História Um Amor Proibido - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Soos Ramirez, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Dipper X Mabel Dibel Mapper Pinecest
Exibições 104
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Você é tão fofa com raiva!


                                             -Mabel On-

Ah qual é Mabel, me fala! - Insistia o Dipper enquanto caminhávamos em direção ao pátio

Dipper, já falei, com o tempo você vai descobrir - O Respondi dando um ar de suspense

Mabel, por favor, somos Os inseparáveis Gêmeos Pines lembra? Irmãos. - Insistiu novamente ele.

Ai é? Já que você é meu irmão, deveria saber de quem eu gosto. - Falei me sentando em um banco vazio que tinha no pátio

Como eu vou saber, se você não me conta? - Disse o Dipper se sentando ao meu lado

Por isso mesmo, você é quem mais me conhece, e deveria saber. - Falei e ele fez um barulho com a boca, e virou os olhos. Eu ri

Como o Dipper consegue ser tão fofo entediado? Quer dizer, como ele é sempre tão fofo? Ops... Espera, Oquê ? Oque eu estou falando? Passaram-se alguns minutos e nós estávamos conversando, Eu estava olhando para seus lindos olhos Castanhos, Seus cabelos um pouco mais escuros, e... 

Dipper! - Falou a Pacífica chegando perto da gente. DROGA!

Ah... Oi Pacífica. - Disse o Dipper virando-se para ela.

Vem cá, vou te apresentar para minhas amigas! - Falou ela puxando o Dipper pelo braço. Ele me olhou com uma cara séria, eu sabia oque ele queria dizer, então afirmei com a cabeça,ou seja, falei pra ele que pode ir, tá tudo bem. Mas a verdade é que não estava. A Pacífica está muito oferecidinha pro meu irmão... 

Não demonstrei ciúmes, e fui atrás da Candy e da Grenda, mas elas perceberam que eu estava meio enciumada.

Oque foi, Mabel? - Disse a Candy assim que eu sentei entre ela e a Grenda

Aposto que foi algo haver com a pacífica - Disse a Grenda

Acertou. - desabafei num suspiro.

Só poderia ser aquele babaca, eu vou lá dar um jeito nela -Disse a Grenda se levantando do banco

Não, Não. - Falei me levantando também, e a trazendo de volta para o banco - Não precisa, oque ela fez não foi intencional, além do mais a Pacífica está muito legal com o meu irmão.

Então oque ela fez? - Perguntou a Candy

Esse é o problema, ela está muito legal com o meu irmão! -Respondi.

E Isso por acaso é um problema? Não vai me dizer que... Você está com ciúmes.. ? - A Candy Falou e um silêncio de 10 segundos reinou entre nós três

Deve ser aqueles ciúmes de irmãos que os irmãos tem né... Ainda mais eles que são gêmeos e tem uma forte ligação - Disse a Grenda respondendo por mim

É, Deve ser isso mesmo... - Falei com desânimo

Isso passa Mabel, é super normal - Falou a Candy

                                                       -Dipper On-

A Pacífica me puxou até umas amigas dela, e eu fiquei meio confuso... A Pacífica nunca foi com a minha cara, e agora tá assim ? Wtf? 

Gente, esse é meu amigo, O Dipper! - Disse ela me colocando á sua frente

Oi Meninas. - Cumprimentei suas amigas.

Oi Dipper.. - Falavam as meninas seguidas de umas risadinhas discretas, e eu ouvia sussurros tipo ''Que gatinho''  ''Nada Mal'' ''Que menino lindo'' ou Até mesmo ''Meu novo crush''

Ele é um aluno novo que fazia intercâmbio lá em Hollywood -Disse a Pacífica

E Como é lá? - Perguntou-me uma de suas amigas.

Ah, Hollywood é muito bonita e também tem uma paisagem geográfica bastante modernizada, e... - Estava falando até ser interrompido pela Mabel

Dipper, precisamos ir pra casa. - Falou a Mabel me interrompendo.

Ah, mas já? - Perguntei

Sim, vem logo. - Respondeu ela

Quem é ela? - Perguntou a amiga da Pacífica

Minha irmã. - A Respondi

Vem logooo!! - Gritou a Mabel me puxando e eu fui. Estávamos indo em direção a Cabana do Mistério, e ela estava furiosa comigo pela demora. Até que resolvi puxar assunto para quebrar esse climão horrível.

Você fica muito fofinha com raiva. - Falei com um uma sobrancelha arqueada

Cala a boca! - Falou ela ainda irritada.

Vem calar então - Falei a desafiando, isso faria a raiva dela passar, já que ela é bastante competitiva.

Agora você vai ver, Dipper Pines! -Falou ela, e logo após isso eu meti o pé pra casa, e ela veio correndo atrás de mim.

Assim que cheguei na cabana do mistério, subi as escadarias e fui para meu quarto, logo joguei a mochila no chão, e pulei na cama e em seguida me escondi debaixo dos lençois.

Só ouvi o barulho de uma batida na porta lá em baixo, e de alguém subindo as escadas, com certeza era a Mabel.Até que eu ouvi a porta do nosso quarto abrir, e alguma coisa pulou em cima de mim.

Eu sei que você está aí, babacudo! - Essa pessoa que estava em cima de mim gritou. Como assim babacudo? Ela ainda usa esse apelido comigo?

Babacudo ? Sério isso? - Falei colocando minha cabeça pra fora do lençol

Te peguei! - Falou a Mabel

Você ainda usa esse apelido ? - Disse levantando minhas costas, e ficando sentado na cama. Assim, a Mabel ficou sentada em cima de mim, á minha frente. sentada nas minhas partes íntimas.

Mabel você em cima de... - ia falar até ser interrompido. Odeio isso!  Não, eu não odeio a Mabel sentar nas minhas partes íntimas, eu odeio ser interrompido! Peraí ... QUÊ ?

Cala a Boca, agora você me paga. - Falou ela começando a puxar meus cabelos.

Ai ai para.  -Falei angustiado, até que consegui segurar o rosto dela, segurei bem firme em direção ao meu, e o trouxe mais para perto.

Di... Dipper .. - Tentou falar ela, mas eu não permiti. Ergui minha cabeça e dei um beijo na sua testa

Mabel, não adianta você querer pagar uma de brava, você é muito fofinha pra isso. - Falei e ela se levantou da cama, virou de costas para mim, cruzou os braços e fez um biquinho. Eu me levantei também e abracei ela de costas mesmo, depois fui até a sua frente 

Mabel, Mabel... - Falei rindo da sua cara

Oque é em? nem vem que eu mordo sua canela - Falou ela zangadinha, isso era tão fofo, e tão sexy... Hã? Sexy ? Quê ?

Ah é? - Falei jogando um travesseiro no seu rosto e a derrubando na cama. Fui por cima dela e a fiz cosquinhas até ela não aguentar mais, depois nós nos deitamos e ficamos conversando sobre várias, coisas, até pegarmos no sono... Eu dormindo, sem perceber abracei ela por trás, mas foi sem perceber, tá? Para de ser malicioso.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...