História Um Amor Não Tão Perfeito - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~fernanda

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Batata, Romance
Exibições 8
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oii gente✌
Boa leitura😘

Capítulo 4 - Unidos Pela Batata


Fanfic / Fanfiction Um Amor Não Tão Perfeito - Capítulo 4 - Unidos Pela Batata

Shofia on

Segunda, terça, quarta e quinta até que passaram bem rápido, tentei ao máximo não conversar com o Bruno e o Rafael, mais eles não me deixavam em paz, até que eles são bem legais..

Já faz 2 horas que eu cheguei da escola, e tô sem nada pra fazer.. meu pai evaporou, e os capetas que eu chamo de irmãos foram dormir na casa de um amigo .. tô sozinha numa sexta

[...]

Agora eu estou encarando o teto pensando seriamente em ir comer ou ir tomar banho. Resolvo ir me banhar, tô cheirando a ovo podre. Após o banho coloquei meu pijama de calor que era uma blusa regata mais larga, e um short um pouco curto na cor branca.  

Já eram sete da noite e eu tava morrendo de fome, ía pedir pizza quando a campainha toca.

– ué a pizza aqui vem antes de pedir- mumurei para mim mesma

Abri a porta e vejo Bruno com um porção de batata frita nas mãos, tava nima sacola mas só pelo cheiro já sei que é batata.

– Posso entrar ? – perguntou ele com carrinha de cachorro abandonado.

– Logico! Você tem batata! – falei sorrindo pq cara... É batata frita, foi gentil da sua parte, mas também MUITO estranho.

– Já vi que você é magra de ruim– falou Bruno entrando em casa– seus país não estão?

– não.. meu pai sei lá onde tá, e meus capet.. que dizer irmãos estão na casa de um amigo – ele riu e glória a deus não perguntou sobre mimha mãe, normalmente sempre perguntam.

Fomos pra cozinha, ele se sentou e colocou a batata na mesa e eu peguei refi, ketchup e mostarda, quaso ele gostasse ( odeio mostarda ) 

– pronto agora é só comer– falei comendo batata já com ketchup

Percebi que ele nem tocava na mostarda então perguntei:

– tem mostarda, não vai querer ?

– Odeio mostarda – falou ele pegando mais uma batata 

– Eu também– sussurei para ele não ouvir, não queria ter muitas coisas em comum com ele.

Quando eu estava terminando me dou conta que eu nunca falei onde morava pra ele

– Como você sabe onde eu moro ?– perguntei confusa

– Tenho meus contatos, e agora você vai se tornar um – disse ele pegando seu celular e me entregando, logo eu coloco meu número e entrego vendo ele salvar o contato como " Sofi❤🌚", ri baixinho. 

Quando terminamos a batata, tava levando ele pra porta quando um barulho de trovão me fez parar de andar e estremecer um pouco( morro de medo de raio e trovão) 

– você tá bem ? – Bruno pergunta percebendo meus medo 

– Estou.. anda vai embora antes da chuva..– falei abrindo a porta e me deparando com a rua quase alargada e a chuva quase no portão – Merda..

– Parece que a chuva de verão quer que eu fique aqui com voce.

– Você pode pedir pra alguém vir te buscar?

– Não, meus pais tão viajando.

– Então pode ir apé- falei empurrando ele pra porta 

– cê tá doida? – falou se virando pra mim é me segurando pra parar de empurrar ele.

– Você não vai passar a noite aqui !!

– Eu sei sua doida, vou ficar até a chuva passar, e além disso vc me deve uma.. te trouxe batata 

– Você trouxe poque quis.. mais ta bom vai... Vamos lá pra cima 

–  Mais já safada – ele fala me olhando brincalhão 

– haha muito engraçado, a gente só vai jogar videogame tonto 

[...]

–  Ganhei!!!! 

Já era a 10 vez que ele ganhava, e como eu sempre ganho dos meus irmãos fiquei um pouco brava( competitiva ? SIM) 

– Você fica tão fofa brava – ele fala apertando minhas bochechas.

– será que você vai ficar fofo sem as mãos ?! – falei com a melhor cara de maníaca psicopata que eu tenho.

– Agora já não tá mais fofa– ele fala largando minhas bochechas e fazendo sinal de cruz com os dedos 

Quando peguei meu celular é já se passava das duas da manhã, então fui no quarto do meu pai, e peguei uma blusa que ele nunca usa e uma calça de moletom, quando voltei pro quarto Bruno tava me olhando com uma cara de " WTF" 

– já viu que horas são é a chuva não passa, parece que você vai ter que dormir aqui hoje ...

– Ok, onde é o quarto do seu pai ? Ou eu vou dormir no quarto do seus irmãos ?

– Nem pensar! Se meu pai ou os meninos descobrirem que você dormiu no quarto deles nos dá 2% de chances de vida.

– mais a sua sala não ta pronta ... ( A casa tava reformando ) nem tem sofá

– Mais eu tenho uma banheira- falei é le riu 

– Tá brincando, né?- Ele me pareceu indignado

– Não– falei rindo de sua cara,– eu pego umas cobertas , um travesseiro e pronto.

– Na banheira?  Qual é Sofi..nessa cama cabe eu, você e o Rafa.

Realmente falei tudo aquilo pra ele não dormir comigo.. 

Shofia off 




Notas Finais


Espero que tenham gostado 🤓
Desculpa qualquer erro..
Bjs da batata😘
~ feh🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...