História Um Amor Perigoso - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Baki, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ibiki Morino, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kankuro, Karura, Kiba Inuzuka, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kushina Uzumaki, Maito Gai, Mei, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Oonoki, Orochimaru, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Shukaku, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Yondaime Kazekage, Zetsu
Tags Amor, Drama, Gaara, Magia, Naruto, Romance
Exibições 19
Palavras 1.729
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

<3

Capítulo 12 - Pesadelo de Silvania e a Ideia de Gaara


Fanfic / Fanfiction Um Amor Perigoso - Capítulo 12 - Pesadelo de Silvania e a Ideia de Gaara

Dias caminhando chegaram à aldeia da Areia mais rápido do que imaginavam. Chegando lá já estava a noite e frio, o vento gelado da madrugada percorria o corpo de cada um deles.

Quando chegaram na aldeia, os lideres da mesma insistiram que os ninja da folha ficassem na Mansão dos Sabaku, eles estavam indo para a Mansão, no caminho já estava sob a vista deles os grandes portões daquela Mansão.

-Eu estou exausta! “ Disse Lyona espreguiçando e estalando um pouco de seu braço e pescoço”

- Nem me fala Lyly!

Quando se aproximaram dos portões Lyona foi para sua casa que era um pouco a frente da mansão dos Sabaku. Os outros foram para dentro da mansão juntamente com os irmãos.

Todos subiram e rapidamente foram para seus quartos no segundo andar, exceto por Gaara que como sempre foi para seu pequeno quarto no térreo.

No quarto de Silvania, ela se trocou vestido uma camisola preta, deitou-se sob a cama e cobriu-se com a coberta quentinha, fechou os olhos e a ultima coisa que viu foi o brilho da lua percorrer seu quarto.

Sonho on

Ela percorria a floresta, saltando alegremente, ela ainda estava com sua camisola preta curta e estava descalço, embora não soube-se o que estava acontecendo ela sorriu.

Continuou a saltar, a pular e a sorrir, parou e começou a ouvir uma voz, a chamando:

Vou te encontrarrrrrr... Princesa da Lua você vai voltarrrrrrrrrr.

Uma risada maligna foi pelo lugar e arrepiou Silvania que engoliu em seco, ela olhou ao seu redor sabia que tinha alguém ali, era tão real, ela começou a correr e viu Gaara, ela sorriu por um segundo.

Seu sorriso se foi ao ver uma espada atravessar o coração dele, e ela viu... aquele que mais temia, ele usava uma capa e segurava a espada manchada com sangue do Sabaku, ela se perguntou porque a areia não o protegeu e obteve sua resposta, o rosto exausto, ele estava sem chakra.

O homem sorriu ela viu o sorriso dele brilhar na escuridão, ele retirou a espada do coração do Sabaku morto no chão, e Silvania recuou, ela dizia para si mesma sussurrando:

Não... ele não morreu, isso não é real, não é real... ele... ele não morreu!

Mais vai morrer, se você não voltar, eu e todos matarei todos que você se importa. – uma risada maléfica e ele continuou.- Sabe seu problema, uma kunoichi tão poderosa como você não deveria ter sentimentos, sua mamãe sabe disso, e isso foi a queda dela. Esse garoto aqui, vai morrer... E eu irei de encontrar.

Não.... não... não . Ela repetia, e repetia para si mesma.

Sonho Off.

Ela abriu os olhos, estava suando frio e estava ofegante, ela olhou ao seu redor e viu Temari e Bella, ela se assustou e recuou, logo depois que as reconheceu ela sentou-se na cama e com uma toalha dada por Temari enxugou o rosto.

- Ei Silvania, você ta bem?

- Estou Temari – Ela respirou fundo.

- Você estava falando em quanto dormia, a Bella passou por aqui e resolveu me chamar...

- Eu estava falando e o que eu falava?

- Você dizia não, não ele não está morto... Estava tendo um pesadelo?

