História Um Amor Problemático! - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~Sawa-tan

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Mirai Sarutobi, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Temari
Tags Himadai, Naruhina, Romance, Sasusaku, Shikahima, Shikatema, Shikawari
Exibições 177
Palavras 2.217
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii Amores <3
Desculpem a demora kk para a falar a verdade estou com este capitulo pronto a uma semana mais esqueci.. desculpem >..< espero muito que gostem ^^
by: Sawa

Capítulo 11 - You Can Always Come Home!


Fanfic / Fanfiction Um Amor Problemático! - Capítulo 11 - You Can Always Come Home!

'( ♫ ) A 93 milhões de milhas do Sol

As pessoas preparam-se, preparam-se

Porque lá vem, é uma luz

Uma linda luz, além do horizonte

Para dentro de nossos olhos

Oh, minha nossa, que lindo

Oh, minha bela mãe

Ela me disse, filho, você irá longe na vida

Se fizer tudo direito, amará o lugar onde estiver

Apenas tenha certeza de que onde quer que vá

Você sempre poderá voltar para casa ( ♫ )'

 

○ ○ ○

 

'( ♫ ) 93 million miles from the sun

People get ready, get ready

Cause here it comes, it's a light

A beautiful light, over the horizon

Into our eyes

Oh, my, my, how beautiful

Oh, my beautiful mother

She told me, son, in life you're gonna go far

If you do it right, you'll love where you are

Just know, wherever you go

You can always come home ( ♫ )

93 Milion Miles - Jason Mraz ( ♫ ) '

 

♣ ♣ ♣

 

Meu moreno estava com um sorriso lindo nos lábios mais logo foi substituído por uma expressão preocupa, que me deixou preocupada

- O que foi?

- Acho que vi alguém...

- Serio? Quem? Reconheceu ele? – Fiquei preocupada... ninguém podia saber sobre o Dai...

- Ele sumiu, eu vi de relance, não consegui reconhecer...

- Espera... – pensei um pouco e ri - Eu tenho o byakugan – o ativei e olhei em volta -Daí... é o Inoji – falei aliviada

- Bem vi mesmo uma cabeleira loira 

- Se é ele não precisamos nos preocupar

- Será mesmo?

- Amanhã eu falo com ele

- Okay.. – falou suspirando, ele deve estar preocupado

- As vezes ele nem te reconheceu, só me viu beijando um cara, ai ficou com ciúmes – falei tentando tranquiliza-lo, ele riu, missão cumprida *-*

- Todavia... Melhor prevenir – falou pegando a máscara, claro que eu fiquei triste... quando ele a colocava, me fazia voltar a realidade... esse tempo juntos tinha sido tão perfeito, que eu meio que consegui esquecer do fato dele ainda ser um ambu de Suna... Mais ele precisava, afinal era melhor ele de máscara comigo do que ele sem máscara e em Suna. Começamos a andar, ele colocou seu braço em volta do meu ombro e eu enlacei sua cintura

- Não sei se choro ou rio

- Porque Dai?

- De ambu pra Jounin? Triste isso :/

- Como assim? – falei sem entender nada

- Em Suna eu sou ambu, em Konoha eu sou um mero Jounin

- Isso quer dizer que... Você vai voltar a morar aqui? – falei super esperançosa sorrindo de orelha a orelha

- Hai sempre foi o meu objetivo hime – meu coração se encheu de alegria

- Daí! Eu vou ser a pessoa mais feliz do mundo!! Mais não se preocupe, se você é o ambu particular do tio Gaara, meu pai não vai te deixar como Jounin, você vai ser reconhecido por sua força – sorri

- Talvez... Em todo caso, dizem que em um casamento quem dá as ordens são as mulheres, com a gente vai começar cedo... Sensei.. – ele sussurrou perto do meu ouvido, o que me fez ficar morrendo de vergonha! E obviamente muito corada

- Daí!!! – escondi meu o rosto nele tentando ‘me esconder’ - Você gosta de me ver corada né? – ele riu da minha cara

- Gosto! Confesso

- Cara de pau

- Que nada sou a melhor pessoa do mundo – ele falou em tão naturalidade que eu só consegui rir

- Claro amor

- O lado bom de você ser minha sensei e passar mais tempos juntos, o lado ruim, sem namoricos 

– Mais um lado bom, eu mando em você – dessa vez ele que começou a rir – Amor... – falei dengosa - Me leva nas costas

- Nani? Sério?

- Sim – falei com naturalidade

- Já começo as ordens?

- Pode me pegar no colo – falei autoritária

- Mais cedo que eu imaginava – falou me colocando nas costas

- Meu amorzinho corre por favor!

