História Um Amor Estranho... - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Lysandre
Tags Amor Doce, Dominação, Hentai, Lysandre
Exibições 57
Palavras 879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


curto mas está aí, vou tentar trazer capítulos mais frequentemente, já que daqui a algumas semanas entrarei de férias, poderei postar e escrever com mais tempo e calma.
ou seja, eu não sumi

e eu agradeço a todos os comentários, eles me incentivam muito.

Capítulo 13 - Capítulo 13


ERIKA ON

Acho que estou devendo algumas (muitas...) explicações para Dake... passamos um tempo no trânsito até chegarmos, quando chegamos meu irmão parecia tenso e confuso, talvez seja pelo que aconteceu agora a pouco:

 

D – está me devendo algumas explicações Erika.

E – desse jeito até está parecendo o papai falando...

D – não troque de assunto.

E – ta ta... é só que... – “vamos, pense em algo”, dizia para mim mesma.

D – só que..?

E – eu e o Lys somos... namorados! – disse rapidamente.

D – e desde quando um namorado quase te mata e parece que vai fuzilar com os olhos quem chegar perto de sua... “amada”?

 

Também não sei Dake, também não sei...

 

D – ele está bem diferente de antes... – diz ele se sentando ao meu lado em um sussurro, mas deu para ouvir.

E – como assim diferente?

D – ele era o “rejeitado” da escola a uns dois anos atrás, hoje é o que todas querem.

E – como mamãe sempre dizia: você não é todo mundo! Mas... me conta mais de como ele era.

D – eu não sei muito, nunca cheguei a ser amigo dele, só o conhecia porque ele era o esquisito da escola, por causa de seus olhos, hoje valorizam muito isso nele.

E – como ele era de personalidade?

D – ele era antissocial e meio depressivo, na verdade ele parecia um zumbi, sempre com olheiras e era seco, normalmente ele andava sempre com os olhos inchados, acho que por chorar pelo que faziam com ele.

E – isso é terrível... – “mas não sei se justifica o que ele faz comigo...”.

D  - que tal pararmos de falar dele e aproveitarmos a tarde?

E – claro! – disse animada dando um abraço no meu irmão.

 

LYSANDRE ON

 

Tenho que descobrir onde aquele cara mora, levou a MINHA Erika, acho que reconheço aquele cara, não é aquele que eu bati e deram suspensão? O irmão... dela... agora faz sentido! Eles tem que ter uma moradia aqui para poder estudar, Erika deve ter colocado o endereço dele, tenho que ir ver as fichas de inscrições, mas tenho que arranjar uma desculpa para a diretora me deixar entrar. Hm, acho que já sei!

Vou até os corredores normalmente, não quero ninguém desconfiando de nada, nem demonstrar que eu possa estar nervoso ou algo do tipo, perto da diretoria Castiel me para e diz:

 

C – que cara de desesperado é essa?

L – d-desesperado?! – “droga, será que ele percebeu algo?” penso comigo já sentindo o nervosismo tomar conta.

C – é brincadeira, mas pelo jeito que você reagiu... – ele diz me olhando nos olhos.

 

Calma Lysandre, calma, ele não tem como perceber:

 

L – bem.. er... vou indo, tenho algo importante para fazer.

C – importante é? Posso saber o que prometo não contar a ninguém – diz com seu sorriso sarcástico, típico dele.

? – LYSANDRE! – alguém me abraça por trás.

L – Rosa?

R – isso mesmo, vamos logo, o compromisso não pode mais esperar!

 

Olho para Castiel, ele me olha um pouco confuso, talvez tenha pensado que eu teria parado de dar uns “pegas” na Rosa as vezes, e isso realmente aconteceu, só por causa... bem, se concentre:

L – o que quer?

R – percebi que estava com pressa, então te tirei de perto dele, acho que sua conversa duraria mais algum tempo, e uma coisa que você não gosta, é perder tempo.

L – hm, vou indo.

R – orgulhoso como sempre, nem um obrigado eu recebo.

L – eu não precisava de sua ajuda.

 

Ela levanta uma de suas sobrancelhas com um olhar de “sério?”, não dou bola e continuo o que eu estava indo fazer.

               

ERIKA ON

 

Já é fim da tarde e nenhum sinal de Lysandre, ainda bem! Mas ele não saiu de minha cabeça em momento algum, eu queria saber mais sobre o que aconteceu, na verdade, preciso saber mais sobre. Eu e Dake pedimos pizza e passamos a tarde fazendo maratona de alguns filmes que a gente gosta. Mas como tudo que é bom dura pouco, aqui estou eu voltando para a escola, para o inferno, eu não voltaria, mas tenho amigos que me apoiam mesmo sem saber o que aconteceu, tipo o Kentin ou o Castiel...

 

Já na escola e a caminho do dormitório me deparo com um pequeno bloco de notas jogado e provavelmente perido pelo chão, o pego e vou até o dormitório, os garotos não estão aqui e não vejo nenhum sinal de Lysandre. Que sorte! Deito na minha cama e procuro um nome ou algo do tipo pelo pequeno bloco, mas não acho nada, arrisco ler dentro para ver se tem algo, mas só tem uma palavra escrita com uma bela letra “meu diário...”, ok né... começo a folear e encontro coisas como:

 

“desde que você apareceu não sai de meus pensamentos, e aquilo foi um acidente, estourei de raiva e agi sem pensar... agora percebi o quanto mudei”

“preciso de você, só para mim, mas aparentemente a concorrência está grande”

“soube que eu chamei a atenção dela por causa de meus olhos, sempre chamo atenção por causa deles, dos dois tipos, da ruim e da boa, odeio a ruim, sempre sofri por causa dela”
“finalmente ela é só MINHA, mas parece que certa pessoa ainda não entendeu e fica a convidando para jogar...”

 

? – lendo coisas que não são suas? Acho que devo puni-la...


Notas Finais


espero que tenham gostado!
até o proximo cap, que eu, espero que não demore, espero que eu tenha criatividade para poder escrever hahuiagdnxwc


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...