História Um amor psicopata - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Doggo, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Chara, Frisk, Sans, Sans X Frisk
Exibições 82
Palavras 1.054
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem :D

Capítulo 3 - Cap 3 - Sans skeleton


Fanfic / Fanfiction Um amor psicopata - Capítulo 3 - Cap 3 - Sans skeleton

Eu estava acabando de sair das ruínas, eu pudia ouvir os pequenos choros da toriel,me dava um pouco de pena,me lembrava um pouco daquilo.....mas é melhor eu continuar o meu caminho, eu andei até entrar em um lugar que nevava,hm....neve....boas lembranças..

Flashback On

Eu estava com os meus cinco anos de idade,estava brincando de cartas com Chara,até que eu percebi que na janela que era na frente da minha cama,estava caindo do céu umas espécies de "bolinhas" brancas

Frisk : Chara,chara - disse eu cutucando ele - o que é isso?

Chara : aquilo? - disse ele apontando pras "bolinhas" (Aurora : se vocês pensaram em besteiras,vocês não foram os únicos/Frisk : mas eu era só uma criança ;-;) aquilo é neve

Frisk : neve?o que é neve?

Chara : e uma espécie de gelo que cai do céu

Frisk : atá - me levantei e sentei no seu colo - eu quero brincar na neve - disse eu animada

Nossos rostos estavam tão próximos que eu podia sentir sua respiração

Chara : T-Tabém,mas sai de cima de mim 0//////0 (Autora : Frisk para de ser safrada/Frisk : Eu não tô sendo safrada ;-;)

Depois ele me mandou eu botar um agasalho,pois ia fazer muito frio,e nós saímos

Frisk : Mano,isso e neve? - falei pegando uma bolinha (Autora : ( ͡° ͜ʖ ͡°) )

Chara : isso se chama floco de neve (Autora : não me julguem se eu falei errado ;-;/Frisk : Cala boca Autora,você tá mas falando do que escrever a história -_- /Autora : Tabém parei,pra que agredir ;-;)

Frisk : Flo-lhogos de neve?

Chara : ahh - ele caiu na gargalhada - você fica tão fofa quando fala assim - ele fez um cafuné na minha cabeça

Frisk : 0/////0

Flashback Off

Hm....saudades desses tempos....lhogos de neve,ahhh*suspiro* eu sei que eu já tô bem grandinha pra isso,mas que sedani,só o Flowey que vai ver mesmo.....né?

Eu fui correndo até os flocos de neve para tentar pegar eles,era a minha brincadeira favorita quando nevava

Flowey p.o.v's On

Sei que a Frisk e as vezes é meio infantil,tadinha,nem conheceu o mundo direito (Autora : Flowey tão inocente) não sabe o quão frio e esse mundo (Autora : -_- porra flowey cala boca) mas até que eu admiro esse seu jeito meigo, gentil que ela tem,sua bondade,sei que eu nem conheço ela direito,mas se uma pessoa me poupa se eu iria ser muito honrado a ele,e a escolhida foi a Frisk,na verdade a única coisa que eu sei da Frisk e o nome dela,ela estava brincando com os flocos de neve,ela ficava tão fofinha assim,q-que dizer (Autora : tadinho do flowey,nunca vai conquistar seu senpai ;-;) ela só...só... A me deixa....eu estava esperando a "tal" brincadeira da Frisk acabar até que eu ouso um barulho que galho quebrando, mas era o galho MAS grosso de lá (Autora : ( ͡° ͜ʖ ͡°)) eu já estava começando a ficar desesperado,eu sentia uma sensação que alguém estava nos observando

Flowey : Fri-

Flowey p.o.v's Off

Frisk p.o.v's On

Flowey : Frisk,vamos sair daqui rápido - ele diz mas em um sussurro

Frisk : "o quê?"

Flowey : - ele olha pra trás e fica desesperado - Frisk corre

Frisk : "mas por-"

Flowey : FRISK CORRE AGORA!!!

eu só tive tempo de ver uma sombra lá atrás e o Flowey gritando no meu ouvido antes de começar a correr,fui correndo até eu mi esconder atrás de uma árvore

Frisk : "Acho que nós os despis-"

???? : Ei por que você tava-

Frisk : AHHHHH

???? : Mas que porra de grito fino foi esse velho,estorou meus típunis....que eu não tenho ;-;

Escrevi uma coisa no caderno e fui pra uma espécie de portão/ponte

???? : *Lendo o caderno* /sai daqui seu estrupador pedófulo/ sério isso mesmo?

Eu estava preste a passar por aquela ponte até que não pudi mas mover meu corpo,uma espécie de aura vermelha,estava em torno do meu corpo,ele me pousou até na frente dele é fez um sinal com a mão para eu pega-lá mas eu recusei

???? : Vamos lá pirralha,você não sabe cumprimentar um novo amigo?

Eu acabei me rendendo e peguei a mão dele,fez um barulho meio estranho,de pum?não sei,mas ele tava caindo na gargalhada,mas eu não senti um pingo de graça naquilo

???? : HAHAHAHAHA,a velha piada de pum nunca falha - ele já tava com lágrimas nos olhos

Frisk : -_-

Eu me virei e fui embora

???? : Você tinha que ver- EII!! - ele se teleportou até mim - ia me deixar no vaco mesmo?

Frisk : -_- *pensando* querido sai fora do meu caminho plz?

Sans : - ele chegou no perto do meu ouvido e sussurrou - na verdade eu tô mas pra estrupador do que pedófulo,por que de criança você não tem nada

Frisk : 0/////0

Ele derepente pegou na minha bunda,mas por impulso eu dei um tapa na cara dele

???? : ....... - ele passou a mão na ferida

Frisk : .......

???? : Acho que a gente começou com o pé esquerdo não é mesmo?Meu nome é Sans,Sans Skeleton

Frisk : ..... *Pensando* por acaso esse cara é retardado?ou demi mental?ele acabou de me violentar e agora vem mo no papinho amigável pensando que ele tem chance comigo?ele e mesmo um louco

Sans : eu deveria estar caçando humanos agora,mas eu acho que encontrei algo melhor - ele me olhou com aquela cara ( ͡° ͜ʖ ͡°) - meu irmão papyrus ele é fanático por humanos,então eu teria cuidado se fosse você grasinha,principalmente comigo - ( ͡° ͜ʖ ͡°)( ͡° ͜ʖ ͡°)( ͡° ͜ʖ ͡°) - agora me siga,eu te ajudo a se esconder dele,mas vai ta me devendo uma ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Eu não sei de quem exatamente ele tá falando pra eu me esconder,mas vai que ele é pior que o Sans,ai eu vou ta fudida (Autora : Literalmente :D) ele me mando me esconder atrás de uma luminária,mas deu muito certo por que meu peito e minha bunda ficavam de fora,e eu só via que ele estava aproveitando toda a cena..... pervertido, no final eu tive que me esconder em uma barraquinha de cachorro-quente que ele dizia que era dele,botei um pouco a minha cabeça pra fora pra ver o que tava rolando


Notas Finais


Bjs :3
Desculpa pelo cap pequeno,prometo que o próximo vai ser maior


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...