História Um Amor Inesperado - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Romance, Sofrimento
Exibições 9
Palavras 1.048
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - Primeiro Beijo


Eu estava a caminho do parque quando eu vi um Studio de tatuagem e decidi parar, meu pai disse que eu podia fazer uma tatuagem com 18 anos e também eu quase fiz uma tatuagem quando minha mãe morreu e quando Carllie sofreu o acidente, porque não fazer uma em homenagem da Carllie que está bem e viva.

   Eu entrei no Studio e comecei a olhar em volta até que uma mulher veio falar comigo.

— Oi, em que posso ajudar?- perguntou ela com um sorriso

— Eu estava pensando em fazer uma tatuagem- disse isso e a moça me levou para um balcão onde tinha imagens de tatuagens que eu podia fazer.

— No que você esta pensando?- perguntou a moça preparando os equipamentos

— Eu estava pensando em fazer uma rosa  nas costas na região do quadril- disse isso apontando a região e pensando na reação de Carllie, ela adora rosas.

— Que tamanho você quer?- perguntou ela

— Eu quero do tamanho dessa flor aqui- disse isso mostrando a imagem para ela

— Uma ótima escolha- disse ela olhando atentamente para a imagem e pensando como ficaria a rosa

— Bem você tem que ter no mínimo 16 anos para fazer e ter consciência que uma tatuagem é para sempre- disse ela com om olhar sério

— Eu estou fazendo porque eu quase perdi minha irmã e essa tatuagem será uma homenagem para ela- disse isso bem séria, a moça só concordou e me fez preencher uns papéis dizendo que estou me responsabilizando por ser menor de idade e pagar.

   Finalmente chegou a hora de fazer, admito que doeu um pouco, quando terminou a moça me deu umas instruções para não deixar infeccionar. Depois de fazer a tatuagem fui andar um pouco de skate até que encontrei o Connor e andamos de skate, depois de andarmos muito eu e Connor estávamos bebendo refrigerante quando Ethan chegou.

— Olá Liss- disse ele com um sorriso

— Oi Ethan- disse isso retribuindo o sorriso

— Então vamos mano- disse Connor se levantando e eu em seguida

— Até mais Connor –disse isso e em seguida dei um abraço no Connor

— Até mais Lisszinha- disse ele e depois eu rir

— Bom até mais Ethan- disse isso depois Ethan me deu um beijo na bochecha

— Até mais Liss- disse ele e depois que eles foram embora eu corei

   Será que ele está começando a gostar de mim, bom é melhor eu ir para casa, eu fui para casa tomei um banho e coloquei uma calça de moletom branca e uma regata preta, eu jantei e como ainda eram 9 horas decidi colocar um filme de terror. Eu estava vendo o filme, estava na parte em que o monstro iria aparecer para matar a moça e a campainha toca, eu dei um pulo e depois pausei o filme.

   Eu fui vem quem era, eu não acreditei, o Ethan estava batendo na porta.

— Ethan o que você veio fazer aqui tão tarde- disse isso meio confusa

— Eu vim te devolver isso- disse Ethan me entregando meu skate

— Nossa eu devo ter esquecido junto com o skate de Connor- disse isso pegando meu skate

— Obrigada Ethan- disse isso colocando o skate no chão e dando um abraço nele e ele retribuiu

— Você não sabe o quanto esse skate significa para mim- disse isso pegando meu skate

— Como assim?- perguntou ele sem entender

— Minha mãe comprou junto com meu pai quando ela estava viva, eles iriam me dar no meu aniversário, mas decidiram me dar no dia em que cai de bicicleta bem feio na corrida de bicicleta- disse isso

— Sua mãe devia ser uma ótima pessoa- disse ele com um leve sorriso

— Ela era- disse isso olhando o skate

— Bem você quer entrar?- perguntei um pouco mais feliz

— Eu não quero te atrapalhar- disse ele

— Que isso eu estava vendo um filme de terror só isso- disse isso abrindo bem a porta

— Ok, já que eu vi que você quer muito minha presença- disse ela mexendo em seu cabelo

— Entra antes que eu me arrependa- disse isso depois ele entrou e tirou seu casaco e colocou no sofá e depois eu fechei a porta

— Bem eu vou fazer pipoca e trazer refrigerante- disse isso indo em direção á cozinha

   Quando eu voltei Ethan estava sentado no sofá ouvindo música, então coloquei a pipoca e os refrigerantes em uma mesinha perto do sofá e fui me aproximando para dar um susto no Ethan.

— Boo- gritei perto dele e depois ele me puxou e ficou em cima de mim segurando minhas mãos me deixando imóvel

— Liss o que te deu na cabeça- disse ele ainda me segurando

— Eu só queria te assustar- disse isso meio rindo e depois eu me toquei que nossos rostos estavam muito pertos

— Ethan você pode me soltar agora- disse isso olhando seus olhos e ele olhando os meus

— Claro- disse ele meio envergonhado e depois me soltou

— Bem vamos ver o filme- disse isso pegando a pipoca e o refrigerante e depois colocando play

   Estávamos vendo o filme lado a lado, Ethan adorava me assustar nos momentos de suspense no filme, quando o filme acabou nos levantamos e começamos a arrumar as coisas. Eu estava lavando louça quando Ethan veio e me assustou.

— Quer para de me assustar Ethan- disse isso furiosa

— Eu não consigo evitar- disse ele rindo

— Se é assim- disse isso e depois molhei ele

— Esfriou a cabeça- disse isso caindo na gargalhada

— É assim Liss- disse ele se aproximando de mim

— Ethan nem pense nisso- disse isso enquanto ele me ameaçava fazer cosquinha

— Não- disse isso e sai correndo em direção a sala e ele me seguindo

— Desculpa Ethan – disse isso ainda correndo até que tropecei na almofada e cai no tapera da sala, Ethan aproveitou e ficou em cima de mim

— Agora essa vai ser minha vingança- disse ele e depois começou a fazer cosquinha em mim, quando ele parou ele saiu de cima de mim e eu me sentei.

   Ethan me ajudou a levantar, nossos rostos ficaram próximos, Ethan segurou meu rosto com suas mãos e eu olhei em seus olhos, ele aproximou seu rosto e me beijou, eu só pude retribuir o beijo dele. Seu lábio era quente e macio, ele me beijou tão intensamente que naquele momento eu pude esquecer todos os meus problemas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...