História Um amor proibido - imagine Kim Taehyung - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 85
Palavras 890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente desculpe a demora... Estou com alguns probleminhas e não pude postar, mas ai esta mais um capitulo para vocês ❤

Capítulo 14 - QUE?


Fanfic / Fanfiction Um amor proibido - imagine Kim Taehyung - Capítulo 14 - QUE?




 Era agora ou nunca, ele já sabe quem eu sou, se eu o deixar ir ele vai avisar os outros e provavelmente eu serei morta.

              - (s/n) abaixa essa arma por favor - falou calmamente.

              - Tae me desculpa mas eu não posso fazer isso... - dito isso eu tirei a arma que estava com ele de sua mão e o fiz sair do quarto.

              - Aonde vai me levar? - perguntou descendo as escadas.

              - Ate a sua casa... - falei seca.

              Eu estava com um remorso, eu nem matei ele ainda mas sinto que vou me arrepender... Mas esse é o meu trabalho! Eu tenho que fazer isso, e além do mais preciso me vingar. O que esse garoto tem? Porque eu estou sem vontade mata-lo?

              Fomos ate a casa ao lado e entramos, Tae foi na frente e eu fui logo atrás com arma em suas costas. Quando chegamos a sala todos estavam la, de repente todos os olhares se direcionavam a nós, alguns assustados, alguns surpresos, e um sem expressão alguma... Yoongi.

              - Não façam isso! - Tae disse quando percebeu que os amiguinhos dele iam sacar as armas...

              - Eu vou acabar com vocês... Qual o nome de vocês mesmo? Ah lembrei... Bangtan boys - falei com a arma apontada para o Tae.

              - Espera ai - disse Seokjin - como sabe da gente?

              - Eu sei muitas coisas Seokjin... - falei com uma vontade de chorar, comecei a lembrar da minha família, e aquilo estava me dando a coragem necessária para acabar com eles.

              - Eu falei que ela não era confiável - falou Yoongi.

              - Ora, Ora... Se não é o grande Min suga... - falei debochada pois sabia o efeito que aquele apelido tinha sobre ele.

              - Garota... - vi a raiva começar a transbordar em seus olhos - NÃO ME CHAMA ASSIM.

              - E porque não suguinha?

              - PARA.

              - O que? Não aceita que alguém te chame do mesmo modo que sua mãezinha querida chamava? - falei debochada.

              - O QUE VOCÊ QUER GAROTA? - a esta altura ele já estava querendo me matar... Ótimo.

              - Matar vocês... Simples.

              Quando ele ia vir para cima de mim Seokjin segurou ele, impedindo o mesmo de avançar.

               - Me solta hyung! - Yoongi estava com muita raiva, nunca o vi assim antes.

               - Calma Yoongi - Falou Seokjin ainda segurando ele - Tae você esta bem? Como ela te pegou? Você disse que iria ficar em casa.

               - Eu tô bem, por enquanto né... Não importa como ela me pegou agora - falou me encarando enquanto segurava a arma ainda em sua direção.

               - (S/n) por que esta fazendo isso? - perguntou Seokjin, até agora nenhum dos outros haviam dito uma palavra sequer.

                - Vingança - Digo sentindo a primeira lágrima cair.

                - O que? Como assim? - Perguntou Jungkook.

                - Vocês não sabem mesmo quem eu sou? Não se lembram do meu rosto? Vocês não me queriam? - eu ja estava sentindo a raiva em meu corpo.

                Quando ouviram aquilo suas expressões mudaram, estavam surpresos, com certeza lembraram de mim.

                 - (S/n)? - falou Namjoon surpreso - é você mesma?

 

                 - Porque a surpresa? Acharam mesmo que eu não iria me vingar depois do que fizeram?

                 - Depois do que fizemos? Mas a gente não fez nada! - Falou Taehyung.

                 - Como não? - senti um nó em minha garganta - Apenas mataram minha família, MEU IRMÃO ERA APENAS UMA CRIANÇA!

                Eu estava pronta para atirar nele mas Hoseok foi mais rápido, ele me empurrou fazendo minha arma ir parar longe.

                - (S/N) A GENTE NÃO FEZ NADA! - Hoseok gritou.

                - (S/n) - Taehyung se ajoelhou do meu lado - não fomos nós...

                - Mas eu encontrei um bilhete assinado por vocês! - falei começando a chorar, droga eu estava acreditando neles... O Tae parece estar sendo muito sincero.

                Taehyung se levantou e me ajudou logo em seguida.

                - EU SABIA QUE AQUELE DESGRAÇADO NÃO IA DEIXAR BARATO - falou Yoongi.

                Jungkook, Seokjin e Jimin vieram em minha direção, provavelmente ainda achando que eu tentarei algo.

                - Quem não deixaria barato? - Perguntei ao lado de Tae, afinal eu não quero ser morta... Não antes de saber a verdade.

                - Não precisa ter medo (s/n) - falou Seokjin - Nós não faremos mal algum a você mesmo você tentando nos matar.

                Ele deu um sorriso forçado e eu fiquei envergonhada, cara eu acabei de tentar matar eles e eles estão sendo legais comigo.

                - Desculpa (s/n)! - perai Min Yoongi pedindo desculpas? - Você tinha motivos.

                - Vem - Tae esticou a mão para mim - Nós vamos te explicar tudo a você. 

                Eu peguei em sua mão sentindo uma proteção que eu nunca senti antes.

                - Tae porque você ta sem camisa? - Jimin perguntou fazendo cara de tarado.

                - Isso não vem ao caso agora... - falou com a expressão séria.

                - (s/n) sabe o seu amiguinho Jackson? - Falou Namjoon, fiz um sim com a cabeça - creio que ele não é tão confiável assim.

                - Como assim? - fiquei triste, afinal eles estão falando da pessoa que ajudou o tempo todo.

 

                Tae apertou minha tentando passar confiança e disse.

                 - Ele sabe quem matou sua família - Tae me encarou com um olhar triste.

                  - Que?...

            

                

               

              

             


Notas Finais


Obrigada por lerem ate aqui...

Continua??❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...