História Um amor entre psicopatas - imagine taehyung - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Bts, Imagine Bts, Imagine Taehyung, Imagine V, Psicopatas
Exibições 191
Palavras 2.531
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiii gente, infelizmente ou felizmente essa fic chega ao fim e como eu pedi ajuda de voces para o final e voces me ajudaram, eu escolhi um final e foi da
~Minah_Kim
O perfil dela: https://spiritfanfics.com/perfil/ana227
O merchan das fanfics dela esta la no final das notas do autores.
E o segundo aviso, começei a escrever outra fic so que e original o link vai estar la em baixo.


Boa leitura.

p.s= Eu quero agradecer todos que enviram seu final, e quero dizer que foi bem dificil escolher. Todos voces tem muito criatividade.

Capítulo 5 - O fim e O recomeço


Fanfic / Fanfiction Um amor entre psicopatas - imagine taehyung - Capítulo 5 - O fim e O recomeço

ANTES DE TUDO, LEIAM A NOTA DO AUTOR. Please.

.

.

.

.

.

.

.

.

(S/N) ~P.O.V~

Eu só queria que aquilo fosse uma brincadeira, não podia acreditar que ele esqueceu tudo, tudo o que ele fez, tudo que passamos, tudo.... tudo que aconteceu.

-Serio? - eu pergunto torcendo para ser mentira

-Sim... - ele diz assustado mais serio

Sai daquele quarto e comecei a chorar meu sentimento pelo Tae era grande, ele não podia ter se esquecido assim.

-(s/n)... eu.. - Jonas veio atrás de mim falando mais o interrompi

-Não fala nada, você não tem direito de falar nada. A culpa disso e sua, você podia ter me deixado no lugar dele.... eu.... eu só quero sair daqui – eu digo olhando para baixo me deixando chorar.

-Ok, vamos lá – ele disse e me levando ate meu quarto

Eu só deitei em minha cama e chorei, não podia acreditar que aquilo estava acontecendo, eu estava sem ninguém, estava sozinha e com medo do que iria acontecer comigo dali em diante.

-Eu tenho que melhorar para sair daqui logo – digo para mim mesma

TAEHYUNG ~P.O.V~

Depois que aquele menina saiu do meu quarto, fiquei com uma culpa imensa será que eu devia lembrar dela? Eu só pensava nela, não estava conseguindo dormi

-O que essa menina tem de tão importante? - pergunto para mim mesmo antes de cair em um sono profundo

~SONHO ON~ (cena do cap 3)

Estava aqui no manicômio, na sala de visita ate que vejo a garota que estava no meu quarto ( pra quem não pegou e a s/n) saindo com uma menininha e um cara da sala e indo lá para fora e então comecei a segui-los.

- O que gosta de brincar? - Ouço a garota dizendo

-Esconde - Esconde – a menininha diz

- Não gosto muito disso, eu gosto de uma coisa que tenha mas ação, Tipo .....- a garota ia machucar a menininha então a seguro

-Ela ama brincar de Esconde - esconde também - Falo me agachando e logo o cara tira a menininha de perto de mim

-Vamos embora – o cara disse e puxou a menininha levando-a embora

-Vai se fuder, taehyung, sério? Era a minha hora – a garota disse batendo em meus peitos- Eu não ia deixar você fazer burrice – eu digo segurando as suas mãos em meus peitos

-Me solta - ela diz tentando se soltar

-Primeiro eu quero uma coisa – eu olho para cima e logo olha para ela

-O que? - ela diz e eu pego na cintura dela aproximando nosso corpo

-Isso – eu digo e a beijo

~SONHO OFF~

Acordei no outro dia pensando no sonho que eu tive, eu só queria saber quem era essa tal garota.

(S/N) ~P.O.V~

~3 SEMANAS DEPOIS~

Se passou três semanas que eu me isolei do mundo, eu não falava com ninguém nem mesmo com o Jonas, eu os estava focada em melhorar e sair desse inferno.

Depois daquilo que aconteceu com Tae, me abalou muito eu não queria nem comer direito eu só era obrigada a comer para eu melhorar se não eu já teria parado de comer faz tempo. Já pensei varias vezes em me matar e ainda penso, sem o Tae tudo voltou como antes cada dia dentro disso daqui e insuportável.

