História Um amor miraculouso - Capítulo 9


Escrita por: ~

Exibições 59
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Magia, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Vcs n comentaram mas tia Sun trouxe novo cap pq ama vcs
😉

Capítulo 9 - Secret?


Fanfic / Fanfiction Um amor miraculouso - Capítulo 9 - Secret?

*Lucy*

Assim que meu trem chegou em Paris, tive que esperar no minimo uns 40 minutos por Nathalie, então apareceu um akuma, pelo que eu sei é assim que se chama, chamei Tiger, e pedi para ela assumir sua forma de tigre, coloquei minha mascara, e como não sabia me localizar pela cidade, segui o cheiro do akuma, e vai por mim o cheiro não é nem um pouco bom, consegui encontrar a akumatizada, pelo que eu entendi, a garota avia visto o crush chegando na escola de mais dadas com a namorada. Ela era rápida e ágil, e quando atingia alguem essa pessoa ficava em um estado de morte em vida, eu vi a Loup se não me engano, ser atingida pelo raio, e sério aquilo não era nada bom, mandei Tiger imobilizar a akumatizada, peguei o objeto com o akuma e joguei para a Ladybug, ela estava no chão com uma cara de espanto e duvida, me olhava se perguntando quem eu era, Chat Noir foi na direção dela para ajuda-la a se levantar, ela destruiu o objeto akumatizado, e purificou a borboletinha dos inferno, eu subi na Tiger, ignorando a pergunta de todos com: "quem é ela", "qual o nome dela", essas coisas, voltei para a estação de trem para esperar a Nathali, quando ela chegou basicamente me arrastou para dentro do "carro"(Sun: miga, carro? Serio? É tipo minha casa mais três), chegando na "casa" do meu primo(Sun: sério qual sua noção de casa para mansão, e carro para limousine? Amiga você precisa de óculos, na boa), eu entrei e segui para o quarto que era meu quando eu vinha para cá, Gorila trouxe minhas malas para meu quarto e logo saiu alegando que precisava buscar meu primo na escola

  -Lucy, quero carne
  -Ta bem Tiger, já volto

Fui para a cozinha, e peguei alguns pedaços de carne crua para a Tiger, estava voltando para meu quarto quando Nathali me parou no corredor, o mulherzinha chata

  -Senhorita, porque você está levando carne crua para seu quarto?
  -Eu gosto de comer carne crua, algum problema?
  -Sim,...quer dizer não
  -Pois bem, diga para o cozinheiro que sempre quer for fazer carne, a minha pode ser mal passada

Segui de novo para meu quarto torcendo para não encontrar mais nenhum imprevisto no caminho, cheguei no quarto já farta da Nathali, mulherzinha mais nojenta e sem noção, bom vou ter que lidar com ela se vou morar aqui

  -Tiger sua carne
  -Finalmente, garota você demorou
  -Tive uns imprevistos, um imprevisto em especial que eu mal conheço e já odeio
  -Normal seu não Lucy

Enquanto Tiger comia fui para a varanda, aproveitando o fato de estar ensolarado, peguei meu caderno e comecei a escrever mais um dos meus muitos poemas

"Eu lhe perdi pois me esqueci
Eu lhe perdi pois não lhe protegido
Não lhe cuidei
Não lhe amei o suficiente

Nunca fiz o certo

Eu realmente lhe perdi ....
E sinto muito"

Aquele poema eu fiz pensando no meu pai, ele se foi faz pouco tempo, foi reencontrar minha mãe, eu sinto tanto a falta deles, depois que perdi ele também acabei me fechando para qualquer um que tentasse se aproximar de mim, meus colegas e amigos, e até minha melhor amiga, que eu considero uma irmã, apos meu momento de pouca clareza, sinto o cheiro do perfume do meu primo Adrien, e sinto uma vontade imensa de espirar

  -Sabe primo, se vou ficar aqui você podia me fazer o favor de trocar o seu perfume, ele me da alergia... Aproposito é muito bom te ver
  -Também é bom te ver priminha, porque você não ne avisou que viria?
  -Foi de ultima hora, tio Gabriel é o único da familia que aceitou ficar comigo depois da morte do meu pai
  -Sinto muito prima
  -Tudo bem, vou superar
  -Chega desses sentimentos negativos, vem vou te mostrar a cidade, e vou apresenta-la aos meus amigos
  -Pode ser
  -Vou me arrumar, a vou te apresentar minha namorada
  -Hum, meu priminho tem namorada, me lembre de parabenizar a sem noção
  -Hahaha, muito engraçadinha você, vou estar te esperando lá embaixo

No momento em que ele saiu, Tiger apareceu reclamando que meu primo era muito mau educado, e me perguntando se ele sabia bater na porta. Desci as escadas, Adrien começou a me mostrar a cidade, primeiro a torre Eiffel, depois o Louvre, lugares lindos e maravilhosos, então fomos encontrar os amigos dele no parque perto da escola dele, e minha futura escola, ele chegou nos amigos, passou o braço pela cintura de uma garota com cabelos azulados
 
  -Oi pessoal, essa é minha prima, ela veio morar junto comigo e com meu pai
  -Oi pessoal, eu sou a Lucy, prazer

Todos me cumprimentaram, e cada um se apresentou, Alya, Nino, Julia, Jake, e por ultimo a namorada do meu primo

  -A então você é a namorada do meu primo, eu te parabenizo, serio para aturar esse loiro aguado tem que ter muita paciência, e tem que amar mesmo ele

Todos começaram a rir, e a namorada do meu primo, que descobri se chamar Marinette, deu uma pequena corada, mas riu juntos com os outros. Começamos a conversar coisas muito aleatórias, até que dei a ideia de jogarmos verdade ou desafio, todos toparam, apesar da Julia estar um pouco receosa quando ao jogo, pegamos a garrafa de água que a Alya avia trazido, fizemos uma roda, começamos a jogar

1° rodada
Alya×Jake

  -Então Jake, verdade ou desafio
  -Verdade
  -você gosta de alguem do nosso grupinho?
  -Er....sim
  -Quem?
  -Alya é só uma pergunta
  -Marinette cala a boca

2° rodada
Adrien×Nino

  -Verdade ou desafio?
  -Desafio
  -Desafio você a ir no meio da rua e gritar que é gay

Depois que o Nino fez oque o Adrien propos, muitas pessoas olhavam para ele com uma cara tipo, "ei bro, você ta bem", ou "ninguém se importa com sua vida cara", foi muito Ilário

3° rodada
Eu×Julia

  -Então Jujuba, verdade ou desafio?
  -Desafio
  -Desafio você a beijar na boca, o garoto que você gosta

Ela foi até o Jake olhou para ele, e o beijou. Depois da possível declaração dela, ela saiu correndo e paramos o jogo, Jake foi atrás dela, para saber se ela estava bem, sei, huhum sei, ele ia era dar uns pegas nela, todos estavam com uma cara maliciosa, como se tivessem a mesma ideia que eu tive, neste momento ouvimos explosões vindas da torre Eiffel, a não, outro akuma no mesmo dia, só pode ser brincadeira, eu mau cheguei nessa cidade e já tenho problemas como esse, então a akumatizada vem até nos, vem em minha direção, me pegou pela blusa e me levou com ela até o telhado do Louvre....


Notas Finais


Então pessoas, oque vcs acham de mim fazer um especial de halloween?
Me digam noa comentários oque vcs acham da ideia
Beijos da Sun😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...