História Um amor proibido - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Is-The-History

Postado
Categorias Originais
Tags Gay, Romance, Shoujo(romantico), Yaoi
Visualizações 82
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura 💛💚💜

Capítulo 3 - Primeiro dia (parte 2)


P.O.V Adam.

Depois de falar com o Evan eu fui em direcão ao grêmio.

No meio do caminho.

- ADAM!

- Oi Stella .

- Quem era aquele garoto LINDO que estava com você?

Stella é minha amiga desde muito tempo eu gosto bastante dela.

Mas ela sempre se apaixona sempre... e sempre se ilude depois...

Ela é negra tem cabelo cacheado.

Ela é realmente linda mas não faz o meu estilo.

Estou começando a achar que nenhuma garota é pra mim.

- Garoto lindo?

- Sim.... o nerd.

- Ouwn o Carter.

- Qual é o primeiro nome?

- Descubra sozinha.

- D-A-R-K ....- ela diz se lamentando.

- Vou até sair daqui. Tenho que ir ao grêmio.

- Posso ir Dark?

- Não.

- Please...

- Não.

- Porfavorzinho...- ela faz um coraçãozinho com a mão.

- Não.- digo saindo.

- ADAAAAAM!

- NÃOOOO!

- A vai a merda.

- Tô indo.

- Besta.

Finalmente me livrei da Stella.

Pude ir até o grêmio.

Na verdade eu fui pegar a ficha de inscrição do Evan.

Tudo eu nessa porra.

- Com licença...

- Entre Adam.

- O professor Levi está aqui?

- Sim está no banheiro ... É só esperar.

2 minutos depois o professor chegou.

- Deve ter vindo pegar a ficha do Evan.

- Sim...

Ele começou a revirar uns papéis .

- Aqui ele precisa da assinatura dos pais ou responsáveis.

- Ok obrigado.

Peguei o papel e fui em direção a sala.

P.O.V Evan

Depois que o Adam saiu eu entrei na sala e não tinha quase ninguém lá, porém todos os presentes me olhavam de uma maneira indescritível.

Me sentei no fundo como sempre .

Logo eu escuto passos em minha direção.

- Garoto novo não?

Avisto um garoto loiro de olhos castanhos alto e bonito.

- S-sim me chamo E-Ev...

- Eu sei quem você é... me chamo Christopher mas pode me chamar de Chris.

- Oi Chris...

- Dificuldades pra se enturmar?

- Sim e não... bom eu nem tentei falar com ninguém...

- Huum. Por que se mudou?

- Minha mãe ... faleceu e a família do meu pai mora por aqui...

- Eu sinto muitíssimo pequeno.

PEQUENO? DROGA..

- Obrigado... Chris...

Logo sinto uma mão no meu ombro .

- Olá Evan.

É o Adam...

Sinto meu corpo esquentar quando fico envergonhado , sinto uma sensação estranha em um tanto que difere as outras sensações que tem dentro de mim.

Meu rosto a deve estar completamente vermelho a essa altura. Sinto meu coração mais acelerado que o normal. Quase perdi a minha respiração. Me sinto diferente ao lado desse pedaço de mal caminho... o caminho do qual eu gostaria de seguir. Como posso me sentir atraído por um cara que não me vê dá mesma forma?

Encaro seus lindos olhos verdes e ao mesmo tempo olho sua boca avermelhada, tão natural quanto folhas caindo das árvores no outono.

- O-oi Adam...

- Aqui está a sua ficha. Seus pais tem que assinar .

- O-obriga-do.- pego a folha com um pouco de dificuldade .

Ao pegar a folha me perco em seus olhos ...

Desvio rapidamente antes que ele possa perceber minha demonstração de afeto.

- Olá Adam.

- Oi .

- Frio como sempre.

- Não sou frio. Apenas não sou obrigado a te aturar e aturar pessoas que não me fazem bem e que não me dão o que de comer.