-Vamos, hoje e dia de visita – Jonas diz entrando no quarto, me levantei e fui ate ele e balancei a cabeça - Voce vai ficar assim ate quando?

Simplesmente não respondi e sai andando ate a sala de visita. Chegando lá encontro meu pai sentando na mesa sorrindo, sento na mesa e olho para baixo

-S/N eu tenho uma noticia ótima – ele fala e eu olho para ele – Seus exames estão cada vez melhorando mais, talvez daqui a 3 meses você possa sair.

Ouvi aquilo foi ótimo, saber que daqui a 3 meses ia esta fora desse inferno, ia demorar mais pelo menos não era mais um ano. Sorri para ele.

PAI DA (S/N) ~ON~

Depois da conversa que tive com (s/n), meio que uma conversa por que praticamente só eu que falei, eu estava feliz saber que minha filha esta melhorando me deixa realmente muito feliz.

Estava indo para carro distraído de tanta felicidade que sem querer esbarro com uma moça e a deixo cair

-Meus deus moça, descul.... - eu simplesmente fiquei perdido com a beleza da moça, ela tinha olhos castanhos e os cabelos tambem, tinha uma boca linda e seu rosto era maravilhosa. - Desculpa.

-Não tem problema – ela diz pegando minha mão e se levantando

-Prazer eu me chamo Chung-Ho – eu digo sorrindo e me curvando

-Prazer Sook – ela diz se curvando

Sorrio........

(S/N) ~P.O.V~

~3 MESES DEPOIS~

Dito e feito, e aqui estava eu arrumando minha mala para ir embora desse lugar, eu estava muito feliz, não podia nem acreditar, mais algo, algo grande me deixava triste e eu sabia que era o Tae. Eu esbarrei com ele em alguns lugares do manicômio só que para evitar a tristeza eu só passava direto.

-Estou pronta. - digo batendo na porta logo vendo Jonas entrando

-Eu vou ficar com saudades – ele diz rindo e vi seu olhos encherem de lagrima

-Não chora – eu digo dando um sorriso e abraçando ele – eu vou ficar com muitas saudades

-Pelo menos você tem um família agora – ele diz sorrindo e me abraçando - uma família completa

Papai tinha arrumado uma namorada ele me disse ontem quando veio me visitar, eu não gostei muito no começo, mais pelo que meu pai falou ela parece ser uma pessoa legal.

-E, vamos que meu pai já deve estar me esperando – eu digo saindo do abraço e pegando minhas coisas

-Vamos deixe que eu levo isso para você – Jonas disse pegando a minha mala

Chegando perto do portão eu abri um sorriso gigante, não conseguia conter a felicidade que eu estava, Jonas olhou para mim e abriu o portão e logo meu sorriso se desmanchou, não queria acreditar naquilo

-Filha, vamos? - meu pai disse pegando minha mala e me puxando – essa daqui e a Sook minha namorada e esse daqui e o seu filho Taehyung, ele tambem era do manicômio saiu faz 2 semanas não sei se vocês se conheceram

-Si..... - Jonas ia falar só que o interrompi

-Não a gente não se conheceu, prazer (s/n) - eu digo olhando para ele e para mãe dele

-Prazer – os dois falam e a Sook sorri

-Tchau Jonas, eu vou sentir muita saudade – eu digo o abraçando

-Tchau, cuidado – ele diz e me solta

Entrei no carro na parte de trás do lado da janela e logo tae senta no lado da outra janela. Eu não podia acreditar eu sai de lá para esquecer isso e isso não sai de mim.

TAEHYUNG ~P.O.V~

(s/n) estava realmente muito abalada por eu ter perdido a memoria, ela mentiu falando que a gente não se conhece. Nesses três meses para cá minhas memorias voltaram, aos poucos mais voltaram, e nessas duas semanas foi as memorias com (s/n) que voltaram, quando eu passei na frente de seu quarto, quando eu vi o jardim e o banco aonde tudo começou, quando eu vi sua irmã, eu lembrei de tudo e não sei como eu pude esquecer isso.

Olho para ela que estava prestando atenção no caminho, tem muito tempo que ela não vê a rua, as casas.

-Só vamos comprar umas coisinhas, já voltamos – minha mãe disse saindo do carro com o pai de (s/n).

Olho para (s/n) que estava brincando com sua calça rasgada.

