História Um amor proibido. (Medievaltale) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne
Tags Frans, Romance, Undertale
Exibições 122
Palavras 1.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Geteee
Não me matem....
*desvia das facas
Sorryyyy
Eu tava sem Internet por isso postei nada nessa semana.
Mas agora tem cap eeeeee
\0/
Espero que gostem :3

Capítulo 9 - Seqüestro dos Piratas


                 (Mabel P.O.V)

      Enquanto o Rei Reginaldo IV, está vindo para guerra. Aqui está bem agitado. Asriel está planejando casar com Chara e convencer os pais a deixar. Sabe aquela regra....
     Sans e Frisk namoram escondidos, o que vai dar muita merda se alguém descobrir né. Chara virou....uma assassina pessoal do Asriel? (Mabel: é o que?/ Asriel: eu escolhi/Mabel:não estava no script Asriel.../Chara: agora tem...).
     Bem....qualquer um que tentar algo com Asriel ela os mata. E eu? Bem... estou namorando...quem? No proximo cap (Karen: já sei quem é...hehe/ Mabel: sai daqui muié)

               (Frisk P.O.V)

    Estav em um belo sonho, quando escuto um barulho estranho fora do quarto. Me levantei, vesti qualquer vestido e fui dar uma olhada. Andando pelos corredores, ouço passos. Com medo, ando devagar e vejo Sans olhando para todos os lados.
-Sans? Você fez esse barulho?
- Frisk... não...na verdade estou procurando o causador desse som... princesa vai dormir. Está muito tarde. - eu aceno com a cabeça, assim que me viro uma flecha acerta na parede, raspamdo meu nariz.
     Eu grito de susto e já vejo Sans correndo até mim. Mabel também aparece subindo as escadas com a espada na mão.
- O que tá acontecendo? PERINCESA - Mabel puxa sua espada e corta a flecha que voava em minha direção.
- Que merda...- Sans ia falar até olhar para a janela- se abaixem... à um homem de capuz preto atirando flechas.
       Me apavorei. Mais alguém contratado para me matar...por quê....por justo eu?
     Sans se levantou com Mabel. Ele dice que ia chamar a guarda real e mandou eu ir pro quarto. Acendi e fui ingatinhando até o quarto, abri a prota com cuidado e entrei correndo. Tranquei a porta e me deitei na cama com o vestido. Não conceguirei dormir tão cedo.
    
               (Sans P.O.V)

     Corri até a Undyne e falei a ela sobre o encapuzado. Ela entendeu o periho e acordou todos os guardas que tava dormindo.
- Temos que encontralo agora... Sans fica de guarda no quarto da sua namorada...- eu coro na hora.
- Q-que e-ela não....- eu gaguejo envergonhado.
- Qual é Sans...todos sabem...menos o rei e a rainha. Incrível não? - Mabel diz.
- Bem... comtinuando. Eu e a metade vamos espencionar toda a área. Papyrus e Mabel vão pelo jardim real.
- sim...- Undyne acena com a cabeça.
- Não Mabel, é perigoso...- Papyrus diz pegando em seu ombro....muito estranho...Mabel sorri para Papyrus e diz:
- Não tenho medo do perigo- ela sai correndo puxando o Papyrus.

     Usei meu "atalho" para ir até a porta do quarto da minha Kiddo. Vou ficar aqui a noite toda se preciso.

              -quebra de tempo-

    Estava quase dormindo, quando escuto as lanças da Undyne do lado de fora. Olhei pela janela e vi o encapuzado correndo e desviando das lanças. Usei meu "atalho" para aparecer atrás dele, eu o assustei. Mabel e Undyne logo aparecem, o sercamos.
- aonde penssa que vai? - Undyne diz.
- A... bem por ali- ele levanta o braço estendendo-o e abrindo um portal. Ele corre até o portal eu o segui, tento pegalo pelo capuz, mas ele consegue escapar deixando seu capuz na minha mão.
- Droga...- Eu digo.
- Sans...precisamos patrulhar a noite toda, fique de guarda para proteger a Frisk essa noite ok?
    Eu aceno com a cabeça e teletransporto para o corredor do quarto dela de novo. Bem tenho o capuz dele... se isso for precioso ele volta, para matar a Frisk ou buscar seu capuz indiota. (Mabel: Sans revolts).

            -quebra de tempo-

                Frisk (P.O.V)

