumar os primeiros capítulos que tem errinhos

Capítulo 64 - Sadness and Hapness


Fanfic / Fanfiction Um amor entre irmaos (incesto) - Capítulo 64 - Sadness and Hapness

Isa narrando

Eu não sabia o que esperar, não sabia que estava grávida chorei até dormir no colo de Gui e na manhã seguinte fui liberada mas estava com uma dor no meu coração só por ter pensado que teria uma família com Gui, eu vou para meu quarto e durmo deixando algumas lágrimas caírem e Gui fica deitado do meu lado me fazendo carinho 

-Eu te amo pequena -Ele fala antes de eu pegar no sono 

Fabiano narrando

Eu sentia que algo estava estranho que Isa não estava bem e tive uma visão dela sangrando e no hospital chorando, corri para a casa dela mas Gui me atendeu e ele estava chorando mesmo não sendo muito amigo dele o abracei e já com lágrimas nos olhos achando que aconteceu alguma coisa com Isa perguntei:

-O que aconteceu com a Isa Guilherme??

-E-Ela tava grávida -Ele fala e começa a chorar e eu sento ele no sofá-Ela perdeu o nosso filho, cara você tem ideia da dor que tô sentindo?

-Não cara sinto muito- Fico conversando com ele para ele se acalmar ele acaba dormindo ali e eu vou até o quarto de Isa e ela está ali dormindo como um anjo e eu acaricio sua bochecha e beijando sua testa então vou para minha casa e fico pensando naqueles dois irmãos que um dia se apaixonaram um pelo outro e por tanta coisa ruim que eles já passaram 

 

Gustavo Narrando 

Ayumi estava dormindo tranquilamente em meu colo depois de um tempo ela começou a recuperar suas forças mas andava muito cansada por causa dá gravidez mas ela insiste em ainda ir para a escola pois a barriga não está tão aparente

Estou indo para a escola com ela no meu carro saímos e andamos de mãos dadas já que parte dos meus alunos sabia de nossa história menos dá gravidez então ela se senta em sua cadeira e percebo que Isa não está na sala e que Gui não estava no corredor fico meio preocupado mas logo passa, começo a dar aula e passo uma prova surpresa para eles e todos se saem muito bem fico feliz com as notas mas logo a felicidade passa quando Ayumi fica pálida derrepente e todos ficam preocupados então vou até ela e encosto em sua barriga de leve por baixo de sua camiseta e ela está muito fria, Merda o bebê está absorvendo parte dá minha temperatura de vampiro e isso pode afetar na alimentação dela e nos enjôos pego Ayumi no colo e ela está tremendo e vou até a enfermaria e peço para a senhora Genevieve fazer uma compressa quente ela faz e coloco na barriga de Ayumi que para de tremer um pouco, acaricio seu rosto e deixo uma lágrima cair e ela enxuga e sorri de leve, volto para a sala de aula para pegar as coisas dela e ela fala que posso terminar minha última aula que ela iria ficar bem falando com Genevieve que sempre nos ajuda a quando tínhamos algum problema termino a aula que faltava e vou até a enfermaria pegar Ayumi então fomos para nossa casa e ela toma um banho e vai dormir pego outra compressa e quando vou até o quarto ela está no banheiro vomitando e começa a chorar, eu vou até ela e vejo que ela está vomitando sangue eu me desespero e ela levanta e escova os dentes trêmula e puxa a descarga seguro ela fraca e deito ela na cama sei que os médicos não podem fazer nada em relação a isso e seguro em sua mão quando ela estava dormindo e passo uma parte de minha força a ela e acabo dormindo acariciando sua barriga 

                 Yukine narrando

Na escola vejo alguns meninos provocando minha irmã e não aguento e soco a cara de um e os outros saem correndo, lixo minha irmãzinha para mim e falo

-Você é minha, nunca vou deixar ninguém tocar em você -Beijo ela e ela me abraça apertado e beijo sua testa 

-E-Eu te amo maninho- Ela fala abaixando a cabeça 

-Eu também te amo minha princesa -Falo a beijando de novo e segurando em sua mão então vamos até um parque que tem ali e ela senta no balanço e fico balançando ela e as pessoas olham para mim com aquele estilo badboy e sendo fofo e várias meninas sorriem para mim mas só tenho olhos para minha Smurf fomos para casa tomando sorvete e quando chegamos dormimos abraçados de conchinha essa Smurf ainda me enlouquece 


Hahaha me empolguei 




Notas Finais


Gente comentem ;-;
Eu fico ansiosa com os comentários kk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...