História Um amor psicopata - Amor Doce - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce - Armin
Exibições 54
Palavras 647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Capítulo 21 - Quem é ela? (Parte 2/4)


Enquanto ele dirigia eu pensava na vida, isso se eu tenho uma né. Eu não poderia sair da cidade e fugir novamente, isso tá muito clichê de novela mexicana. . .

- DÁ A VOLTA! - grito no ouvido de Simon

- Ai porra! Isso é um ouvido! - ele colocou a mao na orelha

- Vai para sweet amoris, AGORA! - 

- Para de gritar, meu ouvido tá fazendo um barulho horrível. -

- VAI LOGO! - 

- Tá já vou. -

Ele deu a volta e acelerou, o problema era que tava muito congestionado e é estranho pra essa hora da manhã.

- Pega um atalho. - ele me ignorou - sabe aquela frase, você já deve ter escutado "Bateu o pau no ouvido". -

- Onde fica o atalho? -

Eu mostrei o caminho, ao chegar lá tentei abrir o portão várias vezes, sem sucesso pra variar. 

- Tá fechado. . . - disse Simon encostado no carro 

- Sério? Não tinha percebido! - 

- Vamos embora! -

- Não, a Lynn pode abrir isso. . . -

- Só que ela com certeza não vai abrir pra você! -

- Pra mim não, para você. -

- O que? Nem pensar! -

- Me dá a arma e liga pra ela. - 

Ele me entregou a arma e ligou para a Lynn, não entendo como ela conseguiu sinal.

- Lynn, eu estou aqui frente colégio. -

** O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO AQUI?! **

- Preciso conversar com você! -

** Tá já to indo. . . ** ela desliga

- Se esconde que ela tá vindo! -

Eu me escondo em algumas plantas e assim que ela sai eu acerto a cabeça dela com a arma por trás.

- Você a matou? - 

- Se fosse pra matar ela eu teria atirado, espera aqui! -

Eu saio correndo e vou até o porão e começo a bater na porta desesperada, alguém abre a porta, era o Alexy. 

- Cunhadinha! - ele me abraça

- Armin esta aí? - 

- Sim, entra. -

- Armin. . . - ele estava no canto do porão 

- Quem mandou você vim aqui? -

- Eu preciso conversar com você.  . . -

- EU NÃO QUERO PAPO COM VOCÊ! - ele gritou 

Sem pensar duas vezes eu dei um tapa bem forte nele, ele me encarou com a mão no rosto.

- Eu não queria estar aqui, mas tem coisas que eu preciso resolver com você. - 

- Eu já disse que. . . - imterrompi ele 

- Cala a boca! Armin. . . Eu estou grávida. - 

Ele ficou calado de boca aberta e olhos arregalados, Alexy esboçou um sorriso. Armin ficou sério e olhou para a parede.

- E quem garante que o filho é meu? -

O que ele falou se tornou um eco  minha cabeça, aquilo pareceu uma facada. Eu me senti tão mal que apenas me levantei.

- Espera Melaine. . . -

- Hum? -

- Desculpa, não era minha intensão te ferir - 

- Não tem problema. - 

- Bem. . . Quando nascer e se eu for o pai e-. . . -

- Você não é obrigado a assumir. . . -

- Se eu for o pai, eu serei obrigado sim. Bem. . . Poderia levar o Alexy, não quero que ele seja o próximo. -

- Eu não vou te deixar aqui Armin! - disse Alexy aflito

- Alexy, vá com ela, eu imploro. -

- Vem Alexy. . . -

Saímos do porão correndo para não sermos vistos, eu puxei a Lynn para dentro e fechei o portão, Simon já estava no carro quando entramos.

- Demorou hein. -

- Cala a boca. -

Quando Simon girou a chave a Lynn aparece na frente do carro.

- Fecha tudo! -

- Já Fechei! Como vamos sair daqui? -

- Acelera. . . -

- Você tá maluco?! -

- Lynn não vai ficar na frente quando ver que você não vai desistir e passar por cima dela. - 

Simon ligou o carro e respirou fundo antes de acelerar.


Notas Finais


Continua >>


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...