História Um amor invisível - Capítulo 11


Escrita por: ~

Visualizações 132
Palavras 818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Mistério, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá leitores desculpem pela demora mas tive um bloqueio de criatividade
Esta semana até dia 12 vou tentar postar um capítulo a cada dia mas. Depois disso só vou puder postar depois de dia 20 pois eu vou de férias para um sítio que não tem NET
Mais uma vez peço desculpa pela demora

Capítulo 11 - Resto de uma noite quente


Fanfic / Fanfiction Um amor invisível - Capítulo 11 - Resto de uma noite quente

Adrian on 

Mari- o chicote serve para várias coisas uma delas é bem prazerosa mas quem está no comando es tu então tu mandas 

Chat- ah querida é inocente princesa nunca devias ter dito isso 

Depois disto eu vou até a Mari e começo denovi beijando seu pescoço e sussuro nela 

Chat- não faças barulho se não serás punida 

Mari- ahhhh chat assim do jeito que estás eu vou acabar morrendo de tesão- dou lhe com o chicote e ela geme  volta a dar outra chicotada e ela tenta abafar o som 

Chat- sou eu quem mando então não quero te ouvir sem eu pedir entendido ? 

Mari- sim mestre 

Chat-boa garota 

Eu vou descendo os beijos pelo o vale de seu seios até sua intimidade tiro lhe as calcinhas e começo a chupar 

Mari- ahhh isso chat con-conti-ahhh 

Dou lhe uma chicotada e ela lança seu lábios contra os meus abafando o gemido e dando um beijo selvagem ela para para recuperar o fôlego e eu dou lhe uma chicotada dizendo lhe 

Chat- sou eu quem mando não fazes nada que eu não mande entendido 

Mari- ......

Chat- podes falar estamos entendido ou não ?

Mari- sim mestre 

Desci de novo e comecei a chupar lá coloquei dois dedos dentro dela fazendo vai e vem ela mordia o lábio para conter seus gemidos eu continuei com os movimentos mas fui até ela e susurrei 

Chat- princesa podes gemer a vontade mas só gemer não quero te ouvir falar 

Voltei descendo até sua intimidade e voltei a chupa lá enquanto fazia movimentos vai e vem com os dedos ela gêmea cada vez mais alto ela tava quase atingindo o orgasmo então aumentei a velocidade ela gozou e eu chupei tudo fui até seu labios e beijei os e disse princesa se eu te magoar diz 

Chat- tá bom chat 

Eu enviei meu membro dentro dela e comecei a me movimentar secar até que senti uma barreira beijei a Mari e fiz um movimento mais forte rompendo a barreira ela pediu para eu para dentro dela um pouco e assim fiz 

Passado um tempo ela moveu ou quadris contra os meus fazendo assim eu me movimentar , ela cada vez mais gemia e dizia para ir mais rápido e eu acelarava ela era tão apertadinha que me fazia sentir mais tensão ela nos trocou de lugar cavalgando no meu pau eu sentei me ajudei ela com os movimentos com as mãos na cintura e com a boca eu "mamava" nos seus seios fazendo chegarmos ao clímax fazendo com que deitasse mos na cama dela eu tirei as alguém assim que tavam agarradas a cama mas pedi para ela não tirar a venda pois eu tava destranformado ela disse tbm 

Chat- então o que achaste ? 

Mari- foi o melhor de sempre obrigada gatinho  te amo 

Chat- tbm te amo princesa eu vou tomar um banho será que podias trazer um pouco de queijo para dar ao meu kawai ( autora : acho que é assim por favor não me matem se não for ) 

Mari- claro gatinho 

A Mari foi até a porta com a venda e fechou a porta eu me levantei peguei minhas roupas e fui para o banho 

Passado algum tempo tinha acabado o banho a Mari deu o queijo pedi ao plagg para comer me transformei e fui ter com a Mari 

Chat- princesa já podes tirar a venda 

Mari- ok chat 

Ela tirou a venda e me olhou e ficou decepcionada

Chat- o que foi princesa 

Mari- tu tás vestido gosto de certeza despido és lindo 

Chat- claro que gostas é claro que eu sou lindo não há ninguém melhor que eu eu sou um máximo 

Mari-convencido 

Ficamos deitados a conversar um pouco até se dar uma exploxao 

Chat- tenho que ir princesa xau até amanhã 

Dei um beijo nela e fui lutar com o Akuma 

Adrio Off 

Mari on

Quando tava conversando com chat deu se uma exploxao e ele foi embora eu me transformei e fui lutar com o Akuma com ele 

Depois da luta ( autora: eu não sou boa com nomes de akumas é a descrever lutas desculpem ) 

Eu tava me destranformado num beco até que ouvi a voz do chat ele tava quase destranformado então eu me escondi já estava na hora de eu saber quem ele era já que ele sabia quem eu era 

Ele destranformado se e eu não pude acreditar no que via ah mas agora isto vai ter uma pequena vingança o chat andou me provocando agora que eu sei que ele é o adrian e ele não sabe que eu sei quem ele é então eu vou provoca lo como ladybug 

Saltei para minha casa me Destranformei e adormeci com um único pensamento Adrian tu vais ser o meu maior divertidimento huahaahaha pode esperas porque está joaninha vai ser uma joaninha muito ma é assim adormeci  

Continua................


Notas Finais


Olá de novo espero que gostem do capítulo bem eu tive uma grande ajuda de uma leitura e amiga e de um amigo para criatividade deste capítulo então obrigada a minha sobrinha linda princesayineyan ( desculpa se nao sei escreve teu nome bem ) ao meu amigo Will que me ajudou um pouco de como o rapazes vem o lada de uma transa kkkk
Bem agora vou indo bjs da autora 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...