História Um amor quase impossivel - Capítulo 23


Escrita por: ~ e ~jessica84

Visualizações 96
Palavras 955
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Denovo meu pc deletou boa parte da história então o final fica para amanha espero que gostem
BJS

Capítulo 23 - Então esse... é o "fim" part 3


Fanfic / Fanfiction Um amor quase impossivel - Capítulo 23 - Então esse... é o "fim" part 3

depois de tudo aquilo eles enfrentaram mais guardas do castelo e os derrotaram foram em passos apressados até que finalmente chegaram ao seu destino, e lá estava natanael sentado no trono com um sorriso nos labios.

Natanael: ora ora finalmente chegaram estava a sua espera-disse ele se levantando quando marinette foi se aproximar varios guardas cercaram a sua volta não dando chance de passar - você foi bastante esperta eu adimito mas se esqueceu que eu sou incrivel e ninguem podera me vencer! agora guardas matem todos eles!-disse rido com uma expressão pisicopata no rosto.

os guardas atacavam marinette e os outros mais eles não desistiam lutavam com cada força que tinham então adrian colocou seu guizo que lhe da poderes de se transformar em chat noir e começou a lutar ele era forte e matava os guardas em sua volta, o cavaleiro das trevas tirou uma espada amedrontadora e cortou a cabeça de cada guarda que lhe atacava, jessica com suas luvas perfurava a garganta dos soldados, misaki era rapida e conseguia roubar as armas dos soldados e usar contra eles mesmo, marinette se senta impotente não podendo fazer nada todos eram incrveis com suas habilidades mais ela se sentia tão inutil ela pensava que só era uma menina cujo os pais perdeu e não conseguiu proteger os amigos.

restavam poucos guardas e eles estavam cansados mais não paravam, todos os soldados que natanael mandou estavam mortos, o ruivo ficou furioso ao ver que tinha perdido mais ele retirou sua espada e conseguiu pegar marinette a imobilizando ele colocou a espada no pescoço da menina.

Natanael: se tentarem alguma coisa ela morre!-disse ele com o sorriso nos labios

Adrien: solta ela seu canalha!- disse indo até ele mais natanael apertou mais a espada no pescoço de marinette que o pescoço da mesma começou a sangrar vendo isso adrien parou no meio do caminho...

Enquanto isso...

Magnólia corria pela floresta até algo pegar seu pé a fazendo cair era um dos soldadoss de natanael, ela se debatia e tentava se soltar só que não conseguia quando o soldado foi colocar a espada no coração de Magnólia um lobo grande aparece e pula em cima do soldado o derrubando, o soldado tenta se defender mais o lobo acaba o matando, depois de ter o matado o lobo olha para Magnólia que esta se afastando com medo dele então o lobo fica frente a frente com a garota e o lobo começa a se transformar em um menino de olhos azuis e cabelo preto que observa a menina.

Haru: você não tem pra onde ir certo-disse ele sério e ela concorda com a cabeça- a partir de hoje você vai ser minha propriedade meu nome é harumoto (é o haru da fanfic marichat:amor de um gato) mas pode me chamar de haru e o seu?-disse com a mesma expressão

Magnólia: é-é Magnólia-disse um pouco corada não podia deixar de notar o quanto o rapaz era bonito

Haru: bom é um prazer conheçe-la mais agora temos que ir-disse ele se levntando e estendendo a mão para ela

Magnólia:p-pra aonde a gente v-vai?-disse com um pouco de medo

Haru: para a nossa casa-disse ele com um sorriso e os dois entraram no meio da floresta...

Voltando...

ninguem podia fazer nada se se mexiam marinette morria se se rendessem eles perdiam a batalha e natanael vencia.

então marinette fechou os olhos e começou a lembrar de qundo era pequena seus pais amigos todos felizes e contentes, ela começou a chorar e derrepente começou a cantar

Kimi wo suki ni natte dorekurai tatsu no kana?
Kimochi fukurande yuku bakari de
Kimi wa kono omoi kidzuiteiru no kana?
Ichido mo kotoba ni wa shitenai kedo

Yuki no youni tada shizukani
Furitsumori tsudzukete yuku

Hold me tight konna omoi nara
Dareka wo suki ni naru kimochi
Shiritaku nakatta yo
I love you namida tomaranai
Konnan ja kimi no koto
Shirazuni ireba yokatta yo

Kimi wo itsumade omotteiru no kana?
Tameiki ga mado garasu kumoraseta

Yureru kokoro tomosu kyandoru de
Ima tokashite yukenai kana?

Hold me tight oreru hodo tsuyoku
Kogarashi fubuki ni deatte mo
Samukunai youni to
I miss you kimi wo omou tabi
Amikake no kono mafuraaa
Konya mo hitori dakishimeru yo

Eien ni furu yuki ga aru nara
Kimi e to tsuzuku kono omoi kakuseru no kana?

Hold me tight konna omoi nara
Dareka wo suki ni naru kimochi
Shiritaku nakatta yo
I love you mune ni komiageru
Fuyuzora ni sakebitai
Ima sugu kimi ni aitai yo

Hold me tight

I love you

Tradução

Quanto tempo se passou desde que eu gostei de você?
E o meu sentimento apenas cresce
Será que você percebeu o que sinto?
Eu nunca disse isso para você

E como a neve silenciosamente
Apenas se acumulando

Mantenha-me apertado, se fosse para me sentir assim
Essa sensação de gostar de alguém
Nunca deveria ter desejado
Eu te amo, as lágrimas não param
Desse jeito era melhor
Não ter te conhecido

Até quando ficarei pensando em você?
O meu suspiro deixou o vidro embaçado

Com a vela que ilumina o meu coração abalado
Você não quer derretê-lo agora?

Mantenha-me apertado como se fosse me quebrar
Mesmo na tempestade de neve no inverno
Para eu não sentir frio
Eu sinto sua falta, toda vez que penso em você
Fico sozinha abraçando
Esse cachecol que ainda não terminei

Se existe a neve que cai eternamente
Será que conseguirei esconder esse sentimento de você?

Mantenha-me apertado, se fosse para me sentir assim
Essa sensação de gostar de alguém
Nunca deveria ter desejado
Eu te amo, isso que cresce em meu peito
Quero gritar no céu de inverno
Que eu quero te encontrar logo

Me abrace apertado

Eu te amo

E derrepente...

 


Notas Finais


foi isso vou deixa-los curiosos
Até a proxima
Thau pandas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...