- É pode ser... É melhor eu descansar um pouco.

Temari suspirou e assentiu, Silvania deitou-se e se cobriu por completo. Temari saiu do quarto e Bella a acompanhou, antes de sair Bella perguntou:

- Está com medo dele né? Ei Silvania... Não se preocupe, ele não vai te encontrar.

Ela não obteve resposta, por isso saiu, Silvania conseguiu dormir somente algumas horas depois e por sorte não teve outro sonho ou melhor pesadelo como aquele.

No amanhecer do dia seguinte, Silvania e Temari prepararam o café da manhã para todos lá presente.

Gaara foi o primeiro a chegar, seguido por Kankuro e Naruto. Algum tempo depois viera Sasuke, Sakura, Bella, Mari e Kakashi.

Todos se sentaram a mesa que continha uma garrafa de café quentinho, pães franceses, biscoitos, manteiga e varias outras gostosuras.

-As duas prepararam isso? “Perguntou Naruto e Silvania e Temari assentiram” - Esta muito boa!!

Após comerem, eles arrumaram a cozinha e saíram de casa.        Bella, Mari, Sakura e Kakashi foram para o hospital de Sunagakure, eles iriam treinar alguns novos médicos-nin.

Já os outros como Silvania, Gaara, Kankuro, Temari, Sasuke e Naruto foram treinar. Como ainda tinham seus alunos, Temari e Kankuro foram treiná-los. E Gaara foi treinar Matsuri com Silvania o acompanhando.

- Hoje ambas Silvania e Matsuri deverão mostrar suas habilidades com uma arma pois podem nem sempre podem desfrutar e ter a sua disposição seus jutsus e chakra, uma arma deves aplicar a você tanto mentalmente quando fisicamente, assim terão mais facilidade em controlá-la e lutar com ela, além de confiarem em sua arma, uma arma é parte de você, ela é algo que pode salvar sua vida, porém também pode destruir a mesma.

Matsuri retirou do bolso de uma de suas vestes um dardo de corda que Gaara havia lhe dado na primeira vez que aceitou Gaara como seu sensei. Ao mesmo tempo Silvania retiro da bainha em suas costas uma espada, grande e afiada, com um metal resistente, o cabo dessa espada era feito de ouro e possuía um cristal azul com a forma de uma meia lua.

Gaara deu um meio sorriso e disse:

- Vocês terão de lutar comigo, teram de me vencer fazendo algo juntas!

-Juntas? Tá brincando né Gaara-kun? E com você? – Indagou Silvania.

O olhar sério de Gaara que a fez perceber que ele não estava de brincadeira.

Elas se puseram prontas para lutar, e atacaram  Gaara, Matsuri lançou shurikens para distraí-lo ao mesmo tempo que Silvania chegou por trás e tentou-lhe acertar a espada, sem sucesso pois a defesa de areia foi ativada e era com isso que ela contava.

Ela pressionou com força uma pedra que tinha no cabo da espada e de lá a espada brilhou e ela disse:

- Estilo Lunar: Brilho da Espada!

Um grande brilho percorreu o local, esse jutsu era semelhante ao jutsu que Silvania usara contra Gaara quando lutaram por isso ele se cobriu com a areia para evitar o brilho.

Silvania saltou para trás e deu um sinal para Matsuri que compreendeu, ela atirou algumas kunays e quando o brilho parou Gaara desativou sua defesa.

- Suna Shuriken!

Varias shurikens de areia foram atiradas na direção de Silvania e Matsuri, Silvania desviou de cada uma delas cortando algumas no meio com a espada, Matsuri girou pela sua frente seu Dardo de Corda que fez um tipo de proteção.

Logo após Silvania pegou sua espada novamente e atacou Gaara constantemente e rapidamente, e na hora Silvania deu um sinal a Matsuri.

Ela girou rapidamente seu dardo de corda e respirou fundo ela atirou sob Gaara que foi pego de surpresa e amarrado pelo dardo de corda.

