História Um amor psicopata - Amor Doce - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce - Armin
Exibições 78
Palavras 1.018
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente foi mal pelo atraso eu tava com a cabeça nas nuvens mas tá aqui o capítulo né?

- Tiah Yumi

Capítulo 17 - Capítulo 15 - Não me desafie.


(1 semana depois)

Eu acordo e olho pro lado, Íris e Armin estavam dormindo abraçados. Eu me levantei e fui até a cantina, eu vi Lynn sentada no banco da cantina.

Melaine - Não esperava te ver aqui. . .

Lynn - O que você quer?

Melaine - Calma eu vim em paz.

Lynn - Por que não está com outros?

Melaine - Não importa, olha se eu morrer hoje Lynn. . . Vá atrás de meu pai.

Lynn - E por que eu iria atrás do cara que matou meu pai? Isto está fora de cogitação!

Melaine - Seu pai tá vivo Lynn. . .

Lynn - Então onde ele está?

Melaine - Ele está casa do meu pai, e esses anos todos ele esteve casado com Heloísa Collins e se separou a 2 anos atrás quando descobriu uma traição dela com seu próprio melhor amigo. Que por alguma irônia do destino é meu padrinho.

Lynn - É mentira. . .

Melaine - Bem que eu queria que fosse Lynn. . .

Lynn - E por que ele nunca foi atrás de mim? Por que?

Melaine - Por medo de perder quem ele amava. . .

Lynn - Se ele for mesmo meu pai. . . Acabou, eu não vou perdoar ele.

Melaine - Nesse momento ele deve estar com sua esposa. . . Recomeçando a vida dele, com seu novo filho. O tempo todo ele só queria ser feliz e talvez agora ele consiga o que tanto procurou.

Lynn - Eu comecei esse jogo e eu vou acabar esse jogo. . .

** O jogo vai começar meus peões acordem! Quero todos no ginásio **

Melaine - M-Mas o que. . .

Lynn - Não achou que eu fosse terminar esse jogo sozinha, achou?

Melaine - Eu não vou deixar que. . .

Lynn - Você não pode fazer nada você é um mero peão.

Após ela sair eu voltei para a sala e todos já estavam prontos para o jogo.

Lysandre - Onde estava?

Melaine - Na cantina. . .

Lysandre - Não saia de perto de nós novamente.

Melaine - Tudo bem. . .

Chegamos no ginásio e uma garota de cabelos azuis com muitas presilhinhas.

... - É um jogo de caça então comecem a dividir os grupos.

Melaine - Eu posso ir sozinha?

... - É por sua conta e risco. . .

Lysandre - Não se esqueça Melaine que foi assim que Rosalya morreu. . .

Melaine - Não Rosalya morreu por culpa de Ambre, Lysandre.

Lysandre - Você acabou com a vida de uma criança ao matar Rosalya, Melaine.

Melaine - Do que você está falando? Rosalya não tinha nenhum parente a não ser os pais.

... - Vamos parar? Que vença o melhor!

Eu corri e me escondi no laboratório, assim que alguém entrou bati nele com o taco de beisebol.

Melaine - Que vença o melhor, Lysandre. (Sussurrei em seu ouvido)

Após amarrar Lysandre e entregar ele pra aquela menina de cabelo azul eu comecei a correr e esbarrei na Íris quando estava saindo do terraço.

Íris - Finalmente te encontrei. . .

Melaine - Então a mosca morta estava me procurando?!

Íris - Por que você implica tanto comigo?

Melaine - Não interessa, eu sei que você tá colocando o Armin contra mim!

Íris - Ele não te contou? Estamos namorando.

Melaine - Coitado do Armin. . . Vai ficar viúvo de novo.

Íris - Mas antes eu te mando pro inferno. . .

Ela pega uma barra de ferro e tenta me bater, eu consigo esquivar. Finalmente consigo tirar a barra de ferro das mãos  dela e começo a bater nela com o taco de beisebol até ver que a situação tá feia.

Melaine - Eu não vou te matar ainda, preciso de você para ganhar essa porra.

Após amarrar ela vejo Violette na porta, ela tenta fugir mas dou uma pancada em sua cabeça e amarro ela. Levo as duas pro ginásio arrastando e depois saio correndo atrás de mais gente acho apenas o Nathaniel.

Nathaniel - Você não terá coragem de fazer isso. . .

Melaine - E por que não? (Dou um sorriso nada amigável)

_______~Quebra De Tempo~_______

... - Parece que a Melaine ganhou, parabéns. Agora escolha quem vai se eliminado.

Melaine - Íris. . .

Íris vai se afastando, mas a garota segura ela, eu começo a dar facadas ne Íris de um jeito frenético.

Armin - Já chega!

Melaine - Só vou parar até ter certeza que você é meu, ou até o corpo dela ficar deformado.

Armin - Nunca!

Melaine - Só por hoje, é um desconto.

Armin - Não! Não e não!

Melaine - Tudo bem. . . (Continuei a dar facadas)

Armin - M-Melaine!

Melaine - Que é?

Armin - Aceito sua proposta. . .

Melaine - Que bom, minha mão já tava ficando cansada. (Solto a faca)

A menina de cabelo azul vem que mim e fala no meu ouvido.

Lety - Gostei de você. . . A propósito meu nome é Lety.

Melaine - A gente se vê Lety. . . Ou não. . .

Eu sorri pra ela e puxei Armin para o vestiário, me sentei no banco e respirei fundo.

Melaine - Vai para de me ignorar?

Armin - Não! Olha eu nem sei como eu vou consegui ter relações com você.

Melaine - Por que? Você não me acha mais atraente?

Armin - Não agora eu te acho um monstro.

Melaine - Não importa trato é trato!

Eu beijei ele mas logo parei pois ao beijar ele deu um enjôo. Eu paro um pouco e me sento.

Armin - Tá tudo bem.

Melaine - E-Eu não sei.

Armin se senta e bota a mão em minha testa.

Armin - Meu Deus você tá quente.

Melaine - E-Eu to bem. . .

Armin - Não você não tá bem, vem, vamos pedir ajuda.

Ele me ajuda a levantar ao chegar na porta do ginásio, começo a enxergar apenas borrões, sinto meu corpo ficar mais leve até cair.

Armin - Acorda! Cacete acorda logo!


Notas Finais


Continua »»


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...