- Affe Adam seu esfomeado.

- Evan você tem bala?- perguntou o Adam que me encarava de uma forma seduzente .

- Eu... - abri minha bolsa e procurei, queria achar de qualquer maneira algo para dar para aquele garoto .

Procurei até que achei um chiclete .

- a-aqui...

- Valeu pequeno .

E novamente a sensação .

Meu corpo começou a estremecer...

- Evan. Você usa maquiagem ?- perguntou Christopher .

- É que eu... não gosto das minhas... sardas... a maioria das pessoas dizem que é feio... então eu as escondo .- digo bem baixo, Christopher teve dificuldades para me ouvir... mas conseguiu.

- Sardas são legais...- disse Adam.- você não precisa se influenciar pela opinião dos outros Evan, não é assim que você vai ser aceito.

- Ninguém gosta de mim mesmo... ser aceito ou não. Não depende só de mim...

- Então você acha que fazer o que as pessoas querem ira torna-lo amigável ou apresentável? - diz Adam eu um tom interrogativo .

Fiquei sem saber o que dizer.

- Pare de usar maquiagem Evan ... as pessoas tem que gostar de você pelo o que você é. Não á necessidade de ficar mudando pra impressionar ninguém.- diz Christopher em um tom não muito amigável, mas que também era bem compreensível.

- Ele está certo.- disse Adam .- Seja apenas você mesmo.

- Muito obrigado gente...

Adam apenas assentiu com a cabeça e foi se sentar.

Conforme os alunos foram chegando, pude perceber que o Adam faz muito sucesso entre as garotas.

Menos 12 pontos pra mim... os únicos pontos que eu tinha...

Ao olhar todas as 11 garotas entorno dele, pude observar que ele não dá bola pra nenhuma delas..

Mas 3 pontos pra mim.

Acho que não há necessidade de me iludir...

Sei que não tenho chances com ele ...

Ele é perfeito demais pra mim... ou talvez eu seja demais pra ele.. haha até parece que eu sou bom o bastante pra alguém.

- Evan?

- Oi Chris .

- Está olhando para a mesa do Adam ... alguma garota te interessou?

- N-n-não...

- Sério? Não é o que parece...

- Mas é a v-verdade ... nenhuma garota dali faz o meu t-tipo...

Ou melhor... nenhuma garota.

- Compreendo...

Depois de 10 minutos pude avistar uma senhora de mais ou menos 56 anos entrando na sala.

Deve ser a professora.

- Bom dia classe.

A professora diz em um tom rígido e as jovens moças que estavam em torno do Adam e os demais se sentaram.

- Bom... hoje temos um aluno novo... É Edem ...Elder... Hércules ...

Reparei nos demais alunos que estavam sorrindo com a situação.

- É a Evan .- disse Christopher.

- Evan! Venha se apresentar ...

Odeio apresentações... me sinto muiiiito envergonhado.

- O-olá... meu nome é... E-E-Evan Carter, t-tenho 17 a-anos e... es-espero me dar bem c-com vocês ...

- Gayzinho .- Gritou um aluno.

- Calem-se ! Evan pode se sentar.

Assento com a cabeça e vou para o meu lugar.

1 hora depois.

P.O.V Adam

Já se passou 1 hora...

Logo posso ouvir o nome do novo trabalho para ser anunciado .

- Alunos escutem.

Não disse.

- Eu vou passar um trabalho em dupla sobre Química Geral . Hoje é segunda vou ser boazinha, vocês tem até sexta da semana que vem pra me entregar . E detalhe as duplas sou eu quem escolho.

A professora começou a anunciar um monte de nomes de gente que eu nem ligava se existia ou não.p

É como eu disse : não me dá comida. Não merece meu respeito.

- Chris e Hannah, Alan e Martin e por último .... Adam e Evan.

Eu fiquei com... o novato?

Continua ...


Notas Finais


Obrigada por ler 💓❤💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...