História Um Amor Não Tão Perfeito - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~fernanda

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Batata, Romance
Exibições 6
Palavras 756
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura 😝
Desculpa qualquer erro
😘

Capítulo 2 - Não queria que você fosse. Pt 1



Shofia on

Mais um dia na minha " linda vida", só que não. E só mais um em que terei que me apresentar em um escola nova, já tá virando rotina mudar de escola, de casa, de país. Nasci no Canadá e morei lá até meus 11 anos, depois me mudei para os estados unidos, e lá mudava de escola 2 vezes por ano. Mês passado me mudei para o Brasil, meu pai tem várias filiais de sua empresa por toda América, e como sou menor de idade não posso morar sozinha, minha mãe fugiu quando meus irmãos(são gêmeos) nasceram. Deixando eu, meu pai e eles pra trás.

Quando cheguei na escola nova era bem diferente do que eu tô acostumada, não tem armários, e os professores que trocam de sala e não os alunos, oque é bom, porque sou muito preguiçosa e odiava levantar.

Entrei na minha sala e as poucas pessoas que ali haviam ficaram me olhando como se eu fosse um condenada. Deva ser porque eu tô parecendo mesmo um condenada, fiquei com preguiça de me arrumar, me sentei na última cadeira da fileira encostada na parede, coloco os fones e começo a me sentir observada, dou uma olhada pela sala inteira, e perto da porta tinha 2 meninos, um parecia hipnotizado e o outro rindo tentando tirar o amigo do transe profundo, em que acredito que a causa seja eu. Pra piorar eles sentam do meu ladinho, eu não ia puxar assunto, até porque não quero me apegar pra depois ter que dizer adeus pra sempre, sei como a partida de alguém machuca.

Quando a professora entrou e me chamou não estava nem um pouco nervosa, até porque já me apresentei tantas vezes, que pra mim já era normal.

– Prazer, meu nome é Shofia- falei é percebi que todos me olhavam atentamente– Sou Canadense, tenho 16 anos, e não pretendo ficar nessa escola por muito tempo- disse a verdade, aposto que meu pai já tá fazendo a matrícula de outra escola, em outro estado. Fui me sentar com o olhares de todos da sala em mim 

Estava distraída, " prestando atenção"  na aula quando um daqueles meninos da porta veio falar comigo.

– Oi Sofi ! Meu nome nome é Rafael, e esse aqui é o Bruno- então o garoto que não para de me olhar é o tal de Bruno..bom saber.. pêra o garoto tá corado ? Que fofinho kkk

– Ei, não precisa ficar corado, só quero que pare de ficar me olhando durante a aula, tá ficando chato- fui um arrogante?Fui, mas agora já era.

– Ei, não fal assim com ele- Rafael falou rindo– ele é muito sentimental haha

– Por isso não vamos ser amigos–falei em tom de deboche me virando pra guardar o material pra ir pro intervalo.

– Tudo bem, quero ser mais que um amigo- disse Bruno saindo com os amigos, ninca fiquei tão envergonha na minha vida.. ainda bem que ele não notou.

Peguei meu fone é o celular e sai pela escola a procura de um lugar calmo, mas não acho :(   então fui para o estacionamento do lado de fora, lá é lindo tem uma árvore que eu vi quando eu cheguei hoje mais cedo. Cheguei lá sentei na árvore boteivos fones e fechei os olhos. Não fiquei nem um minuto assim, alguém deu um cutucão em meu braço quando abri os olhos vejo o Bruno 

– você aqui ?! - diz o Bruno se sentando ao meu lado 

– Não tô lá dentro na lanchonete. E você? tá aqui ou é só uma ilusão de ótica?

– Calma garota.. é que ninguém vem aqui, só eu. E fique sabendo que esse cantinho é meu - disse ele um pouco bravo 

– Ué, não tô vendo teu nome – eu disse e ele colocou dedo indicador no tronco da árvore me fazendo olhar pra lá, quando vi seu nome escrito,por provavelmente um faca, fiquei um pouco triste. 

– Bom.. então desculpa – disse me levantando, merda o único lugar tranquilo na escola já tem " dono".

– Ei espera! – ele disse me puxando, mas como ele tava sentado e me puxou com uma certa força acabei caindo no colo dele. 

– Des -desculpa – ele falou gaguejando, estávamos tão proximos, podia sentir sua respiração.. não me contive e acabei olhando pros seus labios queria que tivesse rolado um beijo? Queria ... Mas PARA Shofia, ele é só mais uma pessoa que vc vai ter que se despedir.. sai de seu colo me sentando ao seu lado 

– Porque me segurou ?- perguntei surpresa

– Acho.. Acho que não queria que você fosse 




Notas Finais


Oii gente ✌
Não deu pra postar ontem, mais tá aí..
Espero que tenham gostado
~ feh 🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...