História Um Amor Incondicional " A conquista do Sub Mundo" - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Magnus Bane
Tags Amor, Drama, Homossexualidade, Romance
Visualizações 46
Palavras 1.719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente estou amando cada comentário de vocês queria agradecer pelo carinho, e dizer que isso é muito gratificante e incentiva a continuar. Muito obrigada 😍😍😍

Capítulo 19 - Recomeço


Fanfic / Fanfiction Um Amor Incondicional " A conquista do Sub Mundo" - Capítulo 19 - Recomeço

Jace olhava para Ragnor esperando o feiticeiro contar a Alec o que ele havia feito.__Então não vai contar que fez um acordo com Asmodeus para conseguir o feitiço para as memórias do Magnus?

__Como é que é? __Alec já estava furiosos só de ouvir o nome do demônio.

__E isso não é tudo Alec__diz Jace fazendo o caçador ficar mais enfurecido.__Em troca do feitiço,  Ragnor deu a sanidade de Magnus. Se ele recuperar as lembranças ele pode enlouquecer no processo.

Alec estava completamente fora de controle agora.

__Calma Alec eu não tinha escolha._Ragnor fala tentando se justificar.

__Você não tinha escolha?Aquele maldito demônio é responsável por eu ter que ficar longe de Magnus todo esse tempo, ele é responsável pela morte da Catarina, e mesmo assim você fez um acordo com ele? Seu maldito eu vou acabar com você.

Os olhos de Alec agora tinham um brilho ofuscante, ele havia aprendido a controlar seus poderes, mas quando se lembrava do que havia acontecido há um ano atrás, em tudo que tinha perdido por causa de Asmodeus todo o seu controle desaparecia.

__Alec.. calma... não vale a pena__Jace tentava acalmar o caçador, mas não estava sendo bem sucedido, tudo na sala começou a tremer parecia um terremoto, quanto mais Jace pedia calma mais Alec se enfurecia .

De repente não era só a sala que trepidava trepidava todo o prédio começou a balançar.

__Ragnor sai agora;__Jace fala para o feiticeiro.

Ele começa a caminhar em direção a porta Alec acompanha com os olhos, ele estava tentando se controlar mas estava difícil, Ragnor alcança a porta e quando sai dá de cara com Magnus olhando curiosamente tentando entender o que estava acontecendo,porque todo prédio balança daquele jeito, e ele sabia que não era um terremoto.

__Alguém pode me explicar o que está acontecendo aqui? 

Alec escuta a voz do feiticeiro e o vê parado na porta ao lado de Ragnor, nesta hora o caçador perde todo o controle, ele avança segurando Ragnor pelo pescoço elevando o feiticeiro do chão, Alec o estava sufocando.

__Eu vou matar você seu infeliz, como pôde colocar a vida de Magnus nas mãos daquele maldito demônio.__Ragnor já estava começando a perder a consciência quando Alec ouve Magnus falar com ele.

__Ei... Alexander está tudo bem, eu estou bem... Então coloca Ragnor no chão por favor.

__Não posso meu amor ele  fez um acordo com o demônio  responsável por não estarmos juntos, e pela  morte de nossa amiga.

__Meu anjo olha para mim, coloca ele no chão e vamos resolver isso de outra maneira tudo bem_Magnus falava brandamente com Alec, que foi se acalmando e soltou Ragnor no chão. Magnus olha fixamente para Ragnor e o manda sair, o feiticeiro dá um olhar furioso para Alec mas sai sem dizer nada.

Magnus agora observava Alec com um ar de quem queria explicações.

__Jace você poderia me dar licença, quero falar sozinho com Alexander.

__Eu não acho uma boa ideia Magnus,  Alec não está bem olha o estado dele,  Alec tremia de raiva mas o pior já tinha passado, agora já estava mais calmo e tinha percebido que havia falado coisas que não devia.

__Tudo bem Jace eu estou bem, Magnus vem vamos conversar no meu quarto.

Ambos se dirigem para o quarto do caçador deixando Jace na sala sem saber o que fazer.

Magnus entra observando tudo, os móveis claros dava um ar sofisticado ao ambiente, uma cama king com lençóis de seda azul escuro, grandes almofadas sobre a cama fazendo-a parecer confortável o quarto era bem masculino a cara do caçador, Alec observa Magnus olhando como se procurasse por algum coisa.

 

__Você vai me dizer que história é essa de um demônio ser  responsável por não estarmos juntos? Como, se acabamos de nos aproximar? Até 2 dias atrás mal nos falávamos e qual amiga morreu, eu quero saber o que você está me escondendo.

__Magnus eu sei que você tem todo direito de saber o que está acontecendo, mas podemos conversar uma outra hora.

__Não Alexander eu quero conversar agora.__Magnus aproxima olhando nas profundezas daqueles olhos tão azuis e fala baixinho no ouvido de Alec.

__Eu preciso saber Alexander... porque te quero tanto, porque você habita os meus pensamentos de uma forma tão intensa, porque meu corpo reage ao seu com tanto desejo.

__Magnus...eu não posso... Eu estou tão cansado de lutar contra esse sentimento mas por favor não agora.

__Então não lute meu anjo, fale comigo deixa eu cuidar de você. __Magnus se aproxima mais do caçador que se deixa levar pelas carícias que Magnus  fazia em seus cabelos, tocando levemente seus lábios, Alec fecha os olhos e lágrimas começam a cair Magnus olha sem entender o motivo do choro.

__O que foi...porque tanta tristeza Alexander...__Magnus eu... Alec agora soluçava descontroladamente.

__Eu sinto tanto sua falta...eu não aguento mais, eu tentei me manter afastado e até consegui por um ano mais não consigo mais... Eu te amo tanto...e ver você todos os dias e não poder te tocar e te beijar era tão doloroso...