Ambas sorriram e bateram uma mão na outra, Silvania colocou a espada na direção do pescoço de Gaara e disse:

- Ganhamos...

Logo depois Matsuri o soltou e Silvania guardou a espada, Matsuri se despediu de seu sensei e saiu correndo provavelmente foi para sua casa. Silvania ficou esperando Gaara ir, ela limpada sua espada e olhou fixamente para a lâmina lembrando do sonho que teve e na hora a espada caiu no chão.

- O que foi Silvania? – Perguntou Gaara se assustando ao ver a espada cair.

- Na-Nada Gaara!

Ela pegou a espada e guardou  na sua bainha, respirou fundo, tentou tirar aquele sonho estranho da cabeça.

Um pouco mais tarde ela e Gaara caminhavam por Sunagakure, indo para a mansão mais algo os fez parar, Gaara sentou-se com Silvania em um banco afastado da maioria dos cidadões.

- Ei Silvania, você acha que eu poderia ser Kazekage?

- Uh? Da onde tirou essa idéia Gaara?

- Eu estive conversando com Naruto e...

*Flashback on*

Gaara e Naruto estavam sentados em cima do detalhado da mansão dos Sabaku. Era a primeira vez que os dois tinham uma conversa amigável.

O Uzumaki estava tão animado de que o chamaram para a missão, e mais animado ainda por ser na aldeia da areia onde poderia conversar com seu amigo

- Ei Gaara, você gosta daqui de Suna?

- Sim... – Respondeu o Sabaku, ele não gostava tanto assim, porém tinha seus irmãos e agora tinha uma amiga.

Logo depois Naruto começou a fazer quase como um discurso de como gostava de Konoha, e de tudo de bom que lá tinha,depois de conversar com seu amigo e Gaara esclarecesse ao Uzumaki que diferente da folha, na areia ele ainda era tratado como um monstro, e depois o Uzumaki disse:

- Bom Gaara, quando eu for hokage, eu vou mudar isso! Farei com que todas as vilas  tratem seu jinchuuriki com o respeito que merecem. Provavelmente vou criar até uma lei que proteja pessoas como nos dois.

- Hokage? Você quer mesmo se tornar hokage?

- Claro!

- Mas... por que?

- E por que eu não iria querer isso? Como hokage todos vão me aceitar e me admirar, serei útil para o povo da minha aldeia e usarei meus poderes para o bem! É por isso!

Gaara passou o tempo pensando, quem sabe ele poderia ser kazekage, ele poderia se candidatar e ver no que dava, ele tinha muitos dos pré requisitos, ele ficou muito tempo pensando nisso que nem ouviu seu companheiro dizer que ia deitar e o deixar lá naquele telhado sozinho.

*Flashback off*

- Hm, você teve essa idéia com o Uzumaki então...

Silvania colocou o dedo no queixo como se pensasse e analisa-se a situação.

- E então você acha que eu poderia ser kazekage, Temari me disse com sinceridade que seria o maior índice de rejeição de um candidato a título de kazekage em toda a história de Suna. Então por favor, seja sincera.

- Sabe Gaara, em minha opinião você daria um ótimo kazekage, embora o caminho fosse difícil acho que no fim você poderia sim ser kazekage.

- Sério?

Silvania assentiu sorridente e Gaara sorriu por dentro, e por fora deu um meio sorriso e Silvania disse:

- Bom, se você for kazekage me chama para te ajudar em tudo que precisar.

- Hai!

Eles continuaram a andar e Gaara estava se decidindo se ia ou não se candidatar para kazekage, pelo menos já tinha alguém do seu lado.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.... sim vou demorar postar um pouco estou tentando postar semanalmente mais agora vai ser uma semana sim uma não.... so para dar para escrever uns capitulos grandes!

Se gostaram porfavor comentem, favoritem e deem notas, adoro vocês...

MAL FEITO, FEITO!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...