-Tem muito tempo ne? - eu pergunto puxando assunto e ela me olha meio confusa – Que você passou por aqui e viu a rua as casas

-A sim, e tem muito tempo – ela diz me olhando e logo voltando a brincar com sua calça

-Voce esta bonita. - eu digo e na hora a mesma cora

-O-Obrigada – ela disse tentando sorrir escondido mais eu consegui ver

-Desculpa – eu digo e ela me olha – por ter esquecido tudo que a gente passou

Na mesma hora ela se assusta e vira para mim

-V-Voce lembrou? - ela disse ainda assustada

-Não tinha como não lembrar – eu digo e ela me abraça

-Eu estava com tanta saudade – ela diz chorando em meus ombros

-Eu tambem – eu digo beijando o rosto dela e logo vendo nossos pais chegando – nossos pais estão vindo

Ela me soltou limpou as lagrimas e sentou em seu lugar voltando a mexer em sua calça.

(S/N) ~P.O.V~

Ouvi aquilo foi ótimo eu não estava aguentando de tanta felicidade, como era bom saber que eu não estava mais sozinha, que eu tinha de novo o meu Tae.

-Chegamos - ouço meu pai dizer me puxando de meus pensamentos

Desço do quarto e logo Tae pega a minha mala que estava no porta malas, meu pai abriu a porta e meus deus quanto tempo eu não entrava ali, ao mesmo tempo que a casa me trazia lembranças horríveis ela tambem me trazia lembranças boas.

-Oiiii – disse minha irmã descendo as escadas e me abraçando

-Oiii – eu disse abraçando ela

-Tae, pode levar a (s/n) por quarto dela? - meu pai perguntou ao tae

-Claro – ele disse e começou a andar e fui atrás dele

Subimos as escadas e passamos pelo corredor, aquele corredor e quando chegou meu quarto eu já ia abrir

-Não e esse, eu durmo nesse agora seu pai trocou por conta das lembranças ruim

-Ah sim – eu digo e Tae abre o quarto do lado

Meu pai colocou tudo do jeito que era, eu estava com saudade, saudade de ter um quarto que ninguém me incomodasse e que não entrasse enfermeira o dia todo. Entrei em meu quarto e olhei para Tae o mesmo entrou e fechou a porta

-Que saudade eu estava – ele disse e me beijou

Puta que saudade eu estava desse beijo, era um beijo de necessidade, um beijo de saudade, nos dois necessitávamos daquilo ate que por falta de ar a gente se separou.

-Acho que precisamos falar para os nossos pais – eu disse

-Eu tambem acho – ele diz – Vamos falar hoje no jantar.

-Ok pode ser – eu digo e dou um selinho nele – agora preciso descansar

-Ok, eu te chamo para o jantar – ele diz me abraçando

~QUEBRA DE TEMPO~

Acordei com a minha irmã me chamando

-Irma, vamos acorda o jantar esta pronto – minha irmã diz me acordando

-Já estou indo – eu digo sentando na cama e ela sai só quarto

Era estranho estar de volta eu olhava aquele quarto era como se tudo viesse em minha mente, todas as minhas lembranças boas e ruins. Levantei da cama e fui direto para cozinha, sentei na mesa do lado de Tae e comecei a comer. Ate que do nada Tae me da um chute e me lembro que temos que conversar com nossos pais.

-Pai e Sook, eu tenho que conversar com vocês..... na verdade eu e taehyung – e digo parando de comer e olhando para os dois

-Diga – meu pai diz serio

-Então...... – eu digo e explico tudo a ele

-Vocês se apaixonaram, então? – meu pai diz dando um sorriso

-Não e uma paixão, e sim um sentimento – eu digo

-Assim eu to quase chegando na paixão – diz tae rindo

-Desculpa intrometer, mais psicopatas não amam – minha irmã diz fazendo o clima ficar pesado

-Amam sim – Tae disse me dando um beijo na bochecha

-Affs ..... – minha irmã bate os talheres na mesa e vai para o seu quarto

-Eu vou conversar com ela – meu pai diz e vai lá

PAI DA (S/N) ~P.O.V~

Bati na porta e entrei no quarto Mina

-Filha, o que foi aquilo? – eu pergunto vendo ela se olhar no espelho

-Eu que te pergunto, depois que essa doente tenta me matar ela acha que vai ter uma vida boa com o namoradinho dela – ela diz rindo – ahhhh mais não vai

-Ela merece ser feliz – eu digo fechando a porta

-Feliz merece ser eu, eu mereço ser feliz não essa psicopata idiota – ela diz e abre a porta – me deixa em paz.

