História Um amor hibrido ? ( Sans x Leitor ) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Frisk, Papyrus, Personagens Originais, Sans
Tags Sans X Leitor Sans
Exibições 93
Palavras 1.954
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe pela demora para postar a fic
Eu estava em semana de prova e como era o 4 bimestre eu fiquei focada em estudar
Mas agora eu voltei e irei postar =3
Espero que vocês gostem

Dessa vez tem um capa bonitinha u.u
Não me matem <3
TUDO VAI SE RESOLVER CALMA

Capítulo 3 - Capítulo III


Fanfic / Fanfiction Um amor hibrido ? ( Sans x Leitor ) - Capítulo 3 - Capítulo III

Já acabamos de comer nossos sorvetes a horas e simplesmente continuamos sentados na sorveteria . Nos trés estávamos distraídos conversando sobre qualquer coisa . Sans sempre falava do seu irmão , chegava a ser engraçado . Sans realmente admirava Papyrus . Eu até que entendia , Papys acabou sendo a unica " pessoa " que restou de sua família . . . Era triste 

Pelo que eu descobri , Papys e Sans morram juntos em uma casa não muito longe e Frisk está de mudança para a casa dos irmãos . Ela diz que sua mãe adotiva voltou com seu marido que era o Rei de Underground , e como a casa era pequena para os tres Frisk teria que morar com os irmãos esqueletos até a reforma acabar 

Frisk parece ser bem intima de Sans . . . Será que eles são namorados ?

Desde que os monstros saíram do subsolo , poucos assumiram ser um casal hibrido por simplesmente 1 motivo . . . A sociedade . Os monstros ainda não são " bem-vindos " para algumas pessoas , e são totalmente contra os casais hibridos . Normalmente as pessoas que assumem ser casais hibridos são julgadas como traidores da própria espécie , alguns são atacados bruscamente e humilhados e outros até mesmo são assassinados . . . Por isso , os poucos casos de casais hibridos que tiveram acabaram não resistindo e se separando . . . 

É muito triste você não poder ser feliz com uma pessoa ou monstro por causa de outras . . . Amor não tem gênero e nem classe 

Bem , pelo menos eu penso assim

. . . 

Se Frisk e Sans realmente são namorados . . . QUER DIZER QUE ELES ESTAVAM INDO A UM ENCONTRO ? E eu estraguei ele ?

Então juntei toda a coragem que eu tinha . Estava determinada a perguntar !

- Então . . . Vocês são . . . Uuh . . . Namorados ? 

Frisk - Ah , sim . Já faz um ano - Seu rosto estava levemente ruborizado -

Sans por outro lado me encarava esperando alguma reação . Ele parecia hesitante em algo

- Owww , isso é tão legal ! O primeiro casal hibrido que eu vejo ! Isso é tão raro 

Frisk - Sim , hehe

Sans pareceu aliviado . Mas mesmo assim , parece duvidar de mim 

- Uh , eu atrapalhei um encontro ?

Frisk - Oque ? ! Claro que não - Disse um pouco envergonhada - Está tudo bem , Papyrus tinha nos chamado porque tinha esquecido o seu avental então trouxemos para ele 

- Ah , isso me deixou aliviada . Pensei que tinha estragado um encontro hehe

Sinto meu celular vibrar no meu bolso . Peguei meu celular e olhei para Frisk , a mesma pareceu entender e confirmou com a cabeça . Na tela estava uma imagem de um despertador , tinha a opção de soneca e cancelar . Em cima das opções e do despertador estava escrito " Buscar Luiza " . Me assustei . Não fazia ideia que tinha se passado tanto tempo assim

- Bem , eu tenho que ir buscar a minha irmã no colégio - Disse cancelando o alarme que fez meu celular parar de vibrar -

Sans pareceu surpreso

Sans - Você tem uma irmã ?

- Sim , o nome dela é Luiza 

Eu acho que deveria pegar o contado deles , eles são ótimos amigos 

- Vocês . . . Podem me passar o números de vocês ? Para manter contato 

Frisk - Ah , claro !

