História Um Amor Inesperado - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Romance, Sofrimento
Visualizações 14
Palavras 1.039
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - O Hospital


 Carllie estava na rua com muito sangue e não respondia, eu sai correndo na direção dela.

— Carllie, por favor, fala comigo- disse isso me derramando em lágrimas e apoiando sua cabeça em meu colo.

   Umas pessoas começaram para a se aproximar até que Grace chamou a ambulância e Ethan colocou a sua mão em meu ombro.

— Liss o que aconteceu- perguntou ele espantado ao olhar o corpo de Carlllie

— Ela foi atropelada- disse isso ainda chorando e fazendo carinho na cabeça de Carllie, antes que Ethan falasse algo a ambulância chegou, os paramédicos colocaram Carllie em uma maca.

— Eu a acompanho- disse isso subindo na ambulância e ainda caindo lágrimas em meus olhos, mas bem de leve.

— Eu vou com você- disse Ethan subindo na ambulância e eu respondi acenando com a cabeça afirmando.

   Os paramédicos faziam os exames, a cada segundo eu estava com medo de acontecer o pior com Carllie.

— Calma Liss vai dar tudo certo- disse Ethan segurando minha mão eu sorri por ele está me apoiando, eu estou precisando muito de apoio.

— Ela tem que tipo sanguíneo?- disse um paramédico

— Ela tem O negativo como o meu- disse ainda angustiada

— Ela tem alguma doença ou alergia?- disse uma paramédica dessa vez

— Ela tem alergia a poeira e Tylenol- disse isso e em seguida fiquei muito abalada quando olhei para Carllie

— Bem chegamos, ela vai fazer alguns exames de emergência você é parente dela e vai ter que preencher a ficha dela- disse a paramédica e em seguida descemos e eu fui preencher a ficha.

   Quando voltei vi Ethan sentado no banco da recepção e eu fui sentar ao seu lado.

— Como você está Liss?- perguntou ele bem preocupado comigo.

— Eu não sei estou com muita coisa na minha cabeça, eu já perdi a minha mãe eu não vou suportar perde a Carllie- disse isso quase chorando

— Ei calma Liss, vai dar tudo certo confia em mim. Eu estou aqui para te dar apoio no que precisar- disse ele olhando no fundo dos meus olhos

— Obrigada Ethan- disse isso dando um abraço forte no Ethan, depois de um tempo assim veio um médico falar conosco.

— Você é a responsável de Carllie a menina que foi atropelada- disse ele olhando uma papelada

— Sim, como ela está?- disse isso me levantando rapidamente

— Ela está com hemorragia interna e perdeu muito sangue, seu estado é crítico e ela precisa de doação de sangue. Estamos com falta de bolsas de sangue O e você é a única que pode salvar sua irmã- disse o médico com uma voz e olhar sério.

— Claro, o que eu devo fazer?- disse isso muito preocupada com Carllie

— A enfermeira Diliam vai te acompanhar para tirar sangue- disse ela apontando para uma enfermeira.

— Eu já volto Ethan- disse isso e depois me despedi dele com um beijo suave em sua bochecha.

   Eu segui a enfermeira, ela me fez umas perguntas para saber se eu poderia doar sangue, depois que eu doei sangue para a Carllie me senti fraca e meio mole. Quando eu fui falar com Ethan eu quase cai, mas sorte que Ethan me segurou e me ajudou a sentar.

— Você está bem- disse ele colocando uma de suas mãos em meu rosto.

— Não muito, tive que doar duas bolsas de sangue para Carllie e estou me sentindo um pouco fraca- disse isso ainda me sentindo fraca.

— Bem fica aqui que eu vou buscar um suco de laranja para você- disse ele dando um beijo em minha testa e indo em direção a lanchonete.O médico voltou conversou comigo e foi embora, depois de alguns minutos Ethan voltou com um suco.

— Obrigada- disse e depois peguei o suco e comecei a tomar

— Como está Carllie?- perguntou ele ainda preocupado comigo

— O médico veio quando você não estava e disse que ela entrou na sala de cirurgia e ainda está em estado crítico- disse isso deixando uma lágrima escorrer em meu rosto, mas Ethan a limpou.

— Tudo vai ficar bem eu sei disso- disse ele colocando uma mecha de meu cabelo atrás de minha orelha.

— Eu sei disso mais mesmo assim eu não consigo me acalmar com a possibilidade de Carllie se for- disse isso abaixando minha cabeça e quase chorando, mas Ethan segurou em meu queixo e me fez olhar para ele

— Ela vai ficar, você não precisa se preocupar. Confia em mim- disse ele ainda com a mão em meu queixo

— Eu confio- disse isso e em seguida o médico apareceu de novo

— Então doutor como ela está?- perguntei receosa com o que podia acontecer

— Ela está bem, ela saiu da cirurgia e está em um quarto internada ainda desacordada. Ela não está mais em perigo e seu pai veio aqui e ele quer falar com você, ele está na recepção- disse o médico e em seguida se foi

— Eu vou ver como meu pai está?- disse isso e em seguida fui para a recepção

   Meu pai estava sentando, quando me viu ele foi direto em minha direção e me abraçou, eu só pude chorar naquele momento.

— O que ouve com a Carllie?- perguntou ele

— Ela foi atropelada e a culpa e toda minha- disse isso ainda chorando

— Como assim?- perguntou ele me abraçando até eu me acalmar. Quando me acalmei contei tudo que aconteceu.

— Minha filha a culpa não é sua é daquele babaca do volante que nem sequer prestou socorro- disse ele começando a ficar bravo

— Você tem razão pai, o melhor que podemos fazer é dar apoio a Callie. Vamos ver ela-disse isso e em seguida fomos para o quarto dela.

   Ela estava entubada e deitada em sua cama, eu não conseguir me conter vendo ela assim e comecei a chorar. Como eu estava com medo dela se for, eu ainda não superei totalmente a morte de minha mãe. Depois de um tempo parei de chorar e me cadastrei como acompanhante de quarto, mas eu tinha que ficar com mais alguém por causa de meu estado emocional. Então Ethan ficou comigo

   Grace e Morgan trouxeram tudo que eu precisava para ficar com Carllie e me deu apoio, um motorista veio e trouxe o que Ethan precisava para ficar comigo no quarto. Quando escureceu só estava eu e Ethan sozinhos com Carllie.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...