Saiu do quarto e volto a cozinha

-E ai? – (s/n) me pergunta

-Ah e ciúmes, nada de mais – minto para não incomodar os outros

(S/N) ~P.O.V~

-Porque não vão morar em outra cidade? – sook diz sorrindo

-Como assim? – Tae diz continuando a comer

-Vocês merecem ser felizes, vão morar na cidade aqui perto tenho um apartamento lá, podem ir ate amanha. – ela diz

-Concordo – meu pai diz sorrindo

-SERIO? – eu grito sorrindo animada

-Serio. – ela diz e todos olham para Tae

-O que? Ataaa eu acho uma boa ideia tambem – ele diz voltando a comer e depois levanta a cabeça – CALMA A GENTE VAI MORAR JUNTOS?

-Meus deus, vai ser lerdo – eu digo rindo e abraçando ele

-Vão arrumar suas coisas, amanha de manha eu levo vocês lá – sook diz

Eu e tae nos levantamos e fomos ate nossos quarto

- Ate amanha – Tae diz e me beija

-Ate – eu digo e dou um selinho nela no final do beijo e entro em meu quarto

~QUEBRA DE TEMPO~

Eu acordei toda empolgada para essa minha nova vida, eu estava tal feliz não imaginava que seria fácil, pensei que meu pai não iria aceitar por eu ser uma psicopata.

-Esta pronta? – Sook diz entrando no quarto

-Estou vamos? – eu digo e ela concorda

Dei tchau para o meu pai e fui a direção do carro, entrei no mesmo vendo ate do meu lado e logo dei um selinho nele.

-Vamos então gente – Sook diz e deu partida no carro

Demorou umas 3horas para chegarmos na tal cidade, ela era uma cidade pequena e bem bonita, nosso prédio era lindo.

-Aproveitem – Diz sook saindo do apartamento

O apartamento era uma fofura eu amei e Tae tambem

-QUE VIVEMOS FELIZES PARA SEMPREEEEEE – tae do nada fala ou melhor grita e me gira no ar.

PAI DA (S/N) ~P.O.V~

Essa noite depois que (s/n) foi embora, eu comecei a ouvir uns barulhos vindo do quarto dela e fui la ver o que era, chegando la a porta tava fechada e dava para escutar barulhos de objetos caindo no chao, abri e porta e me deparei com a cena que eu nunca queria ver na minha vida.

Mina estava no quarto quebrando tudo, tinha ursos com a cabeça arrancada e no rosto deles tinha a foto de (S/N), ela rasgou o colchão da cama e quebrou fotos de (s/n) e quando percebeu minha presença, ela me olhou e começou rir

-Vou fazer muito pior com ela, eu vou matar ela e depois corta ela em pedaços, você vai ver ela nunca vai ser feliz – Ela diz se abaixando e andando estranho ate mim -Voce vai se arrepender de ter tirado ela de lá

-Voce não, duas filhas psicopatas – eu digo abraçando ela

-E depois dela a sook será a próxima e ai vamos viver felizes – ela diz me abraçando e chorando

-Desculpa..... – eu digo

MINA ~P.O.V~

Entro no pequeno quarto e vejo a porta se fechando atrás de mim o mesmo quarto que ela ficava, que ela chorava, no mesmo lugar que ela viveu quase sua vida toda...... no mesmo manicômio.

FIM.

.

.

.

.


Notas Finais


I LOVE YOU. 💜
Desculpe qualquer erro 😊

(MERCHAN DAS FANFICS DA MINAH)

https://spiritfanfics.com/historia/meu-primeiro-amor-imagine-jungkook-6995454


https://spiritfanfics.com/historia/um-pervertido-em-minha-vida-imagine-rap-monster-7027717


https://spiritfanfics.com/historia/academy-of-love-imagine-jimin-7029735

ela tem muito mais fanfics da uma passadinha la no perfil dela.

MINAHH MUITO OBRIGADA, voce e muito criativa.

(LINK DA MINHA FIC NOVA)


https://spiritfanfics.com/historia/apos-uma-guerra-7115153

comentem se gostaram. 2bj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...