História Um amor extremamente estranho - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Blásio Zabini, Cedrico Diggory, Cho Chang, Cornélio Fudge, Dino Thomas, Draco Malfoy, Fred Weasley, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Neville Longbottom, Personagens Originais, Ronald Weasley, Severo Snape, Sirius Black
Tags Harrypotter
Visualizações 82
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Hentai, Lemon, Magia, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoinhas, olha eu aqui de novo!!!

Espero que gostem do capitulo, bjosss...

Capítulo 4 - Capítulo 4


- Sabe Harry, ninguém é perfeito. Faz parte do ser humano, sendo ele bruxo ou não, decepcionar pelo menos uma pessoa em toda sua vida. Você não é perfeito Harry. Mas se você tentar, você poder ser bom o bastante para as pessoas que te amam. E isso já é muita coisa. Então, meu conselho? Aceite a proposta de Dumbledore. E proteja seus amigos. - Disse Hagrid e bebericou um gole do chá ainda quente em sua xícara. 


- Você está certo Hagrid. Eu vou tentar. Vou ir até Dumbledore amanhã e dizer que aceito sua proposta. - disse Harry - eu só tenho um problema. Draco. Ele e rony não vão conseguir trabalhar juntos nunca. 


- Draco é da sonserina. Contanto que você faça a ronda com ele eu o mantenha bem longe de Rony, tudo ficará bem. - Disse Hagrid. 


- Eu espero que sim Hagrid... realmente espero... - disse Harry e bebeu seu chá olhando o horizonte pela janela embaçada da cabana de Hagrid. 


... 

Já era noite quando Harry voltava da cabana de Hagrid, Quase todos os alunos já haviam ido para suas camas, Harry estava indo para sua sala comunal quando ouviu a voz do loiro mais irritante de Hogwarts chegar a seus ouvidos. 


- Eu não vou fazer isso. - Harry ouviu Draco dizer. 


- Ah você vai fazer sim! - Aquela era voz de... Creb? - Draco! Somos amigos desde sempre! É só uma poção! - disse Crab. Harry conseguiu se estreitar pela fresta de duas colunas e ver Draco e Creb conversando. 


- É! Uma poção que demora um mês para ser preparada! Eu não tenho os ingredientes Creb! - disse Malfoy - eu não vou fazer. E além do mais, como eu vou conseguir um fio de cabelo do potter? Logo ele?! - disse Draco - não mesmo Creb, e não pessa mais, ou eu te transfiguro em uma vassoura! - Disse Draco e saiu do local, Harry foi embora rápido com medo de ser pego ouvindo a conversa dos dois, por que Creb queria poção polissuco? Ah sim! Harry conhecia aquela poção melhor que todos naquela escola. Um foi de cabelo de quem você quer de transformar é o mais importante, mas Creb queria de transformar nele? 


Suas perguntas tiveram que ser adiadas quando ouviu passos no corredor que estava andando, se colocou atrás de uma coluna e esperou. Os passos pararam bem perto de onde Harry estava. 


- Eu posso sentir você Harry. - Disse Malfoy enquanto olhava para a pilastra de onde, agora, Harry saia. 


- Draco...- disse Harry, mas foi interrompido antes de conseguir falar qualquer coisa. 


- Por que você fez aquilo? - disse Malfoy. 


- escuta, Draco, eu posso explicar, eu não queria ouvir, mas eu estava passando e, foi meio impossível não ouvir... - Disse Harry. 


- Do que você está falando Potter? - disse Malfoy olhando confuso para Harry. 


- Do que você está falando Malfoy? - perguntou Harry. 


- Por que você pegou minhas coisas hoje de manhã? poderia ter deixado lá. Ninguém iria notar. - Disse Draco colocando as mãos no bolso. 

 

Harry parou por alguns instantes analisando a postura, por alguns meros segundos, vulnerável de Draco. Sua presença não estava impotente como sempre. Na verdade estava... magoada? Solitária? Alguma coisa entre esses dois. Harry odiava admitir mas, odiava ainda mais Draco quando o mesmo de auto subestimava. 


- Draco?! Você é idiota de nascença ou aprendeu a ser assim com o tempo?! - disse Harry olhando para Draco indignado. 


- O que? - perguntou Draco não acreditando na petulância do moreno a sua frente. 


- Eu não gosto de você Draco. Realmente não gosto. Mas pare de se fazer de coitado, por que se tem uma coisa que eu tenho que admitir sobre você, é que você é bonito e importante. - Draco olhou para Harry surpreso pelas palavras do moreno - Você tem tantas pessoas que gostam de você Draco. Mesmo você sendo o idiota que você é. Então pare de se fazer de coitado. - Harry deu um passo para mais perto do loiro - Você é Draco Malfoy. Engole. - Disse Harry e saiu andando de volta para seu dormitório. 


Draco ficou pra trás olhando Harry andando pelo corredor. O que foi aquilo? Harry estava... levantando a estima de Draco? Okay... ele já podia ver as câmeras de pegadinhas na sua cabeça. Mas elas nunca apareceram na vida real. É. Harry estava... ajudando Draco. O que aquilo significava? 


Notas Finais


E ai? Gostaram?

Vou começar a moldar o romance dos dois no próximo capitulo, espero que tenham gostado...

Comentem pra eu saber!!

Bjos e até a próxima ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...