História Um Amor Inesperado - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Romance, Sofrimento
Exibições 8
Palavras 1.107
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 32 - O Sofrimento


Quando chegamos a sala eu abri a porta e vi que Ethan não estava mais lá, Grace foi embora e eu decidi tomar um banho. No chuveiro eu não parava de pensar na conversa entre mim e Ethan, eu estou sofrendo muito com o que ele fez, parece que esse sofrimento não tem fim. Depois de terminar o banho coloco um pijama preto e vou dormi.

   Eu acordei me sentindo indisposta, eu estava me sentindo fraca e sem força, quando tentei me levantar cai no chão, acho que meu pai me ouviu e subiu correndo as escadas.

— Filha você está bem?- perguntou meu pai preocupado.

— Não pai- disse isso e depois ele me pegou no colo e me colocou na cama.

— Se quiser eu posso faltar hoje no trabalho- disse meu pai olhando minha temperatura.

— Não precisa- disse isso com a voz meio fraca.

— Você está ardendo em febre, vou ligar para sua tia vir cuidar de você- disse meu pai descendo, depois de alguns minutos ele voltou com o meu café da manhã e um remédio.

— Sua Tia está vindo, coma e não esqueça de tomar esse remédio disse meu pai e depois ele saiu de meu quarto, eu fiz  que ele pediu, depois de comer eu decidi me deitar um pouco. Eu dormi tendo pesadelo com o Ethan me traindo de novo.

   Quando acordei percebi que tinha suado um pouco com meu pesadelo, depois de eu me acalmar minha Tia Francesca entra.

— Oi meu amor, como está se sentindo?- perguntou ela se sentando ao meu lado.

— Um pouco melhor- disse isso me sentando na cama

— O que aconteceu?- perguntou minha tia e antes de falar eu dei um suspiro.

— Ethan me traiu- disse isso e depois minha tia ficou chocada

— Como ele pode- disse minha tia brava

— Eu não quero falar sobre isso- disse isso triste

— Bem é melhor você descansar – disse minha tia dando um beijo em minha testa e depois saindo. Depois que ela saiu eu peguei meu celular, havia várias mensagens de Ethan e uma de Grace, eu decidi bloquear o Ethan e ligar para Grace, já que era hora do intervalo na escola.

— Alô- disse isso ainda me sentindo meio ruim.

— Liss, como você está?- perguntou Grace preocupada

— Eu estou me sentindo ruim hoje, acho que estou doente- disse isso

— Bem eu estava preocupada, você estava muito abalada ontem e hoje não veio para a escola- disse Grace, depois conversamos um pouco e depois ela desligou porque tinha que voltar para a escola. Minha tia entrou logo em seguida.

— Está melhor meu bem?- perguntou ela se sentando na minha cama.

— Tia eu estava pensando será que não posso passar uns dias em sua casa até melhorar?- perguntei com a esperança de ela aceitar, minha tia mora em uma casa na praia com piscina e com vista para o mar.

— Claro, o tempo que você precisar- disse ele e depois eu me levantei.

— É melhor eu arrumar minhas malas- disse isso e depois minha tia soltou uma risadinha.

— O que foi?- perguntei confusa

— Eu sabia que você iria me pedir isso para poder sair daqui onde te traz tanta tristeza então já arrumei sua mala- disse minha tia apontando para uma mala pronta perto da porta, eu nem tinha percebido.

— Bem então eu vou ver se não quero colocar alguma coisa a mais e minha mala e partirmos em seguida- disse isso e depois ela disse sim com a cabeça e saiu.

   Eu coloquei umas coisas a mais e depois desci com a mala me sentindo um pouco melhor.

— Vamos- perguntei a minha tia que estava no sofá

— Vamos, mas vou ter que ligar para seu pai- disse minha tia pegando o celular e ligando para meu pai. Depois de um tempo ela desligou.

— Seu pai concordou e disse que isso iria me ajudar e que vai avisar a escola e a sua academia sobre isso- disse ela e depois fomos para a casa dela.

   No caminho eu estava olhando para a janela e lembrando de bons momentos entre eu e Ethan principalmente aquele momento na minha sala com ele. Eu deixei escapar uma lágrima, como eu queria que esses momentos voltassem como eu queria que ele não tivesse me traído e como eu queria que ele me amasse. De repente eu acabo dormindo, quando acordei a gente já havia chegado, eu desci do carro, desfiz minhas malas e depois aviso a Grace onde eu estou, eu decidi ir a praia.

   Eu coloquei um biquíni e uma saída de praia e decidi caminhar um pouco na areia, me fazia bem ficar um pouco sozinha andando com os pés na areia e sentindo a brisa do mar, depois eu voltei para a casa de minha tia onde comemos e eu fui ficar um pouco perto da piscina. Eu me sentei na beira da piscina e olhava meu reflexo e me perguntava se havia algo errado em mim para que Ethan não me amasse.

   Quando eu estava me abalando decidi nadar um pouco na piscina, eu tomei banho e coloquei um shorts jeans escuro, uma regata branca e All Star para andar um pouco na cidade, eu estava andando pela cidade e eu decidi andar no parque até que decidi sentar debaixo de uma árvore e ver o por do sol. Quando o sol se pôs eu voltei para a casa de minha tia e fui dormia, eu tinha certeza que amanhã eu estaria um pouco melhor.

   Eu acordei tomei café e fui para o mar, eu me senti muito melhor nadando um pouco no mar, eu voltei tomei banho, coloquei um biquíni branco e um shorts e decidi desenhar um pouco na praia, quando começei a desenhar só consegui fazer o desenho do rosto de Ethan, eu estava com raiva de ter desenhado alguém que me traiu e que não me ama mais.

   Estava prestes a rasgar o desenho quando eu comecei a chorar, porque eu tinha que amar você. Eu peguei minhas coisas e fui para o quarto, eu peguei meu celular e vi que tinha 15 mensagens de Ethan, porque ele não pode simplesmente me esquecer.

   Eu decidi descer um pouco e comer uma fruta quando escuto minha tia falando com alguém na porta.

— Como descobri meu endereço- disse minha tia furiosa, eu desci as escadas e fui me aproximando dela devagar.

— Isso não importa eu vim aqui falar com a Liss- disse a pessoa e quando eu pude olhar quem era na porta eu fiquei chocada, Ethan estava na porta discutindo com minha tia até que ele me vê pelo ombro dela, ele a empurra e vem em minha direção.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...