- Correr? Não é mais fácil assim? – ele saltou para os telhados, eu fiquei muito surpresa mais logo comecei a me divertir abracei seu pescoço

- Sim muito mais legal!! – logo chegamos na frente da casa, ele me colocou no chão e eu fiquei o olhando, ele parecia meio apreensivo

- Obrigada meu amor

- De  nada Hime

- Pronto? Para rever sua mãe?

- Hai.. últimas palavras a mim?

- bobo.. não acho necessário mais... bem... Eu amo você diz tudo... Porque você não vai partir agora, deixa de ser dramático

- Também te amo – ele falou rindo me abraçando, fechei meus olhos aproveitando o abraço apetado, porém só de ouvir o barulho da porta da frente da casa abrindo meu coração gelou

- Vocês estão atrasados, Himawari...

- Descul... – fui cortada

- Eeh minha culpa – percebi que sua voz estava vacilante

- vejo que encontrou um ‘novo amor’ – ela falou me olhando nos olhos, parecia meio decepcionada, eu e o Dai nos soltamos, completamente sem graça 

- Podemos entrar? – perguntei

- Hai – se afastou dando espaço nos entramos e logo em seguida fecha a porta, ela ainda me encarava, olhei para o Dai, que estava com a mão atrás da cabeça provavelmente pensando algo como "Nossa que problemático"

- Fala logo Dai... – sussurrei

- Falar o que? Vocês tão namorando? – falou de forma meio grotesca, demonstrando claramente como estava nervosa. Por que o Dai não fala logo? Ele respirou fundo

- Porque você tem que ser tão problemática?

- Problemática? - Sua expressão mudou drasticamente – Shikadai? – falou baixinho, e o logo o abraçou com toda a força, seus olhos começaram a lacrimejando pude ver perceber também que o Dai se sentiu muito mais relaxado junto de sua mãe, foi uma coisa tão emocionante, ver filho e mãe juntos de novo... ele deslizou a máscara para cima e afunda o rosto na curva do pescoço a tia tema

- ka-chan... Senti saudades

- Sinto saudades até agora..

- Estou em casa... – disse fazendo carinho no cabelo da mãe

- Seja bem vindo de volta meu filho... – ela se afastou um pouco e o olhou nos olhos – Você esta tão lindo meu menino!! – o abraçou de novo

- kaa-chan, você não vai me matar? – disse receoso

 - Vou... você passou muito tempo fora!!

- Sim... mais voltei, está e a minha casa... Sempre vou voltar pra você

- Eu e a Hima já iríamos sair te procurando de vila em vila

- Iam me achar fácil, sempre estive em Suna

- E por acaso o SEU TIO SABIA DISSO? - fralou alto para que ele ouvisse mesmo não estando no mesmo comodo

- Kaa-chan... Todos sabiam, menos você e a Hima

- Mais porque vocês não nos contaram? Você não viu o quanto essa menina chorou!

- Tia!! - ai que vergonha!!

- Foi tanto assim?

- Não! Ela está exagerando – falei tentando fazer a tia calar a boca

- Todo santo dia essa menina chorava, pobrezinha

- Tia!!

- Tô falando a verdade moça – suspirei melhor deixar quieto

- Gente... Vamos deixa isso pra lá... Eu voltei \o/

- Agora não falta mais o marido – o Dai falou brincando, mais tipo... eu corei muito!!

- Agora sim a Hima é da família mesmo! – eles me puxaram para um abraço

- Só falta o principal, o pedido formal

- Então faça Shikadai ué

- Primeiro o pedido de namoro né amor? Casamento agora não né gente? – falei

- Era desse pedido mesmo que eu estava falando – nos dois ficamos muito corados, e eu fiquei mega sem graça  

- Ah eu vou adorar essa nova fase com meus dois meninos!!

- Bem... é sério que vão me fazer jogar Shougi? - acho que ele estava tentando mudar de assunto kk

- Hai!! A melhor coisa é jogar shoji com nos três!! Nos quatro então!! Por favor Dai...

- Hai hai, Mas posso tomar um banho?

- Rápido por favor filho – o meu amor foi para o quarto e eu fui para cozinha ajudar a tia preparar a janta, tio Gaara e tio Dai estavam no escritório conversando sobre trabalho, depois de um tempo o Dai volta para a sala, ele estava com o cabelos soltos molhado, muito muito muito lindo, fiquei o olhando meio boba, espero que ele não tenha notado...

- O que eu perdi? Além do meu quarto – meu coração parou! Eu não quis roubar o quarto dele! Alias eu não roubei...

- Eita... Dai não se preocupa amanhã eu pego minhas coisas do seu quarto – Será que ele ta muito bravo? Eu definitivamente não deveria ter deixado a tia Tema colocar um móvel com as minhas coisas lá...

- Calma problemática, eu to brincando, o que é meu é seu – deu um beijinho na minha testa - Mas que fique claro não somos irmãos!!

- Fiquei preocupada... pensei que você tinha ficado bravo ou com ciúmes..

