História Um amor esquecido, relembrado - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys
Exibições 8
Palavras 878
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey, desculpem a demora mas ta aí

Aproveitem, pq eu to me sacrificando para escrever.

Sabe quando seu pai cozinha ? E inventa tanta coisa? O pior e que ficou bom, e eu to quase vomitando de tanto comer.




Aproveitem ^^

Capítulo 7 - " 2 dias depois "


Fanfic / Fanfiction Um amor esquecido, relembrado - Capítulo 7 - " 2 dias depois "

( 2 dias depois ) 

Jungkook   p.o.v  on

Acordei, tinha baba seca no canto da minha boca , me levantei ouvia barulhos longe do lado de fora do meu dormitório , me sentei na cama esfregando os olhos para tentar apagar as cenas que passava de relexo pelos meus olhos, as cena dos sonhos....... ou pesadelos.

Aish - falei quando vi que tinha babado e amassado o livro dela. - Ele irá me matar........iria- suspiro.

Me levanto em um pé só - a moleta estava longe - e vou ao banheiro. Tomo um banho, visto o meu preto e saio do quarto. Quando saio sindo um ar diferente daquele ar abafado do quarto. Vou a sala onde praticamos e todos estavam lá, alguns cansados outros desanimados e Yoongi dormindo -claro.

-Ei, gente 

-Hey, Jungkook - Taehyung falou vindo em minha direção com um sorriso enorme cansado no rosto. - está animado, hein ? finalmente saiu daquela toca - ele fala colocando sua mão no meu ombro.

-Não tinha nada pra fazer, e sair um pouco da " bad " é  bom.

- Bom,  vamos  comer, você vem ?- Jin falou.

-Não, irei dar uma saída...- Jin me interrompe.

-Vai no hospital  não é ?

Concordo com a cabeça.

Eles se entreolham e logo depois voltam os olhos pra mim.

- Então... - falo olhando para a porta - tenho que ir. - dei um leve sorriso.

- Cuidado - Jin fala com um ar de preucupado, mas acho que ele estava feliz por eu finalmente saí daquele quarto.


Vou direto pro carro e peço para o motorista me levar.


~quebra de tempo~


Cheguei ao hospital, pedi informação  e logo fui  a  sala onde ela estava. No elevador já me sinto euforico, sei que é  o 2  segundo dia  depois........ Tento tirar aquilo da minha cabeça, aquelas cenas  horrendas mas , logo respiro e o elevador para no andar dela.

Vejo a sala dela, a vejo pelo vidro, a mesma. Me sinto alegre, renovado como se todas as minhas forças estivessem se renovado só por olhar a ela mesmo não estando ao meu lado.

Não vejo ninguém, nem um médico ou enfermeiro, então tomo a audácia de entrar. Ao entrar logo me aproximo dela.

-Ah, é reconfortante vê-la, sabia ? - falo como se ela me escultasse.


Sento numa  cadeira do lado da cama.

- Esses dias estão sendo horríveis sem você, sinto sua  falta - acaricio seu cabelo. Suspiro e me aproximo de seu rosto e beijo  sua   bochecha,  seguro o beijo por instantes mas logo me encosto na cadeira de novo. Imagino  se ela estivesse acordada, eu sentia sua presença viva e animada ali mas ela estava ali só que inconciente, e eu não a quero inconciente e sim conciente,  rindo ao meu lado.

Saio dos meus pensamentos, quando a porta se abre. Era o doutor.

- Hãn ? Se-senhor Jeong ? - ele fala surpreso.

- Ah, sim doutor, eu vim fazer uma visita e como não vi ninguém.... - falo me levantando. 

- O senhor... - o interrompo.

- Desculpe, mas não fiz...- agora ele que me interrompe.

- Recebemos ordens de não permiti você ou qualquer outro do grupo Bangtan entrar nessa sala - ele fala frio e engoliu o seco. Paraliso ao escutar aquelas palavras que invadia meu peito com uma furada dolorosa e amargante.


Fico sem palavras.

- Peço que se retire.

- Mas, isso n-não tem explicação - falo gaguejando - quem falou um absurdo desses ?

Ele olhou para mim e já via a resposta em seus olhos.

- Não, ele não faria isso. E POR QUÊ DISSO ? - eu estava alterado, eu estava gritando com um médico.

- Peço que se retire.

Eu seguro firme a mão de s/n,  não queria deixá-la, e eu não vou eu a coloquei aqui e eu que vou ficar e tirá-la daqui.

- EU NÃO VOU !! - protesto.

Quando percebo, estavam dois enfermeiros logicamente, para me tirarem dali.


Saio sem nenhuma briga, estava bufante, a raiva me consumia, eu não estava acreditando no que ELE fez.


~quebra de tempo~


Eu não estava acreditando naquilo, eu não acredito.

Entro no seu escritório empurrando a porta sem me importar se estava aberta ou fechada.

- POR QUE ? 


- O que ?


-QUAL O MOTIVO DE TER FEITO ISSO ?


- Deve está se perguntando sobre a proibição...


- SIM.


- Era melhor para você.


- Como assim ?


- Você se isolou naquele quarto, perdemos entrevistas, um show maravilhoso de dinheiro, tudo por causa de você.


Fico pasmo, como uma pessoa dessa existe, isso me deu ânsia.

- Não foi só você que sofreu com isso, todos nós sofremos, principalmente eu e a empresa.


- Então seu plano era cancelar as visitas, qual sentido isso tem ?


- Bom se você parasse de pensar nela, talvez você voltaria ao normal - ele fala calmo, toda aquela lábia estava me enjoando, como ele pode pensar nisso.


- Sabe o que você é ? É um ganancioso, um homem que dá nojo.


- Olhe como fala comigo...


- Você merece ser tratado assim, você é um monstro ganancioso.


- FALE ASSIM MAIS UMA VEZ E VOCÊ SAI DAQUI PARA NUNCA MAS VOLTAR.


-Okay, vai ser muuito díficil achar outra empresa que me contrate - me viro em direção a porta.


- Não ouse sair .....

Já tinha batido na porta.


Eu não acredito que ele fez isso só por dinheiro, eu não acredito que ele me impediu de cuidar dela pelo dinheiro.


Ele não vai fazer isso, isso não vai ficar assim.










Notas Finais


Hey, povuh ^^

Nossa jureg, oque foi isso ?


Esperem o próximo episódio porquê eu vou vomitar a comida toda. Bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...