Dei meu celular para Frisk e a mesma pegou da minha mão e anotou seu número . Quando já tinha acabado me devolveu . Olhei para a tela e lá estava . . . Mais um contado . . . Eu não tenho muitos . . . 

- Bem , eu vou indo - Me levantei da cadeira e sorri , pegando minha bolsa - Vejo vocês algum dia 

Frisk - Claro ! Até depois _ _ 

Dei um ultimo sorriso para os dois e sai correndo em direção ao colégio . O colégio estava praticamente do outro lado e eu tinha que chegar em 20 minutos ! 

Aproveitei o sinal fechado e me apoiei em meus joelhos . Eu precisava de um pouco de ar . Mesmo fazendo academia , correr cansava . O sinal abriu e eu comecei a correr novamente . E algumas casas a frente eu pude ver o colégio . Minhas pernas doíam e eu puxava o ar exageradamente . Parei de correr do outro lado da calçada , estava esperando o sinal fechar para poder atravessar quando o sinal da escola bate . Em alguns segundos as crianças já estavam saindo da escola apressadamente , correndo e algumas gritando . O sinal fecha e eu atravesso ele , assim entrando na escola procurando a Luiza 

Olhava a porta esperando encontrar Luiza no montinho de crianças que saiam apresadas . Mas a Luiza me achou , correndo em minha direção e me assuntando com um abraço . Como eu era bem maior que ela , ela acabou abraçando minhas coxas 

Luiza - Irmãzona !

- Ow ! Luiza você me assustou - Disse brincalhona enquanto me abaixava para abraça-la - Então como foi a escola ?

Luiza começou a conta das coisas que aconteceram na escola e eu peguei sua mão para podermos ir até a confeitaria . Eu não tinha me esquecido que devo um bolo para ela . Perto da escola seguindo a rua tem uma confeitaria que foi aberta já a bastante tempo mas nunca tinha ido lá , então acho que seria legal ir nela . Ao chegar a confeitaria tinha uma pequena placa com " Procura-se funcionários " . Luiza soltou minha mão e entrou na confeitaria e eu fui atras dela 

- Hey ! Não corra de mim assim ! 

Luiza já estava na bancada de vidro , aonde embaixo dela amostrava varias variedades de bolos . Ela apontou para um e puxou minha camisa para que eu a olhasse 

Luiza - Eu quero esse !

Sorri e peguei minha carteira retirando uma nota de dez reais que tinha . Logo uma monstra apareceu . Ela parecia ser uma aranha 

 Atendente - Olá ! Em que posso ajuda-las ?

- Eu vou querer esse bolo - Disse apontando para ele - Para viagem

A atendente pegou o bolo e o colocou em uma caixinha assim me entregando 

Luiza - Posso levar ?

- Claro ! Só cuidado para não deixa-lo cair 

Entreguei a caixa com o bolo para a Luiza e ela abriu um grande sorriso

- Me espere ali na porta , eu irei pagar a moça ok ?

Luiza afirmou com a cabeça e foi em direção a porta . Dei o dinheiro a atendente e la me entregou o troco . . . 

- Uh . . . Você ainda está contratando ?

Atendente - Uh ? Ah , sim . Eu estou procurando meninas para serem as garçonetes . Se está interessada pode vir amanhã 

- Ah , ok 

Me dirigi a porta aonde Luiza me esperava com o bolo 

- Vamos ? Shirley está nos esperando 

Luiza - Sim !

peguei em sua mão novamente e fomos para casa 

- - - - <3 - - - - Uma noite depois - - - - E> - - - -  ._.

Tinha levado Luiza para escola e estava voltando para a casa quando passei pela confeitaria novamente . A moça disse para eu voltar hoje . . . Por sorte eu já tinha colocado alguns documentos na minha bolsa ontem caso eu voltasse aqui . Entrei na loja e me dirigi para o bolcão aonde aquela mesma atendente me atendeu 

Atendeu - Oh , você voltou . Está interessada no emprego ?