- Ciúmes? Talvez um pouquinho – falou me abraçando, mais eu fiquei mega surpresa, não pensei que ele iria admitir o ciúmes. 

- Se for de seus pais... não se preocupe eles te amam muito - sorri

- Hai – falou sorrindo olhando em meus olhos

- E... sobre somos irmãos, não somos irmão mesmo! Quero ser sua namorada não sua irmã! – brinquei, mais por incrível que pareça ele corou!! Que fofo

- Estou de acordo

- Crianças eu sei que vocês passaram muito tempo longe! Mais agora é a noite shoji Hima vai tomar banho agora menina!

- Pra aquecer então, vem Otou-chan! Faz 5 anos que você não perde pra mim – ri um pouco e fui tomar banho, ainda não acreditava que isso estava acontecendo... sinceramente? Ainda estava com medo de acordar e ver que era tudo um sonho kk é tudo tão novo... e... ele continua tão igual mais tão diferente ao mesmo tempo! Tomei banho e coloquei meu pijama, prendi o cabelo em um coque e voltei para a sala, jantamos e logo começamos a jogar dividimos os times estre eu e o dai vs Tia tema, tio Shika e Tio Gaara, estava ansiosa para esse jogo, seria a primeira vez que meu moreno me ve jogar! 

- Dai você não acha que ficaremos em desvantagem? Quer dizer... três a um – sussurrei

- A gente ganha amor – falou se sentando em frente a mesa, super tranquilo

- Tem certeza?

- Você já sabe que vai perder né Hima? – tia tema falou me desafiando

- O que? Nos quem vamos ganhar!! – me sentei no colo do moreno, e encarei o tabuleiro, percebi que o Dai estava me olhando.. fiquei um pouquinho nervosa, mais fiz o primeiro movimento - Boa jogada? – perguntei baixinho

- O que eu faria Hime – me deu um beijinho na bochecha me deixando toda orgulhosa, o jogo foi rolando e depois de muito tempo faltavam apenas um movimento para que ganhássemos, o jogo foi muito divertido, eu senti que ele estava sendo levado a serio, o tio Shikamaru e o tio Gaara estavam super concentrados, eles pareciam que estavam em uma guerra de verdade!

- Posso fazer as honras Dai?

- Pode, amor – fiz o último movimento

- Ganhamos – disse simplesmente porém muito feliz por dentro, não queria atrapalhar o histórico perfeito de vitorias do Dai

- Gamer over Tou-chan

- Meu Deus Prevejo novo recorde de QI para meus netos – corei violentamente - Ja pode voltar Asuma quero ganhar 

- Não se preocupe tou-chan... Não terá netos – Olhei para o Dai com uma cara de tipo ‘que??’

- Como assim moleque??? Eu quero netos!! – tia Temari gritou

- Dai... Eu quero ser mãe – falei baixinho

- Mesmo eu já avisando que não tenho nada a agregar?

- Daí...  já conversamos sobre isso

- Já conversaram sobre filhos? – tio Gaara falou surpreso

- No meu tempo Temari mal deixava eu falar sobre casamento – ri com a confusão

- Nós conversamos sobre ele ser maravilhoso

- Ah! Isso eu nunca tive também

- Tá com ciúmes Shika?

- Eu? Nem vem problemática – tia tema abraçou o marido rindo do drama que o mesmo estava fazendo e foi muito engraçado e ao mesmo tempo fofo. Percebendo o clima e o tio gaara deu boa noite para a gente e foi deitar, eu também puxei o Dai para o quarto, ele parecia meio desconfortável

- Eeeeh eu não to acostumado a ver isso

- Nem eu...

- Cadê as tretas? Abduziram a minha mãe só pode 

- tadinha dela Dai – brinquei- ela só esta emotiva

- Malz e que as lembranças que eu tenho e dela jogando um balde de água nele... Só é meio diferente para mim...

- Não se preocupa amanhã ela acordo ele assim – o abracei, deve ser estranho voltar depois de tanto tempo... ficamos um tempo abraçados e depois percebemos que estávamos no quarto... ficou um clima meio estranho, nós nos separamos

- Eu durmo na sala – Falou coçando a cabeça - Pode dormir no meu quarto Amor

- Bem... se o você não se importar... a gente pode dormir juntos... – Falei gaguejando muito tímida mais com certeza do que queria, ele fez uma cara muito engraçada, definitivamente não esperava que eu sugerisse isso, mas, nos já passamos tanto tempo longe um do outro... não queria me separar dele logo agora  

- Eu? Me importar? Eu vou amar dormir perto de você 


Notas Finais


Gostaram? O que acharam da reação da tia Tema?
Obrigado por lerem!! E novamente desculpem a demora
beijinhos <3

Música de Inicio
-> 93 Milion Miles - Jason Mraz -> https://www.youtube.com/watch?v=RcqIYbBHQcA


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...