História Um Amor Inesperado - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Romance, Sofrimento
Exibições 15
Palavras 978
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Estou amando


   Eu entrei em casa peguei minha bolsa, deixei um recado para meu pai avisando que foi ao médico e foi para o carro para ir logo para o médico, não sei se vou aguentar ficar em um carro com Ethan depois do que ele fez, será que devo aceitar suas desculpas. No carro estava um silêncio assustador até que ele tentou puxar conversar.

— Como está seu pé Liss?- disse ele com uma cara

— Está doendo um pouco- disse meio que sem animo algum e depois ele riu

— Porque você está rindo?- disse meio confusa

— É que você parece meu irmão Connor quando ele fica bravo comigo- disse ele com um sorriso

— Seu besta, como é o seu irmão ele tem 11 anos certo?- disse um pouco mais alegre

— Ele é um menino especial, ele adora tocar violão, gosta de alegrar as pessoas e é claro quando fica bravo comigo fala comigo sem animo algum—ele disse isso e nos dois começamos a rir

   O clima ficou mais contrariado até chegarmos no hospital, o médico disse que eu vou ter que ficar 2 dias no mínimo em casa até melhorar meu pé e ele passou 1 remédio para a dor. Ethan me levou em casa e chegou a hora de nos despedir.

— Bom Ethan obrigada por me levar no médico,  estou de devendo uma-disse com um sorriso de leve

— Eu vou cobrar, mas agora eu preciso saber de uma coisa importante. Você me perdoa, eu fui um completo idiota e babaca- disse ele com um olhar mesmo de arrependido.

— Eu não sei bem, mas mesmo assim obrigada pela carona- disse isso e em seguida me despedi com um beijo na sua bochecha.

   Eu fechei a porta e fiquei olhando pela janela ele indo embora, não sei bem se fiz a escolha certa, a atitude que ele tomou me feriu muito eu não sei o que fazer. Bom uma coisa eu sei vou pedir para a Grace dormir aqui depois da escola já que amanhã é sábado e eu preciso desabafar com alguém se não vou explodir.

   Eu tomei um banho e fui deitar um pouco, meu pai fez de janta um risoto muito bom, Carllie me fez um lindo cartão de melhoras e depois de algum tempo Grace chegou com suas coisas. Nos fomos para o quarto arrumamos aonde nos íamos dormi e quando minha irmã e meu pai estavam dormindo contei tudo o que aconteceu dês do acidente de skate até o que sentia.

— Liss eu sei o que você tem- disse ela com um olhar muito feliz para o meu gosto

— Como assim?- disse tentando entender o que estava acontecendo

— Você está apaixonada pelo Ethan- disse ela quase gritando de alegria

— Como?- disse isso quase caindo da cama

— Você não percebe você está assim porque te magoou o Ethan, seu amor, te tratar assim- disse ela  com aquele olha de séria

— Eu acho que estou começando a ama-lo só que eu acho que ele não sente o mesmo- disse isso meio triste

— Quando você abrir seus olhos e vê que vocês foram feito um para o outro eu faço questão de esfregar na sua cara viu- disse ela rindo

— Aff, só você mesmo viu- disse rindo também.

— Então o que teve hoje de interessante na escola?- disse curiosa e tentando mudar de assunto

— Bem hoje na escola comentaram sobre um acampamento que vamos fazer daqui alguns dias- disse ela meio desanimada com o acampamento

— Nossa que legal eu adoro acampar- disse bem animada

— Só você mesmo querer dormir no meio do mato sem internet- disse ela meio irritada com minha animação

— Pensa no lado bom, podemos fazer pegadinhas com aquela patricinha Isobel e seus clones horripilantes e que sabe ver os meninos se trocarem- disse isso com um olhando para ver a reação dela

— Se for assim eu até posso pensar em ir com você- disse isso com um olhar de brincalhona

— Não vai ser a mesma coisa sem você- disse com um olhar de cachorrinho

— Está bem, mas tem que ser divertido e é claro vamos aprontar com aquela patricinha metida-disse ela com um olhar de maldade.

   Ficamos conversando um pouco até dormimos, no dia seguinte tomamos café da manhã e nós fomos para a pista de skate para eu tentar me distrair. Grace não gostava muito de ir  comigo na pista de skate ela só ia para ver os garotos gatos que andam. Eu estava vendo os caras fazendo manobras nas rampas até que decidir fazer algo.

— Ei garoto skate maneiro, será que posso andar um pouco-disse isso para um menino de aproximadamente 11 anos.

— Claro você sabe andar?- perguntou ele me entregando seu skate.

— Eu sei muito mais do que andar- disse isso quase saindo quando alguém me puxa

— Liss você tem que ficar de repouso, você está com o pé machucado- disse ela parecendo que manda em mim.

— Deixa Grace só uma voltinha vai- disse com aquele olhar de cachorro

— Tudo bem, vê se não se quebra mais- disse ela com um risinho.

— Ok- disse isso e depois de um abraço

   Eu peguei o skate fui para rampa e comecei a fazer umas manobras perigosas e  incríveis até meu pé começar a doer, infelizmente tive que para   e devolver o skate.

— Valeu por emprestar o skate- disse isso entregando o skate para o garoto

— Você é demais moça, alias meu nome é Connor- disse ele estendendo a mão, quando ele disse isso lembrei que Ethan tinha um irmão chamado Connor

— O meu nome e Liss- disse isso apertando a mão dele meio pasma ainda

— Você está bem Liss?- disse Grace preocupada comigo

— Connor por acaso você tem um irmão mais velho?- disse rezando para que não

— Sim, ele se chama Ethan. Espera só eu contar de você para ele- disse Connor super animado

— Me contar o que Connor?- disse Ethan chegando de repente



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...