     Acordei com a luz do sol. Me levando rapido pois tenho que ver se Sans está bem. Assim que abro a porta vejo ele sentado do lado direito da porta.
- Sans?
- Aa...princesa tenho que te pro..te..ger... a oi princesa- ela se levanta em um pulo.
- Sans? Passou a noite a condado?
- Sim... se for preciso passo varias noites...para te proteger... - assim que ele diz isso eu coro.
- S-sans...- ouço passos correndo atrás de mim.
- Princesa, Asriel te chama no grande salão. Deve ser algo importante pois ele chamou todos- Mabel diz com sua armadura.
- Sim estou indo...Mabel está de armadura? Avhei que você fosse nossa conselheira?
- Gosto de espadas e de ação então troquei. Mas ainda sou conselheira.
      Mabel sai correndo.
- Ok vou indo então.
- eu vou com você.
- Não Sans, vai dormir você está muito cansado.... - Sans me olha sério.
- Eu estou bem... tenho que lhe proteger vamos - ele me leva puxando... Sans é muito teimoso.
    Cheguei no salão onde tava Asriel e meus pais em cima de um palco. Mabel, Undyne e Papyrus estavam como "público".
- Sim meu irmão? O que precisa?
- Frisk, você chegou. Bem agora...Claros cidadões, hoje tenho boas notícias. Escolhi minha pretendente... Chara. - todos alegraram, Chara, que tava junto ao povo, deu um grande sorriso e subiu junto ao palco.
     Os unicos que não abriram sorrisos foram meus pais.
- Filho...isso é uma brincadeira? - Toriel diz indignada.
- Sabem filho...ela é um plebeu- Asgore diz. Todos se silenciaram.
- Pai... você me dice que grandes decisões à grandes responsabilidades. Eu escolho ama, cuidar e respeitar minha amada Chara. Eu a amo, e você me dice que temos qye lutar pelo nosso amor mãe. - uau. Nunca vi meu irmão tão maduro assim.
      Meu pai deu um sorriso e Toriel se aproximou.
- Estou orgulhosa de você meu filho. Pde se casar com Chara, você é um homem agora...bem um Monstro hehe...- alguns riem - vamos mudar essa lei da realeza não poder se casar com plebeus...- todos sorriam e comemoraram.
  Isso deixou eu e Sans felizes. Então ouvimos palmas, batidas de palmas bem altas e uma risada sarcástica.
- Bom...que bom para você Chara - ela tira o sorriso do rosto assim que o vê.- Estou impressionado. Hehe. É difícil de encontrar você em menina....
- E quem é você?- Asriel diz abraçado com Chara.
- Não se preocupe com isso...sou dono dela. Vamos querida...
- NÃO - Chara grita para esse homem de vestes de pirata.
- Não? Há... acha que pode gritar assim com migo?
- Saia daqui - Asriel diz.
- Então é assim? Hum... Chara vem agora ou...- ele se aproxima- vai ter que se ver com ELE.
    Chara arregala os olhos.
- Não vou deixar que a levem - Asriel a abraça fazendo ela corar.
- é assim? Você pega uma de nós? Bem... pegamos um dos seus - ele sorri maligino.
      Ele estala os dedos, fazendo um monte de piratas aparecem derrubando portas e quebrando janelas.
- Peguem a princesa- ele aponta para mim.
  Rapidamente os priratas correram até mim, Sans e Mabel me defendiam.
- Precisamos ir - eu, Sans, Mabel e Papyrus corremos. Mabel nos leva para uma passagem secreta, que leva a Floresta. Saimos de uma árvore falsa, dava para ver o castelo e o porto de navios onde se podia ver o navio pirata.
- Vamos....- Sans dice me puxando.
    Logo se ouve barulho dos piratas e em um pisxar de olhos estavamos sercados.
    Vi o pirara e um cara de capuz preto atrás dele...

            (Sans P.O.V)

     Esse indiota pirata e atrás dele o encapuzado...pera eu não peguei seu capuz e o que ele está fazendo aqui?
- vocês correm em... mas infelizmente...- piratas seguram Mabel e Papyrus e me sercam- vamos leva-la.
    Ele pega Frisk
- Mas nem aqui e nem na China- jogo uns ossos nele, fazendo soltar a kiddo que rapidamente corre até mim. O encapuzado logo me acerta com um soco.
- Voce que sofrer um Bad Time né?
    Logo o acerto com um osso, fazendo com que perdece um pouco de vida. Ele consegue escapar... começo a litar com ele.
- Saaans....- ouço a voz da Kiddo
como estava distraído com ele, não vi que pegaram a Frisk.
- Koddo... - ele me acerta por trás fazendo com que eu caisse no chão. Tudo parecia  camera lenta.
   O encapuzado abre um portalonde etrou o porata e a Frisk. Pude ver seu rosto de medo e uma lagrima decendo entre suas bochechas.
- Sans....- foi a unica coisa que pude ouvir até o encapuzado aparecer na minha frente.
- olho por olho...dente por dente- ele diz pra mim com um sorriso maroto. Então eu apago... quando abro os olhos de novo vejo que já tinham ido.
- Frisk....FRISK- eu me levanto.
   Vejo Mabel ferida e Papyrus conversando com ela
- O que aconteceu?
- Um dos homens acertou Mabel, levaram a Frisk - Papyrus diz quase chorando.
- Não...- olho para trás e vejo ainda o navio pirata ainda partindo.
- ainda dá tempo... vamos temos que salva-la
- Sans... Mabel tá ferida.
- Leva ela até o castelo eu vou atrás do navio e...
- Sans..- papyros chama minha atenção- acorda cara, não dá para você ir sozinho.
- S-sans...- Mabel tenta se levantar.
- Não se esforce Mabel- Papyrus a pega no colo - vamos para o castelo, depois pegamos um navio e vamos em busca deles... não se preocupe Sans... vamos acha-la
- Tenha Determinação Sans - Mabel diz para mim.
    Ela tem razão. Tenho que ter Determinação. Não se preocupe Frisk... irei manter a promessa. Irei te encontrar kiddo...eu irei...

Continua....


Notas Finais


Não me matem...
Se der hoje mesmo posto continuação.
Não se preocupem irei postar todos os dias como de costume de novo.
Espero que tenham gostado ^-^.
Bjs mabel.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...