- Sim

Atendente - Ok , responda essa fixa e eu verei oque farei - Ela me entrou um papel e uma caneta -

Eu peguei o papel e a caneta e me sentei na mesa para responde-la e alguns minutos depois eu ja tinha respondido tudo 

- Até que foi fácil - Disse me levantando e indo no balcão -

A atendente tinha saido de uma porta que estava atrás do balcão 

Atendente - Você já já terminou ? Certo - Ela pegou minha fixa e começou a ler - Ok , você está contratada . Pode começar amanhã 

Um cliente chamou a Atendente e mais dois outros entraram na confeitaria . . . Esse lugar é bem movimentado . Deve ser bastante difícil dar conta disso tudo sozinha 

- Não quer que eu comece agora ? Parece está bem movimentado . . . E você está sozinha 

Atendente - Oque ? Não , eu tenho uma ajudante mas ela está na cozinha . . . 

Mais uma vez o cliente chamou a atendente . Ela respirou fundo e me encarou 

- Ok , acho que não teria problema você começar agora . . . É só entra ali que a outra funcionária irá te dar uma roupa

E assim foi feito , entrei na porta aonde tinha uma funcionária lavando a louça . Ela parou de lavar e se virou para me olhar . Ela tinha cabelos curtos castanhos claros , seu olho era vermelho e sua bochecha era avermelhada 

- Ér . . . Eu vou trabalhar aqui . . . E pediram para você me dar uma roupa . . . 

Funcionária - Ah , ok novata 

Ela se dirigiu a uma porta que tinha no outro lado da cozinha . Lá ela fez um sinal com as mãos para que eu a seguisse e assim fiz . Ao entrar na sala tinha uns 5 armários de metal

Funcionária - Pode ficar com esse - Ela jogou uma chave em minha direção e eu a peguei - A roupa está dentro do armário , se precisar de ajuda eu estarei lavando a louça

Abri o meu armário e guardei minha bolsa nela junto com minhas roupas dobradas . Embaixo tinha uma roupa . . . Ela era igual anime . . . Uma empregada . . . Eu vou ter que usar isso ?

Coloquei a roupa , ela estava um pouco curta mas não amostrava nada . . . Eu acho . . . 

Sai da sala e a garota dos olhos vermelhos me encarou e deu um pequeno sorriso de canto 

Funcionária - Esse laço ta meio errado . Venha aqui eu vo te ajuda 

Me virei e ela apertou o laço o arrumando 

- Ah , valeu . . . Garota dos olhos vermelhos 

Funcionária - Me chame de Chara 

- Ah , ok Chara 

Chara voltou a lavar a louça e eu sai da sala . A Atendente estava voltando com uma bandeja 

Atendente - Ah , você ficou ótima com essa roupa . A propósito você pode atende-los ? Eu tenho que fazer mais café

- Claro - Ela me entregou um bloco de notas e uma caneta

Escutei o sino da porta , alguém tinha entrado . Respirei fundo . . . Sinceramente estava nervosa . . . 

Frisk ? - _ _ ! é você ?

Essa é a voz da Frisk ?

Me virei para ver se realmente era Frisk 

- Frisk , oque tu ta fazendo aqui ?

Frisk - eu trabalho aqui 

Eu estava com vergonha . Nunca pensei que a Frisk iria me ver com uma roupa dessas . . . Perae . . . O Sans . . . 

Sans - Bela roupa pivete

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA


Notas Finais


Bem , demorou bastante mas eu postei
Como eu disse me desculpe novamente pela demora eu estava com medo de repetir de ano
Mas então . . . Gostaram ? COMENTA
E GENTE ESPERA - Desvia das PREDA - PARA ;-; TUDO VAI SE . . . - Uma preda é acertada na testa da autora - Ain ;-;

Então querem outro cap ? '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...