Magnus olhava assustado, sem compreender as declarações que Alec estava fazendo, ele toca o rosto do caçador secando as lágrimas e pede calmamente.

__Alexander não chora...se acalme se quiser conversamos outra hora tudo bem , eu não queria te sobrecarregar desta forma.

Alec passa a mão pelos olhos molhados de lágrimas  tentando conter o chorando e diz ao feiticeiro.

__Eu gostaria de te falar tudo, eu queria te contar mas não posso.

__Mas porque...para que tanto mistério eu não entendo, o fato é que tem alguma coisa errada e eu vou acabar descobrindo, então que diferença faz  se alguém vai me contar ou se eu vou descobrir sozinho.

 

Alec pondera sobre as alegações de Magnus e vê que realmente ele tinha um razão.

 

__Tudo bem, mas me prometa que se começar a sentir alguma coisa vai me dizer?

__Alexander não tô entendendo.

__Só prometa.

__Tá eu prometo.

Alec começa a retratar tudo a Magnus, todos os acontecimentos dos últimos 9 meses, quando Alec chegou a parte da morte de Catarina, Magnus chorou abraçado ao caçador, não podia acreditar que sua amiga Catarina estava morta, ele olhava Alec com compaixão por todo sofrimento que ele estava passando, começou a se lembrar das vezes que encontrava Alec nos corredores do prédio e muitas destas vezes ele não estava sozinho, das festas e eventos em seu loft,  Magnus não podia imaginar tamanho sofrimento.

__Mas porque você concordou com isso Alexander... quanto sofrimento meu anjo todo esse tempo você me vendo com outros homens  e festas ...eu vivendo e você...Deus...

Alec dá um sorriso cheio de carinho para o feiticeiro e responde.

__Eu nunca permitiria que você deixasse de ser está pessoa linda que você é, eu te amo Magnus e eu sempre protegerei  você.

__Alexander, mas não estou entendendo uma coisa, o que meu pai tem a ver com isso?

__Como eu te disse foi ele quem deu o feitiço a Ragnor e em troca pediu sua sanidade.

__Alexander isso não faz sentido, o feitiço de memória é um dos mais simples, Ragnor não teria dificuldade em executa-ló e Asmodeus não tem esse tipo de poder ele não pode pedir nada em troca de feitiços porque ele não é um feiticeiro, ele é um demônio. Feiticeiros são aqueles que são nascidos de um humano, ou seja parte demônio parte humano. 

 

Alec olhava sem saber o que dizer também não entendia o que estava acontecendo.__Mas Ragnor disse que você poderia ficar louco se recuperasse as lembranças e que eu deveria me manter afastado.

__Certo Ragnor vai ter que me explicar isso direitinho,mas agora eu quero te perguntar uma coisa.

__Sim.

__Podemos tentar de novo Alexander, não sei se vou recuperar as lembranças que tinha mas...

__Por que não? seria só reverter o feitiço.__Alec falava com entusiasmo.

__Não Alexander, não funciona assim esse tipo de feitiço tem uma fonte, como vou te explicar...como um guardião, lembra quando apaguei as memórias da Clary, eu não queria que as memórias se perdessem, então dei as memórias a um demônio para guarda-las entende, sempre tem que ter uma fonte.

__Então você está dizendo que Ragnor deu suas lembranças a Asmodeus?

__Eu não sei, mas ele vai me dizer nem que eu tenha que arrancar a força toda a verdade dele.

Alec dá um sorriso agora mais animado.__Então você não vai ficar louco?

__Só se for por você Alexander.

Magnus beija o caçador com tanta intensidade e desejo, levando-o até a cama, Magnus deita Alec devagar sempre olhando dentro dos seus olhos, ele começa a desabotoar a camisa que Alec usava, abrindo os botões um a um sem  pressa, observando cada detalhe do corpo que lhe parecia tão familiar.

__Você é tão lindo, Alexander se você não quiser é só dizer que eu paro.

__Eu nunca quis tanto...__Alec puxa Magnus para beija-ló, ele precisava, disso sentir novamente que Magnus era seu, ele começa a tirar as roupas do feiticeiro ambos se atrapalham e dão risadas isso enche o coração de Alec de esperança, de que eles ainda podiam ser felizes. Ele olha para o feiticeiro e fala com a voz cheia de ternura.

__Eu te amo tanto Magnus...

Magnus para os beijos que estava dando no pescoço do caçador e o olha em seus olhos.

__Alexander...eu gosto muito de você e... quero te conhecer passar um tempo com você, talvez estejamos indo rápido demais.__Magnus se levanta e começa a vestir suas roupas, Alec fica olhando sem dizer nada. Magnus agora completamente vestido pergunta ao caçador.

__Que tal começarmos com o nosso jantar?

__Eu adoraria jantar com você.__Alec responde um pouco decepcionado

__O que você acha de jantar em meu apartamento amanhã às 20:00hs

__Eu acho que seria perfeito.

__Então até amanhã às oito.

Magnus sai do quarto, Alec fica lá na cama com o coração partido, pensando se Magnus não recuperasse as memórias e se ele não o amasse como antes, estes pensamentos estavam o assustando, ele não suportaria saber que Magnus poderia não ama-ló como antes ele deita novamente na cama abraça o travesseiro deixa as lágrimas rolarem pelo seu rosto.

Magnus chega ao seu loft e com um grito irritado ele chama por Ragnor.

__RAGNOR...

O feiticeiro aparece com uma cara de poucos amigos.__O que você quer Magnus?

__O que eu quero? Agora você e eu, vamos conversar


Notas Finais


Agora Ragnor vai ter que se explicar para Maguns 😅😅😅.O próximo capítulo tá 😈